Sequência didática para 6º ano rev.01

2.966 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.966
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sequência didática para 6º ano rev.01

  1. 1. Grupo 5CíntiaCristinaEveliseLiduínaLuciana
  2. 2. • Conhecer os elementos da narrativa.• Discussão do tema a partir do texto MeuPrimeiro Beijo, de Antonio Barreto, e do filmeShrek, dirigido por Andrew Adamson e VickyJenson.• Produção textual.
  3. 3. Meu Primeiro BeijoAntonio BarretoÉ difícil acreditar, mas meu primeiro beijo foi num ônibus, na volta daescola. E sabem com quem? Com o Cultura Inútil! Pode? Até que foilegal. Nem eu nem ele sabíamos exatamente o que era "o beijo". Só defilme. Estávamos virgens nesse assunto, e morrendo de medo. Masaprendemos. E foi assim...Não sei se numa aula de Biologia ou de Química, o Culta tinha memandado um dos seus milhares de bilhetinhos:"Você é a glicose do meu metabolismo.Te amo muito!Paracelso"E assinou com uma letrinha miúda: Paracelso. Paracelso era outroapelido dele. Assinou com letrinha tão minúscula que quase tive dó,tive pena, instinto maternal, coisas de mulher... E também não sei porque: resolvi dar uma chance pra ele, mesmo sem saber que tipo delance ia rolar.No dia seguinte, depois do inglês, pediu pra me acompanhar até emcasa. No ônibus, veio com o seguinte papo:- Um beijo pode deixar a gente exausto, sabia? - Fiz cara dedesentendida.
  4. 4. Mas ele continuou:- Dependendo do beijo, a gente põe em ação 29 músculos, consomecerca de 12 calorias e acelera o coração de 70 para 150 batidas porminuto. - Aí ele tomou coragem e pegou na minha mão. Mas continuousalivando seus perdigotos:- A gente também gasta, na saliva, nada menos que 9 mg de água; 0,7mg de albumina; 0,18 g de substâncias orgânica; 0,711 mg de matériasgraxas; 0,45 mg de sais e pelo menos 250 bactérias...Aí o bactéria falante aproximou o rosto do meu e, tremendo, tirou seusóculos, tirou os meus, e ficamos nos olhando, de pertinho. O bastantepara que eu descobrisse que, sem os óculos, seus olhos eram bonitos eexpressivos, azuis e brilhantes. E achei gostoso aquele calorzinho queenvolvia o corpo da gente. Ele beijou a pontinha do meu nariz, fechei osolhos e senti sua respiração ofegante. Seus lábios tocaram os meus.Primeiro de leve, depois com mais força, e então nos abraçamos debocas coladas, por alguns segundos.E de repente o ônibus já havia chegado no ponto final e já tínhamostransposto , juntos, o abismo do primeiro beijo.
  5. 5. Desci, cheguei em casa, nos beijamos de novo no portão do prédio, eaí ficamos apaixonados por várias semanas. Até que o mundo rolou, asluas vieram e voltaram, o tempo se esqueceu do tempo, as contas detelefone aumentaram, depois diminuíram...e foi ficando nisso. Normal.Que nem meu primeiro beijo. Mas foi inesquecível!BARRETO, Antonio. Meu primeiro beijo. Balada do primeiro amor. SãoPaulo: FTD, 1977. p. 134-6.Extraído dehttp://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=22430
  6. 6. 1. Onde ocorre a história?2. Quanto tempo parece durar ahistória?3. Quem participa da história?4. Quem conta a história participa dosfatos ou somente os observa?5. Qual a sequência dos acontecimentos?6. Dentre os acontecimentos da história,qual o momento mais emocionante?7. Como termina a história?8. Esse texto pode ser considerado umanarrativa? Por quê?
  7. 7. Narre a primeira experiência de algo quemarcou sua vida (seu primeiro beijo, seuprimeiro dia de aula em uma nova escola,sua primeira viagem etc.) Não se esqueça denenhum elemento da narrativa.

×