A história do gin 2

698 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
698
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A história do gin 2

  1. 1. Índice História Tipos de Gin Produção da Genever Produção do Gin Destilação/Purificação Envelhecimento Engarrafamento Curiosidades Coquetel.
  2. 2.  A Bebida mais famosa do mundo, fora criada pelo Médico De La Boe, por volta do século XVII. É desenvolvida através da fruta chamada Zimbro, sua finalidade era servir aos meios medicinais.  No início do século XVIII, com a ameaçada dos destilados holandesês e dos vinhos franceses, a Coroa Britânica começa a restringir as importações, passando a proteger a produção inglesa. Com essa medida, houve o aumento da produção do Gin Britânico tornando-o o mais famoso do mundo.
  3. 3.  Tipos de Gin: London Dry Gin: O mais famoso e vendido em todo o mundo. É muito seco e apresenta-se incolor. Old Tom Gin: O famoso "Tom Collins" era, inicialmente, feito com este tipo de Gin que é adocicado. Atualmente é difícil encontrar este Gin no mercado, por estar quase extinto. Plymouth: É um Gin seco e incolor que durante muitos anos foi o Gin preferido da marinha inglesa. Tem um aroma mais acentuado do que o London Dry Gin Sloe Gin: A este Gin, depois de destilado, é adicionada uma infusão de ameixas bravas (sloeberries) que lhe dá um sabor diferente e o torna avermelhado. Genever/Gin Holandês: Como já foi dito, a Genever deu origem ao famoso Gin. No entanto, devido às suas características a Genever merece uma análise mais profunda.
  4. 4. Produção da Genever Produz-se a partir de cevada maltada e partes iguais de milho e trigo. Esta mistura de cereais é fermentada e em seguida destilada, em sistema Pot Still. Produção do Gin O Gin é produzido a partir de vários cereais: milho, trigo, cevada e centeio. Pode incluir melaço e arroz. São-lhe adicionadas bagas de zimbro (elemento indispensável à quase totalidade dos Gins).
  5. 5. Destilação/Purificação Misturam-se os cereais até ficarem numa massa que é depois cozida e fermentada. Em seguida faz-se a destilação no sistema Patent Still ou Coffey Still que deve, no mínimo, ter três colunas. A primeira destilação destina-se a purificar o espírito obtido, que é incolor inodoro e muito forte (totalmente neutro). A este espírito adicionam-se várias plantas aromáticas (Os elementos adicionais botânicos mais usados são erva- doce, angélica, canela, casca de laranja, coentro e cardamomo).É colocado num Pot Still e redestilado para obtenção do aroma ou paladar desejados
  6. 6.  Envelhecimento Normalmente, os Gins não são envelhecidos. No entanto, nos Estados Unidos da América, o Gin é envelhecido em cascos de madeira, obtendo uma cor amarelo-pálido (Golden Gin). Engarrafamento No momento em que se engarrafa o Gin adiciona-se água destilada, que tem como finalidade reduzir o teor alcoólico do Gin. A graduação alcoólica do Gin é de 40º, exceto o Sloe Gin, que tem 25º ou 27º.
  7. 7. Curiosidades: Qual a origem do nome Hendrick? O nome do gin foi dado em homenagem a um Jardineiro chamado Hendrick. Ele cuidava do jardim da casa de Janet Sheed Roberts, neta de William Grant’s, fundador da destilaria que produz a bebida. Quando a família procurava por um nome, a Sra Roberts sugeriu Hendrick’s, já que o jardineiro cuidava de suas rosas com muito carinho.
  8. 8.  Ingredientes:  50ml Hendrick’s Gin 2 folhas de manjericão 4 folhas de menta 2 morangos 20ml de xarope simples 2 lances de suco de limão 30ml de suco de laranja.  Preparo: Macere a menta, os morangos e o manjericão com o xarope simples. Adicione os ingredientes restantes e agite bem com gelo. Sirva em um copo com gelo. Decore com folhas de menta
  9. 9. Feito por : Bianca Bitencort Alencar Shirley Bispo Uslaine Bispo. Professor: Mauri Delsin Grupo: Salvador

×