Émile Durkheim

1.010 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.010
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Émile Durkheim

  1. 1. Emile Durkheim (1858 – 1917)
  2. 2. Contexto Histórico • Nasceu na França e viveu em época de intensas revoluções em seu país. Presenciando a Comuna de Paris (último momento em que o parisiense pegou em armas para resolver seus problemas). • Émile conviveu com socialistas utópicos, ideias iluministas e a Escola Positivista de Auguste Comte. • Os principais trabalhos dele se concentram na Belle epoque (Paz armada na Europa).
  3. 3. Sobre E. Durkheim • Numa sociedade moderna, o indivíduo pensa por si próprio? • Segundo a análise de Durkheim, o indivíduo está preso à sociedade. O sociólogo dizia que nós somos frutos da sociedade na qual estamos inseridos. • São os padrões da sociedade se põem sobre o indivíduo. • Fato social: Qualquer coisa que exerce influência que forma o ser humano. Todo o nosso pensamento é fruto do que a nossa sociedade nos passou. O fato social consegue fazer isso com a ajuda de forças coercitivas – as regras morais e as regras jurídicas. • Regras morais determinam nosso padrão de comportamento que não está escrito em nenhum lugar, que não é lei. Acabamos adotando tais regras devido ao costume. As punições podem acontecer neste próprio meio.
  4. 4. Sobre E. Durkheim • Regras jurídicas: São regras inconstitucionais. Essas leis são estabelecidas pelo Estado, caso haja alguma violação, existe uma punição prevista pela Lei. Quase toda regra jurídica vêm de uma regra moral. • Como essas forças são impostas para os indivíduos? • Durkheim dizia que era pela Escola. Porque a pessoa vai repassar essas informações para as futuras gerações.
  5. 5. Funcionamento da Sociedade • Ele vai comparar sociedades modernas e primitiva • A solidariedade, para Emile Durkheim, é o elo de ligação entre os indivíduos. Ele trabalha essa pergunta em seu livro Divisão Social do Trabalho. • Solidariedade Mecânica é característica das sociedades primitivas. O elo de ligação entre as pessoas é muito próximo. Todos dessa comunidade se conhecem e tem elo de ligação próximo. Para explicá-la, Durkheim a compara com um relógio, que funciona a partir de engrenagens interligadas que fazem com que o relógio funcione harmonicamente. Essas peças são iguais, ou seja, quase todas realizam a mesma coisa.
  6. 6. Funcionamento da Sociedade • Na Solidariedade Orgânica, Durkheim compara com o organismo humano, que se baseia em vários órgãos com funções diferentes. Se um para de funcionar, o outro é comprometido ou para de funcionar. Um necessita do outro, mas são muito diferentes. Cada indivíduo terá a sua especialização. O médico tem sua função e a empregada tem a dela, que são diferentes, mas que uma depende da outra. • Durkheim dizia que cada vez que se amplia a individualização, mais a sociedade se fortalece e evita a anomia social (caos). • Ele também dizia que o suicídio tem caráter sociocultural, o meio que o indivíduo viveu vai contribuir para essa questão.

×