Raio-X dos Investimentos ( Outubro 2011)

693 visualizações

Publicada em

Monitoramento mensal do investimento estrangeiro direto no Brasil (IED) e do investimento brasileiro direto no exterior (IBD).
Estudo realizado pela área de Análise Econômica do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da FIESP.

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
693
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Raio-X dos Investimentos ( Outubro 2011)

  1. 1. Outubro de 2011Destaques dos Investimentos Brasileiros no Exterior• Mês de outubro acentua o retorno de Investimento Brasileiro Direto: o mês contabilizou US$ 1,5 bilhão de retorno em investimentos de empresas brasileiras no exterior, o saldo do IBD no acumulado do ano fechou em US$ 12,3 bilhões. Apesar da conta de Participação no capital se manter positiva (saída de investimentos), ainda que 53,0% menor que no mesmo período do ano passado, a conta de Empréstimos intercompanhias apresentou o retorno de, aproximadamente, US$ 3,0 bilhões, valor 4,3 vezes maior do que no mês de setembro.• Investimento de empresas brasileiras no exterior é 43,8% menor do que em 2010: apenas 6 setores apresentam cifras de investimento no exterior maiores do que no mesmo período de 2010, dentre estes se destacam Extração de petróleo e gás natural (Setor Primário), crescimento de 52,0% em relação a 2010, Outros equipamentos de transporte (Setor Industrial), crescimento de 797,3%, e Telecomunicações (Setor de Serviços), saindo de US$ 71,7 bilhões no acumulado de 2010 para US$ 935,1 no mesmo período de 2011, valor 13,0 vezes maior na comparação com o ano anterior.• Empresa brasileira amplia atuação na América do Norte: a empresa Iochpe-Maxion (Metalurgia) anunciou a compra da empresa Hayes Lemmerz, situada nos EUA, por US$ 725,0 milhões, e da mexicana Galaz, por US$ 195,0 milhões. Desta maneira a empresa amplia substancialmente sua capacidade de produção para atender as montadoras de ambos os países.Destaques dos Investimentos Estrangeiros no Brasil• Recorde histórico em IED: apesar da queda de 12,3% em relação a setembro, o montante de IED acumulado até outubro já chega a US$ 56,0 bilhões, o maior valor da série histórica.• Investimento de empresas estrangeiras no Brasil é 70,5% maior do que em 2010, no acumulado até outubro: o setor de Telecomunicações (Setor de Serviços) mantém o maior afluxo de investimentos recebidos no acumulado do ano, US$ 6,7 bilhões, com crescimento de 945,1% em relação a 2010. Na indústria, o setor de bebidas apresenta o maior volume de investimentos, US$ 4,2 bilhões contra apenas US$ 363,0 milhões no mesmo período de 2010, montante de 11,5 vezes maior do que em 2010.• Empresa indiana compra parque eólico no estado do Ceará: a empresas Suzlon Energy selou a compra de cinco usinas eólicas, que transferiu 100,0% do controle acionário para a empresa, antes a cargo da Eólica Faísa. O valor da operação não foi divulgado. 1
  2. 2. 2
  3. 3. 3
  4. 4. 4
  5. 5. 5
  6. 6. EQUIPE TÉCNICAFederação das Indústrias do Estado de São Paulo – FIESPDepartamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior – DEREXÁrea de Análise Econômica do Comércio ExteriorDiretor Titular: Roberto Giannetti da Fonseca Gerente: Frederico Arana Meira Coordenador: Fabrízio Sardelli PanziniEquipe: Paula Bolonha, Wellington Freire, Paulo Vitor Lira, Laura GonçalvesEndereço: Av. Paulista, 1313, 4º andar – São Paulo/SP – 01311-923 6

×