Sinais de pontuação

1.801 visualizações

Publicada em

ok

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.801
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sinais de pontuação

  1. 1. Sinais de pontuação Na escrita, a pontuação pode ser representada por sinais gráficos assim distribuídos: Ponto: no encerramento de orações; em abreviaturas; pode equivaler ao ponto-e-vírgula e ao travessão. Representação gráfica: ( . ) Exemplo: Não gosto de café. Sra. (senhora), p. (página), a. C. (antes de Cristo) Ponto de Exclamação: em frases que indicam surpresa, espanto, indignação; em chamamentos. Representação gráfica: ( ! ) Exemplo: Que injustiça! Carlos! Não entre aí agora! Ponto de Interrogação: em oração que indica pergunta. Pode ou não estar no final. Representação gráfica: ( ? ) Exemplo: O que significa isso? - eu lhe perguntei. Você deseja alguma coisa? Reticências: indicam interrupção, pausa, suspense, descontinuidade da ideia. Representação gráfica: ( ... )
  2. 2. Exemplo: Ninguém pelas ruas... silêncio completo... Só ouço sua respiração ofegante... Vírgula: indica pausa. É o sinal de pontuação com maior diversidade de emprego. Representação gráfica: ( , ) Exemplo: Carros, motos, pedestres, todos paravam para ver o acidente. Carlos, não venha tarde. Ponto-e-vírgula: indica pausa maior que a da vírgula e menor que a do ponto; separa itens ou tópicos. Representação gráfica: ( ; ) Exemplo: Chegou, abraçou-a, disse-lhe frases carinhosas; pegou-a pela mão e a levou até os pais. Dois-pontos: introduzem uma explicação, ou uma enumeração; anunciam a fala de uma personagem ou uma citação. Representação gráfica: ( : ) Exemplo: Muita coisa ameaçava aquele povoado: terremotos, enchentes, invasões estrangeiras, etc. Mauro disse: - Olha só quem chegou! Aspas simples ou duplas: para citações; para dar sentido especial a algum termo, dar destaque, indicar ironia, apontar um estrangeirismo ou gíria. Representação gráfica: ( ' ' ) ( " " ) Exemplo: "Irmãos, uni-vos.", assim ele começou seu discurso.
  3. 3. Não quero esta "beleza" de tarefa malfeita. Travessão: para intercalar uma ideia, indicar pausa forte; para indicar a mudança de interlocutor num diálogo. Representação gráfica: ( - ) Exemplo: Eu lhe contei mil coisas - da viagem, do encontro com os parentes, das aventuras - e nada o entusiasmou. Parênteses: para isolar palavras ou expressões de caráter explicativo. Representação gráfica: ( ( ) ) Exemplo: A Rússia ( país da antiga União Soviética ) passa por instabilidade financeira.
  4. 4. ACENTUAÇÃO MONOSSÍLABOS São acentuados os monossílabos tônicos terminados em “a”, “e” e “o” seguidos ou não de “s”. Ex: lá, cá, já, gás, pé, fé, mês, três, pó, dó, nó, nós, pôs Não se acentuam os monossílabos terminados em: - i(s): ti, bis - u(s): tu, nus - az: paz - ez: vez - oz: voz Também não se acentuam os monossílabos átonos: - artigos definidos - conjunções - preposições - pronomes oblíquos - contrações (da(s), do(s), na, nos) - pronome relativo RELEMBRANDO Oxítonas: sílaba tônica é a última sílaba da palavra. Paroxítona: sílaba tônica é a penúltima sílaba da palavra. Proparoxítona: sílaba tônica é a antepenúltima sílaba da palavra. OXÍTONAS São acentuados os oxítonos terminados em: - A(s): sabiá - E(s): café - O(s): cipó Todas as palavras oxítonas terminadas em “em (éns)” recebem acento agudo se tiverem mais de uma sílaba: recém, parabéns.
  5. 5. PAROXÍTONAS São acentuadas as palavras paroxítonas terminadas em: - ão(s): bençãos - ã(s): ímã - ei(s): vôlei - i(is): lápis - us: Vênus - um: álbum - uns: álbuns - r: caráter - x: tórax - n: hífen - l: túnel - ons: prótons - ps: bíceps Os paroxítonos terminados em “a”, “e” e “o” seguidos ou não de “s” e em “em (ens)” não são acentuados. Ex: fora, ele, bolos, ordem Os prefixos terminados em “i” (semi) e “r” (super) também não recebem acento. As palavras paroxítonas terminadas em ditongo (duas vogais na mesma sílaba) são acentuados. Ex: se-cre-tá-ria, á-gua, tê-nue, núp-cias, fa-mí-lia Caso a palavra termine em hiato (duas vogais em sílabas separadas), não haverá acento. Ex: se-cre-ta-ri-a, ele ma-go-a, ele a-ve-ri-gu-a, ne-crop-si-a, ele in-flu-en-ci-a “Tu côas”, “ele côa” são os únicos hiatos que recebem acento. PROPAROXÍTONAS Todas as proparoxítonas são acentuadas. Ex: máquina, tímido, fábrica
  6. 6. OUTROS CASOS Acentuam-se as formas verbais terminadas em “a”, “e”, “o” seguidas dos pronomes la(s) ou lo(s). Ex: dá-lo, pô-los Somente o verbo pôr recebe acento. Seus derivados, não. Exemplo: expor, impor - Quê: só recebe acento quando está substantivado ou no fim da frase. Exemplos: - Ele tem um “quê” muito especial. (substantivo) - Procura não sabe bem o quê. Os verbos do grupo “crê-dê-lê-vê” (crer, dar, ler e ver) terminam em “êem”. - Eles crêem (presente do ind.) - Que eles dêem (presente do subj.) - Eles lêem (presente do ind.) - Ele vêem (presente do ind.) - Esta regra também se aplica aos derivados: prever, rever As palavras terminadas em “ôo(s)” recebem acento circunflexo. Exemplo: vôo, enjôo, magôo Os derivados dos verbos “ter” podem terminar de duas formas no presente do indicativo: “ém” (3ª pessoa do singular) e “êm” (3ª pessoa do plural). - Ele detém – eles detêm - Ele mantém – eles mantêm - Ele contém – eles contêm Os derivados de “vir” (intervir, convir) terminam em “ém” 3ª pessoa do singular e em “êm” 3ª pessoa do plural no presente do indicativo. - Ele intervém – eles intervêm - Contem (verbo contar) - Contém ( A garrafa contém querosene) - Contêm ( As garrafas contêm querosene) - Contêem (não existe!) - Provem (verbo provar) - Provém (O tecido provém da China) - Provêm (Os tecidos provêm da China)
  7. 7. - Provêem (verbo prover – “Os armazéns se provêem do necessário.) - Apôio (não existe!) - Apoio (preciso de seu apoio) - Apóio (verbo – Eu apóio você) ACENTOS DIFERENCIAIS Servem para diferenciar uma palavra quando esta é uma preposição, ou um verbo, ou outra entidade gramatical. Exemplos: Para: preposição Pára: verbo Pôr: (acento só no infinitivo) Por: preposição Péla: verbo pelar Pela: contração TREMA Devemos usar o trema na vogal “u”, quando ela for pronunciada e átona, antecedida de “Q” ou “G” seguida de E ou I. EX: freqüente, tranqüilo, agüentar, pingüim
  8. 8. PORTUGUÊS NOME: Essara Souto Ciclo: 1 Número: 6

×