Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014

2.353 visualizações

Publicada em

Lista de comandos do MS-DOS

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.353
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
220
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014

  1. 1. Comandos MS-DOS EVANDRO JÚNIOR | www.evandrojunior.pro.br | evandrojunior21@gmail.com
  2. 2. Introdução DOS (Disk Operating System) Lançado na década de 1980 Sua utilização se baseia, essencialmente, em linhas de comandos.
  3. 3. Prompt de comando DOS (Disk Operating System) Prompt, indica que o computador, naquele momento, está apto a receber um comando. O prompt também indica sua localização, ou seja, em que partição (unidade de armazenamento) e pasta está trabalhando naquele instante. Exemplo: C:usersjunior
  4. 4. Prompt de comando Como acessar o MS-DOS?
  5. 5. Prompt de comando Antes de conhecer os comandos, é necessário saber como executá-los. No prompt, você verá o cursor piscando. Isso significa que você já pode digitar.
  6. 6. Principais comandos do DOS DATE - C:>date Comando que atualiza a data do sistema operacional. Digite date e o sistema informará a data atual e pedirá a digitação da nova data no formato dd-mm-aa (dia, mês e ano), por exemplo: 21-05-10.
  7. 7. Principais comandos do DOS TIME - C:>time Semelhante ao comando date, só que time modifica a hora do sistema operacional em vez da data. A hora deve ser informada pelo usuário no formato hh:mm:ss (hora, minuto e segundos), por exemplo: 19:40:34.
  8. 8. Principais comandos do DOS VER - C:>ver Comando que exibe o número da versão do sistema operacional que está sendo utilizado.
  9. 9. Principais comandos do DOS DIR Parâmetros: /P - lista o diretório com pausas para quando a quantidade de arquivos é grande o suficiente para que não possa ser exibida de uma só vez na tela; /W - lista o diretório organizando a visualização na horizontal; /S - exibe não só o conteúdo do diretório atual como também o conteúdo das pastas deste;
  10. 10. Principais comandos do DOS DIR /? - use essa instrução para conhecer todos o parâmetros do comando dir.
  11. 11. Principais comandos do DOS CLS - C:>cls Comando que "limpa" a tela, isto é, elimina as informações exibidas até então e deixa o cursor no canto superior esquerdo.
  12. 12. Principais comandos do DOS MKDIR ou MD Comando que cria um diretório a partir da pasta corrente com o nome especificado, por exemplo: C:>md junior - cria a pasta junior em C:; C:>mkdir juniorteste - cria a pasta teste dentro de C:junior.
  13. 13. Principais comandos do DOS CHDIR ou CD Comando que muda o diretório corrente para outro a partir da pasta atual. Exemplos: C:>cd junior - entra no diretório junior. C:>cd juniorteste - alterna para o diretório teste, que está dentro de junior. C:>cd - indica o caminho (path) atual.
  14. 14. Principais comandos do DOS CHDIR ou CD Digite CD acompanhado de dois pontos para voltar ao diretório anterior ao atual. Por exemplo, para sair de teste e ir para junior estando dentro deste último, basta digitar: C:>juniorteste> cd..
  15. 15. Principais comandos do DOS RMDIR ou RD Comando que remove um diretório a partir da unidade corrente. O diretório somente será eliminado se não houver nenhum arquivo ou pasta em seu interior. Exemplos: C:>rd juniorteste - remove o diretório teste de junior. C:>rd junior - remove o diretório junior.
  16. 16. Principais comandos do DOS TREE Comando que exibe graficamente a árvore de diretórios a partir do diretório-raiz para que o usuário tenha a organização hierárquica do seu disco. Esse comando pode conter algumas variações baseadas em parâmetros: /F - exibe a árvore de diretórios mostrando também os arquivos existentes dentro deles; /A - instrui o comando tree a usar ASCII em vez de caracteres estendidos. Exemplo: C:>tree /f
  17. 17. Principais comandos do DOS CHKDSK Comando que checa a integridade e as especificações do disco mostrando informações sobre este na tela, por exemplo: C:>chkdsk: - checa o disco rígido C:.
  18. 18. Principais comandos do DOS RENAME ou REN Comando que permite ao usuário alterar o nome de um arquivo. Basta digitar rename (ou ren) seguido do nome atual do arquivo e, depois, a denominação que este deverá ter. Se o arquivo em questão não estiver no diretório atual, basta informar seu caminho antes. Exemplos: C:>ren homer.doc bart.doc - muda o nome do arquivo de homer.doc para bart.doc. Também é possível utilizar o caractere * (asterisco) para, por exemplo, renomear extensões de arquivos: C:>ren *.jpg *.gif - esta instrução altera a extensão de todos os arquivos do diretório atual que terminam em .jpg.
  19. 19. Principais comandos do DOS COPY Comando que copia um arquivo ou grupo de arquivos de uma pasta para outra. Para isso, o usuário deve digitar o comando copy mais sua localização atual e, em seguida, seu caminho de destino. Por exemplo, para mover o teste.docx de c:junior para d:juniorteste basta digitar: C:>copy c:juniorteste.docx d:juniorteste Note que, com este comando, também é possível utilizar asterisco (*) para substituir caracteres. Por exemplo: C:>copy c:junior*.docx c:juniorteste - esse comando copia todos os
  20. 20. Principais comandos do DOS DISKCOPY Comando que permite copiar o conteúdo de um disquete para outro de igual capacidade. Para copiar, por exemplo, o conteúdo do disco representado pela unidade A para a unidade B, basta digitar: C:>diskcopy a: b: É possível checar se a cópia foi realizada com sucesso digitando o parâmetro /V no final do comando: C:>diskcopy a: b: /v É importante frisar que este comando não funciona para cópias de conteúdo de discos rígidos.
  21. 21. Principais comandos do DOS MOVE Comando que tem duas funções: renomear diretórios ou mover arquivos de uma pasta para outra. Exemplos: C:>move teste novoteste C:>move d:teste *.* e: - faz a movimentação de todos os arquivos presentes em D:teste para a unidade E:, deixando assim o diretório D:teste vazio.
  22. 22. Principais comandos do DOS TYPE Comando que tem a função de exibir o conteúdo de determinado arquivo, quando possível. Por exemplo: C:>type config.sys - exibe o conteúdo do arquivo config.sys na tela.
  23. 23. Principais comandos do DOS FORMAT Comando que executa a formatação do disco rígido ou de uma partição deste, isto é, em poucas palavras, prepara a unidade para uso. É importante frisar que se uma unidade já em uso for formatada, todo o seu conteúdo será perdido ou só poderá ser recuperado com programas especiais.
  24. 24. Principais comandos do DOS FORMAT Parâmetros: /Q - formata rapidamente o disco da unidade; /U - formata o disco independente da condição; /? - fornece mais detalhes sobre o comando, assim como todos os seus parâmetros. A sintaxe do comando é: format [unidade:] /Q /U /S /4 Exemplo: C:>format a: - formata o disco na unidade A:.
  25. 25. Principais comandos do DOS UNFORMAT Caso aconteça de você formatar um disco por acidente, o MS-DOS permite a recuperação das informações (a não ser que você tenha utilizado o parâmetro /U na formatação).
  26. 26. Principais comandos do DOS UNFORMAT Parâmetros: /L - recupera as informações de um disco, mostrando a lista de arquivos e diretórios; /TEST - lista todas informações, mas não refaz o disco. A sintaxe do comando é: unformat [unidade:] /L /TEST Exemplo: C:>unformat a: - "desformata" o disco representado pela unidade A:.
  27. 27. Principais comandos do DOS DEL ou DELETE Comando que executa a eliminação de arquivos. C:>del c:testeatual.doc - apaga o arquivo atual.doc presente na pasta teste; C:>del c:teste*.doc - apaga todos os arquivos .doc da pasta teste; C:>del c:teste*.* - apaga todos os arquivos da pasta teste.
  28. 28. Principais comandos do DOS shutdown shutdown -s -t 3600, onde 3600 segundos equivalem a 1 hora, portanto o computador desligará em 1 hora. Só funcionará se você digitar o tempo de desligamento em segundos. Se preferir reiniciar, é só trocar o -s pelo comando -r. É possível também cancelar o desligamento programado, digitando shutdown -a.
  29. 29. Comandos do DOS para Rede Ipconfig Fornece informações completas sobre os números IP’s fornecidos a(s) placas de rede, por Dial-Up e por placa de comunicação. Sintaxe mais usada: ipconfig /All Para mais opções digite: ipconfig /?
  30. 30. Comandos do DOS para Rede Ipconfig /release - Libera o endereço ip do adaptador especificado /renew - Renova o endereço ip para o adaptador especificado
  31. 31. Comandos do DOS para Rede ESVAZIAR CACHE Para esvaziar a cache, que é para ficar com uma mais recente: Iniciar → Executar → cmd → ipconfig/flushdns Para ver o que está na cache Iniciar → Executar → cmd → ipconfig/displaydns /registerdns - Atualiza todas as concessões DHCP e torna a registrar os nomes DNS
  32. 32. Comandos do DOS para Rede Netstat Mostra conexões de rede, tabela de roteamento, estatísticas de interfaces, e mensagens. netstat [opções] Comando muito bom para verificar a que endereços o computador está conectado. • Para mais opções digite: Netstat /?
  33. 33. Comandos do DOS para Rede Ping Interroga um dispositivo de rede numa rede TCP/IP. Sintaxe: Ping [Host/IP] [opções] Ex: ping 192.168.0.1 -t ping www.terra.com.br ping phr34k3r
  34. 34. Comandos do DOS para Rede Ping
  35. 35. Comandos do DOS para Rede IP Fixo netsh int ip set address name="Conexão Local" source=static 192.168.0.22 IP Dinâmico netsh int ip set address name="Conexão Local" source=dhcp
  36. 36. Comandos do DOS para Rede Tracert Mostra o caminho percorrido por um pacote para chegar ao seu destino. Este comando mostra na tela o caminho percorrido entre os Gateways da rede e o tempo gasto de retransmissão. Este comando é útil para encontrar computadores defeituosos na rede caso o pacote não esteja chegando ao seu destino. tracert [host/IP de destino] [opções] host/IP destino É o endereço para onde o pacote será enviado (por exemplo, http://google.com.br). • Para mais opções digite: tracert /?
  37. 37. Comandos do DOS para Rede TELNET O comando TELNET permite fazer um teste simples de conexão em uma porta TCP. Este comando é muito útil quando desejamos testar se uma determinada porta foi liberada no firewall para acesso. Exemplo: O comando acima tenta fazer uma conexão na porta 1433, TCP, do host cujo endereço IP é 200.158.52.38. Se conexão for feita com sucesso provavelmente a tela do console será limpa e o servidor aguardará um comando.
  38. 38. Comandos do DOS para Rede TELNET As portas mais comuns são: ftp (21), telnet (23), smtp (25), www (80), kerberos (88), pop3 (110), nntp (119) e nbt (137-139).
  39. 39. Comandos do DOS para Rede ROUTE O comando ROUTE permite a criação de rotas entre dois ou mais hosts. Estas rotas podem ser temporárias ou fixas e são utilizadas para fazer o redirecionamento de pacotes entre hosts distintos.
  40. 40. Comandos do DOS para Rede Hostname Afixa o nome da máquina.
  41. 41. Comandos do DOS para Rede TABELA ARP Iniciar → Executar → cmd → arp
  42. 42. Comandos do DOS para Rede TABELA ARP Iniciar → Executar → cmd → arp
  43. 43. Desligando um PC remotamente: shutdown -s -m [ip do PC que vai ser desligado] -t 05 • shutdown é o comando principal. • -s é para desligar o PC • -m é o Comando para Definir o PC a ser desligado. • -t 05 é o Tempo Limite para Desligar o Pc Remoto. Nesse caso, o Computador Remoto vai ter 5 segundos de Alerta antes de ser desligado NORMALMENTE. • para ver mais opções digite: shutdown /?
  44. 44. Comandos do DOS DESLIGANDO O WINDOWS VIA DOS Para cancelar: Se você deseja cancelar a contagem de tempo e abortar o comando digite: shutdown /a
  45. 45. Alterar cores do MS-DOS Ao digitar cmd /t:fg é possível alterar as cores do interpretador de comandos. F = Fonte, G = Fundo 0 - preto 1 - Azul 2 - Verde 3 - Cian 4 - Vermelho 5 - Roxo 6 - Amarelo 7 - Branco 8 - Cinza 9 - Azul claro A - Verde claro B - Cian claro C - Vermelho claro D - Roxo claro E - Amarelo claro F - Branco claro
  46. 46. Alterar cores do MS-DOS Ou utilizando o comando color Ex.: color 1 color 2 color 3 ... A guia propriedades também pode ser utilizada (Clicando com o botão direito do mouse na barra de títulos do DOS).
  47. 47. Usando arquivos em lotes .BAT Com os arquivos em lotes, também denominados programas em lotes ou scripts, é possível simplificar tarefas rotineiras ou repetitivas. Um arquivo em lotes é um arquivo de texto não formatado que contém um ou mais comandos e tem extensão de nome de arquivo .bat.
  48. 48. Usando arquivos em lotes .BAT choice Permite selecionar um item de uma lista de opções e retorna o índice da opção selecionada. Sintaxe: choice /C ABC /M "Pressione: [A] – Opção 1, [B] - Opção 2, [C] – Opção 3“ /C – Especifica uma lista a ser criada, padrão “YN” /N – Oculta uma lista de opções no prompt
  49. 49. Usando arquivos em lotes .BAT echo Escreve uma mensagem. On - Exibe o prompt de comando Off - Oculta o prompt de comando
  50. 50. Usando arquivos em lotes .BAT goto Direciona o processamento de comandos para uma linha identificada por um rótulo. Sintaxe goto Rótulo
  51. 51. Usando arquivos em lotes .BAT if Atende a uma determinada condição. Sintaxe: if errorlevel = Número Comando if errorlevel Seqüência1==Comando da Seqüência2 if errorlevel Nome_de_Arquivo Comando A variável padrão “errorlevel” é definida para o índice da chave que foi selecionada do conjunto de opções. Essa variável lista as opções em ordem decrescente.
  52. 52. Usando arquivos em lotes .BAT pause Interrompe a excussão de um comando e para a tela do DOS.
  53. 53. Trabalho 1. Criar um arquivo que gere um loop infinito de ping’s no endereço IP de outro computador, com pacotes de 65500 bytes:
  54. 54. Trabalho 2. Criar um arquivo .bat que desligue o computador em 5 segundos e apareça uma mensagem: “Esse computador se auto destruirá em 3 segundos...”, Nomeei o arquivo para fotos.bat.
  55. 55. Trabalho 3. Criar um arquivo .bat onde o usuário possa escolher: a) Fixar um IP estático na placa de rede, com mascara e DNS. b) Colocar o IP dinâmico. c) Sai do DOS.
  56. 56. Trabalho 4. Criar um arquivo .bat onde o usuário possa escolher e executar os comando: a) Exibir mensagem de boas vindas b) Mostrar tabela arp c) Ping localhost d) Muda as cores da fonte do DOS e) Abrir o bloco de notas f) Sai do programa Obs: o programa deve sempre retornar ao menu inicial.
  57. 57. Trabalho 5. Criar um arquivo .bat que abra a pasta compartilhada de rede e um que mapeei essa unidade, dê o nome de pasta-compartilhada.bat ao primeiro e mapeamento.bat ao segundo.

×