Corrigido planejando as visitas às salas de aula -

1.023.451 visualizações

Publicada em

PIP MUNICIPAL 2013 - CAPINÓPOLIS

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.023.451
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
980.881
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
80
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Corrigido planejando as visitas às salas de aula -

  1. 1. Planejando as visitas à sala de aula Clique para editar o estilo do subtítulo mestre Entrar na sala de aula para analisar as interações entre os alunos e o professor requer planejamento.
  2. 2. “O que me interessa fortemente (...) não é dar receitas, mas é propor desafios, é discutir aspectos que eu considero necessários e permanentemente presentes na prática docente, que eu chamei de saberes fundamentais.” Paulo Freire
  3. 3. Visita às salas de aula A- O que é importante observar: Relações interpessoais- professor/ aluno; Estratégias e recursos pedagógicos utilizados a aplicados no desenvolvimento do processo ensino aprendizagem; Nível de aprendizagem dos alunos. B- O que é importante realizar: Dar Feedback ao professor, especialista e diretor com sugestões de melhoria, se necessário.
  4. 4. O Papel Educador do Analista do PIP/EF Para realizar bem o seu trabalho como educador/ formador, o analista educacional precisa ganhar a confiança dos professores e colocar-se no lugar de parceiro.
  5. 5. O Analista do PIP precisa ser reconhecido e sentido como educador pelos professores e especialistas das escolas.
  6. 6. PRESSUPOSTOS BÁSICOS PARA O TRABALHO DO ANALISTA DO PIP/EF:  Todo professor tem algo a dizer sobre sua experiência docente;  Aprendizados são construídos em comunhão, em experiências compartilhadas;  O fazer/saber educacional não está dado em manuais, mas se elabora no exercício reflexivo da profissão;  A escola é espaço complexo que exige o exercitar coletivo, a união de esforços.
  7. 7. Procedimentos decorrentes desses pressupostos Planejar e realizar escuta sobre experiências, questionamentos, buscas de soluções criadas pelos professores; Intervir, Criticando e sugerindo com cuidado e respeito; Construir rotina de crescimento intelectual, afetivo e cidadão dos professores; Avaliar coletiva e individualmente o processo de ensino aprendizagem.
  8. 8. O papel do Analista é contribuir para a melhoria da prática docente na escola Recursos: As produções dos alunos e o resultado das avaliações internas e externas. Ferramenta: O acompanhamento sistemático às escolas, com visitas às salas de aula.
  9. 9. Visitas às Salas de Aula Uma pequena mudança na prática do professor pode levar a resultados mais positivos e duradouros; Um olhar de fora pode, com mais facilidade, apontar um caminho; O Analista precisa saber como romper eventuais barreiras para usar a observação da sala de aula.
  10. 10. Visitas às Salas de Aula:como dar os primeiros passos? A ideia é simples: Você entra na sala de aula, algumas vezes com o Especialista da escola, assiste a uma parte da aula ou apresenta alguma atividade para os alunos desenvolverem, faz anotações em seu relatório de visitas, e, com base nisso, reúne-se com equipe pedagógica da escola para dar o feedback e ter mais segurança para orientar os professores, certo? Certo. Só que não é tão simples assim: alguns docentes sentem seu espaço invadido com a presença de um observador. Portanto é preciso:
  11. 11. A - Criar um clima e uma cultura em que a parceria no desenvolvimento dos alunos e do professor seja a razão da visita à sala de aula. Primeiro passo conversar com toda a equipe nos encontros coletivos, torná-la ciente dessa prática. Principais objetivos:  Elaborar plano de intervenção pedagógica com base nas necessidades de cada turma, de cada aluno;  Conhecer bons exemplos de prática didática que mereçam ser compartilhados com a equipe;  Garantir sua implementação.
  12. 12. B - Planejar muito bem a visita às salas de aula Mesmo quando todos estão acostumados a essa rotina, é importante avisar quando a visita será realizada. É importante que professores e alunos saibam dos objetivos dessa visita, de forma que possam ser envolvidos no processo como colaboradores. Ouvir os professores, no momento do feedback , possibilita a compreensão de suas dificuldades e acertos. Os professores podem indicar em que pontos necessitam de ajuda e de soluções didáticas e em que podem ajudar seus companheiros.
  13. 13. Enfim... Visitar a escola e as salas de aula, nos oportuniza verificar, intervir e acompanhar o processo pedagógico, contribuindo para a melhoria da prática docente e da aprendizagem dos alunos. Obrigada!

×