Slideshare na Educação

172 visualizações

Publicada em

O trabalho traz propostas de atividades didáticas recorrendo ao sladeshare como plataforma de hospedagem de apresentações.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Slideshare na Educação

  1. 1. PROJETO EDUCATIVO WEB 2.0 O presente trabalho se enquadra na unidade curricular Aplicação da Internet do curso de Ciências de Educação da Universidade de Cabo Verde, vertente Desenvolvimento Curricular e Tecnologia Educativa. Consiste na escolha, descrição e exploração de uma ferramenta da web 2.0 voltado à educação ou que tenha esta possibilidade. A ferramenta escolhida foi slideshare sobre a qual se fez a caracterização e descrição assim como levantamento das potencialidades pedagógicas. A finalidade é reforçar a ideia de integração das TIC’s na educação, em particular as ferramentas da Web 2.0 no ensino-aprendizagem considerando as novas perspetivas educacionais. Ficha de caracterização Universidade de Cabo Verde
  2. 2. Projeto educativo web 2.0 Ficha de caracterização do projecto Educativo Web 2.0 2015
  3. 3. Projeto educativo web 2.0 Ficha apresentada como elemento parcial de avaliação na unidade curricular Aplicação da internet leccionado pelo Mestre Magno Rocha.
  4. 4. Projeto educativo web 2.0 Departamento das Ciências Sociais e Humanas Nota introdutória O presente trabalho se enquadra na unidade curricular Aplicação da Internet do curso de Ciências de Educação da Universidade de Cabo Verde, vertente Desenvolvimento Curricular e Tecnologia Educativa. Consiste na escolha, descrição e exploração de uma ferramenta da web 2.0 voltado à educação ou que tenha esta possibilidade. O mesmo tem como finalidade reforçar a ideia de integração das TIC’s na educação, em particular as ferramentas da Web 2.0 no ensino-aprendizagem considerando as novas perspetivas educacionais. O trabalho divide-se em três momentos fundamentais, fazendo no primeiro um breve enquadramento geral da Web 2.0 conhecida também como Web social, para depois caracterizar a ferramenta escolhida (slideshare) cabendo ao terceiro momento a descrição das possíveis actividades que poderão ser consideradas no ensino e aprendizagem recorrendo a mesma ferramenta. Relativamente à metodologia, optamos exclusivamente pela consulta bibliográfica na internet, tutorial em youtube e exploração prática da ferramenta. Espero que esta ficha e a ferramenta abordada tenha relevância para profissionais da educação que de alguma forma a ela recorramna sua prática pedagógica. Objeticvos Geral:  Explorar a potencialidade pedagógica da ferramenta slideshare no processo de ensino-aprendizagem; Específico:  Caraterizar a ferramenta;  Descrever as suas particularidades;  Explicar o modo de funcionamento;  Ressaltar as suas potencialidades no ensino-aprendizagem;
  5. 5. Projeto educativo web 2.0 Justificativa Na sociedade que se vive hoje as tecnologias estão omnipresentes em várias actividades do quotidiano e áreas de conhecimento. Na educação tem marcado presença pelo que este assunto merece uma exploração e destaque quer pela sua incipiência, quer pelas vantagens pedagógicas que traz ao processo de ensino- aprendizagem. É neste embalo que resolvi escolher criteriosamente a uma ferramenta da Web 2.0 e explora-la tecnicamente focando as suas potencialidades na educação, portanto; no processo de ensino-aprendizagem. A ferramenta escolhida foi slideshare devido às suas particularidades tais como as relacionadas à sua condição de funcionamento, vantagens pedagógicas que mais adiante teremos oportunidade de ver. Também por detrás da selecção esteve a curiosidade e a minha própria vertente influente, escolha esta que considero ser inteligente e em momento oportuno dado a fase final da minha licenciatura. Breve enquadramento A internet nos possibilita a realização de muitas atividades favorecedoras do ensino- aprendizagem assim como a criação de situações e ambientes colaborativas e cooperativas. Parafraseando Coutinho e Junior (2008), ultimamente a internet, ou melhor os seus serviços vem evoluindo consideravelmente trazendo inovações constantes quase que diárias podendo estas inovações serem aproveitadas na educação, sendo mais detalhado, no processo de ensino-aprendizagem. Apesar de muitas vezes impercebíveis pelos internautas a mudança de paradigma que a internet sofreu, de facto, hoje a filosofia por detrás da nova geração Web conhecida como Web 2.0, termo da autoria de Tim O’Reilly (2005), mudou passando a assentar-se em mais liberdade e compartilha, características verdadeiramente da rede social. Com a web 2.0 ou simplesmente Web Social como preferem outros, os internautas passaram a produzir, editar e publicar os seus próprios documentos automaticamente na rede, sem sentirem a necessidade de grande conhecimento de programação e de ambientes sofisticados de informática conforme nos relata Alexander (2006). Uma destas ferramentas ou serviços de que se fala é o Slideshare como uma
  6. 6. Projeto educativo web 2.0 ferramenta de publicação sobejamente reconhecida hoje no seio académico cuja potencial pedagógico vai se descobrir ao longo deste trabalho. Descrição de Slideshare Slideshare é uma ferramenta da Web 2.0 que permite a disponibilização online de apresentações multimédia em formato powerpoint, pdf e openoffice podendo suportar vídeos a partir de ambientes online como parte integrante de uma apresentação. Lançado em 2006 e também conhecido como plataforma de hospedagem de apresentações, tornou-se um meio para a criação e estabelecimento de redes de comunicação educacional e troca de experiências em áreas e temas diversos. Para isto, basta estar cadastrado e ter conexão à internet a partir de qualquer navegador e em qualquer sistema operativo. O seu modo de funcionamento basicamente consiste nos passos que se segue:  Registro (criação de contas)  Edição e ajuste do perfil (dados pessoais)  Publicação de apresentações (upload)  Difusão (ligação com redes sociais)  Favoritos (Páginas a seguir) Consegue fazer a estatística das publicações a nível de visualização, compartilhamento, comentários e download oferecendo ao usuário uma ideia geral do impacto das suas produções. Para além deste detalhe, também incorpora-se o programa Haiku deck que permite aos usuários produzirem as suas apresentações online. Possui um sistema de destaque automático das apresentações mais visualizadas. É de realçar que suporta até 20 Mg do tamanho de apresentações submetidas. Home page: www.slideshare.net Meus uploads: http://www.slideshare.net/EnerGypires/motores-de-busca- 42394216?qid=ff3506d0-59b8-4612-8b36- 29a48cb2114f&v=default&b=&from_search=5 ;
  7. 7. Projeto educativo web 2.0 http://www.slideshare.net/EnerGypires/projecto-acabado-cleide-gomes-e-gilson- pires-2?qid=466e4798-c713-44ea-8abb- 346d795016f2&v=default&b=&from_search=26 ; http://www.slideshare.net/EnerGypires/untitled-presentation-42396399 Implicações no Processo Educativo No processo educativo, especificamente no ensino-aprendizagem, esta plataforma permite compartilhar apresentações e e-book ou artigos, livros, apresentações com vídeos online incorporados, infográficos, palestras, estudos, projetos ou até mesmo produções dos alunos. Por funcionar também como um repositório das apresentações, podemos encontrar enquanto professores ou alunos documentos científicos e apresentações importantes e de temas diversos que podem ser baixados, editados e reaproveitados nas aulas ou nos estudos. É uma plataforma que motiva, exige e incentiva o espírito de autonomia e de competitividade à medida que o reconhecimento do canal e dos temas publicados
  8. 8. Projeto educativo web 2.0 deve-se à qualidade dos assuntos e conteúdos abordados produzidos. Através dos comentários os alunos podem adquirir a capacidade de se posicionar criticamente e refletidamente perante um determinado tema ou assuno desenvolvendo desta forma a capacidade argumentativa e interpretativa. O professor pode propor um tema para a aula ficando na responsabilidade dos alunos escolherem nos seus canais ou nos favoritos tal tema para depois explorar na sala cujo produto pode ser publicado de novo num canal colectivamente construído pela turma e posteriormente comentado. Ainda, podem fazer uploads das suas apresentações, exibindo-as online nos seus canais ou canal colectivo, caso tenha criado, de modo que quem não tenha participado nas aulas por motivos que seja, tenha oportunidade de aceder online as apresentações onde quer que esteja havendo chances de comentar e argumentar sempre. Há também possibilidades de criar comunidades e grupos fomentando a interacção entre os estudantes e profissionais, trocando experiências, ideias, opiniões conhecimentos de forma a motivar e melhorar a aprendizagem. Estas actividades indicadas podem constituir elementos de avaliação sem que tenha recorrido ao “tradicional” teste e o feedback do professor, tão importante na aprendizagem, pode ser feito a partir do comentário. Possíveis Aplicações Área: Educação Domínio: Ensino e Aprendizagem Propósito: Publicação e divulgação dos trabalhos e/ou actividades académicas (Pesquisas, relatórios, projectos artigos, apresentações…). Lugar: Instituições educativas/formativas ou que tenha este perfil. Nível: Ensino Secundário e nas Universidades. Disciplina: Sem especificidade. Benefícios: Compartilhamento dos trabalhos académicos; publicação das produções e reconhecimento público, funcionando também como um repositório de trabalhos para servir professores e alunos neste caso. Obs. A potencialidade da ferramenta pode ser aproveitado noutros domínios como no empresarial sobretudo para publicação de eventos e actividades de promoção.
  9. 9. Projeto educativo web 2.0 Sistema de Avaliação Funcional Para avaliação de satisfação a estratégia recorrida numa primeira etapa seria um focus group onde se ouvia as percepções e opiniões dos alunos acerca da metodologia adotada, ferramenta escolhida (slideshare) e do seu impacto na aprendizagem. Depois aplicaria-se questionário de preenchimento rápido onde teriam que responder questões relacionadas à parte técnica da ferramenta (simplicidade ou complexidade de manuseio) desvendando assim o grau de dificuldade e providenciar estratégias de ameniza-lo. Relativamente ao desempenho e performance dos alunos, este seria diagnosticado através das actividades descritas no campo anterior “implicações no processo educativo” cujo feedback seria instantânea e à medida que vão sendo realizadas. Bibliografia  Coutinho, C. P.; Bottentuit Junior, J. B. (2007) Aprendizagem Colaborativa Usando Wiki: Um estudo piloto com Mestrandos em tecnologia educacional em Portugal. Anais da Conferência Mundial sobre a Educação Multimédia, Hipermídia e Telecomunicações (ED-MEDIA). Vancouver, Canadá.  Alexander, B. (2006). Web 2.0: Uma nova onda de inovação para o ensino e aprendizagem. Revista de Educação, vol. 41, no. 2, 32–44.

×