1ª FORMAÇÃO PNAIC - LINGUAGEM MATEMATICA

505 visualizações

Publicada em

ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGOGICO - CADERNO 1

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
505
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Dialogo entre aluno-aluno e aluno – professor

    Na troca de informações e ideias

    Na mediação do professor

    Na intencionalidade pedagógica – Buscando sempre o progresso dos alunos, sendo que requer um planejamento consiste com os varios fatores como prática do professor, o material, metodologia, dentre outros.
  • Organização da sala de todo o trabalho pedagógico
  • Destacar a importância do planejamento como orientador e articulador de todas as nossas ações.
  • Por mais que ajuste seu discurso às questões apresentadas pelos alunos, as ações docentes, se sustentam no preparar e planejar cuidadosamente as aulas semanalmente.”
  • 1ª FORMAÇÃO PNAIC - LINGUAGEM MATEMATICA

    1. 1. ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO CADERNO 1
    2. 2. As diferentes unidades que compõem o conjunto de Cadernos de Formação de Alfabetização Matemática visam proporcionar ao professor um repertório de saberes que possibilitem desenvolver práticas de ensino de matemática que favoreçam as aprendizagens dos alunos. PNAIC_MAT, Caderno 01 - 2014, p. 05
    3. 3. A elaboração e execução dessas práticas requer que se pense em modos de organização do trabalho pedagógico que situem o aluno em um ambiente de atividade matemática, possibilitando que ele aprenda, além de codificar e decodificar os símbolos matemáticos, a realizar variadas leituras de mundo.
    4. 4. A sala de aula que vise à Alfabetização Matemática do aluno, tal como concebida neste material, deve ser vista como um ambiente de aprendizagem pautado no diálogo, nas interações, na comunicação de ideias, na mediação do professor e, principalmente, na intencionalidade pedagógica para ensinar de forma a ampliar as possibilidades das aprendizagens discentes e docentes.
    5. 5. Tal intencionalidade requer um planejamento consistente do professor, uma sala de aula concebida como uma comunidade de aprendizagem e uma avaliação processual e contínua do progresso dos alunos, bem como dos vários fatores intervenientes no processo como: a prática do professor, o material e a metodologia utilizados, dentre outros.
    6. 6. Desse modo, os objetivos deste caderno são: Caracterizar a comunidade de aprendizagem da sala de aula com vistas à Alfabetização Matemática de todos os alunos;  Destacar a intencionalidade pedagógica como elemento essencial no processo de alfabetização;  Apontar possibilidades para a organização do trabalho pedagógico;  Compartilhar vivências de professores que buscam garantir os Direitos de Aprendizagem de Matemática de todos os alunos.
    7. 7. BRASIL. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Caderno de Apresentação. MEC / SEB. Brasília, 2014. BRASIL. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Caderno 01. Organização do trabalho pedagógico. MEC / SEB. Brasília, 2014. ESTEBAN, M. T. Avaliação: ato tecido pelas imprecisões do cotidiano. In: GARCIA, R. L. (Org.). Novos olhares sobre a alfabetização. São Paulo: Cortez, 2001. p. 175-192. SERRAZINA, M. L. M. Conhecimento matemático para ensinar: papel da planificação e da reflexão na formação de professores. Revista Eletrônica de Educação. São Carlos: Programa de Pós-graduação em Educação, v. 6, n. 1, mai. 2012. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

    ×