O Vale‐Transporte e o sistema 
de financiamento do 
transporte público no Brasil
Dr. Eurico Divon Galhardi
Presidente do C...
Estrutura da apresentação
1. Contexto de surgimento do VT;
2. O VT e a profissionalização do setor;
3. Evolução do benefíc...
1. Contexto de surgimento do VT
1. Contexto de surgimento do VT
1987
1. Contexto de surgimento do VT
Revolta da população ‐ Conflito popular na cidade ‐ Incêndio de ônibus
Rio de Janeiro/Bras...
1. Contexto de surgimento do VT
Benefícios com a criação do Vale‐Transporte
1987
1. Trabalhadores obtiveram ganho signific...
2. O VT e a profissionalização do 
setor
2. O VT e a profissionalização do setor
1. Ano de 1987: criação da NTU;
2. Início da profissionalização do
setor de transp...
2. O VT e a profissionalização do setor
1985
 O VT facultativo foi instituído nacionalmente pela Lei nº 7.418 de 16 de
de...
Parágrafo único – O empregado participará dos 
gastos de deslocamento do trabalhador com a 
ajuda de custo equivalente à p...
3. Evolução dos meios de 
pagamento
3. Evolução dos meios de pagamento
Retirar essa parte!
“Um pequeno pedaço de papel que era entregue em cartelas. Esse pape...
3. Evolução dos meios de pagamento
3. Evolução dos meios de pagamento
Bilhete Único
 Benefício tarifário garantido pela Lei n°
5.628/2009;
 Usuário pode realizar integração intermunicipal
em...
4. O VT e o financiamento do TP
4. O VT e o financiamento do TP
Percentual de utilização do Vale‐Transporte no Brasil*        37%
Fonte: Associação Nacion...
5. O futuro do VT
5. O futuro do VT 
O futuro!
Vale‐Transporte Social
1. Garantirá mobilidade às famílias que vivem em
situação de pobreza e...
5. O futuro do VT 
O caso do Rio de Janeiro
6. Conclusões
6. Conclusões
1. Inclusão social:
 Mecanismo imprescindível para distribuição de renda;
2. Manutenção do principal insumo...
Obrigado!
O vale transporte e o sistema de financiamento do transporte público no brasil
O vale transporte e o sistema de financiamento do transporte público no brasil
O vale transporte e o sistema de financiamento do transporte público no brasil
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O vale transporte e o sistema de financiamento do transporte público no brasil

264 visualizações

Publicada em

Histórico e estruturação do Vale Transporte no Brasil. O futuro do VT. Meios de pagamento

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
264
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O vale transporte e o sistema de financiamento do transporte público no brasil

  1. 1. O Vale‐Transporte e o sistema  de financiamento do  transporte público no Brasil Dr. Eurico Divon Galhardi Presidente do Conselho Diretor da NTU
  2. 2. Estrutura da apresentação 1. Contexto de surgimento do VT; 2. O VT e a profissionalização do setor; 3. Evolução do benefício; 4. O VT e o financiamento do TP; 5. O futuro do VT; e 6. Conclusões.
  3. 3. 1. Contexto de surgimento do VT
  4. 4. 1. Contexto de surgimento do VT 1987
  5. 5. 1. Contexto de surgimento do VT Revolta da população ‐ Conflito popular na cidade ‐ Incêndio de ônibus Rio de Janeiro/Brasil – Ano 1986: momento de intensa comoção social 1987 1. Altos índices de inflação; 2. Necessidade urgente de distribuição de renda; 3. Alto custo do transporte público; e 4. Despesa com transporte era um problema muito grave para os trabalhadores de baixa renda. Marco histórico para o transporte público:  criação do Vale‐Transporte
  6. 6. 1. Contexto de surgimento do VT Benefícios com a criação do Vale‐Transporte 1987 1. Trabalhadores obtiveram ganho significativo de renda; 2. Oficialização da contribuição do setor produtivo para redução do ônus do transporte diário na renda dos trabalhadores; 3. O Vale‐Transporte torna‐se um importante instrumento de distribuição de renda; 4. O custo do transporte passou a ser dividido entre todos que se beneficiavam dele (trabalhadores e empregadores); 5. Maior benefício social já obtido pelos trabalhadores desde a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT); e 6. Garantia da presença do trabalhador no local de trabalho.
  7. 7. 2. O VT e a profissionalização do  setor
  8. 8. 2. O VT e a profissionalização do setor 1. Ano de 1987: criação da NTU; 2. Início da profissionalização do setor de transporte público por ônibus; 3. União dos empresários; 4. Amadurecimento do segmento empresarial; e 5. Primeiro desafio: transformação do VT de facultativo em obrigatório. Imagens do vale transporte atual
  9. 9. 2. O VT e a profissionalização do setor 1985  O VT facultativo foi instituído nacionalmente pela Lei nº 7.418 de 16 de dezembro de 1985  Porto Alegre‐RS: primeira cidade a instituir o VT no Brasil. PÁGINA 237 DO LIVRO 1987  O VT compulsório foi instituído nacionalmente pela Lei nº 7.619 de 30 de setembro de 1987
  10. 10. Parágrafo único – O empregado participará dos  gastos de deslocamento do trabalhador com a  ajuda de custo equivalente à parcela que exceder a  6% de seu salário básico. 2. O VT e a profissionalização do setor
  11. 11. 3. Evolução dos meios de  pagamento
  12. 12. 3. Evolução dos meios de pagamento Retirar essa parte! “Um pequeno pedaço de papel que era entregue em cartelas. Esse papelzinho passava das mãos do empregador às mãos do funcionário, das mãos do funcionário às mãos do cobrador, e pelas mãos do cobrador era colado em folhas de papel e entregue à empresa operadora de transportes. Era assim quando o Vale‐Transporte começou a circular pelas cidades brasileiras. Hoje, transformado em cartão magnético em várias cidades, poucos se dão conta de que ele já tem mais de 20 anos.” Livro ‘Conduzindo o progresso – A história do transporte e os 20 anos da NTU’ (2007) ESQUEMA MOSTRANDO O PROCESSO ‐ EMPREGADOR COMPRA CRÉDITOS ‐ EMPREGADO TRANSFERE  PARA OS EMPREGADOS ‐ EMPREGADO UTILIZA O VT ‐ VT É PROCESSADO ‐ RECURSOS SÃO TRANSFERIDOS ÀS EMPRESAS
  13. 13. 3. Evolução dos meios de pagamento
  14. 14. 3. Evolução dos meios de pagamento
  15. 15. Bilhete Único  Benefício tarifário garantido pela Lei n° 5.628/2009;  Usuário pode realizar integração intermunicipal em até 2:30h, pagando apenas R$ 4,40;  A integração só será feita 2 vezes ao dia, tendo um intervalo de pelo menos 1 horas entre elas;  Aceito em ônibus, metrô, trens, barcas e vans intermunicipais legalizadas;  É recarregável e pode ser adquirido pelo site, Central de Relacionamento RioCard, lojas RioCard e agências credenciadas do Itaú. 3. Evolução dos meios de pagamento
  16. 16. 4. O VT e o financiamento do TP
  17. 17. 4. O VT e o financiamento do TP Percentual de utilização do Vale‐Transporte no Brasil*        37% Fonte: Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos – NTU. *Nos sistemas municipais das capitais brasileiras e cidades de grande porte.
  18. 18. 5. O futuro do VT
  19. 19. 5. O futuro do VT  O futuro! Vale‐Transporte Social 1. Garantirá mobilidade às famílias que vivem em situação de pobreza e extrema pobreza; 2. Beneficiários: principalmente gestantes, nutrizes, crianças e adolescentes; 3. Atender aos deslocamentos mínimos que os integrantes de uma família devem realizar para satisfazer suas necessidades básicas; 4. Garantirá o meio de locomoção para os trabalhadores fora do mercado formal de trabalho; e 5. Inclusão social.
  20. 20. 5. O futuro do VT  O caso do Rio de Janeiro
  21. 21. 6. Conclusões
  22. 22. 6. Conclusões 1. Inclusão social:  Mecanismo imprescindível para distribuição de renda; 2. Manutenção do principal insumo produtivo:  Garantia do deslocamento casa‐trabalho‐casa dos trabalhadores; 3. Competitividade econômica:  Garantia de manutenção dos postos de trabalho e da produtividade das empresas; 4. Vale‐Transporte + Priorização do TP + Desoneração:  Benefício deve ser expandido juntamente com a implementação de políticas de priorização e desoneração do transporte público.
  23. 23. Obrigado!

×