Capacidade extintora

1.085 visualizações

Publicada em

Material didático a respeito da capacidade extintora dos extintores de incêndio.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.085
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
51
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Capacidade extintora

  1. 1. Capacidade Extintora
  2. 2. Capacidade extintora • Capacidade Extintora: Conforme o item 3.1 da ABNT NBR 12693/2010, capacidade extintora é a medida do poder de extinção de fogo de um extintor de incêndio, obtida em ensaio prático normalizado. A capacidade extintora é facilmente localizada nos rótulos dos extintores de incêndio, onde o numeral corresponde a um dos graus atribuidos a capacidade que o agente possui de extinguir o fogo. Já a letra imediatamente seguinte, corresponde a classe de incêndio a que o agente se destina, podendo ser A, B, C ou a combinação de duas ou mais classes de incêndio. Exemplo: Capacidade extintora 2-A:10-B:C Refere-se a um extintor de incêndio capaz de combater incêndios de classes A, B e C e que possui uma capacidade extintora de grau 2 para incêndios de classe A e de grau 10 para incêndios de classe B.
  3. 3. INCÊNDIO CLASSE “A” • Incêndios Classe A: Os testes de capacidade extintora para classe A são realizados em engradados de madeira, sob condições laboratoriais, de acordo com a ABNT NBR 9443. Veja abaixo, a quantidade de madeira, que após estarem completamente envolto pelo fogo serão apagadas por um único extintor de incêndio com capacidade extintora capaz de extinguir completamente as chamas em um determinado intervalo de tempo. Como referência temos um homem de 1,75m de altura.
  4. 4. Capacidade Extintora Incêndio Classe - A Incêndio Classe - A
  5. 5. Grau/ Classe Quantidade de elementos de madeira Dimensões dos elementos de madeira (mm) Arranjo dos elementos de madeira no engradado Seção +/- 1mm Comprimento +/- 1% 1-A 50 45X45 500 10 camadas de 5 2-A 78 45X45 600 13 camadas de 6 3-A 98 45X45 750 14 camadas de 7 4-A 120 45X45 850 15 camadas de 8 6-A 153 45X45 1000 17 camadas de 9 10-A 209 45X45 1220 19 camadas de 11 20-A 160 45X90 1500 10 camadas de 15 e 1 camada superior de 10 30-A 192 45X90 1850 10 camadas de 18 e 1 camada de superior de 12 40-A 224 45X90 2200 10 camadas de 21 e 1 camada superior de 14
  6. 6. INCÊNDIOS CLASSE “B” • Incêndios Classe B: Os testes de capacidade extintora para classe B são realizados em recipientes contendo um líquido inflamável (n-heptano), sob condições laboratoriais, de acordo com a ABNT NBR 9444. Veja abaixo, a quantidade de líquido inflamável, que após estarem completamente envolto pelo fogo serão apagadas com o uso de um único extintor de incêndio com capacidade extintora capaz de extinguir completamente as chamas em um determinado intervalo de tempo. Como referência temos um homem de 1,75m de altura.
  7. 7. Capacidade Extintora
  8. 8. Grau / Classe Mínimo Tempo de efetivo de descarga (s) Área do recipiente (interna) tolerância: +/-0,5% (m²) Espessura do metal (mm) Tamanho das cantoneiras de reforço (mm) Líquido inflamável (aproximadamente L (dm³) 1-B 8 0,25 6,4 38,1X38,1X4,8 12,5 2-B 8 0,45 6,4 38,1X38,1X4,8 23,5 5-B 8 1,15 6,4 38,1X38,1X4,8 58,5 10-B 8 2,30 6,4 38,1X38,1X4,8 117 20-B 8 4,65 6,4 38,1X38,1X4,8 245 30-B 11 6,95 12,7 38,1X38,1X6,4 360 40-B 13 9,30 12,7 38,1X38,1X6,4 475 60-B 17 13,95 12,7 38,1X38,1X6,4 720 80-B 20 18,60 12,7 38,1X38,1X6,4 950 120-B 26 27,85 12,7 38,1X38,1X6,4 1420 160-B 31 37,20 12,7 38,1X38,1X6,4 1895 240-B 40 55,75 12,7 38,1X38,1X6,4 2840 320-B 48 74,30 12,7 38,1X38,1X6,4 3790 480-B 63 111,50 12,7 38,1X38,1X6,4 5680 640-B 75 148,60 12,7 38,1X38,1X6,4 7570
  9. 9. INCÊNDIOS CLASSE “C” • Os extintores para incêndios classe C não possuem grau que caracterize maior ou menor capacidade extintora, como acontece nas classes A e B. Para serem considerados classe C, os extintores de incêndio deverão ser submetidos a testes de condutividade elétrica de seu agente extintor, o qual não poderá apresentar qualquer corrente elétrica por ocasião em que o mesmo encontra se acionado a uma distância de 250 mm de um alvo em tensão elétrica de 100 KV. A norma que define os procedimentos para o ensaio em extintores destinados a incêndios classe C, é a ABNT NBR 12992.
  10. 10. Relação entre carga e capacidade extintora: • Relação entre carga e capacidade extintora: Abaixo é apresentado uma tabela estimativa de equivalência entre carga e capacidade extintora de extintores de incêndio, quando este não é declarado pelo fabricante. Cabe salientar que existem extintores com pouca carga, porem com grande capacidade extintora, por exemplo, pó químico seco (PQS) ABC a base de Fosfato Monoamônico de 2,3Kg de carga e 2-A:40-B:C de capacidade extintora, que equivalem a um extintor de água de 10L e um extintor de PQS BC de 100 Kg.
  11. 11. AGENTE EXTINTOR CARGA CAPACIDADE EXTINTORA EQUIVALENTE ÁGUA 10 L 2-A 75 L 10-A 150 L 20-A ESPUMA MECÂNICA 09 L 2-A : 10-B GÁS CARBÔNICO 04 Kg 2-B 06 Kg 2-B 10 Kg 5-B 25 Kg 10-B 30 Kg 10-B 50 Kg 10-B PÓ A BASE DE BICARBONATO DE SÓDIO 01 Kg 2-B 02 Kg 2-B 04 Kg 10-B 06 Kg 10-B 08 Kg 10-B 12 Kg 20-B 20 Kg 20-B 50 Kg 30-B 100 Kg 40-B HIDROCARBONETOS HALOGENADOS 01 Kg 2-B 02 Kg 5-B 2,5 Kg 10-B 04 Kg 10-B
  12. 12. Referência Bibliográfica • NBR 9443/ 2002 (Ensaio de fogo em engradado de madeira); • NBR 9444/ 2002 (Ensaio de fogo em líquido inflamável); • NBR 12693/ 2010 (Sistema de Proteção por Extintores de Incêndio).

×