SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 57
Baixar para ler offline
"Através da realização do curso disponibilizado pelo Estratégia Concursos e das várias questões constantes no material, além da
leitura atenta das leis cobradas na prova, acredito que utilizei uma boa estratégia de estudo, que me permitiu lograr o êxito tão
esperado.” - Fernanda Teani Gatto Vanni, aprovada TJ-SP
"Através da realização do curso disponibilizado pelo Estratégia Concursos e das várias questões constantes no material, além da
leitura atenta das leis cobradas na prova, acredito que utilizei uma boa estratégia de estudo, que me permitiu lograr o êxito tão
esperado.” - Fernanda Teani Gatto Vanni, aprovada TJ-SP
RETROSPECTIVA - DEZEMBRO 2017
09/01/2018
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Trump reconhece Jerusalém como capital de Israel e ordena
transferência de embaixada americana
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (6) que
reconhece Jerusalém como capital de Israel e que pediu ao Departamento de Estado que
inicie o processo de transferir para lá a embaixada americana atualmente instalada em Tel
Aviv.
O anúncio foi feito um dia após diversos apelos da comunidade internacional para que a
decisão não fosse tomada. O reconhecimento da cidade como capital é considerado
polêmico, uma vez que os palestinos querem Jerusalém Oriental como capital de seu futuro
Estado, e a comunidade internacional não reconhece a reivindicação israelense sobre a
cidade como um todo.
Com o anúncio, Trump cumpre uma promessa feita ainda durante a campanha eleitoral de
2016, como uma forma de satisfazer a base pró-Israel de direita que o ajudou a conquistar a
presidência.
Sua decisão faz com que seja cumprida a lei que prevê o reconhecimento de Jerusalém como
capital que foi adotada pelo Congresso americano em 1995. A aplicação da lei vinha sendo
adiada nas últimas duas décadas, sob justificativa de "interesses de segurança nacional". Em
junho, o próprio Trump adiou a aplicação da lei por mais seis meses.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
ENTENDA: POR QUE HÁ PROTESTOS NO IRÃ?
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Os iranianos quebram um tabu político e, na semana entre 2017 e 2018, saíram às ruas para
protestar contra o autoritário regime de Teerã. Sob forte repressão das forças de segurança, a
população começou a marchar contra as dificuldades econômicas que experimenta na vida
cotidiana. Mas rapidamente as mobilizações se voltaram contra a opressão do governo e a falta
de liberdades, num raro fenômeno político para o país. Há diversos fatores envolvidos nesta crise
política, que as autoridades tentam sufocar a todo custo. Entenda aqui por que acontecem tantos
protestos no Irã.
ECONOMIA E MUITO MAIS
Os iranianos saíram às ruas para expressar o seu descontentamento com a corrupção e as
dificuldades econômicas sofridas pela população. A gota d'água foi o aumento de 40% no preço
do ovo e das aves para consumo, a que o governo atribuiu aos receios de uma gripe aviária.
Muitos estão decepcionados porque esperavam que a vida já estivesse mais fácil a esta altura,
após o levantamento das sanções internacionais para os setores financeiro, energético e de
transportes contra o seu país, em decorrência do acordo nuclear com potências mundiais. A
economia local já registrou avanços desde 2015, mas os iranianos não veem todos estes
progressos chegarem às suas casas. As taxas de desemprego permanecem altas e a inflação voltou
ao índice de 10% ao ano.
Dentre as principais demandas dos iranianos nas ruas, estão o aumento dos salários e mais
estabilidade no mercado de trabalho. Além disso, muitos questionam a política exterior no
Oriente Médio, uma vez que O Irã intervém em Síria e Iraque, países envolvidos em graves
conflitos, numa batalha contra a Arábia Saudita para alcançar a hegemonia regional. Outro foco
de instabilidade é o apoio de Teerã ao movimento libanês Hezbollah. Os iranianos querem que os
recursos destinados a tal respaldo sejam investidos nos problemas econômicos internos.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
As marchas tiveram pedidos de remoção e até morte para o líder supremo
Ayatollah Ali Khamenei. Na última década, o Irã experimentou manifestações
de pequeno porte contra as deficiências econômicas e crises ambientais locais.
Mas, agora, um levante massivo por temas mais sensíveis, como política e
economia, são muito mais difíceis de conter. O líder supremo iraniano
conseguiu controlar as manifestações de 2009, consideradas um prelúdio da
Primavera Árabe, mas as exigências atuais são especialmente desafiadoras
num país onde a população costuma se referir à Revolução de 1979 como uma
revolta dos pobres contra a exploração e a opressão.
Os protestos políticos são um fenômeno raro no Irã e representam um claro
desafio ao autoritarismo do governo, cujas forças de segurança mantém um
rigoroso controle sobre a vida da população. Esta é a maior onda de marchas
nas ruas desde 2009, quando milhões de pessoas saíram as ruas após a
reeleição do então presidente Mahmoud Ahmadinejad, sob a acusação de
fraude na votação. A diferença agora é que os protestos de oito anos atrás
aconteceram, sobretudo, em Teerã; agora, por outro lado, há marchas
espalhadas em diversas cidades, incluindo Qom e Mashhad, que são bastiões
de apoio ao governo.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Ex-presidente do Iêmen é morto a tiros após mudar de lado na guerra civil
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
O veterano ex-presidente iemenita Ali Abdullah Saleh foi morto num ataque à beira de uma
estrada nesta segunda-feira depois de mudar de lado na guerra civil do Iêmen, abandonando
os seus aliados houthis, alinhados com o Irã, e passando a favorecer a coalizão liderada pelos
sauditas, disseram adversários e simpatizantes.
Fontes na milícia houthi disseram que os seus combatentes pararam o veículo blindado de
Saleh com um foguete nos arredores da capital Sana e o mataram a tiros. Fontes no partido
de Saleh confirmaram que ele morreu num ataque ao seu comboio.
Num discurso transmitido pela TV nesta segunda-feira, Abdul Malik al-Houthi, líder dos
houthis, celebrou a morte de Saleh como uma vitória contra o bloco liderado pelos sauditas,
cumprimentando o Iêmen pelo “histórico, excepcional e grande dia, no qual a conspiração
traidora fracassou, este dia negro para as forças da agressão”.
Ele declarou que os houthis manteriam o sistema republicano do Iêmen e não buscariam se
vingar do partido de Saleh.
Simpatizantes dos houthis saíram com os seus carros às ruas, cantando canções de guerra.
Al-Houthi chamou o lançamento de um míssil anunciado pelo grupo contra os Emirados
Árabes nesta semana como uma mensagem aos inimigos, aconselhando contra investimentos
estrangeiros nos Emirados Árabes e na Arábia Saudita.
Saleh, 75 anos, havia dito num discurso no sábado que ele estava pronto para uma “nova
página” nos laços com a coalizão e chamou os houthis de uma “milícia golpista”.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Trump sanciona reforma tributária na Casa Branca
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
O presidente dos EUA, Donald Trump, sancionou nesta sexta-feira (22) na Casa Branca a
reforma tributária aprovada pelo Senado americano. Ele havia anunciado a assinatura mais
cedo em um tuíte.
“Vou assinar o maior corte de impostos e reforma tributária de todos os tempos no Salão
Oval. Também vou assinar uma emenda muito necessária de US$ 4 bilhões para mísseis de
defesa”, escreveu.
A reforma foi aprovada no Senado na madrugada de quarta-feira (20), no que foi
considerado uma grande vitória da bancada Republicana e a primeira vitória de Trump no
Legislativo desde o início de seu mandato, em janeiro.
O texto destina-se principalmente a reduzir impostos sobre as empresas, diminuindo suas
contribuições para o Tesouro de 35% para 21%, e as grandes rendas, com a criação de sete
novos tipos de pagamento de impostos para indivíduos.
De acordo com o cálculo elaborado pelo Escritório independente de Orçamento do Congresso
(CBO), a reforma promovida pelos republicanos somará US$ 1,45 trilhões ao déficit nacional
dos Estados Unidos na próxima década.
Outro destaque é a redução de imposto sobre herança: a reforma dobra o atual número livre
de impostos sobre as heranças, que passa de US$ 5,5 para US$ 11 milhões para os indivíduos
e de US$ 11 a US$ 22 milhões para os casamentos. Estas e outras medidas fazem parte do
que se considera como o maior corte tributário desde o realizado pelo ex-presidente Ronald
Reagan, em 1986.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Trump resgata Guerra Fria e aponta Rússia e China como ameaças à
prosperidade dos EUA
Nova estratégia de Segurança Nacional devolve o mundo ao conflito entre superpotências e descarta
mudança climática como perigo
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
China e Rússia são, para os EUA, duas potências “revisionistas” que pretendem erodir
a prosperidade norte-americana e criar um mundo diametralmente oposto aos
valores norte-americanos. Essa é a coluna vertebral da estratégia de segurança
apresentada nesta segunda-feira por Donald Trump, um documento que descarta a
mudança climática como ameaça, recupera a linguagem de rivalidade da Guerra
Fria e plasma a doutrina de Primeiro a América com a habitual dose de polêmica do
"trumpismo". Washington aponta Moscou e Pequim como inimigos, apesar das
tentativas de aproximação que o novo presidente norte-americano mostrou desde
sua chegada à Casa Branca.
A estratégia de segurança foi divulgada no 11º mês da era Trump, fruto, segundo a
Casa Branca, de um amplo debate entre funcionários e assessores. No mundo que
desenha, a corrida entre superpotências volta ao primeiro plano depois de anos de
algo parecido com uma trégua ou, pior, um descuido. “Depois de ser desprezada
como um fenômeno do século passado, a competição entre grandes potências
voltou”, diz o documento. E nessa briga, China e Rússia são os rivais a vencer: “Estão
decididas a tornar as economias menos livres e menos justas, aumentar seus
Exércitos, controlar a informação e reprimir suas sociedades para expandir sua
influência”, acrescenta.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
O documento revela, no fundo, a briga entre EUA e China pela
hegemonia mundial em um momento no qual o gigante asiático se
contrapõe à América de Trump, toma a bandeira da luta contra a
mudança climática e desfila pelo Fórum Econômico de Davos como líder
econômico alternativo, frente à retirada de Washington dos tratados
internacionais. E há dados que preocupam na Casa Branca: a economia
chinesa superou a norte-americana no poder de paridade de compra.
As referências a outras potências, principalmente a China, como
“parceiros estratégicos”, que presidentes democratas como Barack
Obama e Bill Clinton costumavam usar agora dão lugar ao termo
“concorrente”, uma mudança de perspectiva ao gosto aos falcões que
viam no globalismo de Obama um excesso de generosidade ou de
ingenuidade.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Suprema Corte libera na íntegra veto migratório de Trump a pessoas de seis países
Permissão é válida enquanto disputas legais continuam em andamento em cortes inferiores. Veto a pessoas de
países de maioria muçulmana tinha sido parcialmente bloqueado por juízes de cortes inferiores.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
A Suprema Corte dos EUA garantiu nesta segunda-feira (4) uma vitória ao presidente Donald
Trump ao permitir que entre plenamente em vigor seu veto migratório a pessoas de seis
países da maioria muçulmana enquanto as disputas legais continuam em andamento em
cortes inferiores.
A corte, com dois de seus nove juízes contrários, cedeu ao pedido de sua administração para
suspender as ordens impostas por duas cortes inferiores que haviam bloqueado parcialmente
o veto, que é a terceira versão de uma política polêmica que Trump tentou implantar
inicialmente uma semana após assumir a presidência, em janeiro.
O ato da Corte Suprema significa que o veto agora entrará integralmente em vigor para
pessoas que queiram entrar nos EUA vindo do Irã, Líbia, Síria, Iêmen, Somália e Chade. Cortes
inferiores tinham antes limitado o alcance do veto a pessoas sem parentes ou outras
conexões com os Estados Unidos.
O veto de Trump também inclui pessoas da Coreia do Norte e alguns funcionários do governo
da Venezuela, mas as cortes inferiores já tinham autorizado essas determinações a entrar em
vigor.
Trump emitiu seu primeiro veto migratório tendo como alvo diversos países de maioria
muçulmana em janeiro, depois lançou uma versão revisada em março, quando o primeiro foi
bloqueado por cortes federais.
O segundo expirou em setembro, após uma longa batalha judicial e foi substituído pela
versão atual.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
EUA decretam 'fim' da neutralidade de rede e decidem que provedor
pode controlar acesso à internet
Desde 2015 empresas americanas eram proibidas de dar preferência no tráfego para determinados serviços.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Eleições na Catalunha: independentistas reservam maioria das cadeiras no
parlamento
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Com 99,8% dos votos apurados, os partidos independentistas
da Catalunha garantiram a maioria absoluta do parlamento regional nas eleições
realizadas nesta quinta-feira (21).
Segundo os resultados até agora, os três partidos que defendem a independência
obtiveram 70 cadeiras do parlamento, duas a mais do que é necessário para garantir a
maioria absoluta na casa de 135 lugares.
Formam o grupo a favor da separação o Junts per Catalunya, liderado pelo ex-
presidente regional Carles Puigdemont, a Esquerda Republicana (ERC), do ex-vice-
presidente Oriel Junqueras, e a Candidatura de Unidade Popular (CUP).
Apesar disso, o partido mais votado foi o Ciudadanos, contrário à independência da
Catalunha, com 37 cadeiras.
O voto não é obrigatório, mas 81,9% dos 5,3 milhões de catalães participaram. Isso
representa um crescimento de 6% em relação às eleições de 2015. Caso esse número
se confirme, será batido o recorde de 1982, quando 79,9% dos eleitores
compareceram às urnas.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Reino Unido e UE chegam a acordo, e Brexit avança para segunda fase
Representantes do Reino Unido e da União Europeia (UE) anunciaram nesta sexta-feira (8) terem chegado a um
acordo na primeira fase das negociações da saída dos britânicos do bloco, conhecido como Brexit.
Com isso, tudo indica que as partes partem agora para uma segunda fase, mais delicada, de conversas. Nesta,
devem ser discutidos como ficam os acordos comerciais após a separação, programada para acontecer em março
de 2019.
Uma das principais decisões tomadas em Bruxelas durante a semana foi a garantia de não se estabelecer uma
"fronteira dura" (com postos de controle) entre a Irlanda, integrante da UE, e a Irlanda do Norte, que faz parte do
Reino Unido. O temor era que um rompimento pouco amigável prejudicasse a economia da ilha, em ambos os
lados.
Direitos sociais de estrangeiros são mantidos
Outra das condições impostas pela UE para avançar nas negociações foi a manutenção das garantias sociais dos
cidadãos europeus que moram no Reino Unido. Segundo uma declaração conjunta das partes, estes continuarão a
ter acesso a políticas de assistência social e acesso ao sistema de saúde, entre outras garantias.
"O acordo a que chegamos irá garantir os direitos de mais de três milhões de cidadãos da UE que vivem no Reino
Unido, e de mais de um milhão de cidadãos britânicos na UE", declarou May.
Uma "taxa de divórcio" a ser paga por Londres ao bloco também foi acordada. Segundo a Reuters, negociadores
estimam que os encargos financeiros do Reino Unido à UE fiquem entre 40 e 45 bilhões de euros.
Juncker disse que decisão irá agora para os 28 líderes da UE, que se reunirão na próxima semana, em Bruxelas
(Bélgica).
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Sebastián Piñera é eleito presidente do Chile pela 2ª vez
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Sebastián Piñera, ex-presidente conservador e representante da
coalização de centro-direita "Vamos Chile", venceu o segundo turno das
eleições presidenciais chilenas deste domingo (17). Ele vai suceder
Michelle Bachelet a partir de março do ano que vem.
Aos 99,9% da apuração, Piñera conquistou 54,58% dos votos e seu rival,
Alejandro Guillier, 45,42%. Guillier reconheceu uma "dura derrota" e
parabenizou Piñera pela vitória. A presidente Bachelet também telefonou
para parabenizá-lo por sua vitória.
Aos 67 anos, o detentor de uma fortuna estimada em US$ 2,7 bilhões, de
acordo com a revista "Forbes", Piñera era o candidato preferido entre
empresários e investidores para comandar os rumos do país.
Com a vitória, ele será o único político de direita a governar o Chile em
duas ocasiões. Seu primeiro mandato foi entre 2010 e 2014, quando
também sucedeu Bachelet.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Congresso peruano rejeita impeachment do presidente Pedro Pablo
Kuczynski
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Após quase 14 horas de sessão, o Congresso peruano não conseguiu votos suficientes
para o impeachment do presidente Pedro Pablo Kuczynski por “incapacidade moral”.
O processo foi aberto dias depois de a empreiteira brasileira Odebrecht revelar o
pagamento de propinas milionárias a empresas ligadas a ele.
Para o impeachment de Kuczynski, conhecido como PPK, eram necessários 87 votos
dos parlamentares. No entanto, o plenário contabilizou 78 votos a favor da saída do
presidente peruano, 19 contra e 21 abstenções.
Kuczynski sempre negou as acusações e disse que o processo foi baseado em uma
mentira. Nesta quinta, antes da votação, ele apresentou sua defesa perante o
Congresso.
Segundo a agência EFE, Kuczynski explicou que é proprietário da empresa Westfield
Capital, dedicada a assessoria financeira, desde 1992, bem como que, quando foi
ministro do governo de Alejandro Toledo (2001-2006), a companhia foi administrada
por seu ex-sócio Gerardo Sepúlveda.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Kuczynski explicou que foi Sepúlveda quem assinou e geriu um contrato de assessoria
financeira da Odebrecht e que ele nunca soube do mesmo porque levantou uma
"muralha chinesa" para distanciar-se da atividade privada de sua companhia.
"Existem provas que demonstram que Gerardo Sepúlveda era o gerente da
companhia, que assinava os contratos e desenvolvia os serviços, assim reconhece a
Odebrecht", indicou Kuczynski.
O presidente acrescentou que "a norma proíbe que [um funcionário público] gerencie
interesses próprios ou de terceiros, mas os dividendos que um empresário recebe por
parte de uma empresa são pela propriedade da mesma, não por sua gestão".
A Odebrecht admitiu ter pago US$ 29 milhões em propinas para obter obras no Peru
entre 2004 e 2015, período que abarcou os governos de Alejandro Toledo (2001-
2006), do qual Kuczynski foi ministro; Alan García (2006-2011); e Ollanta Humala
(2011-2016).
Humala permanece em prisão preventiva, acusado de receber US$ 3 milhões para sua
campanha eleitoral de 2011, enquanto que contra Toledo pesa uma ordem de
extradição dos Estados Unidos, por supostamente receber US$ 20 milhões em
propinas para conceder à Odebrecht a construção de uma rodovia.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Presidente do Peru dá indulto humanitário a Alberto Fujimori
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
O ex-presidente Alberto Fujimori recebeu neste domingo (24) o indulto humanitário
dado pelo presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski (PPK). Fujimori cumpre desde
2009 uma pena de 25 anos de prisão por crimes contra a humanidade e corrupção.
Segundo a imprensa local, Kuczynski teria oferecido o perdão a Fujimori para que seu
filho, o deputado Kenji Fujimori, e outros nove deputados se abstivessem na votação
que rejeitou seu impeachment, na última sexta-feira (22).
Alberto Fujimori foi destituído em 21 de novembro de 2000 "por incapacidade moral
permanente", antes de partir para o Japão, onde permaneceu por vários anos.
Extraditado do Chile em 2007, foi condenado a 25 anos de prisão.
Na véspera, Fujimori, 79, foi transferido da prisão onde cumpria pena para um
hospital devido a uma queda de pressão. O ex-mandatário foi levado de ambulância
para uma clínica particular na capital do país, Lima, acompanhado de seu filho. Em
setembro passado, ele havia dito, em sua conta no Twitter, que sofre de uma forma
de arritmia que já motivara duas internações.
O relatório da junta médica justifica o indulto dizendo que Fujimori padece de uma
doença "terminal, degenerativa e incurável", embora não esclareça qual é, e que as
"condições carcerárias significam um risco grave à sua vida, saúde e integridade".
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Crimes contra a humanidade
Fujimori foi eleito presidente em 1990, depois de enfrentar nas urnas o escritor Mario
Vargas Llosa. No fim dos anos 80, o país sofria com a violência política e com a hiperinflação,
herança do primeiro governo do presidente, Alan García. Ameaçado
pelo Sendero Luminoso, Fujimori armou uma ofensiva contra grupos subversivos no país.
Após assumir a presidência, Fujimori fechou o Congresso dois anos depois, convocou uma
Assembleia Constituinte e reabriu o Parlamento em 1995, tomando o controle de todas as
instituições do Estado.
Naquele ano foi reeleito e em 2000, após uma nova reeleição, renunciou ao cargo em meio a
um escândalo de compra de votos parlamentários e de linhas editoriais de meios de
comunicação.
Fujimori cumpria a condenação por ser autor imediato do assassinato de 25 pessoas pelas
mãos de um esquadrão da morte, durante sua luta contra a guerrilha. O primeiro massacre
incluído no processo remonta a novembro de 1991. Enquanto festejavam em um edifício de
Barrios Altos, 15 moradores desse bairro pobre de Lima, entre os quais uma criança de 8
anos, foram mortos crivados de balas por um esquadrão da morte composto por militares.
Em julho de 1992 foram nove estudantes e um professor que desapareceram da universidade
La Cantuta, em Lima. Partes de seus corpos foram encontrados meses depois, calcinadas e
enterradas em um terreno baldio: as dez vítimas tinham sido assassinadas pelo mesmo
esquadrão, o Grupo Colina, criado para eliminar os militantes do Sendero Luminoso.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Durante a ofensiva movida por Fujimori, 70 mil pessoas perderam a vida -
muitas delas inocentes. Em 2000, foram descobertos dezenas de vídeos
com os subornos realizados por Vladimiro Montesinos, braço direito de
Fujimori, a e empresários. Diante do escândalo, Fujimori fugiu para o
Japão, de onde enviou uma carta de renúncia. Em 2005, ao viajar ao
Chile, foi preso e dois anos depois extraditado ao Peru, onde estava preso
desde 2007.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Governo vai declarar 'persona non grata' representante da Venezuela
no Brasil, diz Itamaraty
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
O Ministério das Relações Exteriores informou nesta terça-feira (26) que
irá declarar o encarregado de negócios da Venezuela no Brasil, Gerardo
Antonio Delgado Maldonado, "persona non grata". Na prática, com a
medida do Itamaraty, ele terá de deixar o país.
A declaração de "persona non grata" a Maldonado acontece três dias
após a Venezuela ordenar a expulsão do embaixador do Brasil no país,
Ruy Carlos Pereira.
• ANC Venezuelana – “persona non grata” Embaixador brasileiro Ruy
Carlos Pereira e o Encarregado de Negócios do Canadá.
✓Embaixador brasileiro – pelo fato de o país ter "vulnerado" o "fio
constitucional".
✓Encarregado de Negócios do Canadá – “intromissão permanente e
insistente, grosseira e vulgar nos assuntos internos de Venezuela”.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
PIB cresce 0,1% no 3º trimestre, na terceira alta seguida
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 0,1% no terceiro trimestre
deste ano, na terceira alta seguida na comparação com os três meses
anteriores. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (1º) pelo Instituto
Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em valores correntes, o PIB
alcançou R$ 1,6 trilhão.
Entre os setores da economia, indústria e serviços avançaram, enquanto a
agricultura registrou retração no terceiro trimestre. A indústria cresceu 0,8%,
influenciada pelas indústrias de transformação (1,4%) e extrativa (0,2%). Já o
setor de serviços avançou 0,6%, diante do resultado positivo do comércio
(1,6%). Na contramão, a agropecuária recuou 3%, após uma queda de 2,3% no
trimestre anterior e de uma forte alta de 12,9% de janeiro a março.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
No décimo corte consecutivo, Copom baixa juro básico para 7% ao ano;
taxa Selic é a menor desde 1986
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou nesta quarta-feira (6) o
corte da taxa básica de juros da economia brasileira de 7,5% para 7% ao ano.
Essa foi a décima redução seguida na Selic, o que levou a taxa ao menor patamar desde o
início da série histórica do Banco Central, em 1986, ou seja, em pouco mais de 30 anos.
Taxa real e juros bancários elevados
Com a redução de juros promovida pelo Copom nesta quarta-feira, o Brasil caiu de terceiro
para quarto lugar no ranking mundial de juros reais (calculados com abatimento da inflação
prevista para os próximos 12 meses), compilado pelo MoneYou e pela Infinity Asset
Management.
Com os juros básicos em 7% ao ano, a taxa real do Brasil soma 2,88% ao ano, atrás da
Turquia, da Rússia e da Argentina - com juros reais de 5,87% ao ano, de 4,18% ao ano e de 3%
ao ano, respectivamente. Nas 40 economias pesquisadas, a taxa média está negativa em 0,1%
ao ano.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Expectativa de vida do brasileiro ao nascer foi de 75,8 anos em 2016, diz IBGE
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
A expectativa de vida do brasileiro ao nascer aumentou cerca de três meses em
relação ao ano anterior, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (1) pelo Instituto
Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
De acordo com a Tábula de Mortalidade, que o IBGE divulga anualmente, a esperança
de vida passou de 75,5 anos em 2015 para 75,8 anos em 2016.
As mulheres continuam vivendo mais que os homens, embora as expectativas de vida
de ambos os gêneros tenham aumento em relação ao ano anterior. A expectativa de
vida dos homens aumentou de 71,9 anos em 2015 para 72,2 anos em 2016, enquanto
a das mulheres foi de 79,1 para 79,4 anos.
Entre os estados brasileiros, a maior expectativa de vida foi observada em Santa
Catarina, 79,1 anos, seguido por Espírito Santo, Distrito Federal e São Paulo, todos
com valores acima de 78 anos de idade.
Já a menor esperança de vida foi encontrada no Maranhão, 70,6 anos. Piauí,
Rondônia, Roraima, Alagoas e Amazonas também apresentaram expectativas de vida
abaixo de 72 anos.
Ainda segundo o levantamento, a expectativa de vida do brasileiro vem aumentando
ao longo do tempo. Em 1940, por exemplo, esse valor era de 45,5 anos, sendo 42,9
para homens e 48,3 anos para mulheres – um aumento de 30,3 anos em relação a
2016.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Veja a evolução da expectativa do brasileiro ao nascer (em anos)
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Brasil dobra número de presos em 11 anos, diz levantamento; de 726
mil detentos, 40% não foram julgados
Estudo divulgado pelo Ministério da Justiça é de junho de 2016. País é o terceiro do mundo em
número de detentos. Estado com maior superlotação é o Amazonas (cinco presos por vaga).
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Uma nova edição do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen)
divulgada nesta sexta-feira (8) pelo Ministério da Justiça informa que, em junho de
2016, a população carcerária do Brasil atingiu a marca de 726,7 mil presos, mais que o
dobro de 2005, quando o estudo começou a ser realizado. Naquele ano, o Brasil tinha
361,4 mil presos, de acordo com o levantamento.
Esses números colocam o país como o terceiro que mais encarcera no mundo, atrás
apenas dos Estados Unidos (2,1 milhões de presos) e China (1,6 milhão de presos). Os
726 mil presos ocupam 368 mil vagas, média de dois presos por vaga.
Do total da população encarcerada, 40% são presos provisórios, isto é, ainda sem
julgamento, segundo o estudo, desenvolvido pelo Fórum Brasileiro de Segurança
Pública em parceria com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen).
A maior população prisional do país está em São Paulo, onde há 240.061 presos. O
estado é seguido por Minas, com 68.354, e Paraná, com 51.700. A menor população
carcerária está em Roraima, onde foram registrados 2.339 presos.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Superlotação beneficia facções
Especialistas ouvidos pelo UOL afirmam que a pesquisa confirma que os presídios brasileiros são palcos de
constantes violações de direitos humanos e que a superlotação cria um cenário que favorece a expansão das
facções criminosas.
"O Estado brasileiro se tornou uma espécie de departamento de RH (Recursos Humanos) para as facções
criminosas dentro das prisões", afirma Flávio Werneck, vice-presidente da Federação Nacional de Policiais
Federais.
"Em boa parte dos presídios ainda vigora a divisão de presos por facção, o que é uma situação absurda, pois os
presos ficam à mercê do recrutamento dessas facções.“
Para o ex-policial e atual agente penitenciário federal Carlos Augusto Machado, o sistema penitenciário brasileiro
não respeita o princípio constitucional da individualização da pena.
"Se este princípio fosse respeitado não veríamos réus primários cumprindo pena no mesmo ambiente em que
estão criminosos de alta periculosidade. Não se leva em conta a vida pregressa do acusado antes de estabelecer a
pena e o que se tem é esse encarceramento em massa", diz Machado, que preside o sindicato de sua categoria no
Paraná.
"Não defendo que não se deve punir quem comete crimes, mas a pena tem que ser proporcional à infração",
completa Machado.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Governo recua e endurece regras de fiscalização do trabalho escravo
Nova portaria amplia conceitos como condição degradante e jornada exaustiva. Também retira exigência de
autorização do ministro do Trabalho para divulgação da lista suja de empresas que usem mão de obra escrava.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Em nova portaria sobre trabalho escravo publicada nesta sexta-feira (29), o governo recuou e
tornou mais rigorosas as definições de jornada exaustiva e condição degradante do
trabalhador, além de ter ampliado outros conceitos para a configuração desse tipo de mão de
obra. Com a nova portaria, o governo deixa em vigor no país as regras que já estavam valendo
há 14 anos.
Em outubro, o governo foi alvo de duras críticas ao editar outra portaria, que tornou mais
difícil caracterizar o trabalho escravo.
Na nova portaria, que entrou em vigor nesta sexta, o Executivo federal retirou, entre outros
pontos, a exigência da autorização do ministro do Trabalho para divulgação da lista suja das
empresas autuadas por manter trabalhadores em condição de escravidão.
Com as mudanças, auditores do trabalho voltam a ter mais possibilidades de enquadrar um
empregador como explorador de mão de obra análoga à escravidão.
A norma anterior causou polêmica por ter sido considerada branda nas definições de
trabalho análogo à escravidão, além de ter determinado a autorização do ministro para
divulgação da lista suja.
A primeira portaria, supensa por decisão liminar (provisória) da ministra Rosa Weber, do
Supremo Tribunal Federal (STF), foi duramente criticada, no Brasil e no exterior, sob a
alegação de que limitava a caracterização da jornada exaustiva e das condições degradantes à
restrição do direito de ir e vir, ou seja, o trabalhador teria que estar preso. Ao suspender os
efeitos da regra, Rosa Weber considerou as medidas inconstitucionais.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Com a polícia parada, Rio Grande do Norte enfrenta onda de violência
O Rio Grande do Norte teve, nesta quinta-feira (28), mais um dia sem patrulhamento nas ruas por causa da paralisação de policiais. E
bandidos voltaram a atacar na capital e em cidades do interior do estado.
Durante a tarde, assaltantes foram presos dentro do quartel da PM. Eles faziam um sequestro-relâmpago, quando a vítima entrou com o
carro no Comando Geral de Polícia. Os policiais, que há dez dias estão dentro dos batalhões, atiraram. Dois assaltantes foram presos e um
terceiro fugiu.
Pela manhã, uma loja de departamentos no Centro de Natal foi invadida por assaltantes armados com espingardas. Eles levaram celulares
e relógios das prateleiras. Um vídeo feito logo depois por um cliente da loja mostra que, do lado de fora, um carro dava apoio à ação.
Ainda na capital, 15 homens assaltaram uma transportadora. Os bandidos obrigaram os funcionários a colocar mercadoria em um
caminhão e foram violentos. Nem delegacia escapou. Bandidos pularam o muro de uma delegacia que está fechada há mais de uma
semana e saquearam peças de motos e bicicletas.
Em Mossoró, na região oeste do estado, duas lojas foram invadidas. Uma delas, pela segunda vez em 15 dias. Câmeras de segurança
registraram o momento em que os ladrões usaram um carro para quebrar a vitrine e, depois, aparecem levando várias peças de roupas. A
população está assustada.
A Polícia Civil deve decidir, nesta sexta-feira (29), se voltam ou não ao trabalho. Já no caso da Polícia Militar, não existe essa previsão. A
categoria diz que não está em greve e que deixou de ir para as ruas por falta de condições de trabalho e o atraso no pagamento do
salário. O governo do estado prometeu finalizar a folha de pagamento de novembro na sexta (29).
O 13º também não foi pago a nenhum servidor estadual. O governador Robinson Faria, do PSD, contava com o repasse de R$ 600
milhões do governo federal para quitar os salários atrasados. Mas a ajuda foi vetada pelo Ministério da Fazenda depois que o Ministério
Público de Contas se manifestou contra o repasse. O governo do estado recorreu ao Tribunal de Contas da União, mas, até agora, não
houve resposta.
O governador do Rio Grande do Norte disse, nesta quinta-feira (28), que voltou a pedir o envio das Forças Armadas ao estado.
O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que, na quinta-feira, vai reunir o estado maior das Forças Armadas para decidir se a situação
do Rio Grande do Norte se enquadra na chamada "garantia da lei e da ordem", que autoriza a atuação das tropas.
Já o Ministério da Justiça confirmou o envio de mais de 30 homens da Força Nacional de Segurança.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Paulo Maluf vai para a cadeia e defesa tenta prisão domiciliar
O deputado federal Paulo Maluf se entregou à Polícia Federal, em São Paulo. Prisão
foi determinada pelo Supremo Tribunal Federal.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
O deputado federal Paulo Maluf se entregou nesta quarta-feira (20) à Polícia Federal, em São Paulo. A
prisão dele foi determinada na terça-feira pelo Supremo Tribunal Federal.
Na terça-feira (19), ao responder a um recurso da defesa, o ministro Edson Fachin, do STF, determinou
que a pena começasse a ser cumprida imediatamente. Fachin alegou que os recursos tinham um
caráter "meramente protelatório", ou seja, a defesa não negava as acusações, só tentava retardar o
cumprimento da pena.
O advogado de Maluf se disse surpreso. A defesa recorreu da decisão e entrou com pedido de prisão
domiciliar, alegando que Maluf é cardíaco, tem idade avançada, hérnia de disco e está se tratando de
um câncer. “Ele tem 86 anos, ele ficar em casa, em domiciliar, até o julgamento do...Porque agora, nós
estamos numa situação difícil, a defesa”, diz Ricardo Tosto, advogado de Paulo Maluf.
O Ministério Público Federal comemorou a decisão, 11 anos depois de oferecida a denúncia. Na
investigação, os procuradores localizaram numa conta de Maluf nas Ilhas Jersey, US$ 90 milhões, o
equivalente a R$ 296 milhões.
“Com o trânsito em julgado, com o início da execução da pena, ela proporciona que o Brasil faça a
repatriação desses recursos”, afirma Rodrigo de Grandis, procurador de Justiça.
No fim do dia, o juiz de execuções penais do Distrito Federal determinou que Paulo Maluf seja
transferido imediatamente para o centro de detenção provisória da Papuda, em Brasília, onde há uma
ala específica para presos idosos.
A sentença do STF também determina a cassação do mandato de Paulo Maluf. O presidente da Câmara
dos Deputados, Rodrigo Maia, disse que ainda não foi notificado sobre esse pedido.
“Na minha avaliação, há uma jurisprudência que o plenário da Câmara que decide. Sobre a perda de
mandato. A prisão não. A decisão de Fachin já está sendo respeitada”, afirmou Maia.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Gilmar Mendes manda soltar Garotinho e presidente do PR
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
O ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou nesta
quarta-feira (20/12) a libertação do ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e do
presidente do PR, Antônio Carlos Rodrigues, presos por determinação do Tribunal Regional
Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). Também foi libertado Fabiano Rosas Alonso, investigado
no mesmo inquérito.
Gilmar atendeu a pedido de habeas corpus apresentado pela defesa de Garotinho e avaliou
“não haver requisitos” para a prisão preventiva do ex-governador.
“Como se observa, nesta primeira parte da decisão, o TRE simplesmente relata o modus
operandi dos alegados crimes praticados [organização criminosa, corrupção passiva, extorsão
e lavagem de dinheiro], sem indicar, concretamente, nenhuma conduta atual do paciente que
revele, minimamente, a tentativa de afrontar a garantia da ordem pública ou econômica, a
conveniência da instrução criminal ou assegurar a aplicação da lei penal”.
No caso de Antônio Carlos Rodrigues e seu genro, Fabiano Rosas Alonso, Gilmar Mendes
considerou a situação semelhante à de Garotinho e afirmou que não foi indicada
concretamente nenhuma conduta dos dois em afrontar a garantia da ordem pública, a
instrução criminal ou a aplicação da lei penal, o que justificaria a prisão preventiva.
Garotinho foi preso no dia 22 de novembro, junto com sua a mulher, a também ex-
governadora Rosinha Garotinho, acusado da prática dos crimes de corrupção, concussão,
participação em organização criminosa e falsidade na prestação das contas eleitorais. Ele e o
presidente do PR são acusados de receber caixa 2 do grupo JBS. Rosinha foi solta no dia 29 de
novembro com medidas cautelares, como o uso de tornozeleira. Rodrigues só se apresentou
à polícia dia 28, após ser considerado foragido.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Movimento de mulheres que denunciaram o assédio é escolhido
'personalidade de 2017' pela revista 'Time'
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
O movimento das mulheres que denunciaram o assédio sexual,
conhecido como #MeToo, foi escolhido "personalidade do ano 2017"
pela revista norte-americana "Time". O anúncio foi feito nesta quarta-
feira (6).
"The Silence Breakers" reúne um vasto grupo de pessoas, em sua maioria
mulheres, que denunciou as agressões sexuais cometidas
pelo megaprodutor hollywoodiano Harvey Weinstein. Outras pessoas
seguiram o exemplo compartilhando histórias de abuso com a hashtag
#MeToo. O objetivo do grupo é aumentar a conscientização sobre o
assédio sexual e o estupro.
"Esta é a mudança social mais rápida que vimos em décadas e começou
com atos individuais de coragem por centenas de mulheres – e também
alguns homens – que se apresentaram para contar suas próprias
histórias", afirmou o editor-chefe da revista, Edward Felsenthal, ao
"Today show", do canal NBC.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Brasil terá base curricular que será referência para todas as escolas
Foi aprovada, nesta sexta-feira (15), a Base Nacional Comum Curricular para a educação
Infantil e o ensino fundamental. O documento serve de referência para todas as escolas do
país, públicas e particulares.
É a primeira vez que o Brasil tem uma base comum curricular. As discussões começaram em
2015. O documento vai orientar pais e professores sobre os direitos de aprendizagem dos
estudantes na educação básica, estabelecendo uma formação comum.
A base prevê que a alfabetização ocorra nos dois primeiros anos do ensino fundamental,
quando a criança tem entre 7 e 8 anos. Hoje, o Plano Nacional de Educação determina que o
aluno esteja alfabetizado até o terceiro ano, dos 8 aos 8 anos.
O ensino fundamental está organizado em cinco áreas do conhecimento: linguagens,
matemática, ciências da natureza, ciências humanas e ensino religioso. Mas o Conselho
Nacional de Educação ainda vai decidir se o ensino religioso vai ficar mesmo como área de
conhecimento ou se será incorporado como parte do currículo de ciências humanas.
A base também terá impacto na formação de professores, na compra de livros didáticos e na
elaboração de exames em larga escala, como a Avaliação Nacional de Alfabetização.
“Eu acredito que foi um grande avanço, que a base vai certamente contribuir para reduzir as
desigualdades educacionais, melhorar a qualidade dos aprendizados e vai servir como
referencial muito importante para revisão e adequação dos currículos”, disse a secretária-
executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
Brasil terá base curricular que será referência para todas as escolas
Foi aprovada, nesta sexta-feira (15), a Base Nacional Comum Curricular para a educação
Infantil e o ensino fundamental. O documento serve de referência para todas as escolas do
país, públicas e particulares.
É a primeira vez que o Brasil tem uma base comum curricular. As discussões começaram em
2015. O documento vai orientar pais e professores sobre os direitos de aprendizagem dos
estudantes na educação básica, estabelecendo uma formação comum.
A base prevê que a alfabetização ocorra nos dois primeiros anos do ensino fundamental,
quando a criança tem entre 7 e 8 anos. Hoje, o Plano Nacional de Educação determina que o
aluno esteja alfabetizado até o terceiro ano, dos 8 aos 8 anos.
O ensino fundamental está organizado em cinco áreas do conhecimento: linguagens,
matemática, ciências da natureza, ciências humanas e ensino religioso. Mas o Conselho
Nacional de Educação ainda vai decidir se o ensino religioso vai ficar mesmo como área de
conhecimento ou se será incorporado como parte do currículo de ciências humanas.
A base também terá impacto na formação de professores, na compra de livros didáticos e na
elaboração de exames em larga escala, como a Avaliação Nacional de Alfabetização.
“Eu acredito que foi um grande avanço, que a base vai certamente contribuir para reduzir as
desigualdades educacionais, melhorar a qualidade dos aprendizados e vai servir como
referencial muito importante para revisão e adequação dos currículos”, disse a secretária-
executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro.
“Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda
regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal
da Receita Federal do Brasil.
A base nacional comum curricular vai ser homologada pelo ministro da Educação, Mendonça
Filho, na próxima semana. Depois disso, já pode ser adotada. Todas as escolas devem adaptar
os currículos em 2018 para implementar a base até 2020.
“Obviamente que ela não é um documento perfeito, nós mesmos entendemos que ao longo
do processo, aperfeiçoamentos deverão ser feitos, com as escutas que nós vamos fazer da
sociedade”, afirmou o presidente do Conselho Nacional de Educação, Eduardo Deschamps.
A base curricular é uma aspiração antiga, já prevista na Constituição de 1988. Especialistas
dizem que definir isso agora é um grande passo para que o país avance na educação.
“Ganhar ou perder o jogo vai depender da implementação que a gente vai construir daqui em
diante. E essa implementação ela depende muito, é determinante, a atuação dos estados e
municípios”, disse a presidente-executiva do Todos Pela Educação, Priscila Cruz.
“A gente tem a chance de ver um Brasil muito diferente e de garantir que toda criança
brasileira tenha uma educação da qualidade que todos nós desejamos que elas tenham”,
explicou o diretor da Fundação Lemann, Denis Mizne.
O Ministério da Educação declarou que a base nacional comum curricular do ensino médio
deve ser enviada ao Conselho Nacional de Educação no primeiro semestre de 2018.
https://www.facebook.com/leandrosignoriatualidades/
https://www.youtube.com/channel/UCf3OCT-jZ2Wuj-CxfCW_3tw

Mais conteúdo relacionado

Mais de Estratégia Concursos

Curso de Direito Administrativo para Concurso Polícia Federal
Curso de Direito Administrativo para Concurso Polícia FederalCurso de Direito Administrativo para Concurso Polícia Federal
Curso de Direito Administrativo para Concurso Polícia FederalEstratégia Concursos
 
Curso de Informática para Concurso Polícia Federal
Curso de Informática para Concurso Polícia FederalCurso de Informática para Concurso Polícia Federal
Curso de Informática para Concurso Polícia FederalEstratégia Concursos
 
Curso de Contabilidade para Concurso Polícia Federal
Curso de Contabilidade para Concurso Polícia FederalCurso de Contabilidade para Concurso Polícia Federal
Curso de Contabilidade para Concurso Polícia FederalEstratégia Concursos
 
Curso de Conhecimentos do DF para Concurso DPDF
Curso de Conhecimentos do DF para Concurso DPDFCurso de Conhecimentos do DF para Concurso DPDF
Curso de Conhecimentos do DF para Concurso DPDFEstratégia Concursos
 
Curso de Engenharia Florestal para Concursos
Curso de Engenharia Florestal para ConcursosCurso de Engenharia Florestal para Concursos
Curso de Engenharia Florestal para ConcursosEstratégia Concursos
 
Curso de Engenharia Elétrica para Concursos
Curso de Engenharia Elétrica para ConcursosCurso de Engenharia Elétrica para Concursos
Curso de Engenharia Elétrica para ConcursosEstratégia Concursos
 
Curso de Engenharia Ambiental para Concursos
Curso de Engenharia Ambiental para ConcursosCurso de Engenharia Ambiental para Concursos
Curso de Engenharia Ambiental para ConcursosEstratégia Concursos
 
Curso de Odontologia para Concursos 2020
Curso de Odontologia para Concursos 2020Curso de Odontologia para Concursos 2020
Curso de Odontologia para Concursos 2020Estratégia Concursos
 
Curso de Informática para Concurso PC-PR
Curso de Informática para Concurso PC-PRCurso de Informática para Concurso PC-PR
Curso de Informática para Concurso PC-PREstratégia Concursos
 
Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020
Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020
Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020Estratégia Concursos
 
Curso de Legislação Especial para Concurso TJ-RJ
Curso de Legislação Especial para Concurso TJ-RJCurso de Legislação Especial para Concurso TJ-RJ
Curso de Legislação Especial para Concurso TJ-RJEstratégia Concursos
 
Curso de Direito Processual Civil para Concurso TJ-RJ
Curso de Direito Processual Civil para Concurso TJ-RJCurso de Direito Processual Civil para Concurso TJ-RJ
Curso de Direito Processual Civil para Concurso TJ-RJEstratégia Concursos
 
Direitos das Pessoas com Deficiência para Concurso TJ-RJ
Direitos das Pessoas com Deficiência para Concurso TJ-RJDireitos das Pessoas com Deficiência para Concurso TJ-RJ
Direitos das Pessoas com Deficiência para Concurso TJ-RJEstratégia Concursos
 
Prova SEFAZ AL Comentada - Questões Auditor Fiscal
Prova SEFAZ AL Comentada - Questões Auditor FiscalProva SEFAZ AL Comentada - Questões Auditor Fiscal
Prova SEFAZ AL Comentada - Questões Auditor FiscalEstratégia Concursos
 
Curso de Direitos Humanos para Concurso PCDF
Curso de Direitos Humanos para Concurso PCDF Curso de Direitos Humanos para Concurso PCDF
Curso de Direitos Humanos para Concurso PCDF Estratégia Concursos
 
Curso de Legislação Tributária para Concurso SEFAZ-AL
Curso de Legislação Tributária para Concurso SEFAZ-ALCurso de Legislação Tributária para Concurso SEFAZ-AL
Curso de Legislação Tributária para Concurso SEFAZ-ALEstratégia Concursos
 
Curso Administração Pública e Poder Judiciário para Concurso TJ-PA
Curso Administração Pública e Poder Judiciário para Concurso TJ-PACurso Administração Pública e Poder Judiciário para Concurso TJ-PA
Curso Administração Pública e Poder Judiciário para Concurso TJ-PAEstratégia Concursos
 
Curso de Lei Orgânica do DF para Concurso TCDF de Auditor
Curso de Lei Orgânica do DF para Concurso TCDF de AuditorCurso de Lei Orgânica do DF para Concurso TCDF de Auditor
Curso de Lei Orgânica do DF para Concurso TCDF de AuditorEstratégia Concursos
 

Mais de Estratégia Concursos (20)

Curso de Direito Administrativo para Concurso Polícia Federal
Curso de Direito Administrativo para Concurso Polícia FederalCurso de Direito Administrativo para Concurso Polícia Federal
Curso de Direito Administrativo para Concurso Polícia Federal
 
Curso de Informática para Concurso Polícia Federal
Curso de Informática para Concurso Polícia FederalCurso de Informática para Concurso Polícia Federal
Curso de Informática para Concurso Polícia Federal
 
Curso de Contabilidade para Concurso Polícia Federal
Curso de Contabilidade para Concurso Polícia FederalCurso de Contabilidade para Concurso Polícia Federal
Curso de Contabilidade para Concurso Polícia Federal
 
Curso de Conhecimentos do DF para Concurso DPDF
Curso de Conhecimentos do DF para Concurso DPDFCurso de Conhecimentos do DF para Concurso DPDF
Curso de Conhecimentos do DF para Concurso DPDF
 
Curso de Agronomia para Concursos
Curso de Agronomia para ConcursosCurso de Agronomia para Concursos
Curso de Agronomia para Concursos
 
Curso de Engenharia Florestal para Concursos
Curso de Engenharia Florestal para ConcursosCurso de Engenharia Florestal para Concursos
Curso de Engenharia Florestal para Concursos
 
Curso de Engenharia Elétrica para Concursos
Curso de Engenharia Elétrica para ConcursosCurso de Engenharia Elétrica para Concursos
Curso de Engenharia Elétrica para Concursos
 
Curso de Engenharia Ambiental para Concursos
Curso de Engenharia Ambiental para ConcursosCurso de Engenharia Ambiental para Concursos
Curso de Engenharia Ambiental para Concursos
 
Curso de Odontologia para Concursos 2020
Curso de Odontologia para Concursos 2020Curso de Odontologia para Concursos 2020
Curso de Odontologia para Concursos 2020
 
Curso de Informática para Concurso PC-PR
Curso de Informática para Concurso PC-PRCurso de Informática para Concurso PC-PR
Curso de Informática para Concurso PC-PR
 
Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020
Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020
Curso de Português para Concurso TJ-RJ 2020
 
Curso de Legislação Especial para Concurso TJ-RJ
Curso de Legislação Especial para Concurso TJ-RJCurso de Legislação Especial para Concurso TJ-RJ
Curso de Legislação Especial para Concurso TJ-RJ
 
Curso de Direito Processual Civil para Concurso TJ-RJ
Curso de Direito Processual Civil para Concurso TJ-RJCurso de Direito Processual Civil para Concurso TJ-RJ
Curso de Direito Processual Civil para Concurso TJ-RJ
 
Direitos das Pessoas com Deficiência para Concurso TJ-RJ
Direitos das Pessoas com Deficiência para Concurso TJ-RJDireitos das Pessoas com Deficiência para Concurso TJ-RJ
Direitos das Pessoas com Deficiência para Concurso TJ-RJ
 
Prova SEFAZ AL Comentada - Questões Auditor Fiscal
Prova SEFAZ AL Comentada - Questões Auditor FiscalProva SEFAZ AL Comentada - Questões Auditor Fiscal
Prova SEFAZ AL Comentada - Questões Auditor Fiscal
 
Curso de Inglês para Concurso PCDF
Curso de Inglês para Concurso PCDFCurso de Inglês para Concurso PCDF
Curso de Inglês para Concurso PCDF
 
Curso de Direitos Humanos para Concurso PCDF
Curso de Direitos Humanos para Concurso PCDF Curso de Direitos Humanos para Concurso PCDF
Curso de Direitos Humanos para Concurso PCDF
 
Curso de Legislação Tributária para Concurso SEFAZ-AL
Curso de Legislação Tributária para Concurso SEFAZ-ALCurso de Legislação Tributária para Concurso SEFAZ-AL
Curso de Legislação Tributária para Concurso SEFAZ-AL
 
Curso Administração Pública e Poder Judiciário para Concurso TJ-PA
Curso Administração Pública e Poder Judiciário para Concurso TJ-PACurso Administração Pública e Poder Judiciário para Concurso TJ-PA
Curso Administração Pública e Poder Judiciário para Concurso TJ-PA
 
Curso de Lei Orgânica do DF para Concurso TCDF de Auditor
Curso de Lei Orgânica do DF para Concurso TCDF de AuditorCurso de Lei Orgânica do DF para Concurso TCDF de Auditor
Curso de Lei Orgânica do DF para Concurso TCDF de Auditor
 

Último

HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 

Último (20)

HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 

Atualidades para Concursos - Fatos Relevantes Dezembro 2017

  • 1. "Através da realização do curso disponibilizado pelo Estratégia Concursos e das várias questões constantes no material, além da leitura atenta das leis cobradas na prova, acredito que utilizei uma boa estratégia de estudo, que me permitiu lograr o êxito tão esperado.” - Fernanda Teani Gatto Vanni, aprovada TJ-SP
  • 2. "Através da realização do curso disponibilizado pelo Estratégia Concursos e das várias questões constantes no material, além da leitura atenta das leis cobradas na prova, acredito que utilizei uma boa estratégia de estudo, que me permitiu lograr o êxito tão esperado.” - Fernanda Teani Gatto Vanni, aprovada TJ-SP RETROSPECTIVA - DEZEMBRO 2017 09/01/2018
  • 3. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Trump reconhece Jerusalém como capital de Israel e ordena transferência de embaixada americana
  • 4. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil.
  • 5. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (6) que reconhece Jerusalém como capital de Israel e que pediu ao Departamento de Estado que inicie o processo de transferir para lá a embaixada americana atualmente instalada em Tel Aviv. O anúncio foi feito um dia após diversos apelos da comunidade internacional para que a decisão não fosse tomada. O reconhecimento da cidade como capital é considerado polêmico, uma vez que os palestinos querem Jerusalém Oriental como capital de seu futuro Estado, e a comunidade internacional não reconhece a reivindicação israelense sobre a cidade como um todo. Com o anúncio, Trump cumpre uma promessa feita ainda durante a campanha eleitoral de 2016, como uma forma de satisfazer a base pró-Israel de direita que o ajudou a conquistar a presidência. Sua decisão faz com que seja cumprida a lei que prevê o reconhecimento de Jerusalém como capital que foi adotada pelo Congresso americano em 1995. A aplicação da lei vinha sendo adiada nas últimas duas décadas, sob justificativa de "interesses de segurança nacional". Em junho, o próprio Trump adiou a aplicação da lei por mais seis meses.
  • 6. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. ENTENDA: POR QUE HÁ PROTESTOS NO IRÃ?
  • 7. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Os iranianos quebram um tabu político e, na semana entre 2017 e 2018, saíram às ruas para protestar contra o autoritário regime de Teerã. Sob forte repressão das forças de segurança, a população começou a marchar contra as dificuldades econômicas que experimenta na vida cotidiana. Mas rapidamente as mobilizações se voltaram contra a opressão do governo e a falta de liberdades, num raro fenômeno político para o país. Há diversos fatores envolvidos nesta crise política, que as autoridades tentam sufocar a todo custo. Entenda aqui por que acontecem tantos protestos no Irã. ECONOMIA E MUITO MAIS Os iranianos saíram às ruas para expressar o seu descontentamento com a corrupção e as dificuldades econômicas sofridas pela população. A gota d'água foi o aumento de 40% no preço do ovo e das aves para consumo, a que o governo atribuiu aos receios de uma gripe aviária. Muitos estão decepcionados porque esperavam que a vida já estivesse mais fácil a esta altura, após o levantamento das sanções internacionais para os setores financeiro, energético e de transportes contra o seu país, em decorrência do acordo nuclear com potências mundiais. A economia local já registrou avanços desde 2015, mas os iranianos não veem todos estes progressos chegarem às suas casas. As taxas de desemprego permanecem altas e a inflação voltou ao índice de 10% ao ano. Dentre as principais demandas dos iranianos nas ruas, estão o aumento dos salários e mais estabilidade no mercado de trabalho. Além disso, muitos questionam a política exterior no Oriente Médio, uma vez que O Irã intervém em Síria e Iraque, países envolvidos em graves conflitos, numa batalha contra a Arábia Saudita para alcançar a hegemonia regional. Outro foco de instabilidade é o apoio de Teerã ao movimento libanês Hezbollah. Os iranianos querem que os recursos destinados a tal respaldo sejam investidos nos problemas econômicos internos.
  • 8. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. As marchas tiveram pedidos de remoção e até morte para o líder supremo Ayatollah Ali Khamenei. Na última década, o Irã experimentou manifestações de pequeno porte contra as deficiências econômicas e crises ambientais locais. Mas, agora, um levante massivo por temas mais sensíveis, como política e economia, são muito mais difíceis de conter. O líder supremo iraniano conseguiu controlar as manifestações de 2009, consideradas um prelúdio da Primavera Árabe, mas as exigências atuais são especialmente desafiadoras num país onde a população costuma se referir à Revolução de 1979 como uma revolta dos pobres contra a exploração e a opressão. Os protestos políticos são um fenômeno raro no Irã e representam um claro desafio ao autoritarismo do governo, cujas forças de segurança mantém um rigoroso controle sobre a vida da população. Esta é a maior onda de marchas nas ruas desde 2009, quando milhões de pessoas saíram as ruas após a reeleição do então presidente Mahmoud Ahmadinejad, sob a acusação de fraude na votação. A diferença agora é que os protestos de oito anos atrás aconteceram, sobretudo, em Teerã; agora, por outro lado, há marchas espalhadas em diversas cidades, incluindo Qom e Mashhad, que são bastiões de apoio ao governo.
  • 9. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Ex-presidente do Iêmen é morto a tiros após mudar de lado na guerra civil
  • 10. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. O veterano ex-presidente iemenita Ali Abdullah Saleh foi morto num ataque à beira de uma estrada nesta segunda-feira depois de mudar de lado na guerra civil do Iêmen, abandonando os seus aliados houthis, alinhados com o Irã, e passando a favorecer a coalizão liderada pelos sauditas, disseram adversários e simpatizantes. Fontes na milícia houthi disseram que os seus combatentes pararam o veículo blindado de Saleh com um foguete nos arredores da capital Sana e o mataram a tiros. Fontes no partido de Saleh confirmaram que ele morreu num ataque ao seu comboio. Num discurso transmitido pela TV nesta segunda-feira, Abdul Malik al-Houthi, líder dos houthis, celebrou a morte de Saleh como uma vitória contra o bloco liderado pelos sauditas, cumprimentando o Iêmen pelo “histórico, excepcional e grande dia, no qual a conspiração traidora fracassou, este dia negro para as forças da agressão”. Ele declarou que os houthis manteriam o sistema republicano do Iêmen e não buscariam se vingar do partido de Saleh. Simpatizantes dos houthis saíram com os seus carros às ruas, cantando canções de guerra. Al-Houthi chamou o lançamento de um míssil anunciado pelo grupo contra os Emirados Árabes nesta semana como uma mensagem aos inimigos, aconselhando contra investimentos estrangeiros nos Emirados Árabes e na Arábia Saudita. Saleh, 75 anos, havia dito num discurso no sábado que ele estava pronto para uma “nova página” nos laços com a coalizão e chamou os houthis de uma “milícia golpista”.
  • 11. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Trump sanciona reforma tributária na Casa Branca
  • 12. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. O presidente dos EUA, Donald Trump, sancionou nesta sexta-feira (22) na Casa Branca a reforma tributária aprovada pelo Senado americano. Ele havia anunciado a assinatura mais cedo em um tuíte. “Vou assinar o maior corte de impostos e reforma tributária de todos os tempos no Salão Oval. Também vou assinar uma emenda muito necessária de US$ 4 bilhões para mísseis de defesa”, escreveu. A reforma foi aprovada no Senado na madrugada de quarta-feira (20), no que foi considerado uma grande vitória da bancada Republicana e a primeira vitória de Trump no Legislativo desde o início de seu mandato, em janeiro. O texto destina-se principalmente a reduzir impostos sobre as empresas, diminuindo suas contribuições para o Tesouro de 35% para 21%, e as grandes rendas, com a criação de sete novos tipos de pagamento de impostos para indivíduos. De acordo com o cálculo elaborado pelo Escritório independente de Orçamento do Congresso (CBO), a reforma promovida pelos republicanos somará US$ 1,45 trilhões ao déficit nacional dos Estados Unidos na próxima década. Outro destaque é a redução de imposto sobre herança: a reforma dobra o atual número livre de impostos sobre as heranças, que passa de US$ 5,5 para US$ 11 milhões para os indivíduos e de US$ 11 a US$ 22 milhões para os casamentos. Estas e outras medidas fazem parte do que se considera como o maior corte tributário desde o realizado pelo ex-presidente Ronald Reagan, em 1986.
  • 13. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Trump resgata Guerra Fria e aponta Rússia e China como ameaças à prosperidade dos EUA Nova estratégia de Segurança Nacional devolve o mundo ao conflito entre superpotências e descarta mudança climática como perigo
  • 14. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. China e Rússia são, para os EUA, duas potências “revisionistas” que pretendem erodir a prosperidade norte-americana e criar um mundo diametralmente oposto aos valores norte-americanos. Essa é a coluna vertebral da estratégia de segurança apresentada nesta segunda-feira por Donald Trump, um documento que descarta a mudança climática como ameaça, recupera a linguagem de rivalidade da Guerra Fria e plasma a doutrina de Primeiro a América com a habitual dose de polêmica do "trumpismo". Washington aponta Moscou e Pequim como inimigos, apesar das tentativas de aproximação que o novo presidente norte-americano mostrou desde sua chegada à Casa Branca. A estratégia de segurança foi divulgada no 11º mês da era Trump, fruto, segundo a Casa Branca, de um amplo debate entre funcionários e assessores. No mundo que desenha, a corrida entre superpotências volta ao primeiro plano depois de anos de algo parecido com uma trégua ou, pior, um descuido. “Depois de ser desprezada como um fenômeno do século passado, a competição entre grandes potências voltou”, diz o documento. E nessa briga, China e Rússia são os rivais a vencer: “Estão decididas a tornar as economias menos livres e menos justas, aumentar seus Exércitos, controlar a informação e reprimir suas sociedades para expandir sua influência”, acrescenta.
  • 15. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. O documento revela, no fundo, a briga entre EUA e China pela hegemonia mundial em um momento no qual o gigante asiático se contrapõe à América de Trump, toma a bandeira da luta contra a mudança climática e desfila pelo Fórum Econômico de Davos como líder econômico alternativo, frente à retirada de Washington dos tratados internacionais. E há dados que preocupam na Casa Branca: a economia chinesa superou a norte-americana no poder de paridade de compra. As referências a outras potências, principalmente a China, como “parceiros estratégicos”, que presidentes democratas como Barack Obama e Bill Clinton costumavam usar agora dão lugar ao termo “concorrente”, uma mudança de perspectiva ao gosto aos falcões que viam no globalismo de Obama um excesso de generosidade ou de ingenuidade.
  • 16. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Suprema Corte libera na íntegra veto migratório de Trump a pessoas de seis países Permissão é válida enquanto disputas legais continuam em andamento em cortes inferiores. Veto a pessoas de países de maioria muçulmana tinha sido parcialmente bloqueado por juízes de cortes inferiores.
  • 17. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. A Suprema Corte dos EUA garantiu nesta segunda-feira (4) uma vitória ao presidente Donald Trump ao permitir que entre plenamente em vigor seu veto migratório a pessoas de seis países da maioria muçulmana enquanto as disputas legais continuam em andamento em cortes inferiores. A corte, com dois de seus nove juízes contrários, cedeu ao pedido de sua administração para suspender as ordens impostas por duas cortes inferiores que haviam bloqueado parcialmente o veto, que é a terceira versão de uma política polêmica que Trump tentou implantar inicialmente uma semana após assumir a presidência, em janeiro. O ato da Corte Suprema significa que o veto agora entrará integralmente em vigor para pessoas que queiram entrar nos EUA vindo do Irã, Líbia, Síria, Iêmen, Somália e Chade. Cortes inferiores tinham antes limitado o alcance do veto a pessoas sem parentes ou outras conexões com os Estados Unidos. O veto de Trump também inclui pessoas da Coreia do Norte e alguns funcionários do governo da Venezuela, mas as cortes inferiores já tinham autorizado essas determinações a entrar em vigor. Trump emitiu seu primeiro veto migratório tendo como alvo diversos países de maioria muçulmana em janeiro, depois lançou uma versão revisada em março, quando o primeiro foi bloqueado por cortes federais. O segundo expirou em setembro, após uma longa batalha judicial e foi substituído pela versão atual.
  • 18. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. EUA decretam 'fim' da neutralidade de rede e decidem que provedor pode controlar acesso à internet Desde 2015 empresas americanas eram proibidas de dar preferência no tráfego para determinados serviços.
  • 19. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil.
  • 20. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil.
  • 21. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Eleições na Catalunha: independentistas reservam maioria das cadeiras no parlamento
  • 22. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Com 99,8% dos votos apurados, os partidos independentistas da Catalunha garantiram a maioria absoluta do parlamento regional nas eleições realizadas nesta quinta-feira (21). Segundo os resultados até agora, os três partidos que defendem a independência obtiveram 70 cadeiras do parlamento, duas a mais do que é necessário para garantir a maioria absoluta na casa de 135 lugares. Formam o grupo a favor da separação o Junts per Catalunya, liderado pelo ex- presidente regional Carles Puigdemont, a Esquerda Republicana (ERC), do ex-vice- presidente Oriel Junqueras, e a Candidatura de Unidade Popular (CUP). Apesar disso, o partido mais votado foi o Ciudadanos, contrário à independência da Catalunha, com 37 cadeiras. O voto não é obrigatório, mas 81,9% dos 5,3 milhões de catalães participaram. Isso representa um crescimento de 6% em relação às eleições de 2015. Caso esse número se confirme, será batido o recorde de 1982, quando 79,9% dos eleitores compareceram às urnas.
  • 23. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Reino Unido e UE chegam a acordo, e Brexit avança para segunda fase Representantes do Reino Unido e da União Europeia (UE) anunciaram nesta sexta-feira (8) terem chegado a um acordo na primeira fase das negociações da saída dos britânicos do bloco, conhecido como Brexit. Com isso, tudo indica que as partes partem agora para uma segunda fase, mais delicada, de conversas. Nesta, devem ser discutidos como ficam os acordos comerciais após a separação, programada para acontecer em março de 2019. Uma das principais decisões tomadas em Bruxelas durante a semana foi a garantia de não se estabelecer uma "fronteira dura" (com postos de controle) entre a Irlanda, integrante da UE, e a Irlanda do Norte, que faz parte do Reino Unido. O temor era que um rompimento pouco amigável prejudicasse a economia da ilha, em ambos os lados. Direitos sociais de estrangeiros são mantidos Outra das condições impostas pela UE para avançar nas negociações foi a manutenção das garantias sociais dos cidadãos europeus que moram no Reino Unido. Segundo uma declaração conjunta das partes, estes continuarão a ter acesso a políticas de assistência social e acesso ao sistema de saúde, entre outras garantias. "O acordo a que chegamos irá garantir os direitos de mais de três milhões de cidadãos da UE que vivem no Reino Unido, e de mais de um milhão de cidadãos britânicos na UE", declarou May. Uma "taxa de divórcio" a ser paga por Londres ao bloco também foi acordada. Segundo a Reuters, negociadores estimam que os encargos financeiros do Reino Unido à UE fiquem entre 40 e 45 bilhões de euros. Juncker disse que decisão irá agora para os 28 líderes da UE, que se reunirão na próxima semana, em Bruxelas (Bélgica).
  • 24. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Sebastián Piñera é eleito presidente do Chile pela 2ª vez
  • 25. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Sebastián Piñera, ex-presidente conservador e representante da coalização de centro-direita "Vamos Chile", venceu o segundo turno das eleições presidenciais chilenas deste domingo (17). Ele vai suceder Michelle Bachelet a partir de março do ano que vem. Aos 99,9% da apuração, Piñera conquistou 54,58% dos votos e seu rival, Alejandro Guillier, 45,42%. Guillier reconheceu uma "dura derrota" e parabenizou Piñera pela vitória. A presidente Bachelet também telefonou para parabenizá-lo por sua vitória. Aos 67 anos, o detentor de uma fortuna estimada em US$ 2,7 bilhões, de acordo com a revista "Forbes", Piñera era o candidato preferido entre empresários e investidores para comandar os rumos do país. Com a vitória, ele será o único político de direita a governar o Chile em duas ocasiões. Seu primeiro mandato foi entre 2010 e 2014, quando também sucedeu Bachelet.
  • 26. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Congresso peruano rejeita impeachment do presidente Pedro Pablo Kuczynski
  • 27. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Após quase 14 horas de sessão, o Congresso peruano não conseguiu votos suficientes para o impeachment do presidente Pedro Pablo Kuczynski por “incapacidade moral”. O processo foi aberto dias depois de a empreiteira brasileira Odebrecht revelar o pagamento de propinas milionárias a empresas ligadas a ele. Para o impeachment de Kuczynski, conhecido como PPK, eram necessários 87 votos dos parlamentares. No entanto, o plenário contabilizou 78 votos a favor da saída do presidente peruano, 19 contra e 21 abstenções. Kuczynski sempre negou as acusações e disse que o processo foi baseado em uma mentira. Nesta quinta, antes da votação, ele apresentou sua defesa perante o Congresso. Segundo a agência EFE, Kuczynski explicou que é proprietário da empresa Westfield Capital, dedicada a assessoria financeira, desde 1992, bem como que, quando foi ministro do governo de Alejandro Toledo (2001-2006), a companhia foi administrada por seu ex-sócio Gerardo Sepúlveda.
  • 28. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Kuczynski explicou que foi Sepúlveda quem assinou e geriu um contrato de assessoria financeira da Odebrecht e que ele nunca soube do mesmo porque levantou uma "muralha chinesa" para distanciar-se da atividade privada de sua companhia. "Existem provas que demonstram que Gerardo Sepúlveda era o gerente da companhia, que assinava os contratos e desenvolvia os serviços, assim reconhece a Odebrecht", indicou Kuczynski. O presidente acrescentou que "a norma proíbe que [um funcionário público] gerencie interesses próprios ou de terceiros, mas os dividendos que um empresário recebe por parte de uma empresa são pela propriedade da mesma, não por sua gestão". A Odebrecht admitiu ter pago US$ 29 milhões em propinas para obter obras no Peru entre 2004 e 2015, período que abarcou os governos de Alejandro Toledo (2001- 2006), do qual Kuczynski foi ministro; Alan García (2006-2011); e Ollanta Humala (2011-2016). Humala permanece em prisão preventiva, acusado de receber US$ 3 milhões para sua campanha eleitoral de 2011, enquanto que contra Toledo pesa uma ordem de extradição dos Estados Unidos, por supostamente receber US$ 20 milhões em propinas para conceder à Odebrecht a construção de uma rodovia.
  • 29. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Presidente do Peru dá indulto humanitário a Alberto Fujimori
  • 30. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. O ex-presidente Alberto Fujimori recebeu neste domingo (24) o indulto humanitário dado pelo presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski (PPK). Fujimori cumpre desde 2009 uma pena de 25 anos de prisão por crimes contra a humanidade e corrupção. Segundo a imprensa local, Kuczynski teria oferecido o perdão a Fujimori para que seu filho, o deputado Kenji Fujimori, e outros nove deputados se abstivessem na votação que rejeitou seu impeachment, na última sexta-feira (22). Alberto Fujimori foi destituído em 21 de novembro de 2000 "por incapacidade moral permanente", antes de partir para o Japão, onde permaneceu por vários anos. Extraditado do Chile em 2007, foi condenado a 25 anos de prisão. Na véspera, Fujimori, 79, foi transferido da prisão onde cumpria pena para um hospital devido a uma queda de pressão. O ex-mandatário foi levado de ambulância para uma clínica particular na capital do país, Lima, acompanhado de seu filho. Em setembro passado, ele havia dito, em sua conta no Twitter, que sofre de uma forma de arritmia que já motivara duas internações. O relatório da junta médica justifica o indulto dizendo que Fujimori padece de uma doença "terminal, degenerativa e incurável", embora não esclareça qual é, e que as "condições carcerárias significam um risco grave à sua vida, saúde e integridade".
  • 31. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Crimes contra a humanidade Fujimori foi eleito presidente em 1990, depois de enfrentar nas urnas o escritor Mario Vargas Llosa. No fim dos anos 80, o país sofria com a violência política e com a hiperinflação, herança do primeiro governo do presidente, Alan García. Ameaçado pelo Sendero Luminoso, Fujimori armou uma ofensiva contra grupos subversivos no país. Após assumir a presidência, Fujimori fechou o Congresso dois anos depois, convocou uma Assembleia Constituinte e reabriu o Parlamento em 1995, tomando o controle de todas as instituições do Estado. Naquele ano foi reeleito e em 2000, após uma nova reeleição, renunciou ao cargo em meio a um escândalo de compra de votos parlamentários e de linhas editoriais de meios de comunicação. Fujimori cumpria a condenação por ser autor imediato do assassinato de 25 pessoas pelas mãos de um esquadrão da morte, durante sua luta contra a guerrilha. O primeiro massacre incluído no processo remonta a novembro de 1991. Enquanto festejavam em um edifício de Barrios Altos, 15 moradores desse bairro pobre de Lima, entre os quais uma criança de 8 anos, foram mortos crivados de balas por um esquadrão da morte composto por militares. Em julho de 1992 foram nove estudantes e um professor que desapareceram da universidade La Cantuta, em Lima. Partes de seus corpos foram encontrados meses depois, calcinadas e enterradas em um terreno baldio: as dez vítimas tinham sido assassinadas pelo mesmo esquadrão, o Grupo Colina, criado para eliminar os militantes do Sendero Luminoso.
  • 32. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Durante a ofensiva movida por Fujimori, 70 mil pessoas perderam a vida - muitas delas inocentes. Em 2000, foram descobertos dezenas de vídeos com os subornos realizados por Vladimiro Montesinos, braço direito de Fujimori, a e empresários. Diante do escândalo, Fujimori fugiu para o Japão, de onde enviou uma carta de renúncia. Em 2005, ao viajar ao Chile, foi preso e dois anos depois extraditado ao Peru, onde estava preso desde 2007.
  • 33. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Governo vai declarar 'persona non grata' representante da Venezuela no Brasil, diz Itamaraty
  • 34. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. O Ministério das Relações Exteriores informou nesta terça-feira (26) que irá declarar o encarregado de negócios da Venezuela no Brasil, Gerardo Antonio Delgado Maldonado, "persona non grata". Na prática, com a medida do Itamaraty, ele terá de deixar o país. A declaração de "persona non grata" a Maldonado acontece três dias após a Venezuela ordenar a expulsão do embaixador do Brasil no país, Ruy Carlos Pereira. • ANC Venezuelana – “persona non grata” Embaixador brasileiro Ruy Carlos Pereira e o Encarregado de Negócios do Canadá. ✓Embaixador brasileiro – pelo fato de o país ter "vulnerado" o "fio constitucional". ✓Encarregado de Negócios do Canadá – “intromissão permanente e insistente, grosseira e vulgar nos assuntos internos de Venezuela”.
  • 35. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. PIB cresce 0,1% no 3º trimestre, na terceira alta seguida
  • 36. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 0,1% no terceiro trimestre deste ano, na terceira alta seguida na comparação com os três meses anteriores. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em valores correntes, o PIB alcançou R$ 1,6 trilhão. Entre os setores da economia, indústria e serviços avançaram, enquanto a agricultura registrou retração no terceiro trimestre. A indústria cresceu 0,8%, influenciada pelas indústrias de transformação (1,4%) e extrativa (0,2%). Já o setor de serviços avançou 0,6%, diante do resultado positivo do comércio (1,6%). Na contramão, a agropecuária recuou 3%, após uma queda de 2,3% no trimestre anterior e de uma forte alta de 12,9% de janeiro a março.
  • 37. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. No décimo corte consecutivo, Copom baixa juro básico para 7% ao ano; taxa Selic é a menor desde 1986
  • 38. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou nesta quarta-feira (6) o corte da taxa básica de juros da economia brasileira de 7,5% para 7% ao ano. Essa foi a décima redução seguida na Selic, o que levou a taxa ao menor patamar desde o início da série histórica do Banco Central, em 1986, ou seja, em pouco mais de 30 anos. Taxa real e juros bancários elevados Com a redução de juros promovida pelo Copom nesta quarta-feira, o Brasil caiu de terceiro para quarto lugar no ranking mundial de juros reais (calculados com abatimento da inflação prevista para os próximos 12 meses), compilado pelo MoneYou e pela Infinity Asset Management. Com os juros básicos em 7% ao ano, a taxa real do Brasil soma 2,88% ao ano, atrás da Turquia, da Rússia e da Argentina - com juros reais de 5,87% ao ano, de 4,18% ao ano e de 3% ao ano, respectivamente. Nas 40 economias pesquisadas, a taxa média está negativa em 0,1% ao ano.
  • 39. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Expectativa de vida do brasileiro ao nascer foi de 75,8 anos em 2016, diz IBGE
  • 40. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. A expectativa de vida do brasileiro ao nascer aumentou cerca de três meses em relação ao ano anterior, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (1) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a Tábula de Mortalidade, que o IBGE divulga anualmente, a esperança de vida passou de 75,5 anos em 2015 para 75,8 anos em 2016. As mulheres continuam vivendo mais que os homens, embora as expectativas de vida de ambos os gêneros tenham aumento em relação ao ano anterior. A expectativa de vida dos homens aumentou de 71,9 anos em 2015 para 72,2 anos em 2016, enquanto a das mulheres foi de 79,1 para 79,4 anos. Entre os estados brasileiros, a maior expectativa de vida foi observada em Santa Catarina, 79,1 anos, seguido por Espírito Santo, Distrito Federal e São Paulo, todos com valores acima de 78 anos de idade. Já a menor esperança de vida foi encontrada no Maranhão, 70,6 anos. Piauí, Rondônia, Roraima, Alagoas e Amazonas também apresentaram expectativas de vida abaixo de 72 anos. Ainda segundo o levantamento, a expectativa de vida do brasileiro vem aumentando ao longo do tempo. Em 1940, por exemplo, esse valor era de 45,5 anos, sendo 42,9 para homens e 48,3 anos para mulheres – um aumento de 30,3 anos em relação a 2016.
  • 41. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Veja a evolução da expectativa do brasileiro ao nascer (em anos)
  • 42. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Brasil dobra número de presos em 11 anos, diz levantamento; de 726 mil detentos, 40% não foram julgados Estudo divulgado pelo Ministério da Justiça é de junho de 2016. País é o terceiro do mundo em número de detentos. Estado com maior superlotação é o Amazonas (cinco presos por vaga).
  • 43. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Uma nova edição do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) divulgada nesta sexta-feira (8) pelo Ministério da Justiça informa que, em junho de 2016, a população carcerária do Brasil atingiu a marca de 726,7 mil presos, mais que o dobro de 2005, quando o estudo começou a ser realizado. Naquele ano, o Brasil tinha 361,4 mil presos, de acordo com o levantamento. Esses números colocam o país como o terceiro que mais encarcera no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos (2,1 milhões de presos) e China (1,6 milhão de presos). Os 726 mil presos ocupam 368 mil vagas, média de dois presos por vaga. Do total da população encarcerada, 40% são presos provisórios, isto é, ainda sem julgamento, segundo o estudo, desenvolvido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em parceria com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen). A maior população prisional do país está em São Paulo, onde há 240.061 presos. O estado é seguido por Minas, com 68.354, e Paraná, com 51.700. A menor população carcerária está em Roraima, onde foram registrados 2.339 presos.
  • 44. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Superlotação beneficia facções Especialistas ouvidos pelo UOL afirmam que a pesquisa confirma que os presídios brasileiros são palcos de constantes violações de direitos humanos e que a superlotação cria um cenário que favorece a expansão das facções criminosas. "O Estado brasileiro se tornou uma espécie de departamento de RH (Recursos Humanos) para as facções criminosas dentro das prisões", afirma Flávio Werneck, vice-presidente da Federação Nacional de Policiais Federais. "Em boa parte dos presídios ainda vigora a divisão de presos por facção, o que é uma situação absurda, pois os presos ficam à mercê do recrutamento dessas facções.“ Para o ex-policial e atual agente penitenciário federal Carlos Augusto Machado, o sistema penitenciário brasileiro não respeita o princípio constitucional da individualização da pena. "Se este princípio fosse respeitado não veríamos réus primários cumprindo pena no mesmo ambiente em que estão criminosos de alta periculosidade. Não se leva em conta a vida pregressa do acusado antes de estabelecer a pena e o que se tem é esse encarceramento em massa", diz Machado, que preside o sindicato de sua categoria no Paraná. "Não defendo que não se deve punir quem comete crimes, mas a pena tem que ser proporcional à infração", completa Machado.
  • 45. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Governo recua e endurece regras de fiscalização do trabalho escravo Nova portaria amplia conceitos como condição degradante e jornada exaustiva. Também retira exigência de autorização do ministro do Trabalho para divulgação da lista suja de empresas que usem mão de obra escrava.
  • 46. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Em nova portaria sobre trabalho escravo publicada nesta sexta-feira (29), o governo recuou e tornou mais rigorosas as definições de jornada exaustiva e condição degradante do trabalhador, além de ter ampliado outros conceitos para a configuração desse tipo de mão de obra. Com a nova portaria, o governo deixa em vigor no país as regras que já estavam valendo há 14 anos. Em outubro, o governo foi alvo de duras críticas ao editar outra portaria, que tornou mais difícil caracterizar o trabalho escravo. Na nova portaria, que entrou em vigor nesta sexta, o Executivo federal retirou, entre outros pontos, a exigência da autorização do ministro do Trabalho para divulgação da lista suja das empresas autuadas por manter trabalhadores em condição de escravidão. Com as mudanças, auditores do trabalho voltam a ter mais possibilidades de enquadrar um empregador como explorador de mão de obra análoga à escravidão. A norma anterior causou polêmica por ter sido considerada branda nas definições de trabalho análogo à escravidão, além de ter determinado a autorização do ministro para divulgação da lista suja. A primeira portaria, supensa por decisão liminar (provisória) da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi duramente criticada, no Brasil e no exterior, sob a alegação de que limitava a caracterização da jornada exaustiva e das condições degradantes à restrição do direito de ir e vir, ou seja, o trabalhador teria que estar preso. Ao suspender os efeitos da regra, Rosa Weber considerou as medidas inconstitucionais.
  • 47. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Com a polícia parada, Rio Grande do Norte enfrenta onda de violência O Rio Grande do Norte teve, nesta quinta-feira (28), mais um dia sem patrulhamento nas ruas por causa da paralisação de policiais. E bandidos voltaram a atacar na capital e em cidades do interior do estado. Durante a tarde, assaltantes foram presos dentro do quartel da PM. Eles faziam um sequestro-relâmpago, quando a vítima entrou com o carro no Comando Geral de Polícia. Os policiais, que há dez dias estão dentro dos batalhões, atiraram. Dois assaltantes foram presos e um terceiro fugiu. Pela manhã, uma loja de departamentos no Centro de Natal foi invadida por assaltantes armados com espingardas. Eles levaram celulares e relógios das prateleiras. Um vídeo feito logo depois por um cliente da loja mostra que, do lado de fora, um carro dava apoio à ação. Ainda na capital, 15 homens assaltaram uma transportadora. Os bandidos obrigaram os funcionários a colocar mercadoria em um caminhão e foram violentos. Nem delegacia escapou. Bandidos pularam o muro de uma delegacia que está fechada há mais de uma semana e saquearam peças de motos e bicicletas. Em Mossoró, na região oeste do estado, duas lojas foram invadidas. Uma delas, pela segunda vez em 15 dias. Câmeras de segurança registraram o momento em que os ladrões usaram um carro para quebrar a vitrine e, depois, aparecem levando várias peças de roupas. A população está assustada. A Polícia Civil deve decidir, nesta sexta-feira (29), se voltam ou não ao trabalho. Já no caso da Polícia Militar, não existe essa previsão. A categoria diz que não está em greve e que deixou de ir para as ruas por falta de condições de trabalho e o atraso no pagamento do salário. O governo do estado prometeu finalizar a folha de pagamento de novembro na sexta (29). O 13º também não foi pago a nenhum servidor estadual. O governador Robinson Faria, do PSD, contava com o repasse de R$ 600 milhões do governo federal para quitar os salários atrasados. Mas a ajuda foi vetada pelo Ministério da Fazenda depois que o Ministério Público de Contas se manifestou contra o repasse. O governo do estado recorreu ao Tribunal de Contas da União, mas, até agora, não houve resposta. O governador do Rio Grande do Norte disse, nesta quinta-feira (28), que voltou a pedir o envio das Forças Armadas ao estado. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que, na quinta-feira, vai reunir o estado maior das Forças Armadas para decidir se a situação do Rio Grande do Norte se enquadra na chamada "garantia da lei e da ordem", que autoriza a atuação das tropas. Já o Ministério da Justiça confirmou o envio de mais de 30 homens da Força Nacional de Segurança.
  • 48. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Paulo Maluf vai para a cadeia e defesa tenta prisão domiciliar O deputado federal Paulo Maluf se entregou à Polícia Federal, em São Paulo. Prisão foi determinada pelo Supremo Tribunal Federal.
  • 49. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. O deputado federal Paulo Maluf se entregou nesta quarta-feira (20) à Polícia Federal, em São Paulo. A prisão dele foi determinada na terça-feira pelo Supremo Tribunal Federal. Na terça-feira (19), ao responder a um recurso da defesa, o ministro Edson Fachin, do STF, determinou que a pena começasse a ser cumprida imediatamente. Fachin alegou que os recursos tinham um caráter "meramente protelatório", ou seja, a defesa não negava as acusações, só tentava retardar o cumprimento da pena. O advogado de Maluf se disse surpreso. A defesa recorreu da decisão e entrou com pedido de prisão domiciliar, alegando que Maluf é cardíaco, tem idade avançada, hérnia de disco e está se tratando de um câncer. “Ele tem 86 anos, ele ficar em casa, em domiciliar, até o julgamento do...Porque agora, nós estamos numa situação difícil, a defesa”, diz Ricardo Tosto, advogado de Paulo Maluf. O Ministério Público Federal comemorou a decisão, 11 anos depois de oferecida a denúncia. Na investigação, os procuradores localizaram numa conta de Maluf nas Ilhas Jersey, US$ 90 milhões, o equivalente a R$ 296 milhões. “Com o trânsito em julgado, com o início da execução da pena, ela proporciona que o Brasil faça a repatriação desses recursos”, afirma Rodrigo de Grandis, procurador de Justiça. No fim do dia, o juiz de execuções penais do Distrito Federal determinou que Paulo Maluf seja transferido imediatamente para o centro de detenção provisória da Papuda, em Brasília, onde há uma ala específica para presos idosos. A sentença do STF também determina a cassação do mandato de Paulo Maluf. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse que ainda não foi notificado sobre esse pedido. “Na minha avaliação, há uma jurisprudência que o plenário da Câmara que decide. Sobre a perda de mandato. A prisão não. A decisão de Fachin já está sendo respeitada”, afirmou Maia.
  • 50. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Gilmar Mendes manda soltar Garotinho e presidente do PR
  • 51. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. O ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou nesta quarta-feira (20/12) a libertação do ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e do presidente do PR, Antônio Carlos Rodrigues, presos por determinação do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). Também foi libertado Fabiano Rosas Alonso, investigado no mesmo inquérito. Gilmar atendeu a pedido de habeas corpus apresentado pela defesa de Garotinho e avaliou “não haver requisitos” para a prisão preventiva do ex-governador. “Como se observa, nesta primeira parte da decisão, o TRE simplesmente relata o modus operandi dos alegados crimes praticados [organização criminosa, corrupção passiva, extorsão e lavagem de dinheiro], sem indicar, concretamente, nenhuma conduta atual do paciente que revele, minimamente, a tentativa de afrontar a garantia da ordem pública ou econômica, a conveniência da instrução criminal ou assegurar a aplicação da lei penal”. No caso de Antônio Carlos Rodrigues e seu genro, Fabiano Rosas Alonso, Gilmar Mendes considerou a situação semelhante à de Garotinho e afirmou que não foi indicada concretamente nenhuma conduta dos dois em afrontar a garantia da ordem pública, a instrução criminal ou a aplicação da lei penal, o que justificaria a prisão preventiva. Garotinho foi preso no dia 22 de novembro, junto com sua a mulher, a também ex- governadora Rosinha Garotinho, acusado da prática dos crimes de corrupção, concussão, participação em organização criminosa e falsidade na prestação das contas eleitorais. Ele e o presidente do PR são acusados de receber caixa 2 do grupo JBS. Rosinha foi solta no dia 29 de novembro com medidas cautelares, como o uso de tornozeleira. Rodrigues só se apresentou à polícia dia 28, após ser considerado foragido.
  • 52. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Movimento de mulheres que denunciaram o assédio é escolhido 'personalidade de 2017' pela revista 'Time'
  • 53. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. O movimento das mulheres que denunciaram o assédio sexual, conhecido como #MeToo, foi escolhido "personalidade do ano 2017" pela revista norte-americana "Time". O anúncio foi feito nesta quarta- feira (6). "The Silence Breakers" reúne um vasto grupo de pessoas, em sua maioria mulheres, que denunciou as agressões sexuais cometidas pelo megaprodutor hollywoodiano Harvey Weinstein. Outras pessoas seguiram o exemplo compartilhando histórias de abuso com a hashtag #MeToo. O objetivo do grupo é aumentar a conscientização sobre o assédio sexual e o estupro. "Esta é a mudança social mais rápida que vimos em décadas e começou com atos individuais de coragem por centenas de mulheres – e também alguns homens – que se apresentaram para contar suas próprias histórias", afirmou o editor-chefe da revista, Edward Felsenthal, ao "Today show", do canal NBC.
  • 54. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Brasil terá base curricular que será referência para todas as escolas Foi aprovada, nesta sexta-feira (15), a Base Nacional Comum Curricular para a educação Infantil e o ensino fundamental. O documento serve de referência para todas as escolas do país, públicas e particulares. É a primeira vez que o Brasil tem uma base comum curricular. As discussões começaram em 2015. O documento vai orientar pais e professores sobre os direitos de aprendizagem dos estudantes na educação básica, estabelecendo uma formação comum. A base prevê que a alfabetização ocorra nos dois primeiros anos do ensino fundamental, quando a criança tem entre 7 e 8 anos. Hoje, o Plano Nacional de Educação determina que o aluno esteja alfabetizado até o terceiro ano, dos 8 aos 8 anos. O ensino fundamental está organizado em cinco áreas do conhecimento: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e ensino religioso. Mas o Conselho Nacional de Educação ainda vai decidir se o ensino religioso vai ficar mesmo como área de conhecimento ou se será incorporado como parte do currículo de ciências humanas. A base também terá impacto na formação de professores, na compra de livros didáticos e na elaboração de exames em larga escala, como a Avaliação Nacional de Alfabetização. “Eu acredito que foi um grande avanço, que a base vai certamente contribuir para reduzir as desigualdades educacionais, melhorar a qualidade dos aprendizados e vai servir como referencial muito importante para revisão e adequação dos currículos”, disse a secretária- executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro.
  • 55. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Brasil terá base curricular que será referência para todas as escolas Foi aprovada, nesta sexta-feira (15), a Base Nacional Comum Curricular para a educação Infantil e o ensino fundamental. O documento serve de referência para todas as escolas do país, públicas e particulares. É a primeira vez que o Brasil tem uma base comum curricular. As discussões começaram em 2015. O documento vai orientar pais e professores sobre os direitos de aprendizagem dos estudantes na educação básica, estabelecendo uma formação comum. A base prevê que a alfabetização ocorra nos dois primeiros anos do ensino fundamental, quando a criança tem entre 7 e 8 anos. Hoje, o Plano Nacional de Educação determina que o aluno esteja alfabetizado até o terceiro ano, dos 8 aos 8 anos. O ensino fundamental está organizado em cinco áreas do conhecimento: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e ensino religioso. Mas o Conselho Nacional de Educação ainda vai decidir se o ensino religioso vai ficar mesmo como área de conhecimento ou se será incorporado como parte do currículo de ciências humanas. A base também terá impacto na formação de professores, na compra de livros didáticos e na elaboração de exames em larga escala, como a Avaliação Nacional de Alfabetização. “Eu acredito que foi um grande avanço, que a base vai certamente contribuir para reduzir as desigualdades educacionais, melhorar a qualidade dos aprendizados e vai servir como referencial muito importante para revisão e adequação dos currículos”, disse a secretária- executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro.
  • 56. “Precisava de uma estratégia para ganhar tempo. Queria passar no próximo. As estatísticas não me ajudavam. Mas sabia que toda regra tem exceção. Queria ser uma. Foi assim que encontrei o Estratégia Concursos.” - Érico Vieira, aprovado para Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. A base nacional comum curricular vai ser homologada pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, na próxima semana. Depois disso, já pode ser adotada. Todas as escolas devem adaptar os currículos em 2018 para implementar a base até 2020. “Obviamente que ela não é um documento perfeito, nós mesmos entendemos que ao longo do processo, aperfeiçoamentos deverão ser feitos, com as escutas que nós vamos fazer da sociedade”, afirmou o presidente do Conselho Nacional de Educação, Eduardo Deschamps. A base curricular é uma aspiração antiga, já prevista na Constituição de 1988. Especialistas dizem que definir isso agora é um grande passo para que o país avance na educação. “Ganhar ou perder o jogo vai depender da implementação que a gente vai construir daqui em diante. E essa implementação ela depende muito, é determinante, a atuação dos estados e municípios”, disse a presidente-executiva do Todos Pela Educação, Priscila Cruz. “A gente tem a chance de ver um Brasil muito diferente e de garantir que toda criança brasileira tenha uma educação da qualidade que todos nós desejamos que elas tenham”, explicou o diretor da Fundação Lemann, Denis Mizne. O Ministério da Educação declarou que a base nacional comum curricular do ensino médio deve ser enviada ao Conselho Nacional de Educação no primeiro semestre de 2018.