SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
E. E. Antonio Pinto Pereira

   Prof.ª Marilze Alves
     Organização em Empresas

Gestão e Planejamento Organizacional


  Técnico em Comércio
EMPRESAS COMO SISTEMAS
•As coisas vivas são sistemas abertos com
entradas e saídas em constante intercâmbio


•A empresa constitui um sistema - um
conjunto de elementos dinamicamente inter-
relacionados     quedesenvolvem        uma
atividade ou função para atingir um ou mais
propósitos
EMPRESA COMO SISTEMAS

•      Entrada ou insumos (input) - São
    todos os recursos empregados pelo
    sistema,   informação,     mão-de-obra,
    recursos humanos, financeiros e materiais


•      Processamento      ou      operação
    (throughput) – é a conversão das
    entradas em saídas e representa a etapa
    de transformação dos recursos em
    produtos.
EMPRESA COMO SISTEMAS
•     Saídas ou resultados (output) – é a
    conseqüência da reunião os elementos e
    relações do sistema. É o produto final que
    resulta do processamento das entradas.


•     Retroação (feedback) – é o mecanismo
    responsável pelo equilíbrio e estabilidade
    do sistema, o elemento básico da
    retroação é a informação e o objetivo
    principal é o controle para evitar desvios.
EMPRESA COMO SISTEMAS


Retroação (feedback) – é o mecanismo
 responsável pelo equilíbrio e estabilidade
 do sistema, o elemento básico da
 retroação é a informação e o objetivo
 principal é o controle para evitar desvios.
EMPRESA- SISTEMA DE
           SUBSISTEMAS

•       Modelo Shareholders : empresa –
           acionistas proprietários


    •   Modelo Stakeholder : empresa –
          proprietários/acionistas,
A EMPRESA COMO SISTEMA E
         SUBSISTEMA
• Conforme    esquema   pág.     21    –
Empresa(sistema)     com        diversos
subsistemas


• Ambiente ou subsistemas: são partes do
sistema em que se desenvolvem as
atividades interdependentes – conforme
esquema pag.22
NÍVEIS ORGANIZACIONAIS
As empresas possuem três níveis hierárquicos: nível institucional,
         nível mediador ou gerencial e o nível técnico.
                  •   Esquema apostila pag. 23


•    Nível institucional     Problemas Empresariais
•    (presidente/diretor)      Amplos e Complexos


•    Nivel Intermediário        Problemas Administrativos
•    (gerentes)                  Intermediários e Internos
                                  Ajustamento Interno
Alinhamento Organizacional
• As empresas requerem uma conjunção
de crenças, idéias, princípios e valores que
dão consistência e identidade própria.
• Todo negócio deve ter uma missão a
cumprir; de ter uma visão do futuro e definir
valores que pretende consagrar. Tudo isso
tem que ser muito claro para todos os
envolvidos saberem exatamente o que
fazer, como, quando e onde.
Missão organizacional

• A missão significa a razão de ser do próprio
negócio, refere-se a natureza da organização


•      Exemplo de Missão: UNIMED: “Agregar
    profissionais médicos para a desfesa do
    exercício liberal, ético e qualitativo de sua
    profissão, com adequadas condições de
    trabalho e remuneração justa”.
Princípios e valores organizacionais

• Valores são as crenças e atitudes básicas
que definem o comportamento do indivíduo
em uma organização


• Exemplos de valores organizacionais:
pessoas,       liderança       honestidade,
integridade, confiança, paixão por vencer,
responsabilidade corporativa e social, etc.
Visão organizacional

• É um ponto no futuro em torno do qual a
organização deseja que as pessoas que
nela trabalham dirijam seus esforços


•     Exemplo de visão: SBT: Ser o
    segundo canal de televisão brasileiro
    em audiência.
Missão                       Visão
●
    Inclui o negócio da      ●
                                 É o que sonha no
      empresa                     negócio
●
    É o ponto de partida     ●
                                 É aonde vamos
●
    Carteira de identidade   ●
                                 Passaporte para o
     da empresa                   futuro
●
    Identifica quem somos    ●
                                 Projeta quem
●
    Da rumo à empresa             desejamos ser
●
    É orientadora            ●
                                 Energiza a empresa
●
    Vocação p/eternidade     ●
                                 É inpsiradora
●
                             ●
                                 Mutável cfe desafios
Papel da empresa

• Satisfazer   uma     necessidade     da
sociedade, do mercado ou do cliente: toda
empresa tem uma finalidade bem definida


• Gerar riqueza e agregar valor


• Distribuir a riqueza gerada

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Encontro 6 - 2017 - gestão da mudança organizacional
Encontro 6 - 2017 - gestão da mudança organizacionalEncontro 6 - 2017 - gestão da mudança organizacional
Encontro 6 - 2017 - gestão da mudança organizacionaladanipalma
 
Fundamentos de administração 2
Fundamentos de administração 2Fundamentos de administração 2
Fundamentos de administração 2Andrey Martins
 
Técnicas Organizacionais
Técnicas OrganizacionaisTécnicas Organizacionais
Técnicas OrganizacionaisAndrey Martins
 
Cultura e clima organizacional aula4
Cultura e clima organizacional aula4Cultura e clima organizacional aula4
Cultura e clima organizacional aula4Nome Sobrenome
 
Aula 3 missão visão e valores
Aula 3   missão visão e valoresAula 3   missão visão e valores
Aula 3 missão visão e valoresIsabella Nogueira
 
Gestão e Organização de Empresas parte 1
Gestão e Organização de Empresas parte 1Gestão e Organização de Empresas parte 1
Gestão e Organização de Empresas parte 1André Silva
 
Aula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e OrganizaçãoAula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e OrganizaçãoProf. Leonardo Rocha
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de PessoasPBNP_
 
Gestão do Conhecimento e da Inovação: modelos de gestão de importância estrat...
Gestão do Conhecimento e da Inovação: modelos de gestão de importância estrat...Gestão do Conhecimento e da Inovação: modelos de gestão de importância estrat...
Gestão do Conhecimento e da Inovação: modelos de gestão de importância estrat...Cicilha Costa
 
Cultura e clima organizacional aula2
Cultura e clima organizacional aula2Cultura e clima organizacional aula2
Cultura e clima organizacional aula2Nome Sobrenome
 
Modelos de Gestão
Modelos de GestãoModelos de Gestão
Modelos de GestãoRafael Gomes
 
Noções de Empreendedorismo - Games SENAC (Parte 2)
Noções de Empreendedorismo - Games SENAC (Parte 2)Noções de Empreendedorismo - Games SENAC (Parte 2)
Noções de Empreendedorismo - Games SENAC (Parte 2)Thiago Costa
 
Processos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de Grupo
Processos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de GrupoProcessos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de Grupo
Processos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de GrupoJoão Silva
 
Noções de Empreendedorismo Games - SENAC (Parte 1)
Noções de Empreendedorismo Games - SENAC (Parte 1)Noções de Empreendedorismo Games - SENAC (Parte 1)
Noções de Empreendedorismo Games - SENAC (Parte 1)Thiago Costa
 
1 quem é a forza
1   quem é a forza1   quem é a forza
1 quem é a forzaForza-POA
 
Palestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXI
Palestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXIPalestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXI
Palestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXIhumberto145
 

Mais procurados (20)

Encontro 6 - 2017 - gestão da mudança organizacional
Encontro 6 - 2017 - gestão da mudança organizacionalEncontro 6 - 2017 - gestão da mudança organizacional
Encontro 6 - 2017 - gestão da mudança organizacional
 
Fundamentos de administração 2
Fundamentos de administração 2Fundamentos de administração 2
Fundamentos de administração 2
 
Técnicas Organizacionais
Técnicas OrganizacionaisTécnicas Organizacionais
Técnicas Organizacionais
 
Cultura e clima organizacional aula4
Cultura e clima organizacional aula4Cultura e clima organizacional aula4
Cultura e clima organizacional aula4
 
Aula 3 missão visão e valores
Aula 3   missão visão e valoresAula 3   missão visão e valores
Aula 3 missão visão e valores
 
Gestão e Organização de Empresas parte 1
Gestão e Organização de Empresas parte 1Gestão e Organização de Empresas parte 1
Gestão e Organização de Empresas parte 1
 
Marketing aula 4
Marketing aula 4Marketing aula 4
Marketing aula 4
 
Aula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e OrganizaçãoAula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e Organização
 
Marketing aula 1
Marketing aula 1Marketing aula 1
Marketing aula 1
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Gestão do Conhecimento e da Inovação: modelos de gestão de importância estrat...
Gestão do Conhecimento e da Inovação: modelos de gestão de importância estrat...Gestão do Conhecimento e da Inovação: modelos de gestão de importância estrat...
Gestão do Conhecimento e da Inovação: modelos de gestão de importância estrat...
 
Cultura e clima organizacional aula2
Cultura e clima organizacional aula2Cultura e clima organizacional aula2
Cultura e clima organizacional aula2
 
Trabalho(1)[1]
Trabalho(1)[1]Trabalho(1)[1]
Trabalho(1)[1]
 
Modelos de Gestão
Modelos de GestãoModelos de Gestão
Modelos de Gestão
 
Noções de Empreendedorismo - Games SENAC (Parte 2)
Noções de Empreendedorismo - Games SENAC (Parte 2)Noções de Empreendedorismo - Games SENAC (Parte 2)
Noções de Empreendedorismo - Games SENAC (Parte 2)
 
Processos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de Grupo
Processos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de GrupoProcessos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de Grupo
Processos Gerenciais - Trabalho Interdisciplinar de Grupo
 
Noções de Empreendedorismo Games - SENAC (Parte 1)
Noções de Empreendedorismo Games - SENAC (Parte 1)Noções de Empreendedorismo Games - SENAC (Parte 1)
Noções de Empreendedorismo Games - SENAC (Parte 1)
 
1 quem é a forza
1   quem é a forza1   quem é a forza
1 quem é a forza
 
Palestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXI
Palestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXIPalestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXI
Palestra QUALIDADE E COMPETITIVIDADE NO SÉCULO XXI
 
Desafios da gestão empresarial
Desafios da gestão empresarialDesafios da gestão empresarial
Desafios da gestão empresarial
 

Destaque

Game MEDAL HONOR BASICAS
Game MEDAL HONOR BASICASGame MEDAL HONOR BASICAS
Game MEDAL HONOR BASICASVitor Santos
 
Padre rico padre pobre
Padre rico padre pobrePadre rico padre pobre
Padre rico padre pobrenatalitamichel
 
Promoção da biodiversidade apresentação
Promoção da biodiversidade apresentaçãoPromoção da biodiversidade apresentação
Promoção da biodiversidade apresentaçãoClaudio Jardim
 
Programas de Capacitação - HBK Consultoria - 2013
Programas de Capacitação - HBK Consultoria - 2013Programas de Capacitação - HBK Consultoria - 2013
Programas de Capacitação - HBK Consultoria - 2013HBK Consultoria
 
Evolución de internet
Evolución de internet Evolución de internet
Evolución de internet lara
 
Franchising Enny Monaco Gioielli Italiani dal 1971
Franchising Enny Monaco Gioielli Italiani dal 1971Franchising Enny Monaco Gioielli Italiani dal 1971
Franchising Enny Monaco Gioielli Italiani dal 1971Enny Monaco Corporate srl
 
Slideshare sjordi primaria 3m
Slideshare sjordi primaria 3mSlideshare sjordi primaria 3m
Slideshare sjordi primaria 3mGTV Escola Garbí
 
Certificat de reconeixement de martí i franquès
Certificat de reconeixement de martí i franquèsCertificat de reconeixement de martí i franquès
Certificat de reconeixement de martí i franquèsPreud'osle Fmrrn
 
Research questionaire
Research questionaireResearch questionaire
Research questionairebenledge
 
Johnson-Christin
Johnson-ChristinJohnson-Christin
Johnson-Christinmryoe
 
Reading week07 zultner_blitz_qfd
Reading week07 zultner_blitz_qfdReading week07 zultner_blitz_qfd
Reading week07 zultner_blitz_qfdhenry KKK
 
Erin black final
Erin black   finalErin black   final
Erin black finalErin Black
 
Natogvedashvili xelovneba
Natogvedashvili xelovnebaNatogvedashvili xelovneba
Natogvedashvili xelovnebanatogvedashvili
 
Full score andante
Full score andanteFull score andante
Full score andanteSantyck Sk
 
Registro fotografico
Registro fotograficoRegistro fotografico
Registro fotograficojhonnatan01
 

Destaque (20)

El agua
El aguaEl agua
El agua
 
Game MEDAL HONOR BASICAS
Game MEDAL HONOR BASICASGame MEDAL HONOR BASICAS
Game MEDAL HONOR BASICAS
 
Padre rico padre pobre
Padre rico padre pobrePadre rico padre pobre
Padre rico padre pobre
 
Francia mirian
Francia mirianFrancia mirian
Francia mirian
 
Promoção da biodiversidade apresentação
Promoção da biodiversidade apresentaçãoPromoção da biodiversidade apresentação
Promoção da biodiversidade apresentação
 
Programas de Capacitação - HBK Consultoria - 2013
Programas de Capacitação - HBK Consultoria - 2013Programas de Capacitação - HBK Consultoria - 2013
Programas de Capacitação - HBK Consultoria - 2013
 
Evolución de internet
Evolución de internet Evolución de internet
Evolución de internet
 
Franchising Enny Monaco Gioielli Italiani dal 1971
Franchising Enny Monaco Gioielli Italiani dal 1971Franchising Enny Monaco Gioielli Italiani dal 1971
Franchising Enny Monaco Gioielli Italiani dal 1971
 
Slideshare sjordi primaria 3m
Slideshare sjordi primaria 3mSlideshare sjordi primaria 3m
Slideshare sjordi primaria 3m
 
Certificat de reconeixement de martí i franquès
Certificat de reconeixement de martí i franquèsCertificat de reconeixement de martí i franquès
Certificat de reconeixement de martí i franquès
 
Research questionaire
Research questionaireResearch questionaire
Research questionaire
 
Johnson-Christin
Johnson-ChristinJohnson-Christin
Johnson-Christin
 
Reading week07 zultner_blitz_qfd
Reading week07 zultner_blitz_qfdReading week07 zultner_blitz_qfd
Reading week07 zultner_blitz_qfd
 
Erin black final
Erin black   finalErin black   final
Erin black final
 
Felins a nord linx v
Felins a nord linx vFelins a nord linx v
Felins a nord linx v
 
Blogging
BloggingBlogging
Blogging
 
Natogvedashvili xelovneba
Natogvedashvili xelovnebaNatogvedashvili xelovneba
Natogvedashvili xelovneba
 
Full score andante
Full score andanteFull score andante
Full score andante
 
Registro fotografico
Registro fotograficoRegistro fotografico
Registro fotografico
 
Pemanasan global
Pemanasan globalPemanasan global
Pemanasan global
 

Semelhante a Aula tec comercio_organizacaoemempresas

manual_ufcd0776-organizaao_de_uma_empresa.pptx
manual_ufcd0776-organizaao_de_uma_empresa.pptxmanual_ufcd0776-organizaao_de_uma_empresa.pptx
manual_ufcd0776-organizaao_de_uma_empresa.pptxWilsonFernandesRapos
 
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptxUFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptxNome Sobrenome
 
UFCD 7845 Empresas e o seu meio envolvente.pptx
UFCD 7845 Empresas e o seu meio envolvente.pptxUFCD 7845 Empresas e o seu meio envolvente.pptx
UFCD 7845 Empresas e o seu meio envolvente.pptxScribd917701
 
Pensamento estratégico e geração de vantagem competitiva
Pensamento estratégico e geração de vantagem competitivaPensamento estratégico e geração de vantagem competitiva
Pensamento estratégico e geração de vantagem competitivaBruno Oliveira
 
Conceber diferentemente modelos de negócio sociais
Conceber diferentemente modelos de negócio sociaisConceber diferentemente modelos de negócio sociais
Conceber diferentemente modelos de negócio sociaisSocial Business Models
 
Introduçao a administraçao para a contabilidade
Introduçao  a administraçao para a contabilidadeIntroduçao  a administraçao para a contabilidade
Introduçao a administraçao para a contabilidadeJulliana Alves
 
Um engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenharia
Um engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenhariaUm engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenharia
Um engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenhariaLowrrayny Franchesca
 
Módulo 1 - Aula 2 - Plano de operação da empresa - Sérgio e Viviana.pdf
Módulo 1 - Aula 2 - Plano de operação da empresa - Sérgio e Viviana.pdfMódulo 1 - Aula 2 - Plano de operação da empresa - Sérgio e Viviana.pdf
Módulo 1 - Aula 2 - Plano de operação da empresa - Sérgio e Viviana.pdfMarileneAs
 
Giovanna administracaopublica-modulo01-001
Giovanna administracaopublica-modulo01-001Giovanna administracaopublica-modulo01-001
Giovanna administracaopublica-modulo01-001MGS High School
 
AULA 03 E 04 EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.pptx
AULA 03 E 04  EMPREENDEDORISMO  E INOVAÇÃO.pptxAULA 03 E 04  EMPREENDEDORISMO  E INOVAÇÃO.pptx
AULA 03 E 04 EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.pptxregissousa14
 

Semelhante a Aula tec comercio_organizacaoemempresas (20)

manual_ufcd0776-organizaao_de_uma_empresa.pptx
manual_ufcd0776-organizaao_de_uma_empresa.pptxmanual_ufcd0776-organizaao_de_uma_empresa.pptx
manual_ufcd0776-organizaao_de_uma_empresa.pptx
 
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptxUFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
 
UFCD 7845 Empresas e o seu meio envolvente.pptx
UFCD 7845 Empresas e o seu meio envolvente.pptxUFCD 7845 Empresas e o seu meio envolvente.pptx
UFCD 7845 Empresas e o seu meio envolvente.pptx
 
Pensamento estratégico e geração de vantagem competitiva
Pensamento estratégico e geração de vantagem competitivaPensamento estratégico e geração de vantagem competitiva
Pensamento estratégico e geração de vantagem competitiva
 
Gestão de negócios
Gestão de negóciosGestão de negócios
Gestão de negócios
 
Conceber diferentemente modelos de negócio sociais
Conceber diferentemente modelos de negócio sociaisConceber diferentemente modelos de negócio sociais
Conceber diferentemente modelos de negócio sociais
 
Mensuraçãode resultados
Mensuraçãode resultadosMensuraçãode resultados
Mensuraçãode resultados
 
Clientes
ClientesClientes
Clientes
 
Introduçao a administraçao para a contabilidade
Introduçao  a administraçao para a contabilidadeIntroduçao  a administraçao para a contabilidade
Introduçao a administraçao para a contabilidade
 
PCM, Etapas e Empresa
PCM, Etapas e EmpresaPCM, Etapas e Empresa
PCM, Etapas e Empresa
 
Um engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenharia
Um engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenhariaUm engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenharia
Um engenheiro civil e o seu papel de gerente na obra de engenharia
 
Planejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoPlanejamento Estratégico
Planejamento Estratégico
 
Planejamento Estrátegico
Planejamento EstrátegicoPlanejamento Estrátegico
Planejamento Estrátegico
 
Diagnsticom empresarial-28614
Diagnsticom empresarial-28614Diagnsticom empresarial-28614
Diagnsticom empresarial-28614
 
Módulo 1 - Aula 2 - Plano de operação da empresa - Sérgio e Viviana.pdf
Módulo 1 - Aula 2 - Plano de operação da empresa - Sérgio e Viviana.pdfMódulo 1 - Aula 2 - Plano de operação da empresa - Sérgio e Viviana.pdf
Módulo 1 - Aula 2 - Plano de operação da empresa - Sérgio e Viviana.pdf
 
Giovanna administracaopublica-modulo01-001
Giovanna administracaopublica-modulo01-001Giovanna administracaopublica-modulo01-001
Giovanna administracaopublica-modulo01-001
 
AULA 03 E 04 EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.pptx
AULA 03 E 04  EMPREENDEDORISMO  E INOVAÇÃO.pptxAULA 03 E 04  EMPREENDEDORISMO  E INOVAÇÃO.pptx
AULA 03 E 04 EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.pptx
 
Diagnostico Empresarial
Diagnostico EmpresarialDiagnostico Empresarial
Diagnostico Empresarial
 
Gestao de clientes 2
Gestao de clientes 2Gestao de clientes 2
Gestao de clientes 2
 
Gestão de clientes 1
Gestão de clientes 1Gestão de clientes 1
Gestão de clientes 1
 

Mais de Antonio Pinto Pereira

Anelídeos - 2º Ano Ensino Médio - Biologia
Anelídeos - 2º Ano Ensino Médio - BiologiaAnelídeos - 2º Ano Ensino Médio - Biologia
Anelídeos - 2º Ano Ensino Médio - BiologiaAntonio Pinto Pereira
 
Higiene e Segurança no Trabalho - Técnico em RH
Higiene e Segurança no Trabalho - Técnico em RHHigiene e Segurança no Trabalho - Técnico em RH
Higiene e Segurança no Trabalho - Técnico em RHAntonio Pinto Pereira
 
Divisão do estado de Mato Grosso do Sul
Divisão do estado de Mato Grosso do SulDivisão do estado de Mato Grosso do Sul
Divisão do estado de Mato Grosso do SulAntonio Pinto Pereira
 
Darwin - 3º Ano E. M. - Biologia - APP
Darwin - 3º Ano E. M. - Biologia - APPDarwin - 3º Ano E. M. - Biologia - APP
Darwin - 3º Ano E. M. - Biologia - APPAntonio Pinto Pereira
 
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - JardimReino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - JardimAntonio Pinto Pereira
 
Pontos e linhas - Arte - Escola APP - 3º Ano EF
Pontos e linhas - Arte - Escola APP - 3º Ano EFPontos e linhas - Arte - Escola APP - 3º Ano EF
Pontos e linhas - Arte - Escola APP - 3º Ano EFAntonio Pinto Pereira
 

Mais de Antonio Pinto Pereira (20)

Bibliotecas pelo Mundo - Histórico
Bibliotecas pelo Mundo - HistóricoBibliotecas pelo Mundo - Histórico
Bibliotecas pelo Mundo - Histórico
 
Jardim MS - Sua História
Jardim MS - Sua HistóriaJardim MS - Sua História
Jardim MS - Sua História
 
Janjão o Grandão - Bullying
Janjão o Grandão - BullyingJanjão o Grandão - Bullying
Janjão o Grandão - Bullying
 
Manual de Conduta Hoteleira
Manual de Conduta HoteleiraManual de Conduta Hoteleira
Manual de Conduta Hoteleira
 
Divisão celular I
Divisão celular IDivisão celular I
Divisão celular I
 
Lei de Coulomb - 3º Ano EM
Lei de Coulomb - 3º Ano EMLei de Coulomb - 3º Ano EM
Lei de Coulomb - 3º Ano EM
 
Ondas e sua caracterização
Ondas e sua caracterizaçãoOndas e sua caracterização
Ondas e sua caracterização
 
O átomo e sua estrutura -
O átomo e sua estrutura - O átomo e sua estrutura -
O átomo e sua estrutura -
 
Anelídeos - 2º Ano Ensino Médio - Biologia
Anelídeos - 2º Ano Ensino Médio - BiologiaAnelídeos - 2º Ano Ensino Médio - Biologia
Anelídeos - 2º Ano Ensino Médio - Biologia
 
Higiene e Segurança no Trabalho - Técnico em RH
Higiene e Segurança no Trabalho - Técnico em RHHigiene e Segurança no Trabalho - Técnico em RH
Higiene e Segurança no Trabalho - Técnico em RH
 
Divisão do estado de Mato Grosso do Sul
Divisão do estado de Mato Grosso do SulDivisão do estado de Mato Grosso do Sul
Divisão do estado de Mato Grosso do Sul
 
Planejamento em RH - Técnico em RH
Planejamento em RH - Técnico em RHPlanejamento em RH - Técnico em RH
Planejamento em RH - Técnico em RH
 
Reino Animalia
Reino Animalia Reino Animalia
Reino Animalia
 
Foclore brasileiro - 3º Ano EF
Foclore brasileiro - 3º Ano EFFoclore brasileiro - 3º Ano EF
Foclore brasileiro - 3º Ano EF
 
Darwin - 3º Ano E. M. - Biologia - APP
Darwin - 3º Ano E. M. - Biologia - APPDarwin - 3º Ano E. M. - Biologia - APP
Darwin - 3º Ano E. M. - Biologia - APP
 
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - JardimReino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
 
Traffic signs in english
Traffic signs in englishTraffic signs in english
Traffic signs in english
 
Arte Grega - 6º Ano E.F.
Arte Grega - 6º Ano E.F. Arte Grega - 6º Ano E.F.
Arte Grega - 6º Ano E.F.
 
Mundo da arte - 5º Ano
Mundo da arte - 5º AnoMundo da arte - 5º Ano
Mundo da arte - 5º Ano
 
Pontos e linhas - Arte - Escola APP - 3º Ano EF
Pontos e linhas - Arte - Escola APP - 3º Ano EFPontos e linhas - Arte - Escola APP - 3º Ano EF
Pontos e linhas - Arte - Escola APP - 3º Ano EF
 

Aula tec comercio_organizacaoemempresas

  • 1. E. E. Antonio Pinto Pereira Prof.ª Marilze Alves Organização em Empresas Gestão e Planejamento Organizacional Técnico em Comércio
  • 2. EMPRESAS COMO SISTEMAS •As coisas vivas são sistemas abertos com entradas e saídas em constante intercâmbio •A empresa constitui um sistema - um conjunto de elementos dinamicamente inter- relacionados quedesenvolvem uma atividade ou função para atingir um ou mais propósitos
  • 3. EMPRESA COMO SISTEMAS • Entrada ou insumos (input) - São todos os recursos empregados pelo sistema, informação, mão-de-obra, recursos humanos, financeiros e materiais • Processamento ou operação (throughput) – é a conversão das entradas em saídas e representa a etapa de transformação dos recursos em produtos.
  • 4. EMPRESA COMO SISTEMAS • Saídas ou resultados (output) – é a conseqüência da reunião os elementos e relações do sistema. É o produto final que resulta do processamento das entradas. • Retroação (feedback) – é o mecanismo responsável pelo equilíbrio e estabilidade do sistema, o elemento básico da retroação é a informação e o objetivo principal é o controle para evitar desvios.
  • 5. EMPRESA COMO SISTEMAS Retroação (feedback) – é o mecanismo responsável pelo equilíbrio e estabilidade do sistema, o elemento básico da retroação é a informação e o objetivo principal é o controle para evitar desvios.
  • 6. EMPRESA- SISTEMA DE SUBSISTEMAS • Modelo Shareholders : empresa – acionistas proprietários • Modelo Stakeholder : empresa – proprietários/acionistas,
  • 7. A EMPRESA COMO SISTEMA E SUBSISTEMA • Conforme esquema pág. 21 – Empresa(sistema) com diversos subsistemas • Ambiente ou subsistemas: são partes do sistema em que se desenvolvem as atividades interdependentes – conforme esquema pag.22
  • 8. NÍVEIS ORGANIZACIONAIS As empresas possuem três níveis hierárquicos: nível institucional, nível mediador ou gerencial e o nível técnico. • Esquema apostila pag. 23 • Nível institucional Problemas Empresariais • (presidente/diretor) Amplos e Complexos • Nivel Intermediário Problemas Administrativos • (gerentes) Intermediários e Internos Ajustamento Interno
  • 9. Alinhamento Organizacional • As empresas requerem uma conjunção de crenças, idéias, princípios e valores que dão consistência e identidade própria. • Todo negócio deve ter uma missão a cumprir; de ter uma visão do futuro e definir valores que pretende consagrar. Tudo isso tem que ser muito claro para todos os envolvidos saberem exatamente o que fazer, como, quando e onde.
  • 10. Missão organizacional • A missão significa a razão de ser do próprio negócio, refere-se a natureza da organização • Exemplo de Missão: UNIMED: “Agregar profissionais médicos para a desfesa do exercício liberal, ético e qualitativo de sua profissão, com adequadas condições de trabalho e remuneração justa”.
  • 11. Princípios e valores organizacionais • Valores são as crenças e atitudes básicas que definem o comportamento do indivíduo em uma organização • Exemplos de valores organizacionais: pessoas, liderança honestidade, integridade, confiança, paixão por vencer, responsabilidade corporativa e social, etc.
  • 12. Visão organizacional • É um ponto no futuro em torno do qual a organização deseja que as pessoas que nela trabalham dirijam seus esforços • Exemplo de visão: SBT: Ser o segundo canal de televisão brasileiro em audiência.
  • 13. Missão Visão ● Inclui o negócio da ● É o que sonha no empresa negócio ● É o ponto de partida ● É aonde vamos ● Carteira de identidade ● Passaporte para o da empresa futuro ● Identifica quem somos ● Projeta quem ● Da rumo à empresa desejamos ser ● É orientadora ● Energiza a empresa ● Vocação p/eternidade ● É inpsiradora ● ● Mutável cfe desafios
  • 14. Papel da empresa • Satisfazer uma necessidade da sociedade, do mercado ou do cliente: toda empresa tem uma finalidade bem definida • Gerar riqueza e agregar valor • Distribuir a riqueza gerada