SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 44
Baixar para ler offline
FUNDAMENTOS DA ADORAÇÃO
Robertt Marques
© 2022, Robertt Marques.
Todos os direitos reservados ao autor. Nenhuma parte deste livro
pode ser produzida, arquivada ou transmitida por qualquer meio -
eletrônico, mecânico, fotocópias, etc. - sem a devida permissão do
autor, podendo ser usada apenas para citações breves.
Salvo indicação em contrário, todas as citações bíblicas foram
extraídas da Bíblia Sagrada Nova Almeida Atualizada (NAA),
Editora SBB
Publicado por:
Cultura do Reino
Rua Cibrao, 10, Vila América
São Paulo/SP, CEP 05785-060
Primeira Edição: Abril, 2022
Categoria: Adoração
Tel: 11 94179-3665
PIX: roberttmarques@gmail.com
Instagram: @roberttmarques
Site: culturadoreino.org
Dedico este livro a todos que anseiam
contemplar a face de Deus.
À minha esposa Erika, por ser a minha
principal incentivadora e apoiadora.
Também aos meus amados filhos
Felipe, Joaquim, Teo e Elis.
Sumário
Introdução............................................6
CAPÍTULO I	
O que é adoração?...............................7
CAPÍTULO 2	
Ser amigo de Deus............................ 19
CAPÍTULO 3	
Tornando-se amigo de Deus.............24
CAPÍTULO 4	
Leitura e Meditação..........................28
CAPÍTULO 5	
A essência da adoração.................... 32
Introdução
ABíblia ensina que só devemos adorar a Deus.
A verdadeira adoração vem do coração, não
é só um ato exterior. Quem adora outro que não
seja Deus, rejeita a Deus.
Durante essa leitura, você será levado a desejar
ainda mais se engajar em adoração.
CAPÍTULO I
O que é adoração?
Vamos dar olhada em alguns significados da
palavra adoração.
Segundo os dicionários, adoração é o culto que se
presta a alguém ou a alguma coisa que se atribui
status de divindade.
Adoração Bíblica
A primeira vez que vemos a palavra “adoração”
na Bíblia está em Gênesis 22:5
Esperem aqui com o jumento. Eu e o rapaz iremos até
lá e, depois de termos adorado, voltaremos para junto
de vocês.
Shachah: A palavra que aparece nesse texto em
hebraico, que significa inclinar-se, prostrar-se.
Caghadh: Outra palavra que aparece no Antigo
Testamento, é “caghadh”, que significa “cair no
chão”.
E o povo creu. E, quando ouviram que o Senhor havia
visitado os filhos de Israel e visto a aflição deles, inclina-
ram-se e adoraram. Exodo 4:31
Adoração no Templo
É interessante observar também essa passagem
bíblica que retrata uma posição física que os sac-
erdotes ficavam:
de maneira que os sacerdotes não puderam permanecer
ali para ministrar, por causa da nuvem, porque a glória
do Senhor encheu a casa de Deus. 2Cr 5:14
Enquanto nós temos o entendimento de que fi-
car prostrado é estar de joelhos no chão, o judeu
daquela época compreendida que estar prostra-
do, era ficar totalmente de barriga virada para o
chão. Nessa posição entendiam como um sinal de
total submissão a presença de Deus.
Adoração no Novo Testamento
JánoNovoTestamento,encontramosduastraduções
para a palavra “adoração”:
Proskuneo que traz o sentido de beijar o chão.
O adorador está de barriga voltada para o chão,
a ponto até sua boca tocar o chão. Essa palavra é
usada no diálogo de Jesus com a mulher samari-
tana (Jo 4:2-24).
Sebonai é encontrado na passagem de Mt 15:9.
Jesus condena essa forma de adoração quando
Ele diz: “Em vão me adoram; seus ensinamentos
não passam de regras ensinadas por homens”. É
você adorar sem vida prática.
Adoração é relacionamento
Todas essas palavras citadas, significam adoração
no sentido físico. Assim, devemos adorar a Deus
com todo o nosso ser. Isso envolve todo o nosso
corpo, mente e emoções.
Imagine aquelas lutas de UFC em que um luta-
dor é levado ao chão de barriga para baixo. Ele
fica completamente vulnerável, indefeso e sem
condições alguma de revidar.
Adoração é você se posicionar vulneravelmente
diante da presença gloriosa de Deus.
Adoração é uma entrega absoluta a Deus.
Em todas as referências do Novo Testamento so-
bre adoração verdadeira, a palavra usada é um
verbo, e não um substantivo. Portanto, adoração
não é uma coisa, é algo verdadeiro que uma pes-
soa oferece a Deus para agradá-lo.
Adoração é totalmente relacional
Em Gênesis 22, podemos ver isso claramente no
relacionamento de Abraão e Deus, ao entregar o
seu filho Isaque para ser sacrificado.
Nesse momento, Abraão deve ter sentido tristeza,
angústia e dor ao fazer isso. Mas também tinha
fé e obediência.
Quando ele estava preste a sacrificar o seu filho,
o anjo o impede de continuar.
Deus desejou levar Abraão à um novo nível, porque
Deus não estava à procura do seu filho, mas estava
querendo a adoração de Abraão. Deus desejava
que não houvesse nada entre Abraão e Ele.
Aqui nós aprendemos que Deus estava provando a
capacidade de entrega, confiança e obediência de
Abrãao, a ponto de chama-lo de amigo de Deus.
E se cumpriu a Escritura, que diz: “Abraão creu em Deus,
e isso lhe foi atribuído para justiça”, e ele foi chamado
amigo de Deus. Tiago 2:23
Adoração é agradar a Deus
Você foi criado para agradar a Deus. Ele não o
criou porque estava necessitado de atenção e car-
ente de amor, mas decidiu criá-lo para Sua glória,
propósito e prazer. Ele tem anseios e desejos.
Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a
honra e o poder, porque criaste todas as coisas e por tua
vontade elas vieram a existir e foram criadas. Ap 4:11
Porque o Senhor se agrada do seu povo e exalta os hu-
mildes com a salvação. Sl 149:4
Viver para dar satisfação a Deus é o primeiro
propósito de sua vida. Quando você entende essa
verdade, você jamais viverá como alguém insig-
nificante e sem valor, pois isso prova que você é
importante para Deus.
Você adora com todo o seu ser. Ele te deu um
corpo, uma mente e um coração para que você
pudesse experimentar e viver a vida. Deus colo-
cou partículas divinas em você ao criá-lo.
E Deus disse: — Façamos o ser humano à nossa imagem,
conforme a nossa semelhança. Gênesis 1:26
Assim como o homem, Deus também tem senti-
dos. Com frequência, esquecemos que Deus tem
emoções. Deus sofre, fica com ciúmes e bravo,
sente compaixão, piedade, tristeza, alegria, satis-
fação. Deus ama, sente prazer, ri.
Leia: Gn 6:6; Ex 20:5; Dt 32:36; Jz 2:20; 1Rs
10:9; 1Cr 16:27; Sl 2:4; 5:5; 18:19; 35:27; 37:23;
103:13; 104:31; Ez 5:13; 1Jo 4:16.
Adoração é trabalhar
Grande parte dos cristãos trocaram a visão bíbli-
ca por uma visão dualista que divide o universo
entre o reino espiritual, que é bom e santo, e o
reino físico, que é mau e profano.
A primeira coisa que Deus fez ao criar o homem,
foi dar a ele o trabalho.
O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no jardim
do Éden para o cultivar e o guardar. Gênesis 2:15
Existe uma falsa ideia de deixar o ambiente secu-
lar e entrar no ambiente espiritual para que nos
tornemos “obreiros cristãos de tempo integral”.
Seguindo essa visão, somente esses obreiros são
espirituais.
Quando o homem trabalha, ele está adorando a
Deus e exercendo o seu sacerdócio.
O que adoração NÃO é
Adoração não é música. Adoração é muito mais
do que música. Muitas pessoas ainda afirmam
que adoração é o mesmo que música. Elas dizem
que primeiro vem o momento da adoração e de-
pois a pregação. Também dizem que a adoração
prepara o ambiente para a palavra.
Todos os momentos de um culto, por exemplo,
são um ato de adoração: a oração, a leitura bíbli-
ca, os cânticos, a confissão de pecados, o silêncio,
o ato de ouvir a pregação, fazer anotações para
estudo posterior, ofertar, o batismo, a ceia.
Antes mesmo de existir a música, Adão já adorava
a Deus através do trabalho de cultivar e guardar
a terra.
Se adoração fosse música, todos os que não can-
tam e nem tocam algum instrumento, não adoram
a Deus. Isso é um grande erro.
Adoração também não é um estilo musical. Al-
guém pode dizer que prefere as canções de lou-
vor mais agitadas, e outro pode dizer que prefere
as canções de adoração mais lenta. Na verdade,
Deus, ama todos os tipos de música.
Se todas as músicas são oferecidas a Deus em es-
pírito e em verdade, então são um ato de adoração.
Mesmo que você, particularmente, não goste de
todas.
O estilo musical que você prefere diz mais sobre
você – sua formação e personalidade – do que
sobre Deus.
Adoração não é para benefício próprio. Tem
gente que diz o seguinte: “Nossa, o ambiente de
adoração hoje foi muito bom pra você”. Tem out-
ro que fala “Não podemos começar o culto até o
fulano chegar”. Isso é errado. Porque a adoração
não é para homens, e sim para Deus.
É claro que existem benefícios na adoração, porque
você é transformado ao adorar. Afinal, você se
torna àquilo que você adora.
Quando a adoração é focada em seu próprio
benefício, Deus chama de uma adoração hipócri-
ta. Uma adoração sem vida.
O Senhor disse: “Visto que este povo se aproxima de mim
e com a sua boca e com os seus lábios me honra, mas o
seu coração está longe de mim, e o seu temor para comi-
go consiste só em mandamentos ensinados por homens.
Isaías 29:13
Isso é uma adoração cheia de performance. Mais
preocupada com exterior do que com o interior
do homem.
Adoração não é parte da sua vida. Adoração é
toda a sua vida. Muita gente pensa que adorar a
Deus é somente na igreja. Isso é errado. Devemos
adorar a Deus com tudo o que somos e fazemos
na vida cotidiana. Olha o que esses textos dizem:
Busquem o Senhor e o seu poder; busquem continuamente
a sua presença. Salmos 105:4
Do nascimento do sol até o momento em que se põe, lou-
vado seja o nome do Senhor. Salmos 113:3
Você deve adorar a Deus em todos os ambientes
e em todo tempo. Adoração não se limita à um
espaço geográfico e nem ao tempo.
Cada atividade do dia pode ser transformada em
um ato de adoração. Dormir, acordar, comer, be-
ber, trabalhar, ou qualquer outra coisa, deve ser
feito para a glória de Deus.
E como nós podemos fazer para a glória de Deus?
A Bíblia diz:
Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para
o Senhor e não para as pessoas. Cl 3:23
Adoração é um estilo de vida
O segredo da adoração é fazer todas as coisas
como se fosse para Jesus em todo tempo do dia.
Afinal, todo mundo recebeu 24 horas por dia para
aproveitar. A questão é como você tem aproveit-
ado o tempo que você tem.
O dia tem três períodos: manhã, tarde e noite.
Tempo suficiente para estudar, trabalhar e des-
cansar. A questão não é a falta de tempo, mas sim
a falta de prioridade. Se você parar para pensar,
vai perceber que nós tempos tempo suficiente para
fazer tudo que a gente precisa no dia.
CAPÍTULO 2
Ser amigo de Deus
Os dois primeiros fundamentos da adoração
é relacionamento e conhecimento da Pala-
vra de Deus. No Éden, vemos que Adão e Eva
desfrutavam dessa comunhão íntima, profunda e
pessoal com Deus.
Não exista um intercessor entre eles e Deus, não
existiam rituais ou cerimônias, mas um simples e
profundo relacionamento com Deus.
Fomos criados para um relacionamento, mas o
homem corrompeu seu sacerdócio de governar
a terra, ao permitir que o pecado gerasse culpa,
medo e vergonha de estar em sua presença.
Muito mais do que restaurar esse relacionamento
através do Plano de Redenção, Deus deseja que
você seja seu amigo. A Bíblia diz:
Porque, se nós, quando inimigos, fomos reconciliados
com Deus mediante a morte do seu Filho, muito mais,
estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida!
Romanos 5:10
Através da obra de Cristo na cruz, esse relacio-
namento foi restaurado para deixarmos de ser in-
imigos e passarmos a ser amigos de Deus.
Amigo de Deus
Podemos encontrar algumas pessoas no Antigo
Testamento que desfrutaram dessa amizade com
Deus.
Abraão e Moisés foram chamados “amigos de
Deus”.
Davi foi chamado “um homem segundo o coração
de Deus”.
Jó, Enoque e Noé eram amigos íntimos de Deus
Leia: Gn 5:22; Ex 33:11; 2Cr 20:7; Jó 29:4; Is
41:8; At 13:22; Tg 2:23
De servo para amigos. Servir faz parte da nossa
natureza, porém ele quer que você suba de nível
nesse relacionamento. Olha o que Jesus disse:
Já não chamo vocês de servos, porque o servo não sabe
o que o seu senhor faz; mas tenho chamado vocês de
amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes dei
a conhecer. João 15:15
Todo mundo gosta de uma promoção. Geralmente
mulher gosta de aproveitar uma promoção de rou-
pa. Homem gosta de ser promovido no trabalho
para uma posição maior e melhor.
Dessa mesma forma, Ele não quer que você tenha
um relacionamento de servo, por mais que servir
tenha o seu lugar, mas Ele deseja ser amigo.
A palavra “amigo” nesse versículo não significa
uma relação superficial, mas um relacionamento
íntimo e de confiança.
Você percebe ainda no texto que Ele diz que ele
dará revelações mais profundas aos amigos.
Quando você convida uma pessoa para ser seu
padrinho de casamento, é porque você tem uma
amizade com ela. Isso é sinal de intimidade e con-
fiança.
De irmãos para amigos.
O mesmo vale para a relação de irmãos. Existe
muitos irmãos, mas nem todos são amigos. Você
conta seus segredos a qualquer pessoa, mesmo
que Ela conviva com você? De maneira alguma.
Você compartilha com amigos de confiança.
Quem tem muitos amigos pode cair em desgraça; mas há
amigo mais chegado que um irmão. Provérbios 18:24
Deus quer ser conhecido
Deus deseja muito ser conhecido profundamente.
Ele criou todas as coisas para nos tornássemos seus
amigos. A Bíblia diz: De um só homem fez todas as
nações para habitarem sobre a face da terra, havendo
fixado os tempos previamente estabelecidos e os limites
da sua habitação; para buscarem Deus se, porventura,
tateando, o possam achar, ainda que não esteja longe
de cada um de nós. Atos 17:26-27
Tem uma frase da JOCUM que eu gosto muito:
“Conhecer a Deus e fazê-lo conhecido”. Não tem
como você falar de alguém se conhecê-lo primeiro.
Ele diz:
Mas aquele que se gloria, glorie-se nisto: em me conhecer
e saber que eu sou o Senhor e faço misericórdia, juízo e
justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o
Senhor. Jeremias 9:24
CAPÍTULO 3
Tornando-se amigo de Deus
Orar é falar com Deus. Essa prática fala de con-
versar. Não existe relacionamento saudável
sem um bom diálogo. Muitos casais brigam muitas
vezes, não pela falta de conversa, mas pela aus-
ência de uma conversa madura e saudável. Não
sabem se comunicar.
Para ter uma boa comunicação, é necessário apren-
der a ouvir antes de falar. Um bebê não nasce fa-
lando. Ele desenvolve a fala através da audição.
Muita gente não consegue conversar com Deus,
porque não desenvolveram um diálogo ao longo
da sua vida.
Oração não é um monólogo onde apenas uma
pessoa fala. Como estudante de comunicação,
aprendi que a estrutura básica de uma comuni-
cação é feita da seguinte forma: Um emissor tem
um assunto que deseja enviar uma mensagem
clara o receptor entender.
No final do dia, eu procuro reunir toda a minha
família em casa para juntos buscarmos a presença
de Deus e compartilhar todas as nossas experiên-
cias. Isso tem sido muito poderoso, porque cria-se
um ambiente saudável, confiante e seguro, onde
ninguém se sente com medo, culpado ou com ver-
gonha.
Orar diariamente
Você não constrói um relacionamento íntimo com
Deus apenas indo à igreja uma vez por semana.
Ele não quer apenas um dia, mas todos os dias.
Do acordar ao dormir, Ele quer conversar sobre
tudo com você em todo o momento.
Orem sem cessar. 1Tessalonicenses 5:17
Isso não significa que eu tenho que parar meus
afazeres diários para orar, mas significa conversar
com Deus enquanto eu faço compras, na fila do
banco, dirijo, trabalho ou realizo qualquer outra
tarefa.
A sua presença está conosco todos os dias
Tem pessoas que descobriram que tinham uma
família em casa, quando começaram a cultivar
uma conversa. O fato de você estar ao lado de
uma pessoa, não significa que você tem um rela-
cionamento com ela. Muitos pais inclusive, sub-
stituíram a sua presença por presentes para tentar
substituir a sua ausência. Olha essa promessa:
E eis que estou com vocês todos os dias até o fim dos tem-
pos. Mateus 28:20
Eu tenho a consciência que Ele está comigo to-
dos os dias e em todos os momentos, quando eu
cultivo uma conversa diária.
Deus nunca parou de falar, mas nós que deix-
amos de ouvir.
O que separa o Antigo do Novo Testamento são
os 400 anos de silêncio de Deus. Ele fala até no
silêncio. Não que Deus tenha parado falar, mas
foram os homens que deixaram de ouvi-lo.
Como orar em todo tempo?
Muitos cristãos ao longo dos séculos não fazem
orações prolongadas e decoradas, mas declaram
palavras curtas. Você pode dizer algo do tipo:
Senhor, obrigado pelo dia; Tu estás comigo; Re-
cebo tua graça; Dependo de ti.
A primeira coisa que eu faço ao acordar é ele-
var meus pensamentos a Deus. Também tenho
o hábito de deixar minha Bíblia na cabeceira da
cama, para ler e meditar em alguns textos antes
de levantar. Durante o dia eu posso dizer alguns
versículos curtos, como: “Para mim o viver é Cris-
to; Nunca me abandonarás; Tu és a minha força
e a minha fortaleza”.
Orar não é uma experiência, mas uma dis-
ciplina.
Tem momentos que você sentirá a presença de
Deus; em outros não. Você não deve buscar uma
experiência, mas cultivar a presença. Por mais que
a experiência tenha o seu lugar de importância,
jamais deve ser a sua prioridade. O propósito não
é buscar a Deus para se sentir bem, mas para ter
atitudes corretas.
CAPÍTULO 4
Leitura e Meditação
Asegunda forma de cultivar uma amizade com
Deus é conhecendo a sua vontade através da
Sua Palavra. É impossível ser amigo de Deus sem
saber o que Ele fala, pensa e como e Ele age. A
Bíblia diz que Deus se revelou a Samuel por meio
de sua Palavra (1Sm 3:2-21)
O universo que conhecemos foi criado pela Pala-
vra de Deus.
Pela fé, entendemos que o universo foi formado pela pa-
lavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir
das coisas que não são visíveis. Hebreus 11:3
E o conhecimento de Deus através da Palavra é
tão importante, que Deus declarou no início de
tudo:
Então Deus disse: — Haja luz! E houve luz. Gênesis 1:3
A meditação é uma das disciplinas espirituais mais
negligenciadas pelos cristãos hoje. A Bíblia diz:
Não cesse de falar deste Livro da Lei; pelo contrário,
medite nele dia e noite, para que você tenha o cuidado
de fazer segundo tudo o que nele está escrito; então você
prosperará e será bem-sucedido. Josué 1:8
A meditação ocidental é para trabalhar o seu in-
telecto; a meditação oriental é para esvaziar a
mente. A meditação bíblica é completamente dif-
erente dessas duas.
Definição da palavra meditação na Bíblia:
refletir, gemer, rosnar, proferir, resmungar. A med-
itação hebraica é simplesmente repeti-las em um
som suave ao mesmo tempo se livrando das dis-
trações externas.
Semelhança com Salmos 1:2: Pelo contrário, o seu
prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita
de dia e de noite.
Meditação é pensar em sua Palavra durante todo
dia, ao mesmo tempo que sua mente fica focada
no que é importante. Olha esse texto:
Ele humilhou vocês, ele os deixou passar fome, ele os sus-
tentou com o maná, que vocês não conheciam e que nem
os pais de vocês conheciam, para que vocês compreendes-
sem que o homem não viverá só de pão, mas de tudo o
que procede da boca do Senhor. Deuteronômio 8:3
O sucesso de Josué e de todo o povo, foi não deix-
arem de falar essa palavra. Não deixar de falar é
uma expressão bíblica, para não sair da sua frente.
Uma simples tarefa. Essa é a arte perdida da med-
itação.
Quando você pensa repetidamente em determi-
nado problema, isso é preocupação. Quando você
pensa repetidamente na Palavra de Deus, isso é
meditação.
Cultive agora mesmo o hábito de ler e meditar na
Palavra todos os dias e em todo tempo. Quanto
mais você fizer isso, mais maturidade, constância
e foco você terá.
A oração é quando você fala com Deus.
A leitura e meditação é quando Deus fala com
você.
Essas três práticas são importantes para quem
deseja ser amigo de Deus.
CAPÍTULO 5
A essência da adoração
Aessência da adoração está em render-se a
Deus. Como vimos anteriormente, o signifi-
cado da palavra adoração é entregar-se por com-
pleto. Estar totalmente vulnerável a Deus.
A palavra rendição é quase sempre utilizada num
contexto negativo: criminosos capturados ren-
dem-se às autoridades.
Numa cultura competitiva como a nossa, somos
ensinados a nunca desistir, a jamais ceder. Prefer-
imos falar sobre vitórias, sucessos e conquistas, do
que falar de submissão, obediência e rendição.
Entregar-se à Deus não é por medo ou obrigação,
mas por amor. Olha o que Paulo diz:
Portanto, irmãos, pelas misericórdias de Deus, peço
que ofereçam o seu corpo como sacrifício vivo, santo e
agradável a Deus. Este é o culto racional de vocês. Ro-
manos 12:1
A verdadeira adoração está em parar de lutar
contra Deus e se entregar completamente.
Um dia minha esposa reclamou que eu não es-
tava ajudando o suficiente em casa. Eu disse pra
ela que já ajudava trocando a fralda do bebe, var-
rendo a casa, levando e pegando as crianças na
escola. Eu disse que cada um dava 50% no rela-
cionamento. Ela me disse que não queria 50% de
mim, mas 100% de mim. A gente pensa que um
relacionamento é feito dessa forma. A Erika não
quer metade de mim, mas sim por inteiro.
Render-se a Deus
Render-se é se entregar totalmente à vontade Deus,
não por obrigação, mas obediência e fé. Vamos
trabalhar agora esses dois princípios relacionados
a rendição.
Quando Jesus chamou os discípulos para segui-lo,
vemos uma resposta impressionante.
Olha o que diz:
E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores
de homens. Então, eles deixaram imediatamente as re-
des e o seguiram. Mateus 4:19-20
E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores
de homens. Então, eles deixaram imediatamente as redes
e o seguiram. Então, eles, no mesmo instante, deixando
o barco e seu pai, o seguiram. Mateus 4:19-20,22
Eles responderam imediatamente. A pergunta
que eu faço para você é: Quanto tempo você leva
para obedecer a Deus quando Ele te chama ou
pede para você fazer algo? Imediatamente? Uma
semana? Um mês? Um ano? Cinco? Dez ano? A
vida inteira?
A ato da rendição manifesta-se claramente na
obediência e fé. Você precisa de fé para obedecer
e obedecer para ter fé.
O problema é que muitas pessoas querem ficar
com o Jesus Salvador, mas não o Senhor. Seria
uma contradição dizer: “Não, Senhor”, quando
Ele pede algo para você.
Depois de passar por uma noite improdutiva na
pescaria, Pedro ficou frustrado e desanimado.
Você consegue se identificar com essa história em
que você perde as forças? Olha só:
Em resposta, Simão disse: — Mestre, havendo trabalhado
toda a noite, nada apanhamos; mas, sob esta sua pa-
lavra, lançarei as redes. Quando acabou de falar, Jesus
disse a Simão: — Leve o barco para o lugar mais fundo
do lago e então lancem as redes de vocês para pescar.
Lucas 5:4-5
Mesmo não se sentindo bem, Pedro se rende ao
obedecer e crer na Palavra. Assim ficou conheci-
do como a “pesca milagrosa”.
A fé que agrada a Deus
A fé é um princípio importante para render a Deus
e confiar. Você não se entrega alguém, a menos
que você confie.
De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porque é
necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que
ele existe e que recompensa os que o buscam. Hb 11:6
O medo é o inimigo da fé.
Enquanto a fé agrada e aproxima de Deus, o medo
o afasta.
Deus cumpre com todas as suas promessas, mas
não é obrigado a cumprir com o nosso potencial.
Você precisa assumir uma fé responsável e ativa.
É impossível querer viver como livre, se ainda
mantém uma mentalidade de escravo. Deus deseja
tirar as pessoas do Egito para Terra Prometida,
mas tem gente que não quer passar pelo processo
do deserto.
Egito representa escravidão.
Deserto representa processo.
Terra Prometida representa liberdade. Uma
terra que emana leite de mel. É equivalente ao
Reino de Deus no Novo Testamento, como diz
Paulo: “que o Reino não é comida e nem bebida,
mas paz, justiça e alegria no Espírito”.
Nem todo mundo entrou na Terra Prometida.
Vamos ver algumas características dessas pessoas
que viveram no Egito.
1.	Tinham a mentalidade e atitude de escravo;
2.	São pessoas intimidadas e incrédulas;
3.	São tratadas como mercadorias.
Deus prometeu tirá-los do Egito, mas precisavam
obedecer e assumir uma fé responsável e ativa
para viver o que Deus tinha para eles.
Abraão, o pai da fé.
Também encontramos esse exemplo na vida de
Abraão. Esse homem nos ensina sobre fé de uma
maneira impressionante. Lá em Gênesis 12 en-
contramos essa história. Na primeira parte vemos
Deus chamando Abraão e fazendo promessas:
O Senhor disse a Abrão: — Saia da sua terra, da sua
parentela e da casa do seu pai e vá para a terra que lhe
mostrarei. Farei de você uma grande nação, e o abençoarei,
e engrandecerei o seu nome. Seja uma bênção! Abençoa-
rei aqueles que o abençoarem e amaldiçoarei aquele que
o amaldiçoar. Em você serão benditas todas as famílias
da terra. Gênesis 12:1-3
Nessa segunda parte, vemos Abraão respondendo
ao chamado de Deus:
Partiu, pois, Abrão, como o Senhor lhe havia ordena-
do. E Ló foi com ele. Abrão tinha setenta e cinco anos
quando saiu de Harã. Abrão levou consigo a sua mul-
her Sarai, o seu sobrinho Ló, todos os bens que haviam
adquirido e as pessoas que lhes foram acrescentadas em
Harã. Partiram para a terra de Canaã e lá chegaram.
Gênesis 12:4-5
Algumas outras lições que aprendemos com esse
exemplo é a seguinte:
1.	Precisava sair da sua parentela. Isso signifi-
cava que teria de deixar o conforto e a segurança
que desfrutava;
2.	Abrão tem uma palavra e uma visão de
Deus, mesmo sem saber onde era essa terra que
Deus estava prometendo para ele e toda a sua de-
scendência.
3.	Quando você obedece e tem fé na Palavra,
você se tornará uma benção na vida de outras
pessoas.
4.	Precisa aprender a confiar e depender
totalmente de Deus. Deus quando te dá uma
visão, também dá a provisão. O mesmo Deus que
te salva, é o mesmo que te sustenta.
5.	Obediência parcial é também uma desobe-
diência. Deus chamou Abraão, mas não chamou
Ló. Talvez Abraão tenha levado Ló junto com ele,
porque tinha alguma questão de cuidado. Já no
capítulo seguinte, vemos o conflito entre os pas-
tores de Ló e Abraão, por causa das ovelhas que
estavam se misturando.
Abraão toma a iniciativa de resolver essa questão
com Ló, dizendo para ele escolher o lado que qui-
sesse, pegar as suas coisas e ir embora. Ele pode-
ria muito bem escolher primeiro para onde que-
ria ir, mas não. Abraão abre o direito de escolha
para Ló.
Ló ergueu os olhos e viu toda a campina do Jordão, que
era toda bem-regada, como o jardim do Senhor, como
a terra do Egito, até a região de Zoar. Isto foi antes de
haver o Senhor destruído Sodoma e Gomorra. Não está
toda a terra aí diante de você? Peço que você se afaste
de mim. Se você for para a esquerda, irei para a direita;
se você for para a direita, irei para a esquerda.
Gênesis 13:9-10
Ló viu uma região que encheu os seus olhos de
tão maravilhosa que deveria ser. O texto diz que
era como o jardim do Senhor, parece que com-
parando com o jardim do Éden. Então imagina
que o lugar não era qualquer lugar.
Sabe por que Abraão deixa Ló escolher? Porque
Abraãotinhaumapalavra,umavisão.Paraqualquer
lugar que Abrãao fosse, Deus estaria com ele.
Pessoas que se renderam a Deus.
Izabel era avançada em idade para gerar um fil-
ho, mesmo assim Deus abençoou por conta da
sua rendição. Maria disse se submeteu a vontade
Deus dizendo: “Cumpra-se em mim a tua pala-
vra”. Ananias obedeceu e teve fé ao orar por Pau-
lo.
Dependência Total
Você até pode conquistar as coisas com a força do
seu braço, mas é incrível quando você conquista+
através da fé. Olha o que a Bíblia diz:
Descanse no Senhor e espere nele. Sl 37:7
Jesus é o nosso maior exemplo de rendição.
Ele tinha sabedoria suficiente para não passar
pela morte de cruz, mas Ele mesmo assim se en-
tregou voluntariamente em amor. Na noite antes
da crucificação ele orou:
dizendo: — Pai, se queres, afasta de mim este cálice! Con-
tudo, não se faça a minha vontade, e sim a tua.
Lucas 22:42
Essa palavra cálice no grego significa “experiên-
cia”. Jesus pede a Deus, que se for possível, não
passar por aquela experiência dolorosa e lenta.
Então ele faz uma oração de submissão a Deus
para que ele não fizesse a sua própria vontade,
mas que ele obedecesse a vontade do Pai. Incrível,
né?
Paulo se rendeu a Deus no caminho para Damas-
co, depois de ser derrubado por uma luz ofus-
cante. De perseguidor de cristãos, Paulo se tornou
o apóstolo aos gentios.
Sacrifício vivo e agradável.
Quando Paulo pede para os cristãos oferece o
próprio corpo como sacrifício vivo e agradável, é
porque muitas vezes nós não queremos, mas pre-
cisamos nos entregar por completo a vontade de
Deus.
A benção de se render
O primeiro sinal de benção ao se render é paz (Jó
22:21).
Segundo é você viver em liberdade (Rm 6:17-18)
Terceiro, você experimenta o poder de Deus em
sua vida. É por isso que o poder de Deus se aper-
feiçoa na sua fraqueza, como diz Paulo (2Co 12:9-
10).
A rendição será testada
É preciso deixar claro que ao se render por com-
pleto a Deus, essa decisão será provada. Isso sig-
nifica que algumas vezes você realizará tarefas
inconvenientes.
Rende-se a Deus vai custar o seu tempo, os teus
recursos e os teus talentos.
Paulo escreve uma das declarações de rendição
mais impressionantes que já vimos. Olha o que
ele diz: Porque eu, mediante a própria lei, morri para
a lei, a fim de viver para Deus. Estou crucificado com
Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em
mim. E esse viver que agora tenho na carne, vivo pela fé
no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.
Gálatas 2:19-20
Conclusão
Quando ouvimos que o primeiro e maior manda-
mento é “Amar a Deus, de todo o teu coração, de
toda tua alma, de todo o teu entendimento e de toda
as suas forças; e ao próximo como a si mesmo”,
se resume no simples e profundo ato de adorar a
Deus.
Para você viver o que Deus tem para você, é pre-
ciso se engajar em adorar a Deus. E à medida que
você o adora, você é transformado.
Afinal, você se torna parecido com o que você
adora.
Portanto, adore a Deus e seja parecido com Jesus.
Muito obrigado por você ter lido esse livro e ter
medido em cada parte. Aproveite para compartil-
har nas suas redes sociais e me marcar para saber
o que Deus tem falado e feito na sua vida.
Persevere até o fim,
Robertt Marques
@roberttmarques
Fundamentos da Adoração

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Salomon dedica el templo
Salomon dedica el temploSalomon dedica el templo
Salomon dedica el temploCoke Neto
 
EL VERDADERO AYUNO - ISAIAS 58.pdf
EL VERDADERO AYUNO - ISAIAS 58.pdfEL VERDADERO AYUNO - ISAIAS 58.pdf
EL VERDADERO AYUNO - ISAIAS 58.pdfFranciscoAtencio4
 
PASOS PRÁCTICOS PARA AYUNAR (POR: PASTOR FELIPE CHICAS)
PASOS PRÁCTICOS PARA AYUNAR (POR: PASTOR FELIPE CHICAS)PASOS PRÁCTICOS PARA AYUNAR (POR: PASTOR FELIPE CHICAS)
PASOS PRÁCTICOS PARA AYUNAR (POR: PASTOR FELIPE CHICAS)Rigoberto Gómez
 
COM LAÇOS DE AMOR… OSÉIAS 11:4
COM LAÇOS DE AMOR… OSÉIAS 11:4COM LAÇOS DE AMOR… OSÉIAS 11:4
COM LAÇOS DE AMOR… OSÉIAS 11:4Marcos Nascimento
 
A SOBERANIA DE DEUS
A SOBERANIA DE DEUSA SOBERANIA DE DEUS
A SOBERANIA DE DEUSEnerliz
 
A vinha de nabote
A vinha de naboteA vinha de nabote
A vinha de nabotecesarsilas
 
A Verdadeira Adoração
A Verdadeira AdoraçãoA Verdadeira Adoração
A Verdadeira Adoraçãoguest3e2535
 
Lição 1 – Tabernáculo - Um Lugar da Habitação de Deus
Lição 1 – Tabernáculo - Um Lugar da Habitação de DeusLição 1 – Tabernáculo - Um Lugar da Habitação de Deus
Lição 1 – Tabernáculo - Um Lugar da Habitação de DeusÉder Tomé
 
Mateo 20: Obreros de la viña, Petición de Jacobo y Juan, los dos ciegos.
Mateo 20: Obreros de la viña, Petición de Jacobo y Juan, los dos ciegos.Mateo 20: Obreros de la viña, Petición de Jacobo y Juan, los dos ciegos.
Mateo 20: Obreros de la viña, Petición de Jacobo y Juan, los dos ciegos.Esyin Calderón
 
Emociones vs. Convicciones
Emociones vs. ConviccionesEmociones vs. Convicciones
Emociones vs. ConviccionesVania Hidalgo
 
Aula 03 a ceia do senhor - santidade para o site
Aula 03   a ceia do senhor - santidade para o siteAula 03   a ceia do senhor - santidade para o site
Aula 03 a ceia do senhor - santidade para o sitepbmarcelo
 
La descendencia de jacob
La descendencia de jacobLa descendencia de jacob
La descendencia de jacobDiana Rodriguez
 

Mais procurados (20)

Salomon dedica el templo
Salomon dedica el temploSalomon dedica el templo
Salomon dedica el templo
 
Família e unidade
Família e unidadeFamília e unidade
Família e unidade
 
EL VERDADERO AYUNO - ISAIAS 58.pdf
EL VERDADERO AYUNO - ISAIAS 58.pdfEL VERDADERO AYUNO - ISAIAS 58.pdf
EL VERDADERO AYUNO - ISAIAS 58.pdf
 
46 Estudo Panorâmico da Bíblia (Rute)
46   Estudo Panorâmico da Bíblia (Rute)46   Estudo Panorâmico da Bíblia (Rute)
46 Estudo Panorâmico da Bíblia (Rute)
 
PASOS PRÁCTICOS PARA AYUNAR (POR: PASTOR FELIPE CHICAS)
PASOS PRÁCTICOS PARA AYUNAR (POR: PASTOR FELIPE CHICAS)PASOS PRÁCTICOS PARA AYUNAR (POR: PASTOR FELIPE CHICAS)
PASOS PRÁCTICOS PARA AYUNAR (POR: PASTOR FELIPE CHICAS)
 
COM LAÇOS DE AMOR… OSÉIAS 11:4
COM LAÇOS DE AMOR… OSÉIAS 11:4COM LAÇOS DE AMOR… OSÉIAS 11:4
COM LAÇOS DE AMOR… OSÉIAS 11:4
 
As torrentes do neguebe.
As  torrentes  do  neguebe.As  torrentes  do  neguebe.
As torrentes do neguebe.
 
La gloria de dios
La gloria de diosLa gloria de dios
La gloria de dios
 
A SOBERANIA DE DEUS
A SOBERANIA DE DEUSA SOBERANIA DE DEUS
A SOBERANIA DE DEUS
 
A vinha de nabote
A vinha de naboteA vinha de nabote
A vinha de nabote
 
36. O profeta Amós
36. O profeta Amós36. O profeta Amós
36. O profeta Amós
 
A Verdadeira Adoração
A Verdadeira AdoraçãoA Verdadeira Adoração
A Verdadeira Adoração
 
Panorama do AT - Jó
Panorama do AT - JóPanorama do AT - Jó
Panorama do AT - Jó
 
Panorama do AT - Oseias
Panorama do AT - OseiasPanorama do AT - Oseias
Panorama do AT - Oseias
 
Lição 1 – Tabernáculo - Um Lugar da Habitação de Deus
Lição 1 – Tabernáculo - Um Lugar da Habitação de DeusLição 1 – Tabernáculo - Um Lugar da Habitação de Deus
Lição 1 – Tabernáculo - Um Lugar da Habitação de Deus
 
Mateo 20: Obreros de la viña, Petición de Jacobo y Juan, los dos ciegos.
Mateo 20: Obreros de la viña, Petición de Jacobo y Juan, los dos ciegos.Mateo 20: Obreros de la viña, Petición de Jacobo y Juan, los dos ciegos.
Mateo 20: Obreros de la viña, Petición de Jacobo y Juan, los dos ciegos.
 
O Livro de Esdras
O Livro de EsdrasO Livro de Esdras
O Livro de Esdras
 
Emociones vs. Convicciones
Emociones vs. ConviccionesEmociones vs. Convicciones
Emociones vs. Convicciones
 
Aula 03 a ceia do senhor - santidade para o site
Aula 03   a ceia do senhor - santidade para o siteAula 03   a ceia do senhor - santidade para o site
Aula 03 a ceia do senhor - santidade para o site
 
La descendencia de jacob
La descendencia de jacobLa descendencia de jacob
La descendencia de jacob
 

Semelhante a Fundamentos da Adoração

Semelhante a Fundamentos da Adoração (20)

Vida de louvor
Vida de louvorVida de louvor
Vida de louvor
 
Louvor e adoração
Louvor e adoraçãoLouvor e adoração
Louvor e adoração
 
Boletim Abril 2015
Boletim Abril 2015Boletim Abril 2015
Boletim Abril 2015
 
Grandesoracoes pg
Grandesoracoes pgGrandesoracoes pg
Grandesoracoes pg
 
Adoração e adoradores
Adoração e adoradoresAdoração e adoradores
Adoração e adoradores
 
A oração do x.tão 2
A oração do x.tão 2A oração do x.tão 2
A oração do x.tão 2
 
Praticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãoPraticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oração
 
O Líder que ADORA!
O Líder que ADORA! O Líder que ADORA!
O Líder que ADORA!
 
O poder da oração
O poder da oraçãoO poder da oração
O poder da oração
 
Adorando a Deus em toda nossa maneira de viver
Adorando a Deus em toda nossa maneira de viverAdorando a Deus em toda nossa maneira de viver
Adorando a Deus em toda nossa maneira de viver
 
Apostila Juventude Adoração
Apostila Juventude AdoraçãoApostila Juventude Adoração
Apostila Juventude Adoração
 
A procura de deus
A procura de deusA procura de deus
A procura de deus
 
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com DeusEu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
 
A GLORIA DE DEUS estudo sobre a gloria de Deus
A GLORIA DE DEUS estudo sobre a gloria de DeusA GLORIA DE DEUS estudo sobre a gloria de Deus
A GLORIA DE DEUS estudo sobre a gloria de Deus
 
REFORMINHA-1.pdf
REFORMINHA-1.pdfREFORMINHA-1.pdf
REFORMINHA-1.pdf
 
Estudo Celiulas 2
Estudo Celiulas 2Estudo Celiulas 2
Estudo Celiulas 2
 
O tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeitoO tabernáculo perfeito
O tabernáculo perfeito
 
Vencendo em tempos de crise 19 07 21
Vencendo em tempos de crise   19 07 21Vencendo em tempos de crise   19 07 21
Vencendo em tempos de crise 19 07 21
 
Descoberta final
Descoberta finalDescoberta final
Descoberta final
 
Ebd oração 02
Ebd oração 02Ebd oração 02
Ebd oração 02
 

Último

LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdfRoteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdfLehonanSouza
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalAmaroJunior21
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresAntonino Silva
 

Último (9)

LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdfRoteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
Roteiro-para-Preparação-das-Visitas-Missionárias-3.pdf
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
 

Fundamentos da Adoração

  • 1.
  • 2.
  • 3. FUNDAMENTOS DA ADORAÇÃO Robertt Marques © 2022, Robertt Marques. Todos os direitos reservados ao autor. Nenhuma parte deste livro pode ser produzida, arquivada ou transmitida por qualquer meio - eletrônico, mecânico, fotocópias, etc. - sem a devida permissão do autor, podendo ser usada apenas para citações breves. Salvo indicação em contrário, todas as citações bíblicas foram extraídas da Bíblia Sagrada Nova Almeida Atualizada (NAA), Editora SBB Publicado por: Cultura do Reino Rua Cibrao, 10, Vila América São Paulo/SP, CEP 05785-060 Primeira Edição: Abril, 2022 Categoria: Adoração Tel: 11 94179-3665 PIX: roberttmarques@gmail.com Instagram: @roberttmarques Site: culturadoreino.org
  • 4. Dedico este livro a todos que anseiam contemplar a face de Deus. À minha esposa Erika, por ser a minha principal incentivadora e apoiadora. Também aos meus amados filhos Felipe, Joaquim, Teo e Elis.
  • 5. Sumário Introdução............................................6 CAPÍTULO I O que é adoração?...............................7 CAPÍTULO 2 Ser amigo de Deus............................ 19 CAPÍTULO 3 Tornando-se amigo de Deus.............24 CAPÍTULO 4 Leitura e Meditação..........................28 CAPÍTULO 5 A essência da adoração.................... 32
  • 6. Introdução ABíblia ensina que só devemos adorar a Deus. A verdadeira adoração vem do coração, não é só um ato exterior. Quem adora outro que não seja Deus, rejeita a Deus. Durante essa leitura, você será levado a desejar ainda mais se engajar em adoração.
  • 7. CAPÍTULO I O que é adoração? Vamos dar olhada em alguns significados da palavra adoração. Segundo os dicionários, adoração é o culto que se presta a alguém ou a alguma coisa que se atribui status de divindade. Adoração Bíblica A primeira vez que vemos a palavra “adoração” na Bíblia está em Gênesis 22:5 Esperem aqui com o jumento. Eu e o rapaz iremos até lá e, depois de termos adorado, voltaremos para junto de vocês. Shachah: A palavra que aparece nesse texto em hebraico, que significa inclinar-se, prostrar-se.
  • 8. Caghadh: Outra palavra que aparece no Antigo Testamento, é “caghadh”, que significa “cair no chão”. E o povo creu. E, quando ouviram que o Senhor havia visitado os filhos de Israel e visto a aflição deles, inclina- ram-se e adoraram. Exodo 4:31 Adoração no Templo É interessante observar também essa passagem bíblica que retrata uma posição física que os sac- erdotes ficavam: de maneira que os sacerdotes não puderam permanecer ali para ministrar, por causa da nuvem, porque a glória do Senhor encheu a casa de Deus. 2Cr 5:14 Enquanto nós temos o entendimento de que fi- car prostrado é estar de joelhos no chão, o judeu daquela época compreendida que estar prostra- do, era ficar totalmente de barriga virada para o chão. Nessa posição entendiam como um sinal de total submissão a presença de Deus.
  • 9. Adoração no Novo Testamento JánoNovoTestamento,encontramosduastraduções para a palavra “adoração”: Proskuneo que traz o sentido de beijar o chão. O adorador está de barriga voltada para o chão, a ponto até sua boca tocar o chão. Essa palavra é usada no diálogo de Jesus com a mulher samari- tana (Jo 4:2-24). Sebonai é encontrado na passagem de Mt 15:9. Jesus condena essa forma de adoração quando Ele diz: “Em vão me adoram; seus ensinamentos não passam de regras ensinadas por homens”. É você adorar sem vida prática. Adoração é relacionamento Todas essas palavras citadas, significam adoração no sentido físico. Assim, devemos adorar a Deus com todo o nosso ser. Isso envolve todo o nosso corpo, mente e emoções. Imagine aquelas lutas de UFC em que um luta- dor é levado ao chão de barriga para baixo. Ele
  • 10. fica completamente vulnerável, indefeso e sem condições alguma de revidar. Adoração é você se posicionar vulneravelmente diante da presença gloriosa de Deus. Adoração é uma entrega absoluta a Deus. Em todas as referências do Novo Testamento so- bre adoração verdadeira, a palavra usada é um verbo, e não um substantivo. Portanto, adoração não é uma coisa, é algo verdadeiro que uma pes- soa oferece a Deus para agradá-lo. Adoração é totalmente relacional Em Gênesis 22, podemos ver isso claramente no relacionamento de Abraão e Deus, ao entregar o seu filho Isaque para ser sacrificado. Nesse momento, Abraão deve ter sentido tristeza, angústia e dor ao fazer isso. Mas também tinha fé e obediência. Quando ele estava preste a sacrificar o seu filho, o anjo o impede de continuar.
  • 11. Deus desejou levar Abraão à um novo nível, porque Deus não estava à procura do seu filho, mas estava querendo a adoração de Abraão. Deus desejava que não houvesse nada entre Abraão e Ele. Aqui nós aprendemos que Deus estava provando a capacidade de entrega, confiança e obediência de Abrãao, a ponto de chama-lo de amigo de Deus. E se cumpriu a Escritura, que diz: “Abraão creu em Deus, e isso lhe foi atribuído para justiça”, e ele foi chamado amigo de Deus. Tiago 2:23 Adoração é agradar a Deus Você foi criado para agradar a Deus. Ele não o criou porque estava necessitado de atenção e car- ente de amor, mas decidiu criá-lo para Sua glória, propósito e prazer. Ele tem anseios e desejos. Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque criaste todas as coisas e por tua vontade elas vieram a existir e foram criadas. Ap 4:11 Porque o Senhor se agrada do seu povo e exalta os hu- mildes com a salvação. Sl 149:4
  • 12. Viver para dar satisfação a Deus é o primeiro propósito de sua vida. Quando você entende essa verdade, você jamais viverá como alguém insig- nificante e sem valor, pois isso prova que você é importante para Deus. Você adora com todo o seu ser. Ele te deu um corpo, uma mente e um coração para que você pudesse experimentar e viver a vida. Deus colo- cou partículas divinas em você ao criá-lo. E Deus disse: — Façamos o ser humano à nossa imagem, conforme a nossa semelhança. Gênesis 1:26 Assim como o homem, Deus também tem senti- dos. Com frequência, esquecemos que Deus tem emoções. Deus sofre, fica com ciúmes e bravo, sente compaixão, piedade, tristeza, alegria, satis- fação. Deus ama, sente prazer, ri. Leia: Gn 6:6; Ex 20:5; Dt 32:36; Jz 2:20; 1Rs 10:9; 1Cr 16:27; Sl 2:4; 5:5; 18:19; 35:27; 37:23; 103:13; 104:31; Ez 5:13; 1Jo 4:16.
  • 13. Adoração é trabalhar Grande parte dos cristãos trocaram a visão bíbli- ca por uma visão dualista que divide o universo entre o reino espiritual, que é bom e santo, e o reino físico, que é mau e profano. A primeira coisa que Deus fez ao criar o homem, foi dar a ele o trabalho. O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar. Gênesis 2:15 Existe uma falsa ideia de deixar o ambiente secu- lar e entrar no ambiente espiritual para que nos tornemos “obreiros cristãos de tempo integral”. Seguindo essa visão, somente esses obreiros são espirituais. Quando o homem trabalha, ele está adorando a Deus e exercendo o seu sacerdócio. O que adoração NÃO é Adoração não é música. Adoração é muito mais do que música. Muitas pessoas ainda afirmam que adoração é o mesmo que música. Elas dizem
  • 14. que primeiro vem o momento da adoração e de- pois a pregação. Também dizem que a adoração prepara o ambiente para a palavra. Todos os momentos de um culto, por exemplo, são um ato de adoração: a oração, a leitura bíbli- ca, os cânticos, a confissão de pecados, o silêncio, o ato de ouvir a pregação, fazer anotações para estudo posterior, ofertar, o batismo, a ceia. Antes mesmo de existir a música, Adão já adorava a Deus através do trabalho de cultivar e guardar a terra. Se adoração fosse música, todos os que não can- tam e nem tocam algum instrumento, não adoram a Deus. Isso é um grande erro. Adoração também não é um estilo musical. Al- guém pode dizer que prefere as canções de lou- vor mais agitadas, e outro pode dizer que prefere as canções de adoração mais lenta. Na verdade, Deus, ama todos os tipos de música.
  • 15. Se todas as músicas são oferecidas a Deus em es- pírito e em verdade, então são um ato de adoração. Mesmo que você, particularmente, não goste de todas. O estilo musical que você prefere diz mais sobre você – sua formação e personalidade – do que sobre Deus. Adoração não é para benefício próprio. Tem gente que diz o seguinte: “Nossa, o ambiente de adoração hoje foi muito bom pra você”. Tem out- ro que fala “Não podemos começar o culto até o fulano chegar”. Isso é errado. Porque a adoração não é para homens, e sim para Deus. É claro que existem benefícios na adoração, porque você é transformado ao adorar. Afinal, você se torna àquilo que você adora. Quando a adoração é focada em seu próprio benefício, Deus chama de uma adoração hipócri- ta. Uma adoração sem vida.
  • 16. O Senhor disse: “Visto que este povo se aproxima de mim e com a sua boca e com os seus lábios me honra, mas o seu coração está longe de mim, e o seu temor para comi- go consiste só em mandamentos ensinados por homens. Isaías 29:13 Isso é uma adoração cheia de performance. Mais preocupada com exterior do que com o interior do homem. Adoração não é parte da sua vida. Adoração é toda a sua vida. Muita gente pensa que adorar a Deus é somente na igreja. Isso é errado. Devemos adorar a Deus com tudo o que somos e fazemos na vida cotidiana. Olha o que esses textos dizem: Busquem o Senhor e o seu poder; busquem continuamente a sua presença. Salmos 105:4 Do nascimento do sol até o momento em que se põe, lou- vado seja o nome do Senhor. Salmos 113:3 Você deve adorar a Deus em todos os ambientes e em todo tempo. Adoração não se limita à um espaço geográfico e nem ao tempo.
  • 17. Cada atividade do dia pode ser transformada em um ato de adoração. Dormir, acordar, comer, be- ber, trabalhar, ou qualquer outra coisa, deve ser feito para a glória de Deus. E como nós podemos fazer para a glória de Deus? A Bíblia diz: Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor e não para as pessoas. Cl 3:23 Adoração é um estilo de vida O segredo da adoração é fazer todas as coisas como se fosse para Jesus em todo tempo do dia. Afinal, todo mundo recebeu 24 horas por dia para aproveitar. A questão é como você tem aproveit- ado o tempo que você tem. O dia tem três períodos: manhã, tarde e noite. Tempo suficiente para estudar, trabalhar e des- cansar. A questão não é a falta de tempo, mas sim a falta de prioridade. Se você parar para pensar, vai perceber que nós tempos tempo suficiente para fazer tudo que a gente precisa no dia.
  • 18. CAPÍTULO 2 Ser amigo de Deus Os dois primeiros fundamentos da adoração é relacionamento e conhecimento da Pala- vra de Deus. No Éden, vemos que Adão e Eva desfrutavam dessa comunhão íntima, profunda e pessoal com Deus. Não exista um intercessor entre eles e Deus, não existiam rituais ou cerimônias, mas um simples e profundo relacionamento com Deus. Fomos criados para um relacionamento, mas o homem corrompeu seu sacerdócio de governar a terra, ao permitir que o pecado gerasse culpa, medo e vergonha de estar em sua presença. Muito mais do que restaurar esse relacionamento através do Plano de Redenção, Deus deseja que você seja seu amigo. A Bíblia diz:
  • 19. Porque, se nós, quando inimigos, fomos reconciliados com Deus mediante a morte do seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida! Romanos 5:10 Através da obra de Cristo na cruz, esse relacio- namento foi restaurado para deixarmos de ser in- imigos e passarmos a ser amigos de Deus. Amigo de Deus Podemos encontrar algumas pessoas no Antigo Testamento que desfrutaram dessa amizade com Deus. Abraão e Moisés foram chamados “amigos de Deus”. Davi foi chamado “um homem segundo o coração de Deus”. Jó, Enoque e Noé eram amigos íntimos de Deus Leia: Gn 5:22; Ex 33:11; 2Cr 20:7; Jó 29:4; Is 41:8; At 13:22; Tg 2:23
  • 20. De servo para amigos. Servir faz parte da nossa natureza, porém ele quer que você suba de nível nesse relacionamento. Olha o que Jesus disse: Já não chamo vocês de servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz; mas tenho chamado vocês de amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes dei a conhecer. João 15:15 Todo mundo gosta de uma promoção. Geralmente mulher gosta de aproveitar uma promoção de rou- pa. Homem gosta de ser promovido no trabalho para uma posição maior e melhor. Dessa mesma forma, Ele não quer que você tenha um relacionamento de servo, por mais que servir tenha o seu lugar, mas Ele deseja ser amigo. A palavra “amigo” nesse versículo não significa uma relação superficial, mas um relacionamento íntimo e de confiança. Você percebe ainda no texto que Ele diz que ele dará revelações mais profundas aos amigos.
  • 21. Quando você convida uma pessoa para ser seu padrinho de casamento, é porque você tem uma amizade com ela. Isso é sinal de intimidade e con- fiança. De irmãos para amigos. O mesmo vale para a relação de irmãos. Existe muitos irmãos, mas nem todos são amigos. Você conta seus segredos a qualquer pessoa, mesmo que Ela conviva com você? De maneira alguma. Você compartilha com amigos de confiança. Quem tem muitos amigos pode cair em desgraça; mas há amigo mais chegado que um irmão. Provérbios 18:24 Deus quer ser conhecido Deus deseja muito ser conhecido profundamente. Ele criou todas as coisas para nos tornássemos seus amigos. A Bíblia diz: De um só homem fez todas as nações para habitarem sobre a face da terra, havendo fixado os tempos previamente estabelecidos e os limites da sua habitação; para buscarem Deus se, porventura, tateando, o possam achar, ainda que não esteja longe de cada um de nós. Atos 17:26-27
  • 22. Tem uma frase da JOCUM que eu gosto muito: “Conhecer a Deus e fazê-lo conhecido”. Não tem como você falar de alguém se conhecê-lo primeiro. Ele diz: Mas aquele que se gloria, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o Senhor e faço misericórdia, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor. Jeremias 9:24
  • 23. CAPÍTULO 3 Tornando-se amigo de Deus Orar é falar com Deus. Essa prática fala de con- versar. Não existe relacionamento saudável sem um bom diálogo. Muitos casais brigam muitas vezes, não pela falta de conversa, mas pela aus- ência de uma conversa madura e saudável. Não sabem se comunicar. Para ter uma boa comunicação, é necessário apren- der a ouvir antes de falar. Um bebê não nasce fa- lando. Ele desenvolve a fala através da audição. Muita gente não consegue conversar com Deus, porque não desenvolveram um diálogo ao longo da sua vida. Oração não é um monólogo onde apenas uma pessoa fala. Como estudante de comunicação, aprendi que a estrutura básica de uma comuni-
  • 24. cação é feita da seguinte forma: Um emissor tem um assunto que deseja enviar uma mensagem clara o receptor entender. No final do dia, eu procuro reunir toda a minha família em casa para juntos buscarmos a presença de Deus e compartilhar todas as nossas experiên- cias. Isso tem sido muito poderoso, porque cria-se um ambiente saudável, confiante e seguro, onde ninguém se sente com medo, culpado ou com ver- gonha. Orar diariamente Você não constrói um relacionamento íntimo com Deus apenas indo à igreja uma vez por semana. Ele não quer apenas um dia, mas todos os dias. Do acordar ao dormir, Ele quer conversar sobre tudo com você em todo o momento. Orem sem cessar. 1Tessalonicenses 5:17 Isso não significa que eu tenho que parar meus afazeres diários para orar, mas significa conversar com Deus enquanto eu faço compras, na fila do
  • 25. banco, dirijo, trabalho ou realizo qualquer outra tarefa. A sua presença está conosco todos os dias Tem pessoas que descobriram que tinham uma família em casa, quando começaram a cultivar uma conversa. O fato de você estar ao lado de uma pessoa, não significa que você tem um rela- cionamento com ela. Muitos pais inclusive, sub- stituíram a sua presença por presentes para tentar substituir a sua ausência. Olha essa promessa: E eis que estou com vocês todos os dias até o fim dos tem- pos. Mateus 28:20 Eu tenho a consciência que Ele está comigo to- dos os dias e em todos os momentos, quando eu cultivo uma conversa diária. Deus nunca parou de falar, mas nós que deix- amos de ouvir. O que separa o Antigo do Novo Testamento são os 400 anos de silêncio de Deus. Ele fala até no silêncio. Não que Deus tenha parado falar, mas foram os homens que deixaram de ouvi-lo.
  • 26. Como orar em todo tempo? Muitos cristãos ao longo dos séculos não fazem orações prolongadas e decoradas, mas declaram palavras curtas. Você pode dizer algo do tipo: Senhor, obrigado pelo dia; Tu estás comigo; Re- cebo tua graça; Dependo de ti. A primeira coisa que eu faço ao acordar é ele- var meus pensamentos a Deus. Também tenho o hábito de deixar minha Bíblia na cabeceira da cama, para ler e meditar em alguns textos antes de levantar. Durante o dia eu posso dizer alguns versículos curtos, como: “Para mim o viver é Cris- to; Nunca me abandonarás; Tu és a minha força e a minha fortaleza”. Orar não é uma experiência, mas uma dis- ciplina. Tem momentos que você sentirá a presença de Deus; em outros não. Você não deve buscar uma experiência, mas cultivar a presença. Por mais que a experiência tenha o seu lugar de importância, jamais deve ser a sua prioridade. O propósito não é buscar a Deus para se sentir bem, mas para ter atitudes corretas.
  • 27. CAPÍTULO 4 Leitura e Meditação Asegunda forma de cultivar uma amizade com Deus é conhecendo a sua vontade através da Sua Palavra. É impossível ser amigo de Deus sem saber o que Ele fala, pensa e como e Ele age. A Bíblia diz que Deus se revelou a Samuel por meio de sua Palavra (1Sm 3:2-21) O universo que conhecemos foi criado pela Pala- vra de Deus. Pela fé, entendemos que o universo foi formado pela pa- lavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não são visíveis. Hebreus 11:3
  • 28. E o conhecimento de Deus através da Palavra é tão importante, que Deus declarou no início de tudo: Então Deus disse: — Haja luz! E houve luz. Gênesis 1:3 A meditação é uma das disciplinas espirituais mais negligenciadas pelos cristãos hoje. A Bíblia diz: Não cesse de falar deste Livro da Lei; pelo contrário, medite nele dia e noite, para que você tenha o cuidado de fazer segundo tudo o que nele está escrito; então você prosperará e será bem-sucedido. Josué 1:8 A meditação ocidental é para trabalhar o seu in- telecto; a meditação oriental é para esvaziar a mente. A meditação bíblica é completamente dif- erente dessas duas. Definição da palavra meditação na Bíblia: refletir, gemer, rosnar, proferir, resmungar. A med- itação hebraica é simplesmente repeti-las em um som suave ao mesmo tempo se livrando das dis- trações externas.
  • 29. Semelhança com Salmos 1:2: Pelo contrário, o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Meditação é pensar em sua Palavra durante todo dia, ao mesmo tempo que sua mente fica focada no que é importante. Olha esse texto: Ele humilhou vocês, ele os deixou passar fome, ele os sus- tentou com o maná, que vocês não conheciam e que nem os pais de vocês conheciam, para que vocês compreendes- sem que o homem não viverá só de pão, mas de tudo o que procede da boca do Senhor. Deuteronômio 8:3 O sucesso de Josué e de todo o povo, foi não deix- arem de falar essa palavra. Não deixar de falar é uma expressão bíblica, para não sair da sua frente. Uma simples tarefa. Essa é a arte perdida da med- itação. Quando você pensa repetidamente em determi- nado problema, isso é preocupação. Quando você pensa repetidamente na Palavra de Deus, isso é meditação.
  • 30. Cultive agora mesmo o hábito de ler e meditar na Palavra todos os dias e em todo tempo. Quanto mais você fizer isso, mais maturidade, constância e foco você terá. A oração é quando você fala com Deus. A leitura e meditação é quando Deus fala com você. Essas três práticas são importantes para quem deseja ser amigo de Deus.
  • 31. CAPÍTULO 5 A essência da adoração Aessência da adoração está em render-se a Deus. Como vimos anteriormente, o signifi- cado da palavra adoração é entregar-se por com- pleto. Estar totalmente vulnerável a Deus. A palavra rendição é quase sempre utilizada num contexto negativo: criminosos capturados ren- dem-se às autoridades. Numa cultura competitiva como a nossa, somos ensinados a nunca desistir, a jamais ceder. Prefer- imos falar sobre vitórias, sucessos e conquistas, do que falar de submissão, obediência e rendição. Entregar-se à Deus não é por medo ou obrigação, mas por amor. Olha o que Paulo diz:
  • 32. Portanto, irmãos, pelas misericórdias de Deus, peço que ofereçam o seu corpo como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus. Este é o culto racional de vocês. Ro- manos 12:1 A verdadeira adoração está em parar de lutar contra Deus e se entregar completamente. Um dia minha esposa reclamou que eu não es- tava ajudando o suficiente em casa. Eu disse pra ela que já ajudava trocando a fralda do bebe, var- rendo a casa, levando e pegando as crianças na escola. Eu disse que cada um dava 50% no rela- cionamento. Ela me disse que não queria 50% de mim, mas 100% de mim. A gente pensa que um relacionamento é feito dessa forma. A Erika não quer metade de mim, mas sim por inteiro. Render-se a Deus Render-se é se entregar totalmente à vontade Deus, não por obrigação, mas obediência e fé. Vamos trabalhar agora esses dois princípios relacionados a rendição.
  • 33. Quando Jesus chamou os discípulos para segui-lo, vemos uma resposta impressionante. Olha o que diz: E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Então, eles deixaram imediatamente as re- des e o seguiram. Mateus 4:19-20 E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Então, eles deixaram imediatamente as redes e o seguiram. Então, eles, no mesmo instante, deixando o barco e seu pai, o seguiram. Mateus 4:19-20,22 Eles responderam imediatamente. A pergunta que eu faço para você é: Quanto tempo você leva para obedecer a Deus quando Ele te chama ou pede para você fazer algo? Imediatamente? Uma semana? Um mês? Um ano? Cinco? Dez ano? A vida inteira? A ato da rendição manifesta-se claramente na obediência e fé. Você precisa de fé para obedecer e obedecer para ter fé.
  • 34. O problema é que muitas pessoas querem ficar com o Jesus Salvador, mas não o Senhor. Seria uma contradição dizer: “Não, Senhor”, quando Ele pede algo para você. Depois de passar por uma noite improdutiva na pescaria, Pedro ficou frustrado e desanimado. Você consegue se identificar com essa história em que você perde as forças? Olha só: Em resposta, Simão disse: — Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sob esta sua pa- lavra, lançarei as redes. Quando acabou de falar, Jesus disse a Simão: — Leve o barco para o lugar mais fundo do lago e então lancem as redes de vocês para pescar. Lucas 5:4-5 Mesmo não se sentindo bem, Pedro se rende ao obedecer e crer na Palavra. Assim ficou conheci- do como a “pesca milagrosa”. A fé que agrada a Deus A fé é um princípio importante para render a Deus e confiar. Você não se entrega alguém, a menos que você confie.
  • 35. De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que recompensa os que o buscam. Hb 11:6 O medo é o inimigo da fé. Enquanto a fé agrada e aproxima de Deus, o medo o afasta. Deus cumpre com todas as suas promessas, mas não é obrigado a cumprir com o nosso potencial. Você precisa assumir uma fé responsável e ativa. É impossível querer viver como livre, se ainda mantém uma mentalidade de escravo. Deus deseja tirar as pessoas do Egito para Terra Prometida, mas tem gente que não quer passar pelo processo do deserto. Egito representa escravidão. Deserto representa processo. Terra Prometida representa liberdade. Uma terra que emana leite de mel. É equivalente ao Reino de Deus no Novo Testamento, como diz
  • 36. Paulo: “que o Reino não é comida e nem bebida, mas paz, justiça e alegria no Espírito”. Nem todo mundo entrou na Terra Prometida. Vamos ver algumas características dessas pessoas que viveram no Egito. 1. Tinham a mentalidade e atitude de escravo; 2. São pessoas intimidadas e incrédulas; 3. São tratadas como mercadorias. Deus prometeu tirá-los do Egito, mas precisavam obedecer e assumir uma fé responsável e ativa para viver o que Deus tinha para eles. Abraão, o pai da fé. Também encontramos esse exemplo na vida de Abraão. Esse homem nos ensina sobre fé de uma maneira impressionante. Lá em Gênesis 12 en- contramos essa história. Na primeira parte vemos Deus chamando Abraão e fazendo promessas:
  • 37. O Senhor disse a Abrão: — Saia da sua terra, da sua parentela e da casa do seu pai e vá para a terra que lhe mostrarei. Farei de você uma grande nação, e o abençoarei, e engrandecerei o seu nome. Seja uma bênção! Abençoa- rei aqueles que o abençoarem e amaldiçoarei aquele que o amaldiçoar. Em você serão benditas todas as famílias da terra. Gênesis 12:1-3 Nessa segunda parte, vemos Abraão respondendo ao chamado de Deus: Partiu, pois, Abrão, como o Senhor lhe havia ordena- do. E Ló foi com ele. Abrão tinha setenta e cinco anos quando saiu de Harã. Abrão levou consigo a sua mul- her Sarai, o seu sobrinho Ló, todos os bens que haviam adquirido e as pessoas que lhes foram acrescentadas em Harã. Partiram para a terra de Canaã e lá chegaram. Gênesis 12:4-5 Algumas outras lições que aprendemos com esse exemplo é a seguinte: 1. Precisava sair da sua parentela. Isso signifi- cava que teria de deixar o conforto e a segurança que desfrutava;
  • 38. 2. Abrão tem uma palavra e uma visão de Deus, mesmo sem saber onde era essa terra que Deus estava prometendo para ele e toda a sua de- scendência. 3. Quando você obedece e tem fé na Palavra, você se tornará uma benção na vida de outras pessoas. 4. Precisa aprender a confiar e depender totalmente de Deus. Deus quando te dá uma visão, também dá a provisão. O mesmo Deus que te salva, é o mesmo que te sustenta. 5. Obediência parcial é também uma desobe- diência. Deus chamou Abraão, mas não chamou Ló. Talvez Abraão tenha levado Ló junto com ele, porque tinha alguma questão de cuidado. Já no capítulo seguinte, vemos o conflito entre os pas- tores de Ló e Abraão, por causa das ovelhas que estavam se misturando. Abraão toma a iniciativa de resolver essa questão com Ló, dizendo para ele escolher o lado que qui- sesse, pegar as suas coisas e ir embora. Ele pode-
  • 39. ria muito bem escolher primeiro para onde que- ria ir, mas não. Abraão abre o direito de escolha para Ló. Ló ergueu os olhos e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem-regada, como o jardim do Senhor, como a terra do Egito, até a região de Zoar. Isto foi antes de haver o Senhor destruído Sodoma e Gomorra. Não está toda a terra aí diante de você? Peço que você se afaste de mim. Se você for para a esquerda, irei para a direita; se você for para a direita, irei para a esquerda. Gênesis 13:9-10 Ló viu uma região que encheu os seus olhos de tão maravilhosa que deveria ser. O texto diz que era como o jardim do Senhor, parece que com- parando com o jardim do Éden. Então imagina que o lugar não era qualquer lugar. Sabe por que Abraão deixa Ló escolher? Porque Abraãotinhaumapalavra,umavisão.Paraqualquer lugar que Abrãao fosse, Deus estaria com ele.
  • 40. Pessoas que se renderam a Deus. Izabel era avançada em idade para gerar um fil- ho, mesmo assim Deus abençoou por conta da sua rendição. Maria disse se submeteu a vontade Deus dizendo: “Cumpra-se em mim a tua pala- vra”. Ananias obedeceu e teve fé ao orar por Pau- lo. Dependência Total Você até pode conquistar as coisas com a força do seu braço, mas é incrível quando você conquista+ através da fé. Olha o que a Bíblia diz: Descanse no Senhor e espere nele. Sl 37:7 Jesus é o nosso maior exemplo de rendição. Ele tinha sabedoria suficiente para não passar pela morte de cruz, mas Ele mesmo assim se en- tregou voluntariamente em amor. Na noite antes da crucificação ele orou: dizendo: — Pai, se queres, afasta de mim este cálice! Con- tudo, não se faça a minha vontade, e sim a tua. Lucas 22:42
  • 41. Essa palavra cálice no grego significa “experiên- cia”. Jesus pede a Deus, que se for possível, não passar por aquela experiência dolorosa e lenta. Então ele faz uma oração de submissão a Deus para que ele não fizesse a sua própria vontade, mas que ele obedecesse a vontade do Pai. Incrível, né? Paulo se rendeu a Deus no caminho para Damas- co, depois de ser derrubado por uma luz ofus- cante. De perseguidor de cristãos, Paulo se tornou o apóstolo aos gentios. Sacrifício vivo e agradável. Quando Paulo pede para os cristãos oferece o próprio corpo como sacrifício vivo e agradável, é porque muitas vezes nós não queremos, mas pre- cisamos nos entregar por completo a vontade de Deus. A benção de se render O primeiro sinal de benção ao se render é paz (Jó 22:21).
  • 42. Segundo é você viver em liberdade (Rm 6:17-18) Terceiro, você experimenta o poder de Deus em sua vida. É por isso que o poder de Deus se aper- feiçoa na sua fraqueza, como diz Paulo (2Co 12:9- 10). A rendição será testada É preciso deixar claro que ao se render por com- pleto a Deus, essa decisão será provada. Isso sig- nifica que algumas vezes você realizará tarefas inconvenientes. Rende-se a Deus vai custar o seu tempo, os teus recursos e os teus talentos. Paulo escreve uma das declarações de rendição mais impressionantes que já vimos. Olha o que ele diz: Porque eu, mediante a própria lei, morri para a lei, a fim de viver para Deus. Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. E esse viver que agora tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. Gálatas 2:19-20
  • 43. Conclusão Quando ouvimos que o primeiro e maior manda- mento é “Amar a Deus, de todo o teu coração, de toda tua alma, de todo o teu entendimento e de toda as suas forças; e ao próximo como a si mesmo”, se resume no simples e profundo ato de adorar a Deus. Para você viver o que Deus tem para você, é pre- ciso se engajar em adorar a Deus. E à medida que você o adora, você é transformado. Afinal, você se torna parecido com o que você adora. Portanto, adore a Deus e seja parecido com Jesus. Muito obrigado por você ter lido esse livro e ter medido em cada parte. Aproveite para compartil- har nas suas redes sociais e me marcar para saber o que Deus tem falado e feito na sua vida. Persevere até o fim, Robertt Marques @roberttmarques