Coeficientes de Exportação e Importação (CEI) - 4º trimestre 2011

9.299 visualizações

Publicada em

Indicador de periodicidade trimestral da participação dos importados no consumo brasileiro e das exportações na receita dos setores. Estudo realizado pela área de Análise Econômica do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da FIESP.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.299
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8.158
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Coeficientes de Exportação e Importação (CEI) - 4º trimestre 2011

  1. 1. Coeficientes de Exportação e Importação Resultados de 2011 Roberto Giannetti da Fonseca Diretor Titular São Paulo, 07 de fevereiro de 2012Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior - DEREX Federação das Indústrias do Estado de São Paulo
  2. 2. 1. Introdução2. Contextualização3. Coeficientes de Exportação4. Coeficientes de Importação
  3. 3. Objetivos Calcular trimestral e anualmente os Coeficientes de Exportação e Importação (CEI) da indústria brasileira, afim de detectar fenômenos econômicos relacionados à inserção internacional, como:  Substituição de importações  Substituição da produção doméstica por importações  Indícios de desindustrialização  Grau de Internacionalização da indústria  Direcionamento da produção, antes voltada para o mercado externo, para o mercado domésticoDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 3
  4. 4. 2. Contextualização3. Coeficientes de Exportação4. Coeficientes de Importação
  5. 5. Produção industrial tem queda de 1,6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior Índice de Produção Industrial – Indústria Geral com e sem ajuste sazonal 4º Tri/2007=100 sem ajuste sazonal com ajuste sazonal sem ajuste: -2,0%onal sem ajuste: +7,1% com ajuste: -1,6% com ajuste: +8,8% 4º T 2007 1º T 2008 2º T 2008 3º T 2008 4º T 2008 1º T 2009 2º T 2009 3º T 2009 4º T 2009 1º T 2010 2º T 2010 3º T 2010 4º T 2010 1º T 2011 2º T 2011 3º T 2011 4º T 2011 Fonte: PIM-IBGE Elaboração: FIESP DEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 5
  6. 6. Na média anual, a produção industrial permanece nospatamares de 2010 Índice de Produção Industrial Anual – Indústria Geral média anual variação 2011/2010: +0,3% 128,4 128,8 125,5 121,8 114,9 116,3 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Fonte: PIM-IBGE Elaboração: FIESPDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 6
  7. 7. Consumo aparente deixa de apresentar elevadas taxas deexpansão. Mesmo assim, cresce acima da Produção Consumo Aparente vs Produção Industrial – Indústria Geral Consumo aparente Prod. Industrial - sem ajuste 4º Trim 2007 = 100 1º T 2009 2º T 2009 3º T 2009 4º T 2011 4º T 2007 1º T 2008 2º T 2008 3º T 2008 4º T 2008 4º T 2009 1º T 2010 2º T 2010 3º T 2010 4º T 2010 1º T 2011 2º T 2011 3º T 2011 Fonte: PIM-IBGE, FIESP Elaboração: FIESPDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 7
  8. 8. 3. Coeficientes de Exportação4. Coeficientes de Importação
  9. 9. O quê é o Coeficiente de Exportação (CE)? Coeficiente de Exportações Exportação = Produção Industrial Mensura a participação das exportações na receita total do setorDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 9
  10. 10. CE da Indústrias Geral e de Transformação permanecemestagnados nos três últimos trimestres do ano Coeficiente de Exportação Trimestral – Indústria Geral e de Transformação Indústria Geral Indústria de Transformação - 0,4 pp 19,9% 20,2% 19,8% 19,2% 19,5% 18,2% 18,2% 17,6% 17,7% 17,5% 17,0% 17,1% 17,1% 16,5% 16,6% 15,9% 15,9% 15,1% 14,9% 14,9% 14,7% 14,0% -0,5 pp 2º T 2009 3º T 2009 4º T 2009 1º T 2010 2º T 2010 3º T 2010 4º T 2010 1º T 2011 2º T 2011 3º T 2011 4º T 2011 Fonte: FIESPDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 10
  11. 11. Apesar da tendência de alta, parcela da produção exportadamantém-se longe de recuperar patamares de 2006 Coeficiente de Exportação – Comparação Anual Indústria Geral Indústria de Transformação 19,1% 18,6% 17,3% 21,1% 20,9% 15,4% 15,8% 16,4% 19,6% 18,9% 19,5% 18,0% 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2006 2007 2008 2009 2010 2011 +0,6 pp +0,6 ppDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 11
  12. 12. Elevação do CE destaca-se nos setores de Ferro Gusa, Tratores eequips p/ agricultura e Siderurgia, que tiveram altas significativas Máqs. e equips. para extração mineral 16 de 33 setores tiveram alta do CE e construção 49% 45% 43% Setores com maiores altas: 32% Ferro-gusa e ferroligas (+9,4 pp) 27% 28% Tratores, máq. e equips. p/ agricultura (+5,3 pp) Máqs. e equips. p/ extração mineral e construção (+3,7 pp) Siderurgia (+3,4 pp) 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Calçados 17 de 33 setores tiveram queda do CE 30% Setores com maiores quedas: 28% 24% 19% 18% Aeronaves (-5,2 pp) 17% Produtos de Madeira (-4,8 pp) Fundição e tubos de ferro e aço (-2,9 pp) Material eletrônico e ap de comunicação (-2,4 pp) 2006 2007 2008 2009 2010 2011 Calçados (-1,4 pp)DEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 12
  13. 13. Alta nas exportações contrasta com queda ou estagnação daprodução em muitos setores Exportações e Produção Industrial* - Variação Anual Setores Selecionados Exportações Prod. Industrial Ferro-gusa e ferroligas 23,4% -3,0% Tratores e máqs. e equips. para a agricultura 10,6% -5,2% Máqs. e equips. para extração mineral e construção 24,2% 9,8% Siderurgia 20,2% -0,3% Produtos têxteis 11,0% -14,42% Outros equipamentos de transporte 31,1% 6,5% Máqs. e equips. para fins industriais e comerciais 11,2% -2,0% Metalurgia de metais não-ferrosos 4,2% -0,6% Produtos de madeira -19,9% -0,9% Aeronaves -5,1% 5,9% *Variação relativa a valores em R$ constantes de 2006DEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 13
  14. 14. 4. Coeficientes de Importação
  15. 15. O quê é o Coeficiente de Importações? Importações Coeficiente de Importação = Produção – Exportações + Importações Mensura a participação das importações no consumo aparente do setorDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 15
  16. 16. Participação dos Importados no consumo (CI) é maior naIndústria Geral Coeficiente de Importação – Indústria Geral e de Transformação Indústria Geral Indústria de Transformação +0,6 pp 24,0% 22,7% 22,5% 22,9% 23,4% 21,6% 20,7% 19,9% 22,3% 22,7% 21,4% 21,2% 21,5% 18,1% 18,7% 20,4% 16,9% 18,6% 19,3% +0,4 pp 17,2% 16,4% 15,1% 2º T 2009 3º T 2009 4º T 2009 1º T 2010 2º T 2010 3º T 2010 4º T 2010 1º T 2011 2º T 2011 3º T 2011 4º T 2011 Fonte: FIESPDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 16
  17. 17. Indústria Geral e de Transformação tem a maior penetração deimportados no consumo dos últimos nove anos Coeficiente de Importação – Comparação Anual Indústria Geral Indústria de Transformação 21,8% 23,1% 20,4% 21,9% 20,1% 18,3% 18,2% 18,3% 16,6% 16,2% 16,4% 14,4% 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2006 2007 2008 2009 2010 2011 +1,3 pp +1,4 ppDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 17
  18. 18. 54,5% da alta do Consumo foi aproveitada porImportados Variações Comparadas* - Indústria Geral Comparação 2011 x 2010 Aproveitamento da Expansão de 1,2% do Consumo Aparente 7,4% Importados 54,5% 1,2% -0,5% 45,5% Consumo Produção Importações Indústria Aparente Industrial para o Nacional Mercado Interno*Variação relativa a valores em R$ constantes de 2006 Na comparação com 2010, a produção industrial para o mercado interno teve queda de 0,5%, atribuindo às importações (+7,4%) maior participação no consumo interno.DEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 18
  19. 19. Importações aumentam nos setores onde há queda doconsumo aparente Setores selecionados Importações Cons. Aparente Produtos têxteis 7,3% -12,7% Artigos do vestuário e acessórios 41,4% -2,6% Calçados 15,6% -9,0% Produtos farmacêuticos -2,0% -1,8% Ferro-gusa e ferroligas 11,3% -14,8% Produtos químicos (1) 7,4% 0,4% Metalurgia de metais não-ferrosos 2,8% -2,1% Equips. de instrumentação médico-hospitalares (2) -14,2% -5,2% Aeronaves 8,9% 13,1% Artigos de borracha e plástico 10,0% 0,2% Tratores e máqs. e equips. para a agricultura 25,6% 0,9% *Variação relativa a valores em R$ constantes de 2006DEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 19
  20. 20. Elevação da participação das importações no consumo ésetorialmente diversificada, com altas em 29 de 33 setores 27 de 33 setores tiveram alta do CI Máqs. e equips. para fins industriais e comerciais 52,0% Setores com maiores altas: 47,2% 42,8% 42,7% 35,3% 37,6% Tratores, máqs. e equips. p/ agricultura (+8,6 pp) Material eletrônico e ap de comunicação(+5,1pp) Máqs e equip. p/ fins ind. e comerciais (+4,8 pp) Produtos têxteis (+4,5 pp) Máqs e equips p/ extração mineral e construção 2006 2007 2008 2009 2010 2011 (+4,2 pp) Siderurgia 6 de 33 setores tiveram queda do CI 16,9% Setores com queda: 12,9% Equips. de instrumentação médico-hosp. (-6,1 pp) 8,6% 9,3% 6,5% 6,7% Siderurgia (-3,9 pp) Aeronaves (-1,8 pp) Fundição e tubos de ferro e aço (-0,4 pp) 2006 2007 2008 2009 2010 2011DEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 20
  21. 21. Conclusões sobre os Coeficientes deExportação e Importação 1. A Melhora da competitividade dos produtos brasileiros no exterior, dada a desvalorização cambial de 10%*, garantiu a elevação do CE em 2011. 2. O crescimento das exportações, desacompanhado do aumento da produção interna, abriu espaço para uma maior penetração de produtos importados, garantindo ao CI o maior pico dos últimos nove anos. * Variação do 4ºT 2011 em relação ao 3ºT 2011DEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 21
  22. 22. Tabelas Completas
  23. 23. Coeficientes de Exportação – Setores da Indústria (1|2) Coeficientes de Exportação (Anual) 2011 2011 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2010 2009 Indústria Geral 21,1% 20,9% 19,6% 18,0% 18,9% 19,5% 0,6 pp ▲ 1,5 pp ▲ Indústria de Transformação 19,1% 18,6% 17,3% 15,4% 15,8% 16,4% 0,6 pp ▲ 1,0 pp ▲ Indústrias Extrativas 57,9% 63,2% 61,8% 67,4% 75,3% 74,8% -0,4 pp ▼ 7,5 pp ▲ Ferro-gusa e ferroligas 59,5% 54,1% 54,9% 43,0% 34,5% 43,9% 9,4 pp ▲ 1,0 pp ▲ Tratores e máqs. e equips. para a agricultura 64,3% 49,9% 42,1% 31,9% 31,7% 37,0% 5,3 pp ▲ 5,1 pp ▲ Máqs. e equips. para extração mineral e construção 49,3% 44,7% 43,2% 27,4% 28,2% 31,9% 3,7 pp ▲ 4,5 pp ▲ Siderurgia 25,7% 20,4% 16,3% 18,8% 16,3% 19,6% 3,4 pp ▲ 0,9 pp ▲ Produtos têxteis 13,3% 14,0% 13,5% 11,6% 11,1% 14,4% 3,3 pp ▲ 2,8 pp ▲ Outros equipamentos de transporte (3) 14,0% 18,7% 17,2% 9,4% 11,9% 14,7% 2,8 pp ▲ 5,3 pp ▲ Máqs. e equips. para fins industriais e comerciais 24,1% 21,1% 19,0% 17,8% 16,5% 18,7% 2,2 pp ▲ 0,9 pp ▲ Metalurgia de metais não-ferrosos 45,1% 45,2% 42,6% 48,0% 44,3% 46,4% 2,1 pp ▲ -1,6 pp ▼ Produtos farmacêuticos 7,5% 8,1% 6,9% 6,4% 7,2% 8,2% 1,0 pp ▲ 1,8 pp ▲ Automóveis, caminhões e ônibus 26,6% 21,9% 18,9% 11,2% 13,4% 14,3% 0,9 pp ▲ 3,1 pp ▲ Peças e acessórios para veículos automotores 14,9% 12,3% 10,1% 7,2% 8,8% 9,4% 0,6 pp ▲ 2,2 pp ▲ Máquinas, aparelhos e materiais elétricos 18,5% 17,1% 16,5% 15,6% 14,9% 15,4% 0,5 pp ▲ -0,2 pp ▼ Produtos químicos (1) 13,0% 13,3% 12,0% 13,5% 12,7% 13,1% 0,4 pp ▲ -0,4 pp ▼ Produtos de metal 6,6% 6,9% 7,3% 6,7% 5,2% 5,4% 0,2 pp ▲ -1,3 pp ▼ Artigos de borracha e plástico 8,9% 9,2% 9,3% 8,5% 8,5% 8,7% 0,2 pp ▲ 0,2 pp ▲ Refino de petróleo e produção de álcool 11,0% 11,2% 10,8% 9,3% 6,3% 6,4% 0,1 pp ▲ -2,9 pp ▼*Participação de cada setor sobre as exportações totais da indústria(1) Exceto farmacêuticos e perfumaria, higiene e produtos de limpeza(2) e instrumentos de precisão e ópticos, equipamentos para automação industrial, cronômetros e relógios(3) Embarcações, veículos ferroviários, motocicletas, motociclos e suas partes e peças, carrocerias e reboquesDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 23
  24. 24. Coeficientes de Exportação – Setores da Indústria (2|2) Coeficientes de Exportação (Anual) 2011 2011 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2010 2009 Indústria Geral 21,1% 20,9% 19,6% 18,0% 18,9% 19,5% 0,6 pp ▲ 1,5 pp ▲ Indústria de Transformação 19,1% 18,6% 17,3% 15,4% 15,8% 16,4% 0,6 pp ▲ 1,0 pp ▲ Indústrias Extrativas 57,9% 63,2% 61,8% 67,4% 75,3% 74,8% -0,4 pp ▼ 7,5 pp ▲ Artigos do vestuário e acessórios 3,8% 3,1% 2,1% 1,7% 1,6% 1,5% -0,1 pp ▼ -0,2 pp ▼ Celulose, papel e produtos de papel 21,8% 22,5% 22,8% 26,0% 25,9% 25,7% -0,2 pp ▼ -0,3 pp ▼ Equips. de instrumentação médico-hospitalares (2) 17,0% 17,6% 15,3% 14,5% 14,0% 13,7% -0,3 pp ▼ -0,8 pp ▼ Perfumaria, higiene e produtos de limpeza 6,5% 6,3% 6,4% 5,9% 6,3% 5,9% -0,4 pp ▼ 0,03 pp ▲ Máqs. para escritório e equips. de informática 11,8% 8,9% 8,3% 9,1% 7,2% 6,6% -0,6 pp ▼ -2,5 pp ▼ Produtos diversos 17,8% 20,6% 16,2% 14,3% 14,7% 14,0% -0,6 pp ▼ -0,3 pp ▼ Produtos de minerais não-metálicos 12,9% 12,2% 9,1% 7,2% 7,4% 6,5% -0,9 pp ▼ -0,7 pp ▼ Alimentos e bebidas 24,7% 25,9% 25,2% 25,9% 26,3% 25,3% -1,0 pp ▼ -0,7 pp ▼ Artigos do mobiliário 12,9% 11,8% 10,4% 7,8% 6,9% 5,8% -1,1 pp ▼ -2,0 pp ▼ Eletrodomésticos 15,1% 16,4% 8,9% 5,8% 4,9% 3,5% -1,4 pp ▼ -2,3 pp ▼ Calçados 30,3% 27,6% 23,7% 19,2% 18,2% 16,8% -1,4 pp ▼ -2,4 pp ▼ Preparação de couros e artefatos de couro 56,2% 56,3% 50,4% 57,1% 63,0% 61,2% -1,8 pp ▼ 4,1 pp ▲ Material eletrônico e aparelhos de comunicação 21,3% 16,9% 16,4% 15,4% 14,4% 12,0% -2,4 pp ▼ -3,5 pp ▼ Fundição e tubos de ferro e aço 11,0% 8,9% 10,6% 17,0% 17,0% 14,1% -2,9 pp ▼ -2,9 pp ▼ Produtos de madeira 45,8% 46,5% 33,8% 26,7% 25,0% 20,2% -4,8 pp ▼ -6,5 pp ▼ Aeronaves 84,9% 111,0% 76,4% 48,0% 49,6% 44,4% -5,2 pp ▼ -3,6 pp ▼*Participação de cada setor sobre as exportações totais da indústria(1) Exceto farmacêuticos e perfumaria, higiene e produtos de limpeza(2) e instrumentos de precisão e ópticos, equipamentos para automação industrial, cronômetros e relógios(3) Embarcações, veículos ferroviários, motocicletas, motociclos e suas partes e peças, carrocerias e reboquesDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 24
  25. 25. Coeficientes de Importação – Setores da Indústria (1|2) Coeficientes de Importação (Anual) 2011 2011 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2010 2009 Indústria Geral 16,2% 18,2% 20,1% 18,3% 21,8% 23,1% 1,3 pp ▲ 4,9 pp ▲ Indústria de Transformação 14,4% 16,4% 18,3% 16,6% 20,4% 21,9% 1,4 pp ▲ 5,3 pp ▲ Indústrias extrativas 52,0% 57,4% 56,6% 59,0% 62,1% 60,7% -1,4 pp ▼ 1,7 pp ▲ Refino de petróleo e produção de álcool 10,9% 12,5% 13,9% 11,3% 17,7% 20,7% 3,0 pp ▲ 9,4 pp ▲ Tratores e máqs. e equips. para a agricultura 49,2% 39,9% 35,9% 30,3% 35,3% 44,0% 8,6 pp ▲ 13,7 pp ▲ Material eletrônico e aparelhos de comunicação 41,0% 42,4% 44,9% 44,6% 48,5% 53,5% 5,1 pp ▲ 8,9 pp ▲ Máqs. e equips. para fins industriais e comerciais 35,3% 37,6% 42,8% 42,7% 47,2% 52,0% 4,8 pp ▲ 9,3 pp ▲ Produtos têxteis 10,6% 13,5% 16,0% 15,2% 19,6% 24,1% 4,5 pp ▲ 9,0 pp ▲ Máqs. e equips. para extração mineral e construção 27,9% 27,5% 36,8% 38,1% 36,7% 40,9% 4,2 pp ▲ 2,8 pp ▲ Automóveis, caminhões e ônibus 10,8% 12,4% 16,0% 16,0% 18,7% 22,4% 3,7 pp ▲ 6,3 pp ▲ Artigos do vestuário e acessórios 4,1% 4,1% 4,8% 5,5% 7,0% 10,2% 3,2 pp ▲ 4,7 pp ▲ Máquinas, aparelhos e materiais elétricos 23,0% 23,1% 24,8% 26,9% 33,8% 36,8% 3,0 pp ▲ 9,9 pp ▲ Máqs. para escritório e equips. de informática 40,3% 42,6% 50,4% 50,6% 53,6% 56,0% 2,4 pp ▲ 5,4 pp ▲ Ferro-gusa e ferroligas 10,4% 10,3% 10,3% 5,3% 7,5% 9,8% 2,3 pp ▲ 4,5 pp ▲ Produtos químicos (1) 23,6% 26,8% 28,8% 26,2% 29,6% 31,6% 2,0 pp ▲ 5,4 pp ▲ Eletrodomésticos 11,6% 13,9% 9,9% 10,3% 11,2% 13,2% 2,0 pp ▲ 2,8 pp ▲ Produtos de minerais não-metálicos 4,3% 5,1% 5,6% 4,7% 7,0% 9,0% 1,9 pp ▲ 4,3 pp ▲ Produtos diversos 16,8% 21,6% 24,1% 22,7% 27,4% 29,3% 1,8 pp ▲ 6,6 pp ▲ Produtos de metal 7,3% 9,0% 10,3% 10,4% 12,6% 14,3% 1,7 pp ▲ 3,9 pp ▲*Participação de cada setor sobre as exportações totais da indústria(1) Exceto farmacêuticos e perfumaria, higiene e produtos de limpeza(2) e instrumentos de precisão e ópticos, equipamentos para automação industrial, cronômetros e relógios(3) Embarcações, veículos ferroviários, motocicletas, motociclos e suas partes e peças, carrocerias e reboquesDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 25
  26. 26. Coeficientes de Importação – Setores da Indústria (2|2) Coeficientes de Importação (Anual) 2011 2011 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2010 2009 Indústria Geral 16,2% 18,2% 20,1% 18,3% 21,8% 23,1% 1,3 pp ▲ 4,9 pp ▲ Indústria de Transformação 14,4% 16,4% 18,3% 16,6% 20,4% 21,9% 1,4 pp ▲ 5,3 pp ▲ Indústrias extrativas 52,0% 57,4% 56,6% 59,0% 62,1% 60,7% -1,4 pp ▼ 1,7 pp ▲ Metalurgia de metais não-ferrosos 27,8% 30,0% 30,8% 28,9% 32,4% 34,0% 1,6 pp ▲ 5,1 pp ▲ Artigos de borracha e plástico 9,1% 10,0% 13,4% 12,4% 15,6% 17,2% 1,5 pp ▲ 4,7 pp ▲ Calçados 3,2% 4,9% 6,9% 5,6% 5,2% 6,7% 1,4 pp ▲ 1,0 pp ▲ Outros equipamentos de transporte (3) 10,3% 12,0% 13,2% 12,9% 18,7% 20,1% 1,4 pp ▲ 7,1 pp ▲ Preparação de couros e artefatos de couro 14,8% 16,4% 18,3% 19,8% 28,2% 29,3% 1,1 pp ▲ 9,5 pp ▲ Perfumaria, higiene e produtos de limpeza 4,6% 5,5% 6,8% 6,6% 9,2% 10,2% 0,9 pp ▲ 3,6 pp ▲ Artigos do mobiliário 0,9% 1,4% 1,5% 1,4% 2,4% 3,1% 0,7 pp ▲ 1,7 pp ▲ Alimentos e bebidas 3,5% 3,8% 4,0% 4,4% 5,0% 5,5% 0,5 pp ▲ 1,1 pp ▲ Peças e acessórios para veículos automotores 9,7% 10,5% 10,9% 9,6% 11,3% 11,7% 0,4 pp ▲ 2,1 pp ▲ Produtos de madeira 3,0% 3,2% 3,0% 2,6% 2,3% 2,5% 0,2 pp ▲ -0,1 pp ▼ Celulose, papel e produtos de papel 7,3% 8,2% 9,1% 8,4% 10,7% 10,7% 0,1 pp ▲ 2,4 pp ▲ Produtos farmacêuticos 25,9% 28,4% 26,5% 27,1% 30,7% 30,7% -0,1 pp ▼ 3,6 pp ▲ Fundição e tubos de ferro e aço 9,6% 11,7% 14,0% 17,2% 19,8% 19,4% -0,4 pp ▼ 2,2 pp ▲ Aeronaves 78,8% 120,0% 71,4% 44,5% 47,1% 45,4% -1,8 pp ▼ 0,9 pp ▲ Siderurgia 6,5% 6,7% 8,6% 9,3% 16,9% 12,9% -3,9 pp ▼ 3,7 pp ▲ Equips. de instrumentação médico-hospitalares (2) 53,9% 63,5% 64,6% 58,8% 64,5% 58,4% -6,1 pp ▼ -0,4 pp ▼*Participação de cada setor sobre as exportações totais da indústria(1) Exceto farmacêuticos e perfumaria, higiene e produtos de limpeza(2) e instrumentos de precisão e ópticos, equipamentos para automação industrial, cronômetros e relógios(3) Embarcações, veículos ferroviários, motocicletas, motociclos e suas partes e peças, carrocerias e reboquesDEREX – Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior / Department of Trade and Foreign Affairs 26
  27. 27. Obrigado!Roberto Giannetti da Fonseca Diretor Titular 11 3549 4532 cderex@fiesp.org.brDepartamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior - DEREX Federação das Indústrias do Estado de São Paulo

×