12º Encontro Internacional de Energia da FIESP                                               São Paulo, 15 de agosto de 20...
Overview da Companhia   Tractebel Energia é controlada pelo grupo IPR PLC - GDF SUEZ    – Maior grupo mundial do setor de...
Portfolio de Clientes               1%              25%            25%       34%                            33%           ...
Clientes Livres   1.188 MW médios contratados   98 grupos industriais distribuídos em 189 sites   Submercados S, SE/CO ...
Futuro do Mercado Livre   Evolução do mercado livre é uma tendência natural   Mercado livre brasileiro acompanhará movim...
Mercado Livre Europeu   Desde 2007, o mercado europeu (27 países membros) está totalmente    aberto – até mesmo os consum...
Mercado Livre na América Latina   Mercado Livre amplo não é privilégio de países com economias    desenvolvidas. Há paíse...
Evolução do Mercado Livre no Brasil   Lei 9.074/1995 estabeleceu cronograma de liberação do mercado de    energia convenc...
Construindo o Futuro   A construção do futuro do Mercado Livre é algo gradual e depende    das ações implementadas no pre...
Por que ampliar?   Acesso ao mercado livre ainda é limitado    – Mercado livre de fontes convencionais: demanda > 3 MW   ...
Potencial do Mercado Livre   Mercado Livre (não cativo) atual é da ordem de 12.900 MW, com    potencial para alcançar 15....
Constatações Finais (1/2)   Além da redução dos requisitos, é necessário facilitar o    acesso das cargas de menor porte ...
Constatações Finais (2/2)   Também é desejável a flexibilização dos critérios técnicos do    sistema de medição e faturam...
www.tractebelenergia.com.br             14
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Manoel Zaroni Torres - Pres. da Tractebel Energia

1.269 visualizações

Publicada em

12º Encontro Internacional de Energia -
Painel 1 - Mercado Livre de Energia Elétrica: uma visão do futuro

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.269
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Manoel Zaroni Torres - Pres. da Tractebel Energia

  1. 1. 12º Encontro Internacional de Energia da FIESP São Paulo, 15 de agosto de 2011 Mercado Livre de Energia: Uma Visão do Futuro Manoel Zaroni TorresTractebel Energia | GDF SUEZ - Todos os Direitos Reservados 1
  2. 2. Overview da Companhia Tractebel Energia é controlada pelo grupo IPR PLC - GDF SUEZ – Maior grupo mundial do setor de utilidades (Forbes) Capacidade instalada 6.908 MW – 22 usinas – 81% hidráulicas, 17% térmicas, 2% complementares – Maior produtor independente de energia elétrica do Brasil – 6,7% da capacidade instalado do SIN Cerca de 1.000 colaboradores EBITDA 2010 = R$ 2,6 bilhões Empresa listada no Novo Mercado e integrante do ISE Market Cap ≈ US$ 11 bilhões 2
  3. 3. Portfolio de Clientes 1% 25% 25% 34% 33% 31% 19% 19% 12% 12% 22% 56% 57% 55% 55% 44% 2008 2009 2010 2011E 2012E Distribuidoras Clientes Livres Comercializadoras Exportações 3
  4. 4. Clientes Livres 1.188 MW médios contratados 98 grupos industriais distribuídos em 189 sites Submercados S, SE/CO e NE 15% 13% 11% 9% 8% 6% 6% 5% Automotiva Fertilizantes Siderúrgica Papel e Gases Cimento Química Máquinas e Celulose Industriais Equipamentos 4
  5. 5. Futuro do Mercado Livre Evolução do mercado livre é uma tendência natural Mercado livre brasileiro acompanhará movimentos já observados em mercados maduros como Europa e EUA – Serviço de distribuição: monopólio natural – Mercado líquido e totalmente aberto – Demand Side Bidding: demanda reagindo a preço – Medição aberta e de livre acesso aos envolvidos – Smart grid – Geração distribuída 5
  6. 6. Mercado Livre Europeu Desde 2007, o mercado europeu (27 países membros) está totalmente aberto – até mesmo os consumidores residenciais (450 milhões de habitantes) podem escolher seu supridor 6
  7. 7. Mercado Livre na América Latina Mercado Livre amplo não é privilégio de países com economias desenvolvidas. Há países na AL com critério de elegibilidade mais abrangentes que o Brasil Demanda País 30 kW Argentina 100 kW Colômbia, Guatemala, Panamá 250 kW Uruguai 500 kW Chile (mandatório para cargas > 2MW ) 1000 kW Bolívia, Peru, República Dominicana 7
  8. 8. Evolução do Mercado Livre no Brasil Lei 9.074/1995 estabeleceu cronograma de liberação do mercado de energia convencional (art. 15) – 1995 • Novos consumidores com demanda > 3 MW e qualquer tensão • Consumidores existentes com demanda > 10 MW e tensão > 69 kV, contratados com PIEE – 1998 • Consumidores existentes com demanda > 10 MW e tensão > 69 kV, contratados com qualquer agente – 2000 • Consumidores existentes com demanda > 3 MW e tensão > 69 kV, contratados com qualquer agente – 2003 • Poder Concedente poderá diminuir limites de carga e tensão Lei 10.762/2003 estabeleceu o mercado de energia incentivada (altera o art. 26 da Lei 9427/1996) – 2003 • Consumidores com demanda > 500 kW e qualquer tensão, contratados com fonte incentivada com potência até 30 MW 8
  9. 9. Construindo o Futuro A construção do futuro do Mercado Livre é algo gradual e depende das ações implementadas no presente O futuro dependerá da solução de questões atuais: – Inadimplência na CCEE – Tratamento das concessões vincendas – Ampliação do mercado livre – Venda de excedentes por consumidores livres – Criação do comercializador varejista – Alinhamento entre ACR e ACL na percepção de custos – Tributação da energia elétrica 9
  10. 10. Por que ampliar? Acesso ao mercado livre ainda é limitado – Mercado livre de fontes convencionais: demanda > 3 MW • Em um mesmo segmento industrial, empresa com demanda > 3 MW tende a ser mais competitiva, pois tem acesso ao mercado livre convencional – Mercado livre de fontes incentivadas: demanda > 500 KW • Oferta menor que demanda: migração depende da TUSD (custo do fio) e do perfil de consumo (curva de carga) Ampliação do mercado livre é benéfica para o consumidor – Ampliação da oferta para consumidores que atualmente são elegíveis apenas ao mercado de fontes incentivadas – Competitividade da migração dependerá apenas do preço da energia (negociado bilateralmente) e não mais do desconto sobre a TUSD 10
  11. 11. Potencial do Mercado Livre Mercado Livre (não cativo) atual é da ordem de 12.900 MW, com potencial para alcançar 15.000 MW Livre Máximo no Todos ligados a 23.400 MWm modelo Atual tensão “A” >69KV > 500 58% > 1.000 < 1.000 > 2.000 < 2.000 12% < 3.000 46% > 3.000 41% 5% 37% 46% 35% 4% 2% 41% 32% 3% 37% 35% 5% 32% 27% 12% 3% 2% 4% 5% 11
  12. 12. Constatações Finais (1/2) Além da redução dos requisitos, é necessário facilitar o acesso das cargas de menor porte ao Mercado Livre – Representação na CCEE – Adequação do sistema de medição – Comercializador Varejista • Agregação de cargas • Simplificação do processo de adesão dos consumidores • Terceirização do relacionamento com a CCEE (controle do lastro, garantias, contabilização etc) • Redução do número de agentes na CCEE 12
  13. 13. Constatações Finais (2/2) Também é desejável a flexibilização dos critérios técnicos do sistema de medição e faturamento – Medidor de retaguarda opcional para níveis de tensão mais baixos – TC e TP: mesmo padrão para consumidores livres e cativos Ampliação do mercado livre não reduz a competitividade das fontes incentivadas, apenas reduz sua reserva de mercado Amplo acesso ao mercado livre convencional e incentivado é condição essencial para a competitividade da indústria brasileira 13
  14. 14. www.tractebelenergia.com.br 14

×