Recurso p/ Papiloscopista do DF

434 visualizações

Publicada em

Questões comentadas da prova de Papiloscopista do DF que eu acredito serem passíveis de recursos.

Leia mas no blog: http://www.estrategiaconcursos.com.br/blog/

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
434
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
190
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Recurso p/ Papiloscopista do DF

  1. 1. Recursos Comentários: Pessoal, a Lei que institui o número único de registo é a Lei 9.454/97 e não 9.554/97. Assim, cabe ao aluno entrar com recurso mencionando a Lei exigida na questão. É preciso deixar claro que a referida Lei não consta no edital! Gabarito: C. Comentários: www.estrategiaconcursos.com.br
  2. 2. Pessoal, confome tabela (abaixo) abordada na nossa aula, podemos perceber que, pela fórmula acima, tanto o dedo médio da mão direita quanto o dedo anular da mão esquerda possuem arcos em suas especificações de linhas. Logo, a questão possui duas respostas, assim, a questão é passível de anulação. Gabarito: B. Comentários: www.estrategiaconcursos.com.br
  3. 3. Pessoal, muitos alunos me questionaram essa questão! Pois, alegaram que caberia recurso já que a banca não mencionou qual seria a mão. Conforme eu ensinei, a individual dactiloscópica compõe-se de duas partes: a série, que se escreve acima do traço de fração, no numerador, dada pela mão direita, e a seção, no denominador, formada pelos desenhos dos dedos da mão esquerda. A série compreende a fundamental, que corresponde ao polegar direito, e a divisão, aos demais dedos da mão direita. A seção subdivide-se em subclassificação, polegar esquerdo, e subdivisão, que corresponde aos demais dedos da mesma mão. Assim, o gabarito está correto "A4231", pois está acima, ok? Gabarito: B. Comentários: Questão mal elaborada! Qual tipo de identificação? Pessoal, o gonion localiza-se no ângulo da mandíbula que mais se projeta para baixo, para trás e para fora. Conforme estudamos, Galvão realizou um trabalho, o qual determina o gênero através de distâncias cranianas entre o centro do meato acústico externo e onze pontos craniométricos (gnátio, próstio, espinha nasal anterior, glabela, bregma, vértex, lambda, ínio, apófise mastóidea e gônio), mensurados através de um craniômetro construído especificamente www.estrategiaconcursos.com.br
  4. 4. para este fim, entre outras medidas. A análise mostrou que quando o somatório dessas medidas for superior a 1000 mm, há uma tendência estatisticamente significante do crânio pertencer ao gênero masculino e vice-versa. Não acredito que a banca irá anular essa, pois os dois pontos (gnátio e bregma) têm vista na parte frontal. Entretanto, como a banca não definiu qual tipo de identificação, o gonion não especitica o tipo de raça por exemplo. Gabarito: C. www.estrategiaconcursos.com.br

×