SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
valores despendidos com as sessões de psicoterapia,
quando solicitada pela requerente a fazê-lo, até o
julgamento final da presente demanda”.
6. Oficie-se ao E. Tribunal de Justiça do Estado do
Paraná, com urgência, para que se tome ciência do acolhimento destes
declaratórios e da modificação parcial da decisão objeto do agravo de
instrumento interposto pela parte ré (seq. 32.3).
7. Intime-se a parte ré acerca desta decisão, a fim
de que fique ciente da modificação dos termos da antecipação de tutela e,
caso não haja a concessão de efeito suspensivo ao agravo interposto, para
que dê cumprimento a esta ordem judicial, sob pena de aplicação da multa
diária já estipulada.
8. Tendo em vista a retificação do decisório de
seq. 18.1, deixo, por ora, de apreciar os requerimentos formulados pela parte
autora no petitório de seq. 35.1.
9. Intimem-se. Diligências necessárias.
Curitiba, 22 de abril de 2014.
Renata Estorilho Baganha
Juíza de Direito
FPG
Documentoassinadodigitalmente,conformeMPnº2.200-2/2001,Leinº11.419/2006,resoluçãodoProjudi,doTJPR/OE
Validaçãodesteemhttp://portal.tjpr.jus.br/projudi-Identificador:PJ5J55WDGFVL5QSP6XMK
PROJUDI - Processo: 0049876-46.2013.8.16.0001 - Ref. mov. 42.1 - Assinado digitalmente por Renata Estorilho Baganha:9837,
23/04/2014: DETERMINAÇÃO DE DILIGÊNCIAS . Arq: Decisão - embargos de declaração

Mais conteúdo relacionado

Mais de Engel e Rubel Advocacia

Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...
Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...
Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...Engel e Rubel Advocacia
 
OI é condenada a pagar indenização de 15 mil por cobrar dívida inexistente
OI é condenada a pagar indenização de 15 mil por cobrar dívida inexistenteOI é condenada a pagar indenização de 15 mil por cobrar dívida inexistente
OI é condenada a pagar indenização de 15 mil por cobrar dívida inexistenteEngel e Rubel Advocacia
 
Banco BMG indenizará aposentado por desconto indevido do benefício previdenci...
Banco BMG indenizará aposentado por desconto indevido do benefício previdenci...Banco BMG indenizará aposentado por desconto indevido do benefício previdenci...
Banco BMG indenizará aposentado por desconto indevido do benefício previdenci...Engel e Rubel Advocacia
 
TJPR aumenta condenação da Oi de R$8 mil para R$15 mil por inscrição indevida
TJPR aumenta condenação da Oi de R$8 mil para R$15 mil por inscrição indevidaTJPR aumenta condenação da Oi de R$8 mil para R$15 mil por inscrição indevida
TJPR aumenta condenação da Oi de R$8 mil para R$15 mil por inscrição indevidaEngel e Rubel Advocacia
 
Apolar Imóveis é condenada a pagar R$8 mil por compensar antecipadamente cheq...
Apolar Imóveis é condenada a pagar R$8 mil por compensar antecipadamente cheq...Apolar Imóveis é condenada a pagar R$8 mil por compensar antecipadamente cheq...
Apolar Imóveis é condenada a pagar R$8 mil por compensar antecipadamente cheq...Engel e Rubel Advocacia
 
Itaú indenizará cliente por cobrar dívida inexistente
Itaú indenizará cliente por cobrar dívida inexistenteItaú indenizará cliente por cobrar dívida inexistente
Itaú indenizará cliente por cobrar dívida inexistenteEngel e Rubel Advocacia
 
Santander indeniza cliente por devolução de cheque indevida.
Santander indeniza cliente por devolução de cheque indevida.Santander indeniza cliente por devolução de cheque indevida.
Santander indeniza cliente por devolução de cheque indevida.Engel e Rubel Advocacia
 
MRV condenada a pagar aluguel para cliente por atraso na entrega do imóvel
MRV condenada a pagar aluguel para cliente por atraso na entrega do imóvelMRV condenada a pagar aluguel para cliente por atraso na entrega do imóvel
MRV condenada a pagar aluguel para cliente por atraso na entrega do imóvelEngel e Rubel Advocacia
 
MRV é condenada a pagar taxa de condomínio por entregar imóvel com infiltração
MRV é condenada a pagar taxa de condomínio por entregar imóvel com infiltraçãoMRV é condenada a pagar taxa de condomínio por entregar imóvel com infiltração
MRV é condenada a pagar taxa de condomínio por entregar imóvel com infiltraçãoEngel e Rubel Advocacia
 
Santander condenado a indenizar idosa em 10 mil reais
Santander condenado a indenizar idosa em 10 mil reaisSantander condenado a indenizar idosa em 10 mil reais
Santander condenado a indenizar idosa em 10 mil reaisEngel e Rubel Advocacia
 
Decisão judicial multando mrv engenharia em 2000 reais
Decisão judicial multando mrv engenharia em 2000 reaisDecisão judicial multando mrv engenharia em 2000 reais
Decisão judicial multando mrv engenharia em 2000 reaisEngel e Rubel Advocacia
 
Direito a saúde: Paraná Clínicas obrigada a pagar cirurgia obstétrica | Engel...
Direito a saúde: Paraná Clínicas obrigada a pagar cirurgia obstétrica | Engel...Direito a saúde: Paraná Clínicas obrigada a pagar cirurgia obstétrica | Engel...
Direito a saúde: Paraná Clínicas obrigada a pagar cirurgia obstétrica | Engel...Engel e Rubel Advocacia
 
Indenização Imobiliária - Engel & Rubel Advocacia
Indenização Imobiliária - Engel & Rubel AdvocaciaIndenização Imobiliária - Engel & Rubel Advocacia
Indenização Imobiliária - Engel & Rubel AdvocaciaEngel e Rubel Advocacia
 

Mais de Engel e Rubel Advocacia (13)

Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...
Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...
Construtora tenda condenada a devolver valores devido a atraso na entrega do ...
 
OI é condenada a pagar indenização de 15 mil por cobrar dívida inexistente
OI é condenada a pagar indenização de 15 mil por cobrar dívida inexistenteOI é condenada a pagar indenização de 15 mil por cobrar dívida inexistente
OI é condenada a pagar indenização de 15 mil por cobrar dívida inexistente
 
Banco BMG indenizará aposentado por desconto indevido do benefício previdenci...
Banco BMG indenizará aposentado por desconto indevido do benefício previdenci...Banco BMG indenizará aposentado por desconto indevido do benefício previdenci...
Banco BMG indenizará aposentado por desconto indevido do benefício previdenci...
 
TJPR aumenta condenação da Oi de R$8 mil para R$15 mil por inscrição indevida
TJPR aumenta condenação da Oi de R$8 mil para R$15 mil por inscrição indevidaTJPR aumenta condenação da Oi de R$8 mil para R$15 mil por inscrição indevida
TJPR aumenta condenação da Oi de R$8 mil para R$15 mil por inscrição indevida
 
Apolar Imóveis é condenada a pagar R$8 mil por compensar antecipadamente cheq...
Apolar Imóveis é condenada a pagar R$8 mil por compensar antecipadamente cheq...Apolar Imóveis é condenada a pagar R$8 mil por compensar antecipadamente cheq...
Apolar Imóveis é condenada a pagar R$8 mil por compensar antecipadamente cheq...
 
Itaú indenizará cliente por cobrar dívida inexistente
Itaú indenizará cliente por cobrar dívida inexistenteItaú indenizará cliente por cobrar dívida inexistente
Itaú indenizará cliente por cobrar dívida inexistente
 
Santander indeniza cliente por devolução de cheque indevida.
Santander indeniza cliente por devolução de cheque indevida.Santander indeniza cliente por devolução de cheque indevida.
Santander indeniza cliente por devolução de cheque indevida.
 
MRV condenada a pagar aluguel para cliente por atraso na entrega do imóvel
MRV condenada a pagar aluguel para cliente por atraso na entrega do imóvelMRV condenada a pagar aluguel para cliente por atraso na entrega do imóvel
MRV condenada a pagar aluguel para cliente por atraso na entrega do imóvel
 
MRV é condenada a pagar taxa de condomínio por entregar imóvel com infiltração
MRV é condenada a pagar taxa de condomínio por entregar imóvel com infiltraçãoMRV é condenada a pagar taxa de condomínio por entregar imóvel com infiltração
MRV é condenada a pagar taxa de condomínio por entregar imóvel com infiltração
 
Santander condenado a indenizar idosa em 10 mil reais
Santander condenado a indenizar idosa em 10 mil reaisSantander condenado a indenizar idosa em 10 mil reais
Santander condenado a indenizar idosa em 10 mil reais
 
Decisão judicial multando mrv engenharia em 2000 reais
Decisão judicial multando mrv engenharia em 2000 reaisDecisão judicial multando mrv engenharia em 2000 reais
Decisão judicial multando mrv engenharia em 2000 reais
 
Direito a saúde: Paraná Clínicas obrigada a pagar cirurgia obstétrica | Engel...
Direito a saúde: Paraná Clínicas obrigada a pagar cirurgia obstétrica | Engel...Direito a saúde: Paraná Clínicas obrigada a pagar cirurgia obstétrica | Engel...
Direito a saúde: Paraná Clínicas obrigada a pagar cirurgia obstétrica | Engel...
 
Indenização Imobiliária - Engel & Rubel Advocacia
Indenização Imobiliária - Engel & Rubel AdvocaciaIndenização Imobiliária - Engel & Rubel Advocacia
Indenização Imobiliária - Engel & Rubel Advocacia
 

Terapia psicológica determinada em processo judicial

  • 1.
  • 2. valores despendidos com as sessões de psicoterapia, quando solicitada pela requerente a fazê-lo, até o julgamento final da presente demanda”. 6. Oficie-se ao E. Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, com urgência, para que se tome ciência do acolhimento destes declaratórios e da modificação parcial da decisão objeto do agravo de instrumento interposto pela parte ré (seq. 32.3). 7. Intime-se a parte ré acerca desta decisão, a fim de que fique ciente da modificação dos termos da antecipação de tutela e, caso não haja a concessão de efeito suspensivo ao agravo interposto, para que dê cumprimento a esta ordem judicial, sob pena de aplicação da multa diária já estipulada. 8. Tendo em vista a retificação do decisório de seq. 18.1, deixo, por ora, de apreciar os requerimentos formulados pela parte autora no petitório de seq. 35.1. 9. Intimem-se. Diligências necessárias. Curitiba, 22 de abril de 2014. Renata Estorilho Baganha Juíza de Direito FPG Documentoassinadodigitalmente,conformeMPnº2.200-2/2001,Leinº11.419/2006,resoluçãodoProjudi,doTJPR/OE Validaçãodesteemhttp://portal.tjpr.jus.br/projudi-Identificador:PJ5J55WDGFVL5QSP6XMK PROJUDI - Processo: 0049876-46.2013.8.16.0001 - Ref. mov. 42.1 - Assinado digitalmente por Renata Estorilho Baganha:9837, 23/04/2014: DETERMINAÇÃO DE DILIGÊNCIAS . Arq: Decisão - embargos de declaração