SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Dosagem Hormonal de Contracetivo Oral Combinado (COC)
Progestativo
Estrogénio
Derivado 19-nortestosterona

Nome
comercial
Etinilestradiol

Valerato
estradiol

3ª geração

2ª geração

Derivado 17-OHprogesterona

Novos progestativos

% Falhas
com uso
correto/ ano

Gestodeno Desogestrel Etonogestrel Levonorgestrel Norelgestrona Ciproterona Cloromadinona Dienogest Drospirenona

Microgest

0,015 mg

0,060 mg

Minesse

0,015 mg

0,060 mg

Minigeste* 0,020 mg

0,075 mg

Harmonet* 0,020 mg

0,075 mg

Estinette*

0,020 mg

0,075 mg

Minulet*

0,030 mg

0,075 mg

Gynera*

0,030 mg

0,075 mg

Effiplen*

0,030 mg

0,075 mg

Tri-Gynera

Variável

Variável

Tri-Minulet Variável

Variável

0,3%
Mercilon

0,020 mg

0,15 mg

Novynette

0,020 mg

0,15 mg

Marvelon

0,030 mg

0,15 mg

Gracial

Variável

Variável

Miranova*

0,020 mg

0,10 mg

Microginon* 0,030 mg

0,15 mg
Dosagem Hormonal
Progestativo
Estrogénio

Nome
comercial

Derivado 19-nortestosterona
Etinilestradiol

Valerato
estradiol

3ª geração

3ª geração

Novos progestativos

% Falhas
com uso
correto/
ano

Gestodeno Desogestrel Etonogestrel Levonorgestrel Norelgestrona Ciproterona Cloromadinona Dienogest Drospirenona

Tetragynon 0,050 mg
Trinordiol

Derivado 17-OHprogesterona

0,25 mg

Variável

Variável

Diane – 35* 0,035 mg

2 mg

Libeli*

0,030 mg

2 mg

Belara*

0,030 mg

2 mg

Valette*

0,030 mg

Qlaira
Yaz*

2 mg
Variável

Variável

0,020 mg

3 mg

Yasminelle* 0,020 mg

3 mg

Aliane*

0,020 mg

3 mg

Petibelle*

0,030 mg

3 mg

Yasmin*

0,030 mg

3 mg

NuvaRing

0,015mg/24h

Evra (penso) 0,020mg/24h
* Há genérico

0,12mg/24h
0,15mg/24h

0,3%
CONTRACETIVOS PROGESTATIVOS

Dosagem hormonal

Desogestrel
Cérazette (oral)
Implanon NXT (implante)
Depo-Provera (injetável)
Mirena (SIU)

Falhas com uso correto/
ano

Progestativo

Nome comercial

Etonogestrel

Acetato de
medroxiprogesterona

Levonorgestrel

75 µg

0,3%
68 mg

0,05%
150 mg

0,3%
20 µg/24h

0,2%
CONTRACETIVOS NÃO HORMONAIS - CONSIDERAÇÕES
Método

Falhas com
uso
correto/ano

DIU
Cobre (Multiload, Gine-T, Mona-Lisa, HLL M-Care)
Cobre + prata (Nova-T)
Métodos barreira
Preservativo
Espermicida

0,6%

♂ - 2%; ♀- 5%
18%

Métodos naturais
Método do calendário (Ogino-Knauss)

5%

Método da temperatura basal

ND

Método do muco cervical (Billings)

3%

Método sintotérmico

ND

Método do dia standard

ND

Amenorreia lactacional

1-2%

Coito interrompido
Esterilização
Laqueação/oclusão tubar
Vasectomia

Observações

- Radio-opaco.
- Maior taxa de falha em mulheres < 25 anos.
- Idealmente associar a outro contracetivo.
- Preservativo masculino + espermicida só é mais eficaz se o espermicida não estiver
incorporado no preservativo; preservativos não de látex protegem menos de IST e rompem
mais.
- Preservativo feminino pode ser colocado até 8 h antes da relação.
- Alguns espermicidas devem ser colocados pelo menos 10 minutos antes da ejaculação; nas
6h seguintes evitar duches vaginais. O mais usado é o nonoxinol-9.
- Difícil de usar se ciclos irregulares.
- Considerando duração de, pelo menos, 6 ciclos anteriores, calcula-se o período fértil
subtraindo 10 dias ao ciclo mais longo e 20 dias ao ciclo mais curto.
- Relação sexual desprotegida só após 3 dias da elevação da temperatura basal (pelo menos
0,5ºC).
- Período fértil entre 1º dia que muco se torna filante e transparente até pelo menos 3 dias
depois da filância máxima – evitar relações desprotegidas neste período.
- Junta os dois métodos anteriores.
- Em mulheres com ciclos de 26-32 dias, o período fértil é do 8º ao 19º dia.
- Requer 3 condições: mulher em amenorreia, amamentação exclusiva ou quase, criança com
menos de 6 meses.

4%-19%
0,5%
0,1%

- Esterilização é realizada em > 25 anos, sendo necessária declaração escrita assinada. O
limite de idade é dispensado se a esterilização for determinada por ordem médica.
- No caso da vasectomia é necessário outro tipo de contraceção nas primeiras 20 ejaculações
ou nos 3 meses após procedimento; realizar espermograma.

Nota: No caso de contracetivos disponibilizados na USF fornecer sempre para um mínimo de 3 meses
INÍCIO PELA PRIMEIRA VEZ E CONTINUÇÃO DO MESMO CONTRACETIVO

Contracetivo
COC
Adesivo

Anel
Progestativo oral (PO)
Injetável
Implante
DIU com levonorgestrel
DIU

Início e continuação
Inicia no 1º dia do ciclo.
1cp/dia; respeitar tomas de cada COC de acordo com respetivas recomendações.
Iniciar o método até ao 5º dia da menstruação.
Aplicado semanalmente durante 3 semanas, seguidas de uma semana de
intervalo.
Iniciar o método até ao 5º dia da menstruação.
Retirar o anel ao fim de 3 semanas, seguidas de uma semana de intervalo.
Inicia no 1º dia do ciclo.
1cp/dia de forma contínua.
1 injeção intramuscular até ao 7º dia do ciclo.
Repetir injeção de 12/12 semanas.
Insere entre 1º e 5º dia do ciclo.
Deve trocar a cada 3 anos.
Em qualquer dia do ciclo.
Deve trocar a cada 5 anos.
Em qualquer dia do ciclo.
Deve trocar a cada 10 anos.

Nota: Iniciar, se possível, sempre entre 1º e 5º dia de hemorragia; ou Método Quick Start: inicia método no dia de prescrição, com necessidade de contraceção suplementar durante 7 dias.
ESQUECIMENTOS

Legenda: cp – comprimido; h – horas; d - dias
ASAP – as soon as possible
Ref. - reforçar
MC – método contracetivo
CE – contraceção de emergência
TROCA – COMO INICIAR NOVO CONTRACETIVO

Novo contracetivo
COC

COC

Contracetivo inicial

Adesivo

Anel

PO

Injetável

Adesivo

Anel vaginal

PO

No 1º dia da
hemorragia de
privação ou
após o último cp

No 1º dia da
hemorragia de
privação ou
sobreposição de
2 dias

No 1º dia da
hemorragia de
privação ou
após o último cp
No 1º dia da
hemorragia de
privação ou
sobreposição de
1 dia

No 1º dia da
hemorragia de
privação ou
sobreposição de 1
dia
No 1º dia da
hemorragia de
privação ou
sobreposição de 1
dia

No 1º dia da
hemorragia de
privação ou
após o último cp

No 1º dia da
hemorragia de
privação ou
sobreposição de
2 dias
No 1º dia da
hemorragia de
privação ou
sobreposição de
2 dias

Em qualquer dia
do ciclo, com
necessidade de
outro método
nos primeiros 7
dias

No 1º dia da
hemorragia de
privação ou
após o último cp

Implante

Durante semana
de suspensão do
método ou
sobreposição de 4
dias

Iniciar até 15 semanas depois da última injeção

< 5 dias depois
da suspensão
do método

DIU com
levonorgestrel

Iniciar até 15 semanas depois da última injeção
Colocar SIU 1
semana antes de
retirar implante

Iniciar 1 semana antes de retirar

Iniciar 1 semana antes de retirar

Colocar implante
1 semana antes
de retirar SIU

Qualquer dia com sobreposição de 7 dias. Se remove DIU antes, é necessário método barreira
nos primeiros 7 dias de utilização

1

Em qualquer dia
do ciclo, com
necessidade de
outro método nos
primeiros 7 dias

DIU

Sobreposição de
4 dias

Implante

DIU

DIU com
levonorgestrel

No 1º dia da
hemorragia de
privação ou após
o último cp

No 1º dia da
hemorragia de
privação ou
sobreposição de
1 dia
No 1º dia da
hemorragia de
privação ou
sobreposição de
1 dia

Injetável

2

2

Sobreposição de
4 dias
2

< 5 dias depois
da suspensão
do método
No dia da
remoção

Qualquer dia +
Método barreira
durante 7 dias

Autores: Ana Silva Ferreira , Francisco Pinto da Costa , Margarida Ferreira da Silva , Margarida Moreira , Tatiana Soares
1
2
3
USF Lígios, USF das Ondas, USF Eça de Queirós

3
Bibliografia
Consenso sobrecontracepção 2011. Reunião de Consenso Nacional

sobre Contracepção. Estoril, 2011.

Direcção Geral da
Saúde. Saúde Reprodutiva.
Geral da
Saúde. Lisboa, 2008.

Planeamento

Familiar.

Lesnewski, R, Prine, L,
Ginzburg,
R.
Fam Physician
2011; 83(5): 567-570.

Preventing

gaps

Orientações

da Direcção-

when switching contraceptives. Am

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a CONTRACETIVOS HORMONAIS

Guia completo aborto seguro 02
Guia completo aborto seguro 02Guia completo aborto seguro 02
Guia completo aborto seguro 02Lanny Nascimento
 
Métodos contaceptivos
Métodos contaceptivosMétodos contaceptivos
Métodos contaceptivosURCA
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivoswagneripo
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivoswagneripo
 
Anticoncepcionais.ppt
Anticoncepcionais.pptAnticoncepcionais.ppt
Anticoncepcionais.pptedvandef
 
Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02
Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02
Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02Carine Blatt
 
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptxProtocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptxWilberthLincoln1
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaAna Paula Silva
 
metodos anticoncepcionais
metodos anticoncepcionaismetodos anticoncepcionais
metodos anticoncepcionaisTonRodrigues6
 
Anticoncepção Hormonal.pdf
Anticoncepção Hormonal.pdfAnticoncepção Hormonal.pdf
Anticoncepção Hormonal.pdfPatriciadeRossi1
 
Métodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosMétodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosBetania Alpoim
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivosPaulo Gomes
 
Métodos contraceptivos hormonais
Métodos contraceptivos hormonaisMétodos contraceptivos hormonais
Métodos contraceptivos hormonaisRaquel Correia
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivosInês Ferreira
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivosInês Ferreira
 

Semelhante a CONTRACETIVOS HORMONAIS (20)

Guia completo aborto seguro 02
Guia completo aborto seguro 02Guia completo aborto seguro 02
Guia completo aborto seguro 02
 
Métodos contaceptivos
Métodos contaceptivosMétodos contaceptivos
Métodos contaceptivos
 
Contracepção rmfc2014
Contracepção rmfc2014Contracepção rmfc2014
Contracepção rmfc2014
 
Metodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos speMetodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos spe
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
Anticoncepcionais.ppt
Anticoncepcionais.pptAnticoncepcionais.ppt
Anticoncepcionais.ppt
 
Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02
Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02
Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02
 
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptxProtocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
 
Saude da mulher
Saude da mulherSaude da mulher
Saude da mulher
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
 
metodos anticoncepcionais
metodos anticoncepcionaismetodos anticoncepcionais
metodos anticoncepcionais
 
Anticoncepção Hormonal.pdf
Anticoncepção Hormonal.pdfAnticoncepção Hormonal.pdf
Anticoncepção Hormonal.pdf
 
Métodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosMétodos Contraceptivos
Métodos Contraceptivos
 
Trab Higiene Contrac 97 2003
Trab Higiene Contrac   97 2003Trab Higiene Contrac   97 2003
Trab Higiene Contrac 97 2003
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
Métodos contraceptivos hormonais
Métodos contraceptivos hormonaisMétodos contraceptivos hormonais
Métodos contraceptivos hormonais
 
Cartaz manejo das dst
Cartaz manejo das dstCartaz manejo das dst
Cartaz manejo das dst
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 
Métodos contraceptivos
Métodos contraceptivosMétodos contraceptivos
Métodos contraceptivos
 

Mais de Arquivo-FClinico

Ebola Ministério da Saúde
Ebola Ministério da SaúdeEbola Ministério da Saúde
Ebola Ministério da SaúdeArquivo-FClinico
 
Diretrizes brasileiras de diabetes 2013/2014
Diretrizes brasileiras de diabetes 2013/2014Diretrizes brasileiras de diabetes 2013/2014
Diretrizes brasileiras de diabetes 2013/2014Arquivo-FClinico
 
Armazenamento e descarte de medicamentos e materiais
Armazenamento e descarte de medicamentos e materiaisArmazenamento e descarte de medicamentos e materiais
Armazenamento e descarte de medicamentos e materiaisArquivo-FClinico
 
Farmacovigilância - Hospital Sírio Libanês
Farmacovigilância - Hospital Sírio LibanêsFarmacovigilância - Hospital Sírio Libanês
Farmacovigilância - Hospital Sírio LibanêsArquivo-FClinico
 
Barreiras de segurança no processo de medicação unidade internação
Barreiras de segurança no processo de medicação   unidade internaçãoBarreiras de segurança no processo de medicação   unidade internação
Barreiras de segurança no processo de medicação unidade internaçãoArquivo-FClinico
 
Busca ativa de reações adversas a medicamentos ram
Busca ativa de reações adversas a medicamentos   ramBusca ativa de reações adversas a medicamentos   ram
Busca ativa de reações adversas a medicamentos ramArquivo-FClinico
 
Avaliação de prescrição e protocolos de tratamento oncológico
Avaliação de prescrição e protocolos de tratamento oncológicoAvaliação de prescrição e protocolos de tratamento oncológico
Avaliação de prescrição e protocolos de tratamento oncológicoArquivo-FClinico
 
Cristalóides e colóides na prática clínica
Cristalóides e colóides na prática clínicaCristalóides e colóides na prática clínica
Cristalóides e colóides na prática clínicaArquivo-FClinico
 
Medicamentos de atenção especial
Medicamentos de atenção especialMedicamentos de atenção especial
Medicamentos de atenção especialArquivo-FClinico
 
Nomes de medicamentos semelhantes na pronúncia ou na escrita
Nomes de medicamentos semelhantes na pronúncia ou na escritaNomes de medicamentos semelhantes na pronúncia ou na escrita
Nomes de medicamentos semelhantes na pronúncia ou na escritaArquivo-FClinico
 
Fluxo de medicamentos da farmácia oncológica
Fluxo de medicamentos da farmácia oncológicaFluxo de medicamentos da farmácia oncológica
Fluxo de medicamentos da farmácia oncológicaArquivo-FClinico
 
Antidepressivos brats 2012
Antidepressivos brats 2012Antidepressivos brats 2012
Antidepressivos brats 2012Arquivo-FClinico
 
Refluxo gastroesofágico - MS
Refluxo gastroesofágico - MSRefluxo gastroesofágico - MS
Refluxo gastroesofágico - MSArquivo-FClinico
 
Hipertensão arterial - MS
Hipertensão arterial - MSHipertensão arterial - MS
Hipertensão arterial - MSArquivo-FClinico
 
Hipertensão arterial referencias - MS
Hipertensão arterial referencias - MSHipertensão arterial referencias - MS
Hipertensão arterial referencias - MSArquivo-FClinico
 
Epilepsia referencias - MS
Epilepsia referencias - MSEpilepsia referencias - MS
Epilepsia referencias - MSArquivo-FClinico
 

Mais de Arquivo-FClinico (20)

Ebola Ministério da Saúde
Ebola Ministério da SaúdeEbola Ministério da Saúde
Ebola Ministério da Saúde
 
Diretrizes brasileiras de diabetes 2013/2014
Diretrizes brasileiras de diabetes 2013/2014Diretrizes brasileiras de diabetes 2013/2014
Diretrizes brasileiras de diabetes 2013/2014
 
Armazenamento e descarte de medicamentos e materiais
Armazenamento e descarte de medicamentos e materiaisArmazenamento e descarte de medicamentos e materiais
Armazenamento e descarte de medicamentos e materiais
 
Farmacovigilância - Hospital Sírio Libanês
Farmacovigilância - Hospital Sírio LibanêsFarmacovigilância - Hospital Sírio Libanês
Farmacovigilância - Hospital Sírio Libanês
 
Barreiras de segurança no processo de medicação unidade internação
Barreiras de segurança no processo de medicação   unidade internaçãoBarreiras de segurança no processo de medicação   unidade internação
Barreiras de segurança no processo de medicação unidade internação
 
Busca ativa de reações adversas a medicamentos ram
Busca ativa de reações adversas a medicamentos   ramBusca ativa de reações adversas a medicamentos   ram
Busca ativa de reações adversas a medicamentos ram
 
Avaliação de prescrição e protocolos de tratamento oncológico
Avaliação de prescrição e protocolos de tratamento oncológicoAvaliação de prescrição e protocolos de tratamento oncológico
Avaliação de prescrição e protocolos de tratamento oncológico
 
Cristalóides e colóides na prática clínica
Cristalóides e colóides na prática clínicaCristalóides e colóides na prática clínica
Cristalóides e colóides na prática clínica
 
Medicamentos de atenção especial
Medicamentos de atenção especialMedicamentos de atenção especial
Medicamentos de atenção especial
 
Nomes de medicamentos semelhantes na pronúncia ou na escrita
Nomes de medicamentos semelhantes na pronúncia ou na escritaNomes de medicamentos semelhantes na pronúncia ou na escrita
Nomes de medicamentos semelhantes na pronúncia ou na escrita
 
Fluxo de medicamentos da farmácia oncológica
Fluxo de medicamentos da farmácia oncológicaFluxo de medicamentos da farmácia oncológica
Fluxo de medicamentos da farmácia oncológica
 
Antidepressivos brats 2012
Antidepressivos brats 2012Antidepressivos brats 2012
Antidepressivos brats 2012
 
Osteoporose
OsteoporoseOsteoporose
Osteoporose
 
Refluxo gastroesofágico - MS
Refluxo gastroesofágico - MSRefluxo gastroesofágico - MS
Refluxo gastroesofágico - MS
 
Osteoporose -MS
Osteoporose -MSOsteoporose -MS
Osteoporose -MS
 
Hipertensão arterial - MS
Hipertensão arterial - MSHipertensão arterial - MS
Hipertensão arterial - MS
 
Hipertensão arterial referencias - MS
Hipertensão arterial referencias - MSHipertensão arterial referencias - MS
Hipertensão arterial referencias - MS
 
Glaucoma - MS
Glaucoma - MSGlaucoma - MS
Glaucoma - MS
 
Epilepsia - MS
Epilepsia - MSEpilepsia - MS
Epilepsia - MS
 
Epilepsia referencias - MS
Epilepsia referencias - MSEpilepsia referencias - MS
Epilepsia referencias - MS
 

CONTRACETIVOS HORMONAIS

  • 1. Dosagem Hormonal de Contracetivo Oral Combinado (COC) Progestativo Estrogénio Derivado 19-nortestosterona Nome comercial Etinilestradiol Valerato estradiol 3ª geração 2ª geração Derivado 17-OHprogesterona Novos progestativos % Falhas com uso correto/ ano Gestodeno Desogestrel Etonogestrel Levonorgestrel Norelgestrona Ciproterona Cloromadinona Dienogest Drospirenona Microgest 0,015 mg 0,060 mg Minesse 0,015 mg 0,060 mg Minigeste* 0,020 mg 0,075 mg Harmonet* 0,020 mg 0,075 mg Estinette* 0,020 mg 0,075 mg Minulet* 0,030 mg 0,075 mg Gynera* 0,030 mg 0,075 mg Effiplen* 0,030 mg 0,075 mg Tri-Gynera Variável Variável Tri-Minulet Variável Variável 0,3% Mercilon 0,020 mg 0,15 mg Novynette 0,020 mg 0,15 mg Marvelon 0,030 mg 0,15 mg Gracial Variável Variável Miranova* 0,020 mg 0,10 mg Microginon* 0,030 mg 0,15 mg
  • 2. Dosagem Hormonal Progestativo Estrogénio Nome comercial Derivado 19-nortestosterona Etinilestradiol Valerato estradiol 3ª geração 3ª geração Novos progestativos % Falhas com uso correto/ ano Gestodeno Desogestrel Etonogestrel Levonorgestrel Norelgestrona Ciproterona Cloromadinona Dienogest Drospirenona Tetragynon 0,050 mg Trinordiol Derivado 17-OHprogesterona 0,25 mg Variável Variável Diane – 35* 0,035 mg 2 mg Libeli* 0,030 mg 2 mg Belara* 0,030 mg 2 mg Valette* 0,030 mg Qlaira Yaz* 2 mg Variável Variável 0,020 mg 3 mg Yasminelle* 0,020 mg 3 mg Aliane* 0,020 mg 3 mg Petibelle* 0,030 mg 3 mg Yasmin* 0,030 mg 3 mg NuvaRing 0,015mg/24h Evra (penso) 0,020mg/24h * Há genérico 0,12mg/24h 0,15mg/24h 0,3%
  • 3. CONTRACETIVOS PROGESTATIVOS Dosagem hormonal Desogestrel Cérazette (oral) Implanon NXT (implante) Depo-Provera (injetável) Mirena (SIU) Falhas com uso correto/ ano Progestativo Nome comercial Etonogestrel Acetato de medroxiprogesterona Levonorgestrel 75 µg 0,3% 68 mg 0,05% 150 mg 0,3% 20 µg/24h 0,2%
  • 4. CONTRACETIVOS NÃO HORMONAIS - CONSIDERAÇÕES Método Falhas com uso correto/ano DIU Cobre (Multiload, Gine-T, Mona-Lisa, HLL M-Care) Cobre + prata (Nova-T) Métodos barreira Preservativo Espermicida 0,6% ♂ - 2%; ♀- 5% 18% Métodos naturais Método do calendário (Ogino-Knauss) 5% Método da temperatura basal ND Método do muco cervical (Billings) 3% Método sintotérmico ND Método do dia standard ND Amenorreia lactacional 1-2% Coito interrompido Esterilização Laqueação/oclusão tubar Vasectomia Observações - Radio-opaco. - Maior taxa de falha em mulheres < 25 anos. - Idealmente associar a outro contracetivo. - Preservativo masculino + espermicida só é mais eficaz se o espermicida não estiver incorporado no preservativo; preservativos não de látex protegem menos de IST e rompem mais. - Preservativo feminino pode ser colocado até 8 h antes da relação. - Alguns espermicidas devem ser colocados pelo menos 10 minutos antes da ejaculação; nas 6h seguintes evitar duches vaginais. O mais usado é o nonoxinol-9. - Difícil de usar se ciclos irregulares. - Considerando duração de, pelo menos, 6 ciclos anteriores, calcula-se o período fértil subtraindo 10 dias ao ciclo mais longo e 20 dias ao ciclo mais curto. - Relação sexual desprotegida só após 3 dias da elevação da temperatura basal (pelo menos 0,5ºC). - Período fértil entre 1º dia que muco se torna filante e transparente até pelo menos 3 dias depois da filância máxima – evitar relações desprotegidas neste período. - Junta os dois métodos anteriores. - Em mulheres com ciclos de 26-32 dias, o período fértil é do 8º ao 19º dia. - Requer 3 condições: mulher em amenorreia, amamentação exclusiva ou quase, criança com menos de 6 meses. 4%-19% 0,5% 0,1% - Esterilização é realizada em > 25 anos, sendo necessária declaração escrita assinada. O limite de idade é dispensado se a esterilização for determinada por ordem médica. - No caso da vasectomia é necessário outro tipo de contraceção nas primeiras 20 ejaculações ou nos 3 meses após procedimento; realizar espermograma. Nota: No caso de contracetivos disponibilizados na USF fornecer sempre para um mínimo de 3 meses
  • 5. INÍCIO PELA PRIMEIRA VEZ E CONTINUÇÃO DO MESMO CONTRACETIVO Contracetivo COC Adesivo Anel Progestativo oral (PO) Injetável Implante DIU com levonorgestrel DIU Início e continuação Inicia no 1º dia do ciclo. 1cp/dia; respeitar tomas de cada COC de acordo com respetivas recomendações. Iniciar o método até ao 5º dia da menstruação. Aplicado semanalmente durante 3 semanas, seguidas de uma semana de intervalo. Iniciar o método até ao 5º dia da menstruação. Retirar o anel ao fim de 3 semanas, seguidas de uma semana de intervalo. Inicia no 1º dia do ciclo. 1cp/dia de forma contínua. 1 injeção intramuscular até ao 7º dia do ciclo. Repetir injeção de 12/12 semanas. Insere entre 1º e 5º dia do ciclo. Deve trocar a cada 3 anos. Em qualquer dia do ciclo. Deve trocar a cada 5 anos. Em qualquer dia do ciclo. Deve trocar a cada 10 anos. Nota: Iniciar, se possível, sempre entre 1º e 5º dia de hemorragia; ou Método Quick Start: inicia método no dia de prescrição, com necessidade de contraceção suplementar durante 7 dias.
  • 6. ESQUECIMENTOS Legenda: cp – comprimido; h – horas; d - dias ASAP – as soon as possible Ref. - reforçar MC – método contracetivo CE – contraceção de emergência
  • 7. TROCA – COMO INICIAR NOVO CONTRACETIVO Novo contracetivo COC COC Contracetivo inicial Adesivo Anel PO Injetável Adesivo Anel vaginal PO No 1º dia da hemorragia de privação ou após o último cp No 1º dia da hemorragia de privação ou sobreposição de 2 dias No 1º dia da hemorragia de privação ou após o último cp No 1º dia da hemorragia de privação ou sobreposição de 1 dia No 1º dia da hemorragia de privação ou sobreposição de 1 dia No 1º dia da hemorragia de privação ou sobreposição de 1 dia No 1º dia da hemorragia de privação ou após o último cp No 1º dia da hemorragia de privação ou sobreposição de 2 dias No 1º dia da hemorragia de privação ou sobreposição de 2 dias Em qualquer dia do ciclo, com necessidade de outro método nos primeiros 7 dias No 1º dia da hemorragia de privação ou após o último cp Implante Durante semana de suspensão do método ou sobreposição de 4 dias Iniciar até 15 semanas depois da última injeção < 5 dias depois da suspensão do método DIU com levonorgestrel Iniciar até 15 semanas depois da última injeção Colocar SIU 1 semana antes de retirar implante Iniciar 1 semana antes de retirar Iniciar 1 semana antes de retirar Colocar implante 1 semana antes de retirar SIU Qualquer dia com sobreposição de 7 dias. Se remove DIU antes, é necessário método barreira nos primeiros 7 dias de utilização 1 Em qualquer dia do ciclo, com necessidade de outro método nos primeiros 7 dias DIU Sobreposição de 4 dias Implante DIU DIU com levonorgestrel No 1º dia da hemorragia de privação ou após o último cp No 1º dia da hemorragia de privação ou sobreposição de 1 dia No 1º dia da hemorragia de privação ou sobreposição de 1 dia Injetável 2 2 Sobreposição de 4 dias 2 < 5 dias depois da suspensão do método No dia da remoção Qualquer dia + Método barreira durante 7 dias Autores: Ana Silva Ferreira , Francisco Pinto da Costa , Margarida Ferreira da Silva , Margarida Moreira , Tatiana Soares 1 2 3 USF Lígios, USF das Ondas, USF Eça de Queirós 3
  • 8. Bibliografia Consenso sobrecontracepção 2011. Reunião de Consenso Nacional sobre Contracepção. Estoril, 2011. Direcção Geral da Saúde. Saúde Reprodutiva. Geral da Saúde. Lisboa, 2008. Planeamento Familiar. Lesnewski, R, Prine, L, Ginzburg, R. Fam Physician 2011; 83(5): 567-570. Preventing gaps Orientações da Direcção- when switching contraceptives. Am