Apimec rio1t10

313 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
313
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apimec rio1t10

  1. 1. Apresentação dos Resultados | 1T10
  2. 2. Aviso Importante “Declarações contidas nesta apresentação relativas às perspectivas dos negócios da Companhia, projeções de resultados operacionais e financeiros, e referências ao potencial de crescimento da Companhia, constituem meras previsões e foram baseadas nas expectativas da Administração em relação ao seu desempenho futuro. Estas expectativas são altamente dependentes do comportamento do mercado, da situação econômica do Brasil, da indústria e dos mercados internacionais, portanto estão sujeitas a mudanças.” 2
  3. 3. Perfil Corporativo
  4. 4. Cadeia Produtiva 4
  5. 5. Outros Segmentos 5
  6. 6. Localização das Fábricas – Fibrocimento Filiais de vendas 1) Anápolis/GO; 2) Colombo/PR; 3) Goiânia/GO; 4) Rio de Janeiro/RJ; 5) Simões Filho/BA; 6) Porto Alegre/RS e 7) São Paulo/SP. 6
  7. 7. Localização das Fábricas – Telhas de Concreto 7
  8. 8. Linha do TempoTrajetória de realizações da Eternit desde a sua fundação em 1940 8
  9. 9. Visão Geral - SAMA
  10. 10. Mercado Mundial – Amianto Crisotila Maiores Produtores Mundiais – 2009 Consumo Mundial (em MM de T) Rússia 45% 2009 2,1 China 22% 2008 2,4 Brasil* 14% 2007 2,4 Cazaquistão 10% 2006 2,3 Canadá 8% 2005 2,3 Zimbábue 1% 2004 2,1 * SAMA MINERAÇÃO (Minaçu/GO): Terceira maior do mundo e primeira com ISO 14.001 10
  11. 11. Vantagens Competitivas 11
  12. 12. Vendas de Amianto Crisotila (em mil toneladas) 291,0 74,1 77,7 69,2 70,0 70,4 31,9 36,2 30,9 36,6 37,2 42,2 38,3 41,5 33,4 33,2 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 Mercado Interno Mercado Externo Variação Mercado Interno Mercado Externo Total 1T10/1T09 + 16,6% - 21,4% - 5,0% 12
  13. 13. Visão Geral - Eternit
  14. 14. Produtos e Soluções para Construção Civil Caixas d’ água Coberturas e Filtros Componentes para Louças e Assentos Sistemas Construtivos Sanitários 14
  15. 15. Mercado de Cobertura – Brasil (2009) Mercado Residencial Mercado Industrial/Comercial Outros Outros CerâmicasFibrocimento 2% Cerâmicas 12% 14% 52% 43% Fibrocimento Metálicas Concreto 39% 35% 3% Mercado Total Evolução do Mercado (MM m2) Outros Concreto 10% -2% 4% 3% 8% Cerâmicas 5% 35% 505 495 459 425 406 Fibrocimento Metálicas 49% 9% 2005 2006 2007 2008 2009 15
  16. 16. Mercado Brasileiro de Fibrocimento Estrutura do Parque Industrial em 2009 Capacidade Instalada: Aprox. 2.820.000 toneladas/ano Mercado de Utilização da capacidade instalada – em torno de 86% Consumo: Aprox. 2.434.000 toneladas/ano Fibrocimento Empresas: 11 Brasil Fábricas: 19 Pontos de Venda: 35.000 Capacidade Instalada: 850.000 toneladas/ano Utilização da capacidade instalada – em torno de 86% Consumo: 731.000 toneladas/ano ETERNIT Empresas: Market-share 30% Fábricas: 5 Pontos de Venda: 12.000 16
  17. 17. Vantagens Competitivas Produtos e Soluções para a Construção Civil 17
  18. 18. Vendas de Fibrocimento* (em mil toneladas) 730,6 207,2 207,8 195,4 167,2 160,8 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 Variação Total 1T10/1T09 + 24,2% * Inclui componentes para sistemas construtivos 18
  19. 19. Visão Geral - Tégula 19
  20. 20. Aquisição Tégula • Maior empresa brasileira no ramo de telhas de concreto; • Portfólio com mais de 33 linhas de produtos; • Revenda de equipamento de aquecimento solar; • Market-share em torno de 35% no mercado brasileiro de telhas de concreto; • Número de Colaboradores: 428; • Capacidade de Produção: 7,2 milhões de m² de telhas; • Capacidade Utilizada no período de 11/02/10 a 31/03/10: em torno de 60%; e • Valor da aquisição: R$ 39,2 milhões. 20
  21. 21. Principais Produtos de Cobertura 21
  22. 22. Solução Completa de Cobertura 22
  23. 23. Desempenho Econômico-Financeiro
  24. 24. Receita Líquida Consolidada – 1T10 Receita Líquida Consolidada* Composição da Receita Líquida 18% Telhas de Componentes 170,7 Fibrocimento para 156,4 61,8% Sistemas Construtivos 146,9 2,5% 144,8 133,9 143,5 127,9 121,8 101,7 100,4 Outros (**) Amianto Crisotila Telhas de 2,2% 28,4% Concreto 43,1 e Acessórios 33,5 5,1% 25,1 28,5 27,2 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 Mercado Interno Mercado Externo (*) em R$ milhões (**) Outros: telhas metálicas, caixas d’água de polietileno, louças sanitárias e filtros para tubulações de água. 24
  25. 25. Composição do Custo de Produção - 1T10 Fibrocimento Amianto Crisotila Energia Energia Outros Custos Outros Custos 3% 7% Materiais2 19% Matérias-Primas1 11% Depreciação 33% 3% 66% Depreciação 4%Mão-de-Obra Mão-de-Obra 9% 45%1 - Cimento (48%), Amianto Crisotila (42%) e outros (10%) 2 - Combustível, explosivos, embalagens, entre outros Telhas de Concreto Energia Outros 4% 22% Matérias- Primas3 Depreciação 50% 9% Mão-de-Obra 15% 3 - Cimento (54%), areia (33%) e outros (13%) 25
  26. 26. EBITDA e Lucro Líquido (em R$ milhões) EBITDA Lucro Líquido 7,5% 0% 35,7 35,7 29,9 30,1 23,2 27,8 21,6 17,3 17,0 17,2 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 26
  27. 27. Margens 45% 45% 43% 40% 41% 25% 22% 21% 20% 19% 15% 13% 14% 12% 11% 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 Margem Bruta Margem EBITDA Margem Líquida 27
  28. 28. Tégula – 1T10* Desempenho Operacional e Financeiro Volume Vendido - Telhas (em m2) 587.466 Receita Operacional Líquida R$ 8.793 mil Lucro Bruto R$ 2.844 mil EBITDA R$ 969 mil Lucro Líquido R$ 618 mil * Os resultados da Tégula passaram a ser consolidados dentro do Grupo Eternit a partir de 11 de fevereiro 28
  29. 29. Investimentos Investimentos (R$ milhões) Distribuição dos Investimentos (1T10)* 8 Administrativo 34 Informática 1% 6% Manutenção 28% 9 Segurança 2% Capacidade Qualidade e Produtividade Desenvolvimento 53% 10% 1T09 1T10 * Não considera a aquisição da Tégula Aquisição Tégula Investimentos Correntes 29
  30. 30. Novas linhas de produção de produtos acabados Em Goiânia / GO – Inaugurada em abril de 2008. Em Colombo / PR – Inaugurada em janeiro de 2009. 30
  31. 31. Mercado de Capitais
  32. 32. Desempenho da Ação (Dez/06 - Abr/10) No período de 30/12/2006 a 30/04/2010, as ações da Eternit registraram valorização de 17,1% contra uma valorização do índice IBOVESPA de 51,8%. Neste mesmo período, considerando o pagamento de dividendos e JCP as ações da Eternit registraram valorização de 91,3%. ETER3200 IBOVESPA160 67.529120 R$ 7,92 80 40 dez-06 jun-07 dez-07 jun-08 dez-08 jun-09 abr-10 32
  33. 33. Liquidez Número de Acionistas 7.726 7.317 6.615 6.384 2.482 1.638 1.302 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010(*) (*) Até abril de 2010 33
  34. 34. Liquidez Média Diária - Volume de Negócios (R$ Mil) 3.708 2.900 1.297 1.127 1.108 716 604 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010(*) (*) Até abril de 2010 34
  35. 35. Estrutura Acionária – Abril/10 5% 36% 57% 2% Pessoas Físicas (6.105 acionistas) Pessoas Jurídicas (88 acionistas) Residentes no Exterior (48 acionistas) Clubes, Fundos e Fundações (143 acionistas) Acionistas com mais de 5% de participação Geração L. Par. Fund. Invest. em Ações 17,99% Luiz Barsi Filho 11,29% Free-Float 62,6% Victor Adler 6,63% 35
  36. 36. Remuneração aos Acionistas (2004 até Mai/10) Lucro Líquido X Proventos Pagos (R$ milhões) 81 73 65 55 44 44 40 33 34 38 30 35 23 20 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Lucro Líquido Dividendos e JCP 36
  37. 37. Remuneração aos Acionistas (2004 até Mai/10) Dividend Yield 17,1% 16,2% 15,1% 13,2% 12,8% 8,6% 4,6% 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 37
  38. 38. Perspectivas
  39. 39. PPrograma Estruturado de Expansão e Diversificação OBJETIVO Consolidar a Eternit como empresa de produtos e soluções para a construção civil INICIATIVAS - Criação da Diretoria de Desenvolvimento e Novos Negócios - Inclusão de Telhas Metálicas no portfolio - Investimento em novas linhas de produção de fibrocimento na Eternit - Investimento em máquinas de novos produtos nas fábricas atuais - Aumento de capacidade de produção na SAMA - Lançamento de novos produtos - Entrada no segmento de louças sanitárias - Crescimento Inorgânico - Aquisições 39
  40. 40. Programa Estruturado de Expansão e Diversificação Comportamento das vendas de Fibrocimento (Mil Toneladas) CAGR (2004/2009) = 11% 850,0 731,2 725,3 730,0 650,0 650,0 650,0 650,0 620,3 578,3 522,5 431,3 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Vendas Capacidade Instalada 40
  41. 41. Programa Estruturado de Expansão e Diversificação Comportamento das vendas de Amianto Crisotila (Mil Toneladas) CAGR (2004/2009) = 3% 300,0 303,8 295,0 290,1 270,0 270,0 270,0 272,6 270,0 248,8 231,3 221,6 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Vendas Capacidade Instalada 41
  42. 42. Lançamentos Louças e Componentes para Telhas Coloridas de Assentos Sistemas Construtivos Fibrocimento Sanitários e Filtros 42
  43. 43. Gestão Corporativa e Socioambiental
  44. 44. Gestão Corporativa Programa Portas Abertas Criação .................. Novembro de 2004 Contribuir para o melhor entendimento da sociedade a respeito da extração e Objetivo ................. beneficiamento do amianto crisotila e da fabricação de produtos de fibrocimento de forma controlada e responsável. Cinco unidades produtivas do Grupo Eternit e a Abrangência .......... mina da SAMA Visitantes ............... Mais de 36 mil até abril de 2010 Público ................... Sociedade em Geral 44
  45. 45. Área de Matéria-Prima Setor do amianto crisotila 45
  46. 46. Sistema de Filtragem de Ar Maior da América Latina com mais de 17 mil mangas de filtros 46
  47. 47. Gestão com Foco no Meio Ambiente Rejeito Monitoramento da Reutilização Reflorestamento Zero Qualidade do Ar da Água de Bancadas Viveiro de Projeto Quelônios - Área de Preservação Animal Mudas Único criadouro de Tartarugas da Amazônia no Brasil e Reintegração de Animais Silvestres a Natureza em parceria com o IBAMA 47
  48. 48. Gestão com Foco no Meio AmbienteCerca de 80% dos 4.500 hectares da Serra de Cana Brava são mantidoscomo Reserva Florestal pela SAMA. Área monitorada 48
  49. 49. Ações Sociais – Público Externo Projeto Terra Mirim A Eternit firmou parceria com a ONG Terra Mirim para promover a captação de jovens da cidade de Simões Filho e região para atuarem como Guias Mirins, que serão inseridos em projeto de trilha ecológica a ser implantado em breve na reserva ambiental desta unidade. O tamanho da área é de 810 mil m².Vista aérea da Reserva Ambiental da Fábrica de Simões Filho (BA) 49
  50. 50. Ações Sociais – Público Externo Projeto Brincar pra Valer! – Tem como objetivo mostrar as crianças, de uma subprefeitura da cidade de São Paulo, que os seus sonhos podem virar realidade, através de oficinas temáticas e de reciclagem. Lar Escola São Francisco - A Eternit contribui para o LESF com o objetivo de reabilitar crianças e adultos com necessidades especiais, visando à recuperação física, educacional e integração social. Projeto de publicação e Distribuição de Livros em Braile e Falados – Em parceria com a Fundação Dorina Nowill, a Eternit distribuiu no entorno de suas unidades, mais de 6 mil exemplares com o objetivo de facilitar o acesso aos deficientes visuais. 50
  51. 51. Ações Sociais – Público Externo Projeto Sambaíba – A SAMA, mineradora da Eternit, desenvolve este projeto para capacitar jovens para a vida profissional através de oficinas de artesanato com o reaproveitamento de rocha estéril extraídas da mina; GRAAC – A Eternit é sócia mantenedora do GRAACC e contribui para garantir à crianças e adolescentes com câncer, dentro do mais avançado padrão científico, o direito de alcanças todas as chances de cura com qualidade de vida. Sociedade dos Queimados - A Eternit contribui para a sociedade dos queimados no intuito de promover a reinserção social das vítimas de queimaduras, sobretudo as de baixa renda, proporcionando melhor qualidade de vida. 51
  52. 52. Clubes Recreativos - Público Interno Minaçu - GO Goiânia - GO Anápolis - GO Rio de Janeiro - RJ Simões Filho - BA Colombo - PR 52
  53. 53. Eventos do Período 53
  54. 54. Assembleia na web www.eternit.com.br/ri www.assembleianaweb.com.br 54
  55. 55. Assembleia na web Aperfeiçoar as boas práticas de Governança Corporativa; O sistema permite o voto por procuração eletrônica, mediante certificado digital; Mais da metade dos acionistas da Eternit residem fora do estado de São Paulo; A CVM e o IBGC recomenda que as Companhias incentive a participação dos acionistas em assembleias; Os primeiros 1.000 acionistas cadastrados terão os certificados digitais gratuitos para o primeiro ano; Parceiros: 55
  56. 56. BLOG www.blogdaeternit.com.br Acesse e participe. 56
  57. 57. BLOG Canal de relacionamento para todos que desejam conhecer a Eternit; Objetivo é permitir a interação entre a empresa e seu público de forma transparente; Mais um canal de comunicação com os stakeholders; O BLOG da Eternit está dividido em quatro sessões: Amianto Crisotila Construção Civil Mercado de Capitais Responsabilidade Socioambiental 57
  58. 58. American Depositary Receipt - ADR Em 24/02/10, o Conselho de Administração aprovou o início do processo de adesão ao Programa de ADR nível I. Patrocinador (Emissor): Eternit; Instituição Depositária: The Bank of New York; Instituição Custodiante: Banco Bradesco; Paridade entre as ações da Eternit e ADRs: 1 (um) ADR corresponde a 1 (uma) ação ordinária de emissão da Eternit. 58
  59. 59. IR Global Rankings Prêmio de Melhor Governança Corporativa da América Latina A IR Global Rankings elegeu, pela segunda vez consecutiva, o Programa de Governança Corporativa da Eternit como o melhor da America Latina, no dia 09 de abril de 2010. A 12º edição anual do prêmio contou com a participação de 503 companhias de 35 países e na edição anterior participaram 163 companhias de 32 países. 59
  60. 60. Crisotila – O amianto do Brasil
  61. 61. Crisotila – O amianto do Brasil O uso do amianto crisotila no Brasil é regulamentado pela Lei Federal 9.055/95, Decreto 2.350/97 e normas regulamentadoras do Ministério do Trabalho. Também está previsto na Convenção 162 da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Amianto branco Fibras curvas, sedosas e sem ponta Alta concentração de magnésio: 3MgOSiO2H2O Biopersistência*: 2,5 dias *Biopersistência: Tempo que uma partícula inalada permanece no pulmão antes de ser eliminada pelos mecanismos de defesa do organismo. Para provocar dano pulmonar, a fibra precisa ter capacidade de penetração e de durabilidade nos alvéolos. Rocha de serpentinito com fibras de amianto crisotila 61
  62. 62. Maiores Informações Relações com Investidores Élio A. Martins Gilberto Cominato elio.martins@eternit.com.br gilberto.cominato@eternit.com.br Rodrigo Lopes da Luz Bárbara M. Tanure Gonçalves rodrigo.luz@eternit.com.br barbara.goncalves@eternit.com.br Telefone: (55-11) 3813-6034 www.eternit.com.br/ri Consultoria de RI Fernando Campos fernando.campos@firb.com Este material foi produzido com papeis certificados FSC (Forest Stewardship Council), que é uma garantia de que a matéria- prima advém de uma floresta manejada de forma Tel: (55-11) 3897-6857 ecologicamente correta, socialmente e economicamente viável. 62

×