SlideShare uma empresa Scribd logo
Marketing
Internacional
Msc. Macandja -UPM
No futuro só existirão dois tipos de
gestores: os rápidos e os mortos.
Marketing Internacional
• É o processo de planejamento e condução de
transações além das fronteiras nacionais para
criar intercâmbios que atendam aos objetivos
dos indivíduos e organizações.
• É o marketing
dirigido a
desenvolver
mercados ao
redor do
mundo
Marketing Internacional
Por que ir para o Mercado
Internacional?
 Para contra-atacar empresas globais que estejam
entrando em nosso mercado doméstico;
 Aproveitar mercados com maiores oportunidades de
lucro do que o doméstico;
 Para ampliar a base de clientes obtendo economia de
escala;
 Para diminuir a dependência do mercado doméstico,
reduzindo assim o risco operacional;
 Por que os clientes estão viajando para o exterior e
exigindo seus serviços.
Pontos de Atenção!
 Nem sempre se conhece as preferências dos
consumidores estrangeiros;
 Nem sempre se entende a cultura gerencial do país em
que se pretende instalar;
 Nem sempre se conhece as leis estrangeiras;
 Nem sempre se conhece os custos envolvidos;
 Nem sempre a empresa possui executivos com
experiência internacional;
 O país estrangeiro pode mudar sua política comercial,
cambial e até promover a desapropriação da
propriedade estrangeira.
3 Características da Era Global
1.Democratização da
tecnologia
1.Democratização das
finanças
1.Democratização da
informação
8
ASPECTOS SOBRE A GLOBALIZAÇÃO
 Intercâmbio tecnológico,
 Disseminação cultural,
 Relações Internacionais;
 Diversificação de produtos;
 Rompimentos de fronteiras;
 Geração de novos empregos;
 Novas oportunidades de
• negócios;
 Preços mais baratos para o
• consumidor;
 Trocas de experiências
acadêmicas;
 Participar da dinâmica global.
 Poluição global;
 Desigualdade Social;
 Promove o desemprego;
 Crescente exploração;
 Fortalecimento das grandes
• potências;
 Alguns países participam de
• forma passiva;
 Falência das pequenas
empresas;
 Protecionismos (barreiras);
 Protecionismo;
 Guerras; e
 Imposições políticas.
4 Desafios da Globalização
1.A POBREZA
2.O DESEMPREGO
3.A MÁ DISTRIBUIÇÃO DA
RENDA
4.A DEGRADAÇÃO
AMBIENTAL
Marketing Internacional no Século XXI
• O mundo está
encolhendo
rapidamente com o
advento de
comunicações, meios
de transporte e
fluxos financeiros
mais velozes.
Marketing Internacional no Século XXI
• O comércio internacional está explodindo.
Marketing Internacional no Século XXI
• A concorrência
global está se
intensificando
e poucas
indústrias
estão seguras
da competição
estrangeira.
• A empresas globais enfrentam diversos
obstáculos, tais como:
– Dívidas, inflação e desemprego resultaram em
governos e moedas altamente instáveis,
– Os governos estão impondo maior
regulamentação em empresas estrangeiras,
– Tarifas protecionistas e barreiras comerciais,
– Corrupção.
Marketing Internacional
no Século XXI
Escopo do Marketing Internacional
• Reconhecer e desenvolver
oportunidades no
mercado mundial,
estando consciente das
ameaças de concorrentes
estrangeiros em todos os
mercados e usando
eficazmente as redes de
distribuição internacionais
Benefícios de uma Empresa Global
1) Ampliação do mercado consumidor: o mercado é o mundo.
Benefícios de uma Empresa Global
2) Redução do custo geral da organização, pela obtenção de reduções de
impostos ou de obras de infra-estrutura no país estrangeiro.
Benefícios de uma Empresa Global
3) Negociação com fornecedores – maior condição de negociação com
fornecedores, mediante a aquisição de matéria-prima, insumos e
componentes em larga escala, através de compra centralizada.
Benefícios de uma Empresa Global
4) Aproveitamento de vantagens comparativas, quer seja de recursos
naturais, tecnológicos ou humanos em regiões onde são mais abundantes,
com melhor qualidade ou com menores custos.
Benefícios de uma Empresa Global
5) Proximidade dos mercados consumidores, possibilitando a adaptação de
modelos, embalagens e características de produtos a requesitos específicos
da região.
Decisões Importantes para o
Marketing Internacional
Avaliar o ambiente de marketing global
Decidir se ingressa ou não no mercado
internacional
Decidir em que mercados ingressar
Decidir como ingressar no mercado
Decidir o programa de marketing global
Decidir a organização para o marketing
global
Em Que Mercados Ingressar
• Indicadores de Potencial de Mercado
– Características Demográficas
– Características Geográficas
– Fatores Econômicos
– Fatores Tecnológicos
– Fatores Socioculturais
– Planos e Metas Nacionais
Características
Demográficas
Tamanho da população
Nível de crescimento da população
Grau de urbanização
Densidade populacional
Estrutura e composição da idade da população
Características
Geográficas
Tamanho físico de um país
Características topográficas
Condições climáticas
Fatores
Econômicos
 PIB per capita
 Distribuição de renda
 Grau de crescimento do PIB
 Proporção do investimento do PIB
Factores
Tecnológicos
Nível de habilidade tecnológica
 Produção tecnológica
 Consumo tecnológico existente
 Níveis educacionais
Factores Socioculturais
Valores Dominantes
 Estilo de vida
 Grupos étnicos
 Fragmentação linguistica
Planos e Metas Nacionais
Prioridades
industriais
Planos de
investimento
na infra-
estrutura
Alguns Fracassos
• Aparelho de barbear no
Japão que não encaixavam
nas mãos dos japoneses
Alguns Fracassos
• Garrafas de Coca Cola 2
litros na Espanha, que não
cabiam na geladeira
Alguns Fracassos
• Cera de assoalho Johnson no Japão onde as
pessoas andam descalças em casa
Alguns Fracassos
• Mistura para bolo da General Foods no Japão
onde apenas 3% das casas possuem forno
Formas de Atuação
no MERCADO
EXTERIOR
 Exportação
 Parcerias Empresariais
 Acordos de Cooperação Comercial ou Industrial
 Licenciamento
 Alianças Estratégicas Internacionais
 Joint Ventures
 Investimento Direto
Exportação
Exportação é a operação de remessa de bens
e serviços, nacionais ou nacionalizados para
outro território aduaneiro, após cumprida as
exigências legais e comerciais, gerando a
entrada de divisas.
É a abertura do país para o mundo!
Por que Exportar?
 Necessidade de operar em um mercado de volumes;
 Pedidos casuais de importadores;
 Dificuldades no mercado interno;
 Melhor aproveitamento das estações;
 Possibilidades de melhores preços;
 Melhor programação da produção;
 Prolongamento do ciclo de vida de um produto;
Exportação Direta ou Indireta
Intermediário na Exportação Indireta
 Exportador do Próprio País
Compra a mercadoria do fabricante e a exporta
 Agente Exportador do Próprio País
Procura compradores e fecha negócios à base de comissão
 Cooperativa
Exporta em nome de vários fabricantes
 Empresa de Administração de Exportação
Administra a exportação cobrando uma taxa por isso
Formas de
Exportação Direta
Departamento ou divisão interna de
exportação
Filial ou subsidiária de vendas no exterior
Vendedores viajantes de exportação
Distribuidoras ou agentes no exterior
Licenciamento
O licenciador faz um acordo com uma
empresa estrangeira permitindo o uso de um
processo de produção, marca, patente,
segredo comercial ou outro item de valor,
mediante o pagamento de uma taxa ou de
royalties.
Joint Ventures
Forma de sociedade em que a propriedade e
o controle são compartilhados entre os sócios.
Investimento Direto
A empresa estrangeira compra parte ou o
controle total de uma empresa local ou
constrói suas próprias instalações.
• Obrigado

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a MARKETING INTERNACIONAL Slides.pptx

Comércio internacional
Comércio internacionalComércio internacional
Comércio internacional
Ana Paula Balieiro Alves
 
Processo de internacionalização das PME
Processo de internacionalização das PMEProcesso de internacionalização das PME
Processo de internacionalização das PME
Carvalhosa & Consultores Associados
 
Internacionalizac3a7c3a3o
Internacionalizac3a7c3a3oInternacionalizac3a7c3a3o
Internacionalizac3a7c3a3o
eleuteriomonteiro
 
Comércio Internacional
Comércio InternacionalComércio Internacional
Comércio Internacional
Jane34
 
Web 2
Web 2Web 2
Web 2
jadson1
 
Apresentação internacionalização
Apresentação internacionalizaçãoApresentação internacionalização
Apresentação internacionalização
Margareth Senne
 
Apostila de comércio exterior
Apostila de comércio exteriorApostila de comércio exterior
Apostila de comércio exterior
Keila Maria
 
Apostila de marketing internacional parte 1
Apostila de marketing internacional parte 1Apostila de marketing internacional parte 1
Apostila de marketing internacional parte 1
giovani1
 
Planejamento estratégico de marketing ativação de marca
Planejamento estratégico de marketing ativação de marcaPlanejamento estratégico de marketing ativação de marca
Planejamento estratégico de marketing ativação de marca
Cesar Miranda
 
Palestra: Como Fazer sua Primeira Exportação
Palestra: Como Fazer sua Primeira ExportaçãoPalestra: Como Fazer sua Primeira Exportação
Palestra: Como Fazer sua Primeira Exportação
ABRACOMEX
 
O plano de exportacao
O plano de exportacaoO plano de exportacao
O plano de exportacao
TiagoCaseiro1
 
A conversa com Antonio Paraiso
A conversa com Antonio ParaisoA conversa com Antonio Paraiso
A conversa com Antonio Paraiso
CLT Valuebased Services
 
Aula Inaugural - MBA Gestão Jurídica Aduaneira
Aula Inaugural - MBA Gestão Jurídica AduaneiraAula Inaugural - MBA Gestão Jurídica Aduaneira
Aula Inaugural - MBA Gestão Jurídica Aduaneira
ABRACOMEX
 
A Globalizacao e internacionalização.pptx
A Globalizacao e internacionalização.pptxA Globalizacao e internacionalização.pptx
A Globalizacao e internacionalização.pptx
BernardoMavie
 
Conquistando o Mercado Exterior
Conquistando o Mercado ExteriorConquistando o Mercado Exterior
Conquistando o Mercado Exterior
Amanda Zara
 
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
ABRACOMEX
 
Noções de Internacionalização de Empresas
Noções de Internacionalização de Empresas Noções de Internacionalização de Empresas
Noções de Internacionalização de Empresas
ubyrajara
 
Fatores que influenciam o marketing
Fatores que influenciam o marketing Fatores que influenciam o marketing
Fatores que influenciam o marketing
Carlos Rocha
 
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
Leonardo Lopes
 
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
ABRACOMEX
 

Semelhante a MARKETING INTERNACIONAL Slides.pptx (20)

Comércio internacional
Comércio internacionalComércio internacional
Comércio internacional
 
Processo de internacionalização das PME
Processo de internacionalização das PMEProcesso de internacionalização das PME
Processo de internacionalização das PME
 
Internacionalizac3a7c3a3o
Internacionalizac3a7c3a3oInternacionalizac3a7c3a3o
Internacionalizac3a7c3a3o
 
Comércio Internacional
Comércio InternacionalComércio Internacional
Comércio Internacional
 
Web 2
Web 2Web 2
Web 2
 
Apresentação internacionalização
Apresentação internacionalizaçãoApresentação internacionalização
Apresentação internacionalização
 
Apostila de comércio exterior
Apostila de comércio exteriorApostila de comércio exterior
Apostila de comércio exterior
 
Apostila de marketing internacional parte 1
Apostila de marketing internacional parte 1Apostila de marketing internacional parte 1
Apostila de marketing internacional parte 1
 
Planejamento estratégico de marketing ativação de marca
Planejamento estratégico de marketing ativação de marcaPlanejamento estratégico de marketing ativação de marca
Planejamento estratégico de marketing ativação de marca
 
Palestra: Como Fazer sua Primeira Exportação
Palestra: Como Fazer sua Primeira ExportaçãoPalestra: Como Fazer sua Primeira Exportação
Palestra: Como Fazer sua Primeira Exportação
 
O plano de exportacao
O plano de exportacaoO plano de exportacao
O plano de exportacao
 
A conversa com Antonio Paraiso
A conversa com Antonio ParaisoA conversa com Antonio Paraiso
A conversa com Antonio Paraiso
 
Aula Inaugural - MBA Gestão Jurídica Aduaneira
Aula Inaugural - MBA Gestão Jurídica AduaneiraAula Inaugural - MBA Gestão Jurídica Aduaneira
Aula Inaugural - MBA Gestão Jurídica Aduaneira
 
A Globalizacao e internacionalização.pptx
A Globalizacao e internacionalização.pptxA Globalizacao e internacionalização.pptx
A Globalizacao e internacionalização.pptx
 
Conquistando o Mercado Exterior
Conquistando o Mercado ExteriorConquistando o Mercado Exterior
Conquistando o Mercado Exterior
 
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
 
Noções de Internacionalização de Empresas
Noções de Internacionalização de Empresas Noções de Internacionalização de Empresas
Noções de Internacionalização de Empresas
 
Fatores que influenciam o marketing
Fatores que influenciam o marketing Fatores que influenciam o marketing
Fatores que influenciam o marketing
 
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
 
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
AULA inaugural da FORMAÇÃO DE INTERNATIONAL TRADER - Dupla certificação Brasi...
 

Último

Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 

Último (20)

Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 

MARKETING INTERNACIONAL Slides.pptx

  • 2. No futuro só existirão dois tipos de gestores: os rápidos e os mortos.
  • 3. Marketing Internacional • É o processo de planejamento e condução de transações além das fronteiras nacionais para criar intercâmbios que atendam aos objetivos dos indivíduos e organizações.
  • 4. • É o marketing dirigido a desenvolver mercados ao redor do mundo Marketing Internacional
  • 5. Por que ir para o Mercado Internacional?  Para contra-atacar empresas globais que estejam entrando em nosso mercado doméstico;  Aproveitar mercados com maiores oportunidades de lucro do que o doméstico;  Para ampliar a base de clientes obtendo economia de escala;  Para diminuir a dependência do mercado doméstico, reduzindo assim o risco operacional;  Por que os clientes estão viajando para o exterior e exigindo seus serviços.
  • 6. Pontos de Atenção!  Nem sempre se conhece as preferências dos consumidores estrangeiros;  Nem sempre se entende a cultura gerencial do país em que se pretende instalar;  Nem sempre se conhece as leis estrangeiras;  Nem sempre se conhece os custos envolvidos;  Nem sempre a empresa possui executivos com experiência internacional;  O país estrangeiro pode mudar sua política comercial, cambial e até promover a desapropriação da propriedade estrangeira.
  • 7. 3 Características da Era Global 1.Democratização da tecnologia 1.Democratização das finanças 1.Democratização da informação
  • 8. 8 ASPECTOS SOBRE A GLOBALIZAÇÃO  Intercâmbio tecnológico,  Disseminação cultural,  Relações Internacionais;  Diversificação de produtos;  Rompimentos de fronteiras;  Geração de novos empregos;  Novas oportunidades de • negócios;  Preços mais baratos para o • consumidor;  Trocas de experiências acadêmicas;  Participar da dinâmica global.  Poluição global;  Desigualdade Social;  Promove o desemprego;  Crescente exploração;  Fortalecimento das grandes • potências;  Alguns países participam de • forma passiva;  Falência das pequenas empresas;  Protecionismos (barreiras);  Protecionismo;  Guerras; e  Imposições políticas.
  • 9. 4 Desafios da Globalização 1.A POBREZA 2.O DESEMPREGO 3.A MÁ DISTRIBUIÇÃO DA RENDA 4.A DEGRADAÇÃO AMBIENTAL
  • 10. Marketing Internacional no Século XXI • O mundo está encolhendo rapidamente com o advento de comunicações, meios de transporte e fluxos financeiros mais velozes.
  • 11. Marketing Internacional no Século XXI • O comércio internacional está explodindo.
  • 12. Marketing Internacional no Século XXI • A concorrência global está se intensificando e poucas indústrias estão seguras da competição estrangeira.
  • 13. • A empresas globais enfrentam diversos obstáculos, tais como: – Dívidas, inflação e desemprego resultaram em governos e moedas altamente instáveis, – Os governos estão impondo maior regulamentação em empresas estrangeiras, – Tarifas protecionistas e barreiras comerciais, – Corrupção. Marketing Internacional no Século XXI
  • 14. Escopo do Marketing Internacional • Reconhecer e desenvolver oportunidades no mercado mundial, estando consciente das ameaças de concorrentes estrangeiros em todos os mercados e usando eficazmente as redes de distribuição internacionais
  • 15. Benefícios de uma Empresa Global 1) Ampliação do mercado consumidor: o mercado é o mundo.
  • 16. Benefícios de uma Empresa Global 2) Redução do custo geral da organização, pela obtenção de reduções de impostos ou de obras de infra-estrutura no país estrangeiro.
  • 17. Benefícios de uma Empresa Global 3) Negociação com fornecedores – maior condição de negociação com fornecedores, mediante a aquisição de matéria-prima, insumos e componentes em larga escala, através de compra centralizada.
  • 18. Benefícios de uma Empresa Global 4) Aproveitamento de vantagens comparativas, quer seja de recursos naturais, tecnológicos ou humanos em regiões onde são mais abundantes, com melhor qualidade ou com menores custos.
  • 19. Benefícios de uma Empresa Global 5) Proximidade dos mercados consumidores, possibilitando a adaptação de modelos, embalagens e características de produtos a requesitos específicos da região.
  • 20. Decisões Importantes para o Marketing Internacional Avaliar o ambiente de marketing global Decidir se ingressa ou não no mercado internacional Decidir em que mercados ingressar Decidir como ingressar no mercado Decidir o programa de marketing global Decidir a organização para o marketing global
  • 21. Em Que Mercados Ingressar • Indicadores de Potencial de Mercado – Características Demográficas – Características Geográficas – Fatores Econômicos – Fatores Tecnológicos – Fatores Socioculturais – Planos e Metas Nacionais
  • 22. Características Demográficas Tamanho da população Nível de crescimento da população Grau de urbanização Densidade populacional Estrutura e composição da idade da população
  • 23. Características Geográficas Tamanho físico de um país Características topográficas Condições climáticas
  • 24. Fatores Econômicos  PIB per capita  Distribuição de renda  Grau de crescimento do PIB  Proporção do investimento do PIB
  • 25. Factores Tecnológicos Nível de habilidade tecnológica  Produção tecnológica  Consumo tecnológico existente  Níveis educacionais
  • 26. Factores Socioculturais Valores Dominantes  Estilo de vida  Grupos étnicos  Fragmentação linguistica
  • 27. Planos e Metas Nacionais Prioridades industriais Planos de investimento na infra- estrutura
  • 28. Alguns Fracassos • Aparelho de barbear no Japão que não encaixavam nas mãos dos japoneses
  • 29. Alguns Fracassos • Garrafas de Coca Cola 2 litros na Espanha, que não cabiam na geladeira
  • 30. Alguns Fracassos • Cera de assoalho Johnson no Japão onde as pessoas andam descalças em casa
  • 31. Alguns Fracassos • Mistura para bolo da General Foods no Japão onde apenas 3% das casas possuem forno
  • 32. Formas de Atuação no MERCADO EXTERIOR  Exportação  Parcerias Empresariais  Acordos de Cooperação Comercial ou Industrial  Licenciamento  Alianças Estratégicas Internacionais  Joint Ventures  Investimento Direto
  • 33. Exportação Exportação é a operação de remessa de bens e serviços, nacionais ou nacionalizados para outro território aduaneiro, após cumprida as exigências legais e comerciais, gerando a entrada de divisas. É a abertura do país para o mundo!
  • 34. Por que Exportar?  Necessidade de operar em um mercado de volumes;  Pedidos casuais de importadores;  Dificuldades no mercado interno;  Melhor aproveitamento das estações;  Possibilidades de melhores preços;  Melhor programação da produção;  Prolongamento do ciclo de vida de um produto;
  • 36. Intermediário na Exportação Indireta  Exportador do Próprio País Compra a mercadoria do fabricante e a exporta  Agente Exportador do Próprio País Procura compradores e fecha negócios à base de comissão  Cooperativa Exporta em nome de vários fabricantes  Empresa de Administração de Exportação Administra a exportação cobrando uma taxa por isso
  • 37. Formas de Exportação Direta Departamento ou divisão interna de exportação Filial ou subsidiária de vendas no exterior Vendedores viajantes de exportação Distribuidoras ou agentes no exterior
  • 38. Licenciamento O licenciador faz um acordo com uma empresa estrangeira permitindo o uso de um processo de produção, marca, patente, segredo comercial ou outro item de valor, mediante o pagamento de uma taxa ou de royalties.
  • 39. Joint Ventures Forma de sociedade em que a propriedade e o controle são compartilhados entre os sócios.
  • 40. Investimento Direto A empresa estrangeira compra parte ou o controle total de uma empresa local ou constrói suas próprias instalações.