ASCITE
ASCITE1. Introdução2. Fisiopatologia3. Semiologia       Anamnese                    Exame Físico4. Diagnóstico5. Diagnósti...
ASCITE1. Introdução Conceito: É o acúmulo de líquido livre de origem  patológica na cavidade peritoneal. Ascite origina-...
ASCITE2. Fisiopatologia Teoria de Underfilling (Baixo enchimento)   Formação de ascite        HIPERTENSÃO PORTA          ...
ASCITE 2. Fisiopatologia  Teoria de Overflow (Transbordamento)                                HIPERTENSÃO PORTA     Forma...
ASCITE 2. Fisiopatologia  Teoria da Vasodilatação                                  VASODILATAÇÃO      Formação de ascite ...
ASCITE    2. Fisiopatologia     Teoria da Vasodilatação                  Aumento do volume plasmático                    ...
ASCITE3. Semiologia Anamnese   Modo de aparecimento: Agudo ou insidioso.   Fatores de risco para hepatopatia crônica: ...
ASCITE3. Semiologia Anamnese                            PBE   Febre e dor abdominal   TB peritoneal                     ...
ASCITE3. Semiologia Exame Físico Geral   Edema periféricoHepatopatia   crônica•Aranhas vasculares•Eritema palmar•Queda ...
ASCITE3. Semiologia Exame Físico GeralNefropatia (anasarca)Cardiopatia (sinais de patologia cardiaca)Outros sinais De...
ASCITE3. Semiologia Exame Físico do abdome   Inspeção   Em pé   Decúbito dorsal: ventre de batráquio   Estrias   Cir...
ASCITE3. Semiologia Exame Físico do abdome   Palpação Sinal de onda liquida positivoPercussão (> 1500ml)Macicez móvel ...
ASCITE4. Diagnóstico Paracentese (Estudo do líquido ascítico)   Citoquímico                                   PMN: Perit...
4. Diagnóstico               ASCITE Paracentese (Estudo do líquido ascítico) Dosagem de amilase, uréia/creatinina, bilir...
ASCITE4. DiagnósticoParacentese (Estudo do líquido ascítico)Transudato < 30 g/l                Exsudato > 30g/lCirrose he...
4. Diagnóstico           ASCITE Paracentese (Estudo do líquido ascítico) Gradiente Soro-Ascite de Albumina (Alb-S-A)Alb ...
ASCITE4. Diagnóstico Radiografia Simples de Abdome Ultra-sonografia Abdominal Quantidade de líquido ascítico entre 100 ...
ASCITE5. Diagnóstico Diferencial Cirrose hepática: 80-90% Neoplasias: 10% 2/3 das ascites neoplásicas são produzidas pe...
ASCITE5. Diagnóstico Diferencial Tuberculose peritoneal Ascite pancreática Ascite Biliar: Coloração esverdeada Ascite ...
ASCITE5. Diagnóstico Diferencial Ascite nefrogênica   Complicação de pacientes com IRC em hemodiálise   Causa desconhec...
Ascite
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ascite

15.632 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.632
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
278
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ascite

  1. 1. ASCITE
  2. 2. ASCITE1. Introdução2. Fisiopatologia3. Semiologia Anamnese Exame Físico4. Diagnóstico5. Diagnóstico Diferencial
  3. 3. ASCITE1. Introdução Conceito: É o acúmulo de líquido livre de origem patológica na cavidade peritoneal. Ascite origina-se na palavra grega Askos que significa saco ou conteúdo de um saco. Denominou-se inicialmente de Askites e posterior Ascites A ascite não é uma doença, mas uma manifestação, quando não uma complicação , de um grande número de moléstias e síndromes.
  4. 4. ASCITE2. Fisiopatologia Teoria de Underfilling (Baixo enchimento) Formação de ascite HIPERTENSÃO PORTA Concentração do sangue no sistema Retenção renal porta e órgãos esplâncnicos de sódio e água Hipovolemia Ativação do SRAA Estimulação do SNS Estimulação de receptores Aumento de HAD de volume
  5. 5. ASCITE 2. Fisiopatologia  Teoria de Overflow (Transbordamento) HIPERTENSÃO PORTA Formação de ascite Refluxo hepatorrenal?Aumento da hipertensão porta Insu. Hep( Redução do factor natriuretico)Expansão do volume plasmático Retenção renal de sódio e água
  6. 6. ASCITE 2. Fisiopatologia  Teoria da Vasodilatação VASODILATAÇÃO Formação de ascite ARTERIALActivação dos sistemas Diminuição da resist. Vascular esplacnica evasopressores neuro hormonais – sistemicaretenção hidro-salinaRedução do vol. Circulante Acumulação de sangueefectivo no território esplancnico
  7. 7. ASCITE 2. Fisiopatologia  Teoria da Vasodilatação Aumento do volume plasmático Insuf. para normalizar a Adequado para normalizar homeostase circulatória a homeostase circulatória Persistente ativação dos Normalização da atividade dos sistemas de retenção desistemas de retenção de sódio e água sódio e água Persistente retenção Excreção normal de sódio e água de sódio e água Ausência de ascite Formação de ascite
  8. 8. ASCITE3. Semiologia Anamnese Modo de aparecimento: Agudo ou insidioso. Fatores de risco para hepatopatia crônica: Uso de álcool: Tipo de bebida, uso diário ounão e quantidade ingerida. Exposição anterior aos vírus hepatotrópicos. Uso de drogas Exposição ocupacional a drogas hepatotóxicas. História familiar de doença hepática.
  9. 9. ASCITE3. Semiologia Anamnese PBE Febre e dor abdominal TB peritoneal Neoplasias Ascite pancreática Ascite hemorrágica
  10. 10. ASCITE3. Semiologia Exame Físico Geral Edema periféricoHepatopatia crônica•Aranhas vasculares•Eritema palmar•Queda de pêlo•Ginecosmatia
  11. 11. ASCITE3. Semiologia Exame Físico GeralNefropatia (anasarca)Cardiopatia (sinais de patologia cardiaca)Outros sinais Derrame pleural (6%), principalmente à direita(70%)Sopros cardíacos funcionais
  12. 12. ASCITE3. Semiologia Exame Físico do abdome Inspeção Em pé Decúbito dorsal: ventre de batráquio Estrias Circulação colateral Porta (cabeça de medusa) Cava Porto-cava
  13. 13. ASCITE3. Semiologia Exame Físico do abdome Palpação Sinal de onda liquida positivoPercussão (> 1500ml)Macicez móvel Auscultação Toque rectal e/ou vaginal
  14. 14. ASCITE4. Diagnóstico Paracentese (Estudo do líquido ascítico) Citoquímico PMN: Peritonites Leucócitos > a 250/mm³ MN TB peritoneal Carcinomatose Hemácias: Quantidade mínimaDosagem de proteínas totaisTransudato:< 30 g/lExsudato: > 30 g/l
  15. 15. 4. Diagnóstico ASCITE Paracentese (Estudo do líquido ascítico) Dosagem de amilase, uréia/creatinina, bilirrubinasou triglicerídeos Pesquisa de tuberculose Coloração de Ziehl-Nelseen ( 0-2%) Cultura: Sensibilidade de 50% Pesquisa de células neoplasicas Gram e cultura para germes comuns
  16. 16. ASCITE4. DiagnósticoParacentese (Estudo do líquido ascítico)Transudato < 30 g/l Exsudato > 30g/lCirrose hepática (80-85%) Cirrose hepática (15-20%)Hipertensão porta pré-sinusoidal Carcinomatose peritoneal TB peritonealDesnutrição Ascite pancreática Ascite biliarSíndrome nefrótica Ascite quilosa Ascite nefrogênicaMetástases hepáticas difusas Vasculites peritoneaisAscite cardiogênica Mixedema
  17. 17. 4. Diagnóstico ASCITE Paracentese (Estudo do líquido ascítico) Gradiente Soro-Ascite de Albumina (Alb-S-A)Alb S-A > 1,1g% Alb S-A < 1,1g%Hipertensão porta Carcinomatose peritonealCirrose hepática Tuberculose peritoneal Sd. de Budd-Chiari Ascite pancreática Metástases hepáticas maciças Ascite biliar Vasculites peritoneais Doença veno-oclusiva Síndrome nefrótica Trombose da veia porta
  18. 18. ASCITE4. Diagnóstico Radiografia Simples de Abdome Ultra-sonografia Abdominal Quantidade de líquido ascítico entre 100 e 300ml Ascite livre ou septada Tomografia computadorizada (TC) Ressonância Nuclear magnética (RMN) Laparoscopia Ascite de etiologia indefinida Custo elevado
  19. 19. ASCITE5. Diagnóstico Diferencial Cirrose hepática: 80-90% Neoplasias: 10% 2/3 das ascites neoplásicas são produzidas pelaCarcinomatose peritoneal ICC Congestões hepáticas Pericardite constritiva Sd. de Budd-Chiari
  20. 20. ASCITE5. Diagnóstico Diferencial Tuberculose peritoneal Ascite pancreática Ascite Biliar: Coloração esverdeada Ascite quilosa: Acúmulo de líquido rico emlípides e coloração turva ou leitosa Causas ovarianas Carcinoma de ovário Sd. de Meigs Hipoalbuminemia Kwashiorkor Sd. nefrótica
  21. 21. ASCITE5. Diagnóstico Diferencial Ascite nefrogênica Complicação de pacientes com IRC em hemodiálise Causa desconhecida Hipotiroidismo (Mixedema) SIDA: Cerca de 6% dos pacientes evidenciam asciteao exame ultra-sonográfico

×