Discurso de Paulo Skaf na Missão Empresarial em Israel

1.388 visualizações

Publicada em

Jerusalém, Israel - 15 de março de 2010.

Saiba mais:

http://www.fiesp.com.br/agencianoticias/2010/03/15/acordo_comercio_israel_brasil_pode_triplicar_fluxo.ntc

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.388
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Discurso de Paulo Skaf na Missão Empresarial em Israel

  1. 1. • Discurso do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Skaf, na Missão Empresarial em Israel. • 15 de março de 2010 • • Excelentíssimo presidente do Estado de Israel, Prêmio Nobel da Paz Shimon Perez. Excelentíssimo presidente da República Federativa do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. Srs. ministros israelenses e brasileiros. Srs. embaixadores, Empresários israelenses, Empresários brasileiros, Demais autoridades, Senhoras e Senhores. Abro estas minhas breves palavras, aqui no planalto central da Palestina, com indisfarçável emoção. Estar em Jerusalém significa ter os pés, o coração e a mente numa terra sagrada para toda a humanidade. Uma cidade que, como a mais antiga origem semita de seu próprio nome diz, foi fundada por Deus. Aqui encontramos a confluência das três grandes religiões monoteístas do mundo. Afinal, Jerusalém é para os cristãos, cenário de agonia e triunfo de Jesus, seu salvador. Para os muçulmanos, o destino da mística viagem do profeta Maomé e o local de um dos mais venerados santuários do Islã. E para os judeus é a prova viva da grandeza passada e, acima de tudo, a histórica base de seu renascimento nacional. Em novembro último, tivemos a imensa honra de receber o excelentíssimo presidente, Shimon Perez, na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, a nossa Fiesp, acompanhado de diversos empresários de seu país. Na ocasião, realizaram-se promissoras rodadas de negócios, bem como um importante seminário empresarial. A visita, de Vossa Excelência, foi muito significativa na agenda produtiva de interação entre os nossos países. Em março de 2005, recebemos o senhor Ehud Olmert, à época vice primeiro ministro israelense, quando reafirmamos a necessidade de um acordo de livre comercio. 1
  2. 2. Logo depois, em maio do mesmo ano, a Fiesp participou de visita oficial a Israel, chefiada pelo chanceler Celso Amorim, quando firmamos acordo com a MAI. Em dezembro de 2007, em São Paulo, recebemos o ministro Eliyahu Yishai, quando se anunciava a conclusão das negociações do referido acordo. Em julho de 2009, foi a Fiesp, o chanceler de Israel, Avigdor Liberman acompanhado de mais de uma dezena de empresários, que participaram de uma produtiva rodada de negócios. Hoje, o acordo de livre comércio entre o estado de Israel e o Mercosul já aprovado pelos parlamentos do Brasil, Uruguai e Paraguai, entrara em vigor a partir do próximo mês. Desse modo, sinto-me extremamente feliz e honrado em liderar, a comitiva empresarial de meu país, nesta importante missão a Israel, numa gentil deferência do excelentíssimo presidente Lula. Podemos avançar muito mais nas relações bilaterais. São grandes as oportunidades comerciais nas áreas do turismo, agronegócio, aeronaves, equipamentos médicos, remédios, calçados, confecções e acessórios, veículos e máquinas pesadas, bens de capital, mineração, fertilizantes, energia e defesa. E, por isso, lanço aqui o desafio aos empresários israelenses e brasileiros de triplicarmos nosso fluxo comercial ate 2015. Excelentíssimo presidente Shimon Perez, na recente visita de Vossa Excelência a São Paulo, percebíamos os valores que o tornaram merecedor do Nobel da Paz. Sua contribuição e sua integração à sociedade brasileira nos credenciam e nos estimulam à busca permanente da ampliação do intercâmbio entre nossos países. E não apenas o econômico como, também, o cultural, social e educacional. Não se pode esquecer, também, que foi um brasileiro, Oswaldo Aranha, que presidiu a memorável sessão da ONU que, em 1947, aprovou a criação do Estado de Israel, efetivada no ano seguinte. Seguindo esta tradição de respeito ao povo judeu, a Fiesp foi uma das protagonistas, com significativo papel técnico e político, dando apoio ao governo brasileiro, no processo de negociação do Acordo de Livre Comércio entre o MERCOSUL e Israel. Trata-se do primeiro acordo feito fora do âmbito da Aladi, Associação Latinoamericana de Integração. Caríssimo presidente Lula, em nome de todos os empresários brasileiros, agradeço-lhe o honroso convite para integrarmos esta missão a Israel. 2
  3. 3. Quero ainda, por dever de justiça, manifestar à Vossa Excelência o respeito e a admiração que temos pelo seu governo. Uma administração séria, comprometida com independência, liberdade e democracia, que tem conduzido o nosso Brasil pelo caminho seguro do crescimento sustentado com justiça social. Nosso País, na sua gestão, passou a ser positiva referência mundial. Parabéns Presidente Lula! Por fim, encerro este pronunciamento, lembrando a todos que a solidariedade, cooperação, comércio crescente e fraternidade entre nossos povos, israelita e brasileiro, devem ser exemplos para um mundo cada vez melhor! Muito obrigado! 3

×