SlideShare uma empresa Scribd logo
Cabeamento estruturado
Evandro Júnior
www.evandrojunior.pro.br
Cabeamento estruturado é a disciplina que estuda a disposição
organizada e padronizada de conectores e meios de
transmissão para redes de informática e telefonia, de modo a
tornar a infraestrutura de cabos autônoma quanto ao tipo de
aplicação e de layout, permitindo a ligação a uma rede de:
servidores, estações, impressoras, telefones, switches, hubs e
roteadores.
Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturado
O cabeamento por par trançado (Twisted pair) é um tipo de
cabo que possui pares de fios entrelaçados um ao redor do
outro para cancelar as interferências eletromagnéticas de
fontes externas e interferências mútuas (linha cruzada ou, em
inglês, crosstalk) entre cabos vizinhos.
Cabo de par trançado
As taxas usadas nas redes com o cabo par trançado são:
100 Mbps (Fast Ethernet)
1000 Mbps (Gigabit Ethernet)
O padrão 10Gbps Ethernet pode ser usado por Cabo UTP (par
trançado) e por Fibra ótica.
Cabo de par trançado
Taxas
O cabo de par trançado sem blindagem usa um isolante para
proteger os pares trançados. Apesar dessa cobertura protetora
ser útil, ela não é considerada um escudo contra blindagem, ao
contrário da cobertura metálica dos cabos STP.
O cabo UTP costuma ser mais barato e possuir maior
velocidade de transmissão do que o STP.
UTP
(Unshielded Twisted Pair, ou "par trançado sem blindagem")
Tipos
O par trançado blindado adiciona múltiplas camadas de
proteção contra interferências.
Um escudo metálico cobre cada par de cabos de uma
determinada conexão.
A instalação dos cabos STP requer mais conhecimento técnico,
e os cabos em si são mais caros do que os UTP.
STP
(Shielded Twisted Pair, ou "par trançado blindado")
Tipos
Usado em redes fast ethernet em frequências de até 100
Mbps.
(CAT5 não é mais recomendado pela TIA/EIA).
Cabo de par trançado
Categorias: Categoria do cabo 5 (CAT5)
É uma melhoria da categoria 5. Pode ser usado para
frequências até 125 MHz em redes 1000BASE-T gigabit
ethernet. Ela foi criada com a nova revisão da norma EIA/TIA-
568-B.
(CAT5e é recomendado pela norma EIA/TIA-568-B).
Cabo de par trançado
Categorias: Categoria do cabo 5e (CAT5e)
Categoria 5e foi capaz de aumentar a velocidade de
transferência nominal para 350 Mbit/s ao longo de 100 metros.
A nova norma também exige que todos os cabos incluam
quatro pares trançados (todos os oito contatos).
Um esquema de codificação otimizada permite o uso de cabos
da Categoria 5e em comprimentos de até 50 metros para
atuarem em velocidades de (1000BASE-T) Gigabit Ethernet .
Cabo de par trançado
Categorias: Categoria do cabo 5e (CAT5e)
Cabo de par trançado
Categorias: Categoria do cabo 5e (CAT5e)
EIA/TIA-568-B é o conjunto de três padrões de
telecomunicações da Associação das Indústrias de
Telecomunicações.
Os padrões são relacionados ao cabeamento de edifícios
comerciais para produtos e serviços de telecomunicações. Os
três padrões são ANSI/EIA/TIA-568-B.1-2001 formalmente
chamado de, -B.2-2001, e -B.3-2001.
Cabo de par trançado
EIA/TIA
A fibra óptica é um pedaço de vidro ou de materiais
poliméricos com capacidade de transmitir luz.
A transmissão da luz pela fibra segue um princípio único,
independentemente do material usado ou da aplicação: é
lançado um feixe de luz numa extremidade da fibra e, pelas
características ópticas do meio (fibra), esse feixe percorre a
fibra por meio de reflexões sucessivas. A fibra possui no
mínimo duas camadas: o núcleo (filamento de vidro) e o
revestimento (material eletricamente isolante).
Cabo de Fibra óptica
Cabo de Fibra óptica

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Redes 6 equipamentos ativos da rede
Redes 6 equipamentos ativos da redeRedes 6 equipamentos ativos da rede
Redes 6 equipamentos ativos da rede
Mauro Pereira
 
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte IIAula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Dalton Martins
 
Arquitetura de Redes de Computadores
 Arquitetura de Redes de Computadores Arquitetura de Redes de Computadores
Arquitetura de Redes de Computadores
Ana Julia F Alves Ferreira
 
Redes de-computadores-tipos-de-redes
Redes de-computadores-tipos-de-redesRedes de-computadores-tipos-de-redes
Redes de-computadores-tipos-de-redes
Leonardo Bruno
 
Normas da ABNT NBR 14565 - Procedimento Básico Para Elaboração de projetos de...
Normas da ABNT NBR 14565 - Procedimento Básico Para Elaboração de projetos de...Normas da ABNT NBR 14565 - Procedimento Básico Para Elaboração de projetos de...
Normas da ABNT NBR 14565 - Procedimento Básico Para Elaboração de projetos de...
Eduardo Santana
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
Fábio Eliseu
 
Tutorial completo como montar uma rede de computadores
Tutorial completo como montar uma rede de computadoresTutorial completo como montar uma rede de computadores
Tutorial completo como montar uma rede de computadores
julioblogger
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
Aron Sporkens
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
Jakson Silva
 
Redes 2 padronização e arquitetura de redes
Redes 2 padronização e arquitetura de redesRedes 2 padronização e arquitetura de redes
Redes 2 padronização e arquitetura de redes
Mauro Pereira
 
REDE LOCAL - COMPLETO
REDE LOCAL - COMPLETOREDE LOCAL - COMPLETO
REDE LOCAL - COMPLETO
Elizeu Ferro
 
Infraestrutura de Redes
Infraestrutura de RedesInfraestrutura de Redes
Infraestrutura de Redes
Leandro Machado
 
Instalação de rede
Instalação de redeInstalação de rede
Instalação de rede
Sara Gonçalves
 
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fioAula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
camila_seixas
 
Aula 1 semana
Aula 1 semanaAula 1 semana
Aula 1 semana
Jorge Ávila Miranda
 
Redes I - 5.1 Tecnologias de Redes LAN
Redes I - 5.1 Tecnologias de Redes LANRedes I - 5.1 Tecnologias de Redes LAN
Redes I - 5.1 Tecnologias de Redes LAN
Mauro Tapajós
 
258420 projeto-de-rede-local
258420 projeto-de-rede-local258420 projeto-de-rede-local
258420 projeto-de-rede-local
Cezar Ceretta
 
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de DadosRedes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Mauro Tapajós
 
05-Subsistemas de Cabeamento Estruturado.pdf
05-Subsistemas de Cabeamento Estruturado.pdf05-Subsistemas de Cabeamento Estruturado.pdf
05-Subsistemas de Cabeamento Estruturado.pdf
Rômulo Sanzio Rodrigues Xavier
 
Componentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadoresComponentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadores
Felipe Silva
 

Mais procurados (20)

Redes 6 equipamentos ativos da rede
Redes 6 equipamentos ativos da redeRedes 6 equipamentos ativos da rede
Redes 6 equipamentos ativos da rede
 
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte IIAula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
Aula 07 - Projeto de Topologia e Exercícios - Parte II
 
Arquitetura de Redes de Computadores
 Arquitetura de Redes de Computadores Arquitetura de Redes de Computadores
Arquitetura de Redes de Computadores
 
Redes de-computadores-tipos-de-redes
Redes de-computadores-tipos-de-redesRedes de-computadores-tipos-de-redes
Redes de-computadores-tipos-de-redes
 
Normas da ABNT NBR 14565 - Procedimento Básico Para Elaboração de projetos de...
Normas da ABNT NBR 14565 - Procedimento Básico Para Elaboração de projetos de...Normas da ABNT NBR 14565 - Procedimento Básico Para Elaboração de projetos de...
Normas da ABNT NBR 14565 - Procedimento Básico Para Elaboração de projetos de...
 
Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
 
Tutorial completo como montar uma rede de computadores
Tutorial completo como montar uma rede de computadoresTutorial completo como montar uma rede de computadores
Tutorial completo como montar uma rede de computadores
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
 
Redes 2 padronização e arquitetura de redes
Redes 2 padronização e arquitetura de redesRedes 2 padronização e arquitetura de redes
Redes 2 padronização e arquitetura de redes
 
REDE LOCAL - COMPLETO
REDE LOCAL - COMPLETOREDE LOCAL - COMPLETO
REDE LOCAL - COMPLETO
 
Infraestrutura de Redes
Infraestrutura de RedesInfraestrutura de Redes
Infraestrutura de Redes
 
Instalação de rede
Instalação de redeInstalação de rede
Instalação de rede
 
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fioAula 1: Conceitos de redes sem fio
Aula 1: Conceitos de redes sem fio
 
Aula 1 semana
Aula 1 semanaAula 1 semana
Aula 1 semana
 
Redes I - 5.1 Tecnologias de Redes LAN
Redes I - 5.1 Tecnologias de Redes LANRedes I - 5.1 Tecnologias de Redes LAN
Redes I - 5.1 Tecnologias de Redes LAN
 
258420 projeto-de-rede-local
258420 projeto-de-rede-local258420 projeto-de-rede-local
258420 projeto-de-rede-local
 
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de DadosRedes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
 
05-Subsistemas de Cabeamento Estruturado.pdf
05-Subsistemas de Cabeamento Estruturado.pdf05-Subsistemas de Cabeamento Estruturado.pdf
05-Subsistemas de Cabeamento Estruturado.pdf
 
Componentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadoresComponentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadores
 

Destaque

Aula cabeamento estruturado Eia/Tia
Aula cabeamento  estruturado Eia/TiaAula cabeamento  estruturado Eia/Tia
Aula cabeamento estruturado Eia/Tia
Osimar Almeida
 
Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturado Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturado
Cesar Augusto
 
Cabeamento Estruturado - Rede Lógica x Rede Elétrica
Cabeamento Estruturado - Rede Lógica x Rede ElétricaCabeamento Estruturado - Rede Lógica x Rede Elétrica
Cabeamento Estruturado - Rede Lógica x Rede Elétrica
Eduardo D'Avila
 
Construtores e destrutores com aplicação em c#
Construtores e destrutores com aplicação em c#Construtores e destrutores com aplicação em c#
Construtores e destrutores com aplicação em c#
Evandro Júnior
 
Projeto cabeamento
Projeto cabeamentoProjeto cabeamento
Cascateamento x Empilhamento de Switches
Cascateamento x Empilhamento de SwitchesCascateamento x Empilhamento de Switches
Cascateamento x Empilhamento de Switches
Evandro Júnior
 
Logica de programação / Algoritmos em Portugol
Logica de programação / Algoritmos em PortugolLogica de programação / Algoritmos em Portugol
Logica de programação / Algoritmos em Portugol
Evandro Júnior
 
Treinamento boas práticas de instalação rev02-2011
Treinamento boas práticas de instalação   rev02-2011Treinamento boas práticas de instalação   rev02-2011
Treinamento boas práticas de instalação rev02-2011
Renan Amicuchi
 
Arquitetura de Computadores: Processos e Threads
Arquitetura de Computadores: Processos e ThreadsArquitetura de Computadores: Processos e Threads
Arquitetura de Computadores: Processos e Threads
Evandro Júnior
 
Modelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IPModelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IP
Evandro Júnior
 
Projeto de rede
Projeto de redeProjeto de rede
Projeto de rede
João Andrade
 
Projeto final técnico em informática
Projeto final técnico em informáticaProjeto final técnico em informática
Projeto final técnico em informática
Evandro Júnior
 
Normas de Cabeamento
Normas de CabeamentoNormas de Cabeamento
Normas de Cabeamento
Mary Kelly
 
Apostila de infraestrutura de redes
Apostila de infraestrutura de redesApostila de infraestrutura de redes
Apostila de infraestrutura de redes
Josefran Ranniery
 
Estrutura Fisica De Redes Parte Ii
Estrutura Fisica De Redes  Parte IiEstrutura Fisica De Redes  Parte Ii
Estrutura Fisica De Redes Parte Ii
Sergio Gomes Ferreira
 
Aula 1 apresentação
Aula 1   apresentaçãoAula 1   apresentação
Aula 1 apresentação
Evandro Júnior
 
Cabeamento estruturado furukawa
Cabeamento estruturado   furukawaCabeamento estruturado   furukawa
Cabeamento estruturado furukawa
profandreson
 
Curso Básico de cabeamento estruturado
Curso Básico de cabeamento estruturadoCurso Básico de cabeamento estruturado
Curso Básico de cabeamento estruturado
Jurandir Silva.'.
 
Aula 1 - curso java web - JSP Java Server Page
Aula 1 - curso java web - JSP Java Server PageAula 1 - curso java web - JSP Java Server Page
Aula 1 - curso java web - JSP Java Server Page
Evandro Júnior
 
Nagios
NagiosNagios

Destaque (20)

Aula cabeamento estruturado Eia/Tia
Aula cabeamento  estruturado Eia/TiaAula cabeamento  estruturado Eia/Tia
Aula cabeamento estruturado Eia/Tia
 
Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturado Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturado
 
Cabeamento Estruturado - Rede Lógica x Rede Elétrica
Cabeamento Estruturado - Rede Lógica x Rede ElétricaCabeamento Estruturado - Rede Lógica x Rede Elétrica
Cabeamento Estruturado - Rede Lógica x Rede Elétrica
 
Construtores e destrutores com aplicação em c#
Construtores e destrutores com aplicação em c#Construtores e destrutores com aplicação em c#
Construtores e destrutores com aplicação em c#
 
Projeto cabeamento
Projeto cabeamentoProjeto cabeamento
Projeto cabeamento
 
Cascateamento x Empilhamento de Switches
Cascateamento x Empilhamento de SwitchesCascateamento x Empilhamento de Switches
Cascateamento x Empilhamento de Switches
 
Logica de programação / Algoritmos em Portugol
Logica de programação / Algoritmos em PortugolLogica de programação / Algoritmos em Portugol
Logica de programação / Algoritmos em Portugol
 
Treinamento boas práticas de instalação rev02-2011
Treinamento boas práticas de instalação   rev02-2011Treinamento boas práticas de instalação   rev02-2011
Treinamento boas práticas de instalação rev02-2011
 
Arquitetura de Computadores: Processos e Threads
Arquitetura de Computadores: Processos e ThreadsArquitetura de Computadores: Processos e Threads
Arquitetura de Computadores: Processos e Threads
 
Modelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IPModelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IP
 
Projeto de rede
Projeto de redeProjeto de rede
Projeto de rede
 
Projeto final técnico em informática
Projeto final técnico em informáticaProjeto final técnico em informática
Projeto final técnico em informática
 
Normas de Cabeamento
Normas de CabeamentoNormas de Cabeamento
Normas de Cabeamento
 
Apostila de infraestrutura de redes
Apostila de infraestrutura de redesApostila de infraestrutura de redes
Apostila de infraestrutura de redes
 
Estrutura Fisica De Redes Parte Ii
Estrutura Fisica De Redes  Parte IiEstrutura Fisica De Redes  Parte Ii
Estrutura Fisica De Redes Parte Ii
 
Aula 1 apresentação
Aula 1   apresentaçãoAula 1   apresentação
Aula 1 apresentação
 
Cabeamento estruturado furukawa
Cabeamento estruturado   furukawaCabeamento estruturado   furukawa
Cabeamento estruturado furukawa
 
Curso Básico de cabeamento estruturado
Curso Básico de cabeamento estruturadoCurso Básico de cabeamento estruturado
Curso Básico de cabeamento estruturado
 
Aula 1 - curso java web - JSP Java Server Page
Aula 1 - curso java web - JSP Java Server PageAula 1 - curso java web - JSP Java Server Page
Aula 1 - curso java web - JSP Java Server Page
 
Nagios
NagiosNagios
Nagios
 

Semelhante a Cabeamento estruturado

Redes locais aula 03-cabeamento
Redes locais aula 03-cabeamentoRedes locais aula 03-cabeamento
Redes locais aula 03-cabeamento
Horacio Chilembo
 
Redes locais aula 03-cabeamento
Redes locais aula 03-cabeamentoRedes locais aula 03-cabeamento
Redes locais aula 03-cabeamento
Horacio Chilembo
 
Aulas de rede
Aulas de redeAulas de rede
Aulas de rede
Luand Gadelha
 
Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturadoCabeamento estruturado
Cabeamento estruturado
João Alves
 
Cabos de rede
Cabos de redeCabos de rede
Cabos de rede
Pedro Canteiro
 
Cabos de red eimei
Cabos de red eimeiCabos de red eimei
Cabos de red eimei
Kelly Dos Santos
 
Tipos de cabos
Tipos de cabosTipos de cabos
Tipos de cabos
Gonçalo
 
4.1 - Par Trançado.ppt
4.1 - Par Trançado.ppt4.1 - Par Trançado.ppt
4.1 - Par Trançado.ppt
JoberthSilva
 
Arquitectura de computadores
Arquitectura de computadoresArquitectura de computadores
Arquitectura de computadores
Gustavo Fernandes
 
Senai recife
Senai   recifeSenai   recife
Senai recife
Carlos Melo
 
Cabeamento e conectores 3-unid
Cabeamento e conectores   3-unidCabeamento e conectores   3-unid
Cabeamento e conectores 3-unid
Iggor Lincolln
 
05 aula 13032012
05   aula 1303201205   aula 13032012
05 aula 13032012
atsileg
 
CABOS DE REDE 2.pptx
CABOS DE REDE 2.pptxCABOS DE REDE 2.pptx
CABOS DE REDE 2.pptx
Cidrone
 
Cabos conectores
Cabos conectoresCabos conectores
Cabos conectores
Luiz Carlos Müller
 
Cabeamentos e conectores
Cabeamentos e conectores Cabeamentos e conectores
Cabeamentos e conectores
Tiago
 
Redes 2 Cabo de par trançado
Redes 2 Cabo de par trançadoRedes 2 Cabo de par trançado
Redes 2 Cabo de par trançado
Cicero Roniel
 
Fibra ótica cabeamento estruturado
Fibra ótica cabeamento estruturadoFibra ótica cabeamento estruturado
Fibra ótica cabeamento estruturado
Anderson Zardo
 
Teleco.com cabeamentoestruturado1
Teleco.com cabeamentoestruturado1Teleco.com cabeamentoestruturado1
Teleco.com cabeamentoestruturado1
robertowa
 
Aula01 - Cabeamento
Aula01 - CabeamentoAula01 - Cabeamento
Aula01 - Cabeamento
Jorge Ávila Miranda
 
Cabos de rede e suas categorias
Cabos de rede e suas categoriasCabos de rede e suas categorias
Cabos de rede e suas categorias
rphasaigg
 

Semelhante a Cabeamento estruturado (20)

Redes locais aula 03-cabeamento
Redes locais aula 03-cabeamentoRedes locais aula 03-cabeamento
Redes locais aula 03-cabeamento
 
Redes locais aula 03-cabeamento
Redes locais aula 03-cabeamentoRedes locais aula 03-cabeamento
Redes locais aula 03-cabeamento
 
Aulas de rede
Aulas de redeAulas de rede
Aulas de rede
 
Cabeamento estruturado
Cabeamento estruturadoCabeamento estruturado
Cabeamento estruturado
 
Cabos de rede
Cabos de redeCabos de rede
Cabos de rede
 
Cabos de red eimei
Cabos de red eimeiCabos de red eimei
Cabos de red eimei
 
Tipos de cabos
Tipos de cabosTipos de cabos
Tipos de cabos
 
4.1 - Par Trançado.ppt
4.1 - Par Trançado.ppt4.1 - Par Trançado.ppt
4.1 - Par Trançado.ppt
 
Arquitectura de computadores
Arquitectura de computadoresArquitectura de computadores
Arquitectura de computadores
 
Senai recife
Senai   recifeSenai   recife
Senai recife
 
Cabeamento e conectores 3-unid
Cabeamento e conectores   3-unidCabeamento e conectores   3-unid
Cabeamento e conectores 3-unid
 
05 aula 13032012
05   aula 1303201205   aula 13032012
05 aula 13032012
 
CABOS DE REDE 2.pptx
CABOS DE REDE 2.pptxCABOS DE REDE 2.pptx
CABOS DE REDE 2.pptx
 
Cabos conectores
Cabos conectoresCabos conectores
Cabos conectores
 
Cabeamentos e conectores
Cabeamentos e conectores Cabeamentos e conectores
Cabeamentos e conectores
 
Redes 2 Cabo de par trançado
Redes 2 Cabo de par trançadoRedes 2 Cabo de par trançado
Redes 2 Cabo de par trançado
 
Fibra ótica cabeamento estruturado
Fibra ótica cabeamento estruturadoFibra ótica cabeamento estruturado
Fibra ótica cabeamento estruturado
 
Teleco.com cabeamentoestruturado1
Teleco.com cabeamentoestruturado1Teleco.com cabeamentoestruturado1
Teleco.com cabeamentoestruturado1
 
Aula01 - Cabeamento
Aula01 - CabeamentoAula01 - Cabeamento
Aula01 - Cabeamento
 
Cabos de rede e suas categorias
Cabos de rede e suas categoriasCabos de rede e suas categorias
Cabos de rede e suas categorias
 

Mais de Evandro Júnior

Programação para dispositivos móveis com PhoneGap Cordova
Programação para dispositivos móveis com PhoneGap CordovaProgramação para dispositivos móveis com PhoneGap Cordova
Programação para dispositivos móveis com PhoneGap Cordova
Evandro Júnior
 
Arquitetura de Computadores - Concorrência
Arquitetura de Computadores - ConcorrênciaArquitetura de Computadores - Concorrência
Arquitetura de Computadores - Concorrência
Evandro Júnior
 
Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.
Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.
Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.
Evandro Júnior
 
Aula 1 - Introdução a linguagem JAVA SE
Aula 1 - Introdução a linguagem JAVA SEAula 1 - Introdução a linguagem JAVA SE
Aula 1 - Introdução a linguagem JAVA SE
Evandro Júnior
 
Aula 01 - Começando a programar em PHP
Aula 01 - Começando a programar em PHPAula 01 - Começando a programar em PHP
Aula 01 - Começando a programar em PHP
Evandro Júnior
 
Programação Orientada á Objeto - Paradigmas e Implementação
Programação Orientada á Objeto - Paradigmas e ImplementaçãoProgramação Orientada á Objeto - Paradigmas e Implementação
Programação Orientada á Objeto - Paradigmas e Implementação
Evandro Júnior
 
Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014
Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014
Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014
Evandro Júnior
 
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Evandro Júnior
 
Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014
Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014
Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014
Evandro Júnior
 
Unidade de disco - Atualizado 2014
Unidade de disco - Atualizado 2014Unidade de disco - Atualizado 2014
Unidade de disco - Atualizado 2014
Evandro Júnior
 
Fundamentos da Informática - Componentes (Atualizado 2014)
Fundamentos da Informática - Componentes  (Atualizado 2014)Fundamentos da Informática - Componentes  (Atualizado 2014)
Fundamentos da Informática - Componentes (Atualizado 2014)
Evandro Júnior
 
Endereçamento IP CIDR
Endereçamento IP CIDREndereçamento IP CIDR
Endereçamento IP CIDR
Evandro Júnior
 
Introdução HTML5
Introdução HTML5Introdução HTML5
Introdução HTML5
Evandro Júnior
 
Gerenciamento de usuário e grupos linux
Gerenciamento de usuário e grupos linuxGerenciamento de usuário e grupos linux
Gerenciamento de usuário e grupos linux
Evandro Júnior
 
Herança e polimorfismo em Java
Herança e polimorfismo em Java Herança e polimorfismo em Java
Herança e polimorfismo em Java
Evandro Júnior
 
Placa-Mãe
Placa-Mãe Placa-Mãe
Placa-Mãe
Evandro Júnior
 
ISA Server
ISA ServerISA Server
ISA Server
Evandro Júnior
 
Roteamento
RoteamentoRoteamento
Roteamento
Evandro Júnior
 
Aula 5 (raid)
Aula 5 (raid)Aula 5 (raid)
Aula 5 (raid)
Evandro Júnior
 
Aula 8 (backup)
Aula 8 (backup)Aula 8 (backup)
Aula 8 (backup)
Evandro Júnior
 

Mais de Evandro Júnior (20)

Programação para dispositivos móveis com PhoneGap Cordova
Programação para dispositivos móveis com PhoneGap CordovaProgramação para dispositivos móveis com PhoneGap Cordova
Programação para dispositivos móveis com PhoneGap Cordova
 
Arquitetura de Computadores - Concorrência
Arquitetura de Computadores - ConcorrênciaArquitetura de Computadores - Concorrência
Arquitetura de Computadores - Concorrência
 
Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.
Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.
Aula 1 - Fundamento de Hardware e Software para arquitetura de computadores.
 
Aula 1 - Introdução a linguagem JAVA SE
Aula 1 - Introdução a linguagem JAVA SEAula 1 - Introdução a linguagem JAVA SE
Aula 1 - Introdução a linguagem JAVA SE
 
Aula 01 - Começando a programar em PHP
Aula 01 - Começando a programar em PHPAula 01 - Começando a programar em PHP
Aula 01 - Começando a programar em PHP
 
Programação Orientada á Objeto - Paradigmas e Implementação
Programação Orientada á Objeto - Paradigmas e ImplementaçãoProgramação Orientada á Objeto - Paradigmas e Implementação
Programação Orientada á Objeto - Paradigmas e Implementação
 
Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014
Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014
Processadores / CPU (Unidade central de processamento) - Atualizado 2014
 
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
Placa Mãe - Atualizado 29/10/2014
 
Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014
Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014
Comandos ms-dos - Atualizado 29/10/2014
 
Unidade de disco - Atualizado 2014
Unidade de disco - Atualizado 2014Unidade de disco - Atualizado 2014
Unidade de disco - Atualizado 2014
 
Fundamentos da Informática - Componentes (Atualizado 2014)
Fundamentos da Informática - Componentes  (Atualizado 2014)Fundamentos da Informática - Componentes  (Atualizado 2014)
Fundamentos da Informática - Componentes (Atualizado 2014)
 
Endereçamento IP CIDR
Endereçamento IP CIDREndereçamento IP CIDR
Endereçamento IP CIDR
 
Introdução HTML5
Introdução HTML5Introdução HTML5
Introdução HTML5
 
Gerenciamento de usuário e grupos linux
Gerenciamento de usuário e grupos linuxGerenciamento de usuário e grupos linux
Gerenciamento de usuário e grupos linux
 
Herança e polimorfismo em Java
Herança e polimorfismo em Java Herança e polimorfismo em Java
Herança e polimorfismo em Java
 
Placa-Mãe
Placa-Mãe Placa-Mãe
Placa-Mãe
 
ISA Server
ISA ServerISA Server
ISA Server
 
Roteamento
RoteamentoRoteamento
Roteamento
 
Aula 5 (raid)
Aula 5 (raid)Aula 5 (raid)
Aula 5 (raid)
 
Aula 8 (backup)
Aula 8 (backup)Aula 8 (backup)
Aula 8 (backup)
 

Cabeamento estruturado

  • 2. Cabeamento estruturado é a disciplina que estuda a disposição organizada e padronizada de conectores e meios de transmissão para redes de informática e telefonia, de modo a tornar a infraestrutura de cabos autônoma quanto ao tipo de aplicação e de layout, permitindo a ligação a uma rede de: servidores, estações, impressoras, telefones, switches, hubs e roteadores. Cabeamento estruturado
  • 7. O cabeamento por par trançado (Twisted pair) é um tipo de cabo que possui pares de fios entrelaçados um ao redor do outro para cancelar as interferências eletromagnéticas de fontes externas e interferências mútuas (linha cruzada ou, em inglês, crosstalk) entre cabos vizinhos. Cabo de par trançado
  • 8. As taxas usadas nas redes com o cabo par trançado são: 100 Mbps (Fast Ethernet) 1000 Mbps (Gigabit Ethernet) O padrão 10Gbps Ethernet pode ser usado por Cabo UTP (par trançado) e por Fibra ótica. Cabo de par trançado Taxas
  • 9. O cabo de par trançado sem blindagem usa um isolante para proteger os pares trançados. Apesar dessa cobertura protetora ser útil, ela não é considerada um escudo contra blindagem, ao contrário da cobertura metálica dos cabos STP. O cabo UTP costuma ser mais barato e possuir maior velocidade de transmissão do que o STP. UTP (Unshielded Twisted Pair, ou "par trançado sem blindagem") Tipos
  • 10. O par trançado blindado adiciona múltiplas camadas de proteção contra interferências. Um escudo metálico cobre cada par de cabos de uma determinada conexão. A instalação dos cabos STP requer mais conhecimento técnico, e os cabos em si são mais caros do que os UTP. STP (Shielded Twisted Pair, ou "par trançado blindado") Tipos
  • 11. Usado em redes fast ethernet em frequências de até 100 Mbps. (CAT5 não é mais recomendado pela TIA/EIA). Cabo de par trançado Categorias: Categoria do cabo 5 (CAT5)
  • 12. É uma melhoria da categoria 5. Pode ser usado para frequências até 125 MHz em redes 1000BASE-T gigabit ethernet. Ela foi criada com a nova revisão da norma EIA/TIA- 568-B. (CAT5e é recomendado pela norma EIA/TIA-568-B). Cabo de par trançado Categorias: Categoria do cabo 5e (CAT5e)
  • 13. Categoria 5e foi capaz de aumentar a velocidade de transferência nominal para 350 Mbit/s ao longo de 100 metros. A nova norma também exige que todos os cabos incluam quatro pares trançados (todos os oito contatos). Um esquema de codificação otimizada permite o uso de cabos da Categoria 5e em comprimentos de até 50 metros para atuarem em velocidades de (1000BASE-T) Gigabit Ethernet . Cabo de par trançado Categorias: Categoria do cabo 5e (CAT5e)
  • 14. Cabo de par trançado Categorias: Categoria do cabo 5e (CAT5e)
  • 15. EIA/TIA-568-B é o conjunto de três padrões de telecomunicações da Associação das Indústrias de Telecomunicações. Os padrões são relacionados ao cabeamento de edifícios comerciais para produtos e serviços de telecomunicações. Os três padrões são ANSI/EIA/TIA-568-B.1-2001 formalmente chamado de, -B.2-2001, e -B.3-2001. Cabo de par trançado EIA/TIA
  • 16. A fibra óptica é um pedaço de vidro ou de materiais poliméricos com capacidade de transmitir luz. A transmissão da luz pela fibra segue um princípio único, independentemente do material usado ou da aplicação: é lançado um feixe de luz numa extremidade da fibra e, pelas características ópticas do meio (fibra), esse feixe percorre a fibra por meio de reflexões sucessivas. A fibra possui no mínimo duas camadas: o núcleo (filamento de vidro) e o revestimento (material eletricamente isolante). Cabo de Fibra óptica
  • 17. Cabo de Fibra óptica