ECLESIASTES

4.608 visualizações

Publicada em

Um introdução ao livro de Eclesiastes.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.608
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
183
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
303
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ECLESIASTES

  1. 1. ECLESIASTES
  2. 2.  5 - Em Gibeão, apareceu o Senhor a Salomão, de noite, em sonhos. Disse-lhe Deus: Pede-me o que queres que eu te dê.  6 - Respondeu Salomão: De grande benevolência usaste para com teu servo Davi, meu pai, porque ele andou contigo em fidelidade, e em justiça, e em retidão de coração, perante a tua face; mantiveste-lhe esta grande benevolência e lhe deste um filho que se assentasse no seu trono, como hoje se vê.  7 - Agora, pois, ó Senhor, meu Deus, tu fizeste reinar teu servo em lugar de Davi, meu pai; não passo de uma criança, não sei como conduzir-me.  8 -Teu servo está no meio do teu povo que elegeste, povo grande, tão numeroso, que se não pode contar.  9 - Dá, pois, ao teu servo coração compreensivo para julgar a teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; pois quem poderia julgar a este grande povo?
  3. 3.  10 - Estas palavras agradaram ao Senhor, por haver Salomão pedido tal coisa.  11 - Disse-lhe Deus: Já que pediste esta coisa e não pediste longevidade, nem riquezas, nem a morte de teus inimigos; mas pediste entendimento, para discernires o que é justo;  12 - eis que faço segundo as tuas palavras: dou-te coração sábio e inteligente, de maneira que antes de ti não houve teu igual, nem depois de ti o haverá.  13 - Também até o que me não pediste eu te dou, tanto riquezas como glória; que não haja teu igual entre os reis, por todos os teus dias.  14 - Se andares nos meus caminhos e guardares os meus estatutos e os meus mandamentos, como andou Davi, teu pai, prolongarei os teus dias.  15 - Despertou Salomão; e eis que era sonho.
  4. 4. A obra do pintor italiano Luca Giordano (1634-1705), "O sonho de Salomão", está exposta no Museu do Prado, em Madrid. No sonho, Deus disse a Salomão que pedisse o que quisesse. Salomão pediu sabedoria para discernir entre o bem e o mal. PINTURA “ O SONHO DE SALOMÃO”
  5. 5.  29 - Deu também Deus a Salomão sabedoria, grandíssimo entendimento e larga inteligência como a areia que está na praia do mar.  30 - Era a sabedoria de Salomão maior do que a de todos os do Oriente e do que toda a sabedoria dos egípcios.  31 - Era mais sábio do que todos os homens, mais sábio do que Etã, ezraíta, e do que Hemã, Calcol e Darda, filhos de Maol; e correu a sua fama por todas as nações em redor.  32 - Compôs três mil provérbios, e foram os seus cânticos mil e cinco.  33 - Discorreu sobre todas as plantas, desde o cedro que está no Líbano até ao hissopo que brota do muro; também falou dos animais e das aves, dos répteis e dos peixes.  34 - De todos os povos vinha gente a ouvir a sabedoria de Salomão, e também enviados de todos os reis da terra que tinham ouvido da sua sabedoria. I Reis 4:29-34
  6. 6. CEDRO DO LÍBANO HISSOPO
  7. 7.  O papel de Salomão foi de extrema importância para o desenvolvimento da Sabedoria em Israel. Durante seu governo, as riquezas, os contatos internacionais, o prestígio de sua corte e suas conquistas culturais, foram a base para a formação de um movimento de sabedoria , até então, sem igual na História de Israel.
  8. 8.  “No sentido mais amplo de “sabedoria” como “literatura didática ou instrutiva”, Jó, Provérbios e Eclesiastes são claramente as três grandes contribuições dos sábios de Israel para o Antigo Testamento.” (Lasor, p.498)
  9. 9.  “Os hebreus dividiam os conhecimentos em três classes: Sabedoria, Lei e Profecia. ... A Sabedoria buscava, pela observação, pela experiência e pela reflexão, e conhecimentos das coisas, a sua essência, em suas relações com Deus e o homem.” (Davis, p. 521)
  10. 10.  “Quando usamos a expressão Livros Poéticos estamos nos referindo aos livros de Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cântico dos Cânticos. A poesia também aparece em outros livros do Antigo Testamento, mas esses cinco livros contêm longos trechos poéticos. Além disso, em cada um dos Livros Poéticos, com exceção de Eclesiastes, a poesia oferece a forma literária predominante. Mesmo assim, Eclesiastes foi associado aos Livros Poéticos desde tempos muito antigos, provavelmente por sua afinidade com a literatura hebraica de sabedoria.” (Arnold, p. 282)
  11. 11.  ECLESIASTES do grego ekklesiastes, significa aquele que se dirige e fala a uma assembleia ou a uma congregação.  “Não deve ser confundido com o livro de ECLESIÁSTICO, um apócrifo escrito no Egito por Jesus Ben Sirac (Jesus filho de Sirac), por volta de 190 e 124 AC e incluído pela Igreja Católica Romana no cânon sagrado, por volta de 1550, durante o Concílio de Trento . O livro possui 51 capítulos .(Adaptado da Bíblia Apologética de Estudo, p.627)
  12. 12.  O Livro da Sabedoria (ou Sabedoria de Salomão) é outro livro Apócrifo incluído na Bíblia pela Igreja Católica . É atribuído a Salomão, porém estudos indicam que foi escrito por um judeu de Alexandria, no final do século I A.C.
  13. 13.  Eclesiastes é uma tradução da palavra hebraica KOHELET.  A palavra Kohelet tem sua origem no termo Kahal, que significa “congregação”. (Wasserman)
  14. 14.  A palavra hebraica é transliterada das seguintes formas:  Cohélet  Kohélet  Koheleth  Qohelet  Qoheleth
  15. 15.  “ Vários significados tem sido sugeridos a Qoheleth. Uns dizem que significa “alguém que reúne uma audiência”. Outros, insinuam a ideia de um colecionador de verdades. Outros ainda, afirmam que significa aquele que debate ou discursa, ou seja, um pregador. Talvez, este último seja o melhor significado da palavra qoheleth, como adotam a maioria de nossas versões em português.” (Rev. Ewerton Barcelos Tokashiki)
  16. 16.  O Rabino David Weitman, no Prefácio da obra de Wasserman, afirma que a palavra Kohelet tem ainda o sentido de “aquele que acumulou sabedoria”.  A NVI (Nova Versão Internacional) traduz como “Mestre”.
  17. 17.  “A palavra tem a ver com o termo hebraico usado para “reunir” ou “juntar”, e a sua forma sugere algum tipo de cargo público. Era possivelmente um status eclesiástico (como um convocador da assembléia ou aquele que a ela fala), uma vez que a palavra-padrão para congregação ou igreja tem a mesma raiz. As muitas tentativas de traduzir este título incluem as seguintes: Eclesiastes, O Pregador, O Orador, O Presidente, O Porta-voz, O Filósofo. Poderíamos talvez acrescentar O Professor!” (Kidner, p.1)
  18. 18. “ Palavra do Pregador, filho de Davi, rei de Jerusalém”
  19. 19.  A autoria de Eclesiastes é bastante debatida entre os estudiosos da Palavra de DEUS. Existem os que afirmam que Salomão é o autor, mas existem aqueles que afirmam que o autor é desconhecido e que viveu depois de Salomão.  A tradição judaica afirma de forma explícita que Salomão foi o autor de Eclesiastes.(Ec 1:1)
  20. 20.  “... em certa ocasião alguns mestres quiseram sugerir que dois, ou três ou até mesmo nove diferentes cabeças haviam trabalhado no livro, tais as suas contra- correntes e rápidas mudanças. Todas elas, porém, podem ser consideradas frutos de uma só mente, abordando os fatos da vida e da morte sob vários ângulos.” (Kidner, p.5)
  21. 21.  O nome de Salomão não aparece no livro, mas ele se identifica de um modo inconfundível como sendo “filho de Davi, rei de Jerusalém”. (Ec 1:1)  O autor afirma “venho sendo rei em Jerusalém” (ARA/Ec 1:12).  A descrição de Eclesiastes 2:1-11 confere com as riquezas que Salomão possuiu e construiu (2 Cr 8:1- 9:28).  O autor identifica-se como aquele que reuniu e organizou muitos provérbios (12:9).
  22. 22.  “Aproximadamente 935 a.C. O livro é uma retrospectiva na velhice, da vida vazia em que ele viveu com o coração desviado do temor do Senhor (1 Rs 11:1- 8). Ellisen observa que “o conteúdo e as conclusões certamente combinam bem com os anos de maturidade de Salomão.Esta tese é confirmada, pela tradição judaica na Midrash (Shir Hashirim Rabá 1,10), que afirma ter o rei Salomão escrito o livro de Cantares na sua juventude e o Eclesiastes na sua velhice.” (Rev. Ewerton Barcelos Tokashiki)
  23. 23. Os judeus leem o livro de Eclesiastes durante a Festa de Sucot. Sucot é também conhecida como Festa da Colheita, Festa dos Tabernáculos ou Festa das Cabanas. “É o período no qual a produção dos campos, pomares e vinhas é colhida. Os celeiros, terreiros e prensas de vinho e azeitonas trabalham a todo vapor. Semanas e meses de labuta e suor empregados no solo finalmente são recompensados. O fazendeiro sente-se feliz e entusiasmado. Não admira que Sucot seja a Estação do Júbilo. Nesta época de tamanho sucesso e fartura material, há perigo do homem esquecer de D'us, seu Criador. Vendo que seu trabalho obtém sucesso e tantas recompensas, ele pode pensar que "meu poder e a força das minhas mãos conseguiram-me toda esta riqueza."
  24. 24. Há também o perigo dele pensar que trabalhar e acumular fortuna é o verdadeiro objetivo da vida, esquecendo-se de que há valores maiores e mais elevados: os espirituais. ... É também esta a razão pela qual em certas congregações costuma-se ler o livro de Cohelet (Eclesíastes), na sinagoga em Shabat Chol Hamoêd Sucot. O Livro de Cohelet, escrito pelo mais sábio dos homens, o Rei Salomão, é repleto de pensamentos e reflexões profundas sobre a vaidade deste mundo. Conclui com propriedade com as palavras: "O que importa, no final de tudo é: tema a D'us e cumpra Seus mandamentos, pois esta é a finalidade da existência do homem.” A Festa de Sucot este ano foi comemorada pelos judeus nos dias 18, 19 e 20 de setembro. http://www.chabad.org.br/datas/sucot/suc002.html Acessado em 01/09/2013
  25. 25.  O Livro de Eclesiastes deve ser estudado no contexto bíblico, ou seja, dentro do contexto da Salvação pelo sangue de Cristo derramado na Cruz.  Ao retratar os sofrimentos da vida de forma realista, o livro de Eclesiastes é mais um instrumento para explicar a importância vital da crucificação e ressurreição de Jesus.
  26. 26. A rainha do Sul se levantará, no Juízo, com esta geração e a condenará; porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis aqui está quem é maior do que Salomão.
  27. 27.  Devemos considerar ainda, três importantes aspectos sobre DEUS, ao estudar Eclesiastes:  como Criador  como Soberano  como a Sabedoria Inescrutável.
  28. 28. Cuidado com a “minha verdade”. Jesus é a verdade (João 14:6).
  29. 29.  http://www.youtube.com/watch?v=lYmfcm85-DM
  30. 30.  Para Carson Salomão é o autor do livro de Eclesiastes.
  31. 31.  Em Eclesiastes, Salomão dedica-se a encontrar sentido na vida através de:  Obras sociais  Sabedoria  Literatura  Escrita  Meditação  Generosidade  Ascetismo
  32. 32.  Salomão estava em busca de Prazer Sentido Realização
  33. 33. VISÃO TEOLÓGICA Visão do que acontece no fim Viver à luz do fim Isto é sabedoria Prestaremos contas a Deus
  34. 34. A medida em que envelhecemos sentimos que: Tem que haver algo mais Tem que haver algo mais satisfatório Tem que haver algo maior
  35. 35.  “Porque fomos feitos para Deus, e nossas almas estarão inquietas até que o conheçamos”.
  36. 36.  ARNOLD, Bill T., BEYER, Bryan E. “Descobrindo o Antigo Testamento”.Cultura Cristã, São Paulo, 1999.  ASHERI, Michael. “O Judaísmo vivo – as tradições e as leis dos judeus praticantes”. Imago, Rio de Janeiro, 1987.  DAVIS, John D. “Dicionário da Bíblia”. Tradução do Rev. J.R. Carvalho Braga, Juerp, Rio de Janeiro, 1990.  KIDNER, Derek. “A Mensagem de Eclesiastes” . Tradução de Yolanda Mirdsa Krievin, Inter-Varsity Press, Leicester, Inglaterra,1989.  ________ “Provérbios – introdução e comentário” . Mundo Cristão, 1982, São Paulo.  LASOR, Willian S., HUMBBARD, David A., BUSH, Frederic W. “Introdução ao Antigo Testamento”. Vida Nova, São Paulo, 1999.  SALOMÃO, Rei de Israel. “Eclesiastes”. Tradução e compilação dos comentários por Adolpho Wasserman. Maayanot, São Paulo, 1998.
  37. 37.  Bíblia Apologética de Estudo, Instituto Cristão de Pesquisas, Jundiaí, 2000.  Bíblia de Estudo de Genebra, Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, São Paulo e Barueri, 1999.  Manual Bíblico de mapas e gráficos. Cultura Cristã, São Paulo, 2003.
  38. 38.  Vídeo  http://www.youtube.com/watch?v=lYmfcm85-DM  Outros  http://www.monergismo.com/textos/at/livrospoeticos.h tm (acessado em 01/09/2013)  http://www.chabad.org.br/datas/sucot/suc002.html (acessado em 01/09/2013)  http://www.monergismo.com/textos/comentarios/ecles iastes_introducao_storms.htm (acessado em 09/09/2013)
  39. 39.  Slide 4 – O Globo http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2008/06/1 7/pintura-sonho-de-salomao-de-luca-giordano- 108516.asp  Slide 5 - Bíblia Digital Glow - http://www.bibliaglow.com.br/
  40. 40.  Zilrene Alcantara Miguel  Classe da UMP da Igreja Presbiteriana na Penha/Setembro de 2013.

×