SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
1/19
Tookmed Doctor's - Equipe
O que saber sobre o câncer de mama: e os 9 Maiores
Fatores de risco
tookmed.com/o-que-saber-sobre-o-cancer-de-mama/
O que saber sobre o câncer de mama
O câncer de mama é o câncer invasivo mais comum em mulheres e a segunda principal
causa de morte por câncer em mulheres após câncer de pulmão.
Os avanços na triagem e no tratamento do câncer de mama melhoraram dramaticamente
as taxas de sobrevivência desde 1989.
A chance de qualquer mulher morrer de câncer de mama é de cerca de 1 em
38 (2,6%).
A conscientização dos sintomas e a necessidade de triagem são formas importantes de
reduzir o risco.
Em casos raros, o câncer de mama também pode afetar homens, mas este artigo se
concentrará no câncer de mama em mulheres. Aprenda sobre o câncer de mama em
homens aqui.
Sintomas câncer de mama
2/19
Exames regulares são importantes para reduzir os riscos de câncer de mama.
Os primeiros sintomas do câncer de mama geralmente aparecem como uma área de
tecido espessado na mama ou um nódulo na mama ou axila.
Outros sintomas incluem:
Dor nas axilas ou mama que não muda com o ciclo mensal
Picada ou vermelhidão da pele da mama, semelhante à superfície de uma laranja
Uma erupção cutânea ao redor ou em um dos mamilos
Secreção de um mamilo, possivelmente contendo sangue
Um mamilo afundado ou invertido
Uma alteração no tamanho ou formato da mama
Descamação, descamação ou descamação da pele no peito ou no mamilo
A maioria dos nódulos mamários não é cancerígena.
No entanto, as mulheres devem consultar um médico para um exame se perceberem um
nódulo na mama.
Estágios
3/19
Um médico monta o câncer de acordo com o tamanho do tumor e se ele se espalhou para
os linfonodos ou outras partes do corpo.
Existem diferentes estágios do câncer de mama.
Uma maneira é do estágio 0–4, com categorias subdivididas em cada estágio
numerado.
As descrições dos quatro estágios principais estão listadas abaixo, embora o subestágio
específico de um câncer também possa depender de outras características específicas do
tumor, como o status do receptor HER2.
Estágio 0:
Conhecidas como carcinoma ductal in situ (DCIS), as células são limitadas aos ductos e
não invadiram os tecidos circundantes.
Estágio 1:
Nesta fase, o tumor mede até 2 centímetros (cm) de diâmetro. Não afetou nenhum
linfonodo ou existem pequenos grupos de células cancerígenas nos linfonodos.
Estágio 2:
O tumor mede 2 cm de diâmetro e começou a se espalhar para os linfonodos próximos, ou
tem 2 a 5 cm de diâmetro e não se espalhou para os linfonodos.
Estágio 3:
4/19
O tumor tem até 5 cm de diâmetro e se espalhou para vários linfonodos ou o tumor é
maior que 5 cm e se espalhou para alguns linfonodos.
Estágio 4:
O câncer se espalhou para órgãos distantes, geralmente ossos, fígado, cérebro ou
pulmões.
Causas do cancêr de mama
Após a puberdade , o peito de uma mulher consiste em gordura, tecido conjuntivo e
milhares de lóbulos.
São pequenas glândulas que produzem leite para amamentar. Pequenos tubos ou dutos
transportam o leite em direção ao mamilo.
O câncer faz com que as células se multipliquem incontrolavelmente.
Eles não morrem no ponto habitual do seu ciclo de vida. Esse crescimento excessivo de
células causa câncer porque o tumor utiliza nutrientes e energia e priva as células ao seu
redor.
O câncer de mama geralmente começa no revestimento interno dos dutos de leite ou nos
lóbulos que os fornecem leite. A partir daí, ele pode se espalhar para outras partes do
corpo.
Fatores de risco
5/19
A causa exata do câncer de mama permanece incerta, mas alguns fatores de risco
aumentam a probabilidade. É possível evitar alguns desses fatores de risco.
1. Idade
O risco de câncer de mama aumenta com a idade. Aos 20 anos, a chance de desenvolver
câncer de mama na próxima década é de 0,06% . Aos 70 anos, esse número sobe para
3,84%.
2. Genética
Mulheres que carregam certas mutações nos genes BRCA1 e BRCA2 têm maior
chance de desenvolver câncer de mama, câncer de ovário ou ambos. As pessoas
herdam esses genes de seus pais.
Mutações no gene TP53 também têm ligação para o aumento do risco de câncer de
mama.
Se um parente próximo tem ou teve câncer de mama, a chance de uma pessoa
desenvolver câncer de mama aumenta.
As diretrizes atuais recomendam que as pessoas dos seguintes grupos busquem
testes genéticos:
Pessoas com histórico familiar de câncer de mama, ovário, trompa de Falópio ou
câncer peritoneal
Aqueles cuja ascendência existe um histórico de câncer de mama relacionado a
mutações nos genes BRCA1 ou BRCA2 , por exemplo, pessoas com ascendência
judaica Ashkenazi
3. História de câncer de mama ou nódulos mamários
6/19
Mulheres que já tiveram câncer de mama são mais propensas a tê-lo novamente do
que aquelas que não têm histórico da doença.
Ter alguns tipos de nódulo mamário não canceroso aumenta a chance de
desenvolver câncer mais tarde.
Exemplos incluem hiperplasia ductal atípica ou carcinoma lobular in
situ.
Indivíduos com histórico de câncer de mama, ovário, trompa de Falópio ou
peritoneal devem perguntar a seus médicos sobre testes genéticos.
4. Tecido mamário denso
Mulheres com seios mais densos têm maior probabilidade de receber um
diagnóstico de câncer de mama.
5. Exposição ao estrogênio e amamentação
Amamentar por mais de 1 ano parece reduzir o risco de câncer de mama.
A exposição prolongada ao estrogênio parece aumentar o risco de câncer de mama.
Isso pode ser devido a uma pessoa que inicia seus períodos mais cedo ou entra na
menopausa com idade posterior à média. Entre esses tempos, os níveis de
estrogênio são mais altos.
A amamentação, especialmente por mais de um ano, parece reduzir a
chance de desenvolver câncer de mama.
Isto é possivelmente devido à queda na exposição ao estrogênio que se segue à
gravidez e à amamentação.
6. Peso corporal
Mulheres que se tornam obesas ou desenvolvem obesidade após a menopausa
também podem ter uma chance maior de desenvolver câncer de mama,
possivelmente devido ao aumento dos níveis de estrogênio.
A alta ingestão de açúcar também pode ser um fator.
7. Consumo de álcool
Uma taxa mais alta de consumo regular de álcool parece desempenhar um papel no
desenvolvimento do câncer de mama.
Os estudos constataram consistentemente que as mulheres que consomem álcool
têm um risco maior de câncer de mama do que aquelas que não.
Aqueles que bebem níveis moderados a pesados de álcool têm um risco maior do
que os que bebem menos.
8. Exposição à radiação
Submeter-se ao tratamento com radiação para um câncer diferente pode aumentar o
risco de desenvolver câncer de mama mais tarde na vida.
7/19
9. Tratamentos hormonais
Estudos mostraram que os contraceptivos orais podem aumentar levemente o risco
de câncer de mama
Estudos descobriram que a terapia de reposição hormonal (TRH), especificamente a
terapia com estrogênio e progesterona (EPT), está relacionada a um risco
aumentado de câncer de mama.
Implantes cosméticos e sobrevivência ao câncer de mama
Uma revisão de 2013 constatou que mulheres com implantes cosméticos de mama que
receberam um diagnóstico de câncer de mama também tiveram um risco maior de morrer
da doença.
Isso pode ser devido aos implantes que mascaram o câncer durante a triagem ou porque
os implantes provocam alterações no tecido mamário.
No entanto, uma pesquisa descobriu que fazer uma cirurgia estética de implantes
mamários não aumentao risco de câncer de mama.
Os cientistas precisam realizar mais pesquisas para confirmar a ligação.
Existem vários tipos diferentes de câncer de mama, incluindo:
8/19
Carcinoma ductal:começa no ducto de leite e é o tipo mais comum.
Carcinoma lobular: começa nos lóbulos.
O câncer de mama invasivo ocorre quando as células cancerígenas eclodem de dentro dos
lóbulos ou ductos e invadem os tecidos próximos.
Isso aumenta a chance de o câncer se espalhar para outras partes do corpo.
O câncer de mama não invasivo se desenvolve quando o câncer permanece em seu local
de origem e ainda não se espalhou.
No entanto, essas células às vezes podem progredir para câncer de mama invasivo.
Diagnóstico
9/19
Um médico costuma diagnosticar câncer de mama como resultado de uma triagem de
rotina ou quando uma mulher se aproxima do médico após detectar os sintomas.
Vários testes e procedimentos de diagnóstico ajudam a confirmar um diagnóstico.
Exame de mama
O médico verificará os seios em busca de caroços e outros sintomas.
Durante o exame, a pessoa pode precisar se sentar ou ficar em pé com os braços em
diferentes posições, como acima da cabeça ou ao lado do corpo.
Testes de imagem
Vários testes podem ajudar a detectar o câncer de mama.
Mamografia: Este é um tipo de raio-X que os médicos geralmente usam durante uma
triagem inicial do câncer de mama. Produz imagens que podem ajudar o médico a
detectar nódulos ou anormalidades. Um médico geralmente segue todos os resultados
suspeitos com mais testes. No entanto, a mamografia às vezes mostra uma área suspeita
que acaba não sendo câncer. onoras para ajudar o médico a diferenciar entre uma massa
sólida e um cisto cheio de líquido .
A ressonância magnética ( RM ): Combina diferentes imagens da mama para ajudar
o médico a identificar câncer ou outras anormalidades. Um médico pode recomendar uma
ressonância magnética como acompanhamento de uma mamografia ou ultra-som. Os
médicos às vezes os usam como uma ferramenta de triagem para aqueles com maior risco
de câncer de mama.
10/19
Biópsia
Em uma biópsia, o médico extrai uma amostra de tecido e a envia para análise
laboratorial.
Isso mostra se as células são cancerígenas. Se estiverem, uma biópsia indica que tipo de
câncer se desenvolveu, incluindo se o câncer é ou não sensível a hormônios.
O diagnóstico também envolve o estadiamento do câncer para
estabelecer:
O tamanho de um tumor
Quão longe se espalhou
Seja invasivo ou não invasivo
O estadiamento fornece uma imagem das chances de recuperação de uma pessoa e seu
curso ideal de tratamento.
O tratamento dependerá de vários fatores, incluindo:
11/19
O tipo e estágio do câncer
A sensibilidade da pessoa aos hormônios
Idade, saúde geral e preferências do indivíduo
As principais opções de tratamento incluem:
1. Radioterapia
2. Cirurgia
3. Terapia biológica ou terapia medicamentosa direcionada
4. Terapia hormonal
5. Quimioterapia
Os fatores que afetam o tipo de tratamento de uma pessoa incluem o estágio do câncer,
outras condições médicas e sua preferência individual.
Cirurgia
Se a cirurgia for necessária, o tipo dependerá do diagnóstico e da preferência individual.
Os tipos de cirurgia incluem:
Lumpectomia:
Envolve a remoção do tumor e uma pequena quantidade de tecido saudável ao seu redor.
Uma mastectomia pode ajudar a prevenir a propagação do câncer. Esta pode ser uma
opção se o tumor for pequeno e fácil de separar do tecido circundante.
Mastectomia:
12/19
Uma simples mastectomia envolve a remoção de lóbulos, ductos, tecido adiposo, mamilo,
aréola e alguma pele. Em alguns tipos, o cirurgião também remove os linfonodos e os
músculos da parede torácica.
Biópsia do linfonodo sentinela:
Se o câncer de mama atinge os linfonodos sentinela, que são os primeiros para os quais
um câncer pode se espalhar, ele pode se espalhar para outras partes do corpo através do
sistema linfático.
Se o médico não encontrar câncer nos nós
sentinelas, geralmente não é necessário
remover os nós restantes.
Dissecção dos linfonodos axilares:
Se um médico encontrar células cancerígenas nos linfonodos sentinela, ele poderá
recomendar a remoção de vários linfonodos na axila. Isso pode impedir que o câncer se
espalhe.
Reconstrução:
Após a mastectomia, um cirurgião pode reconstruir a mama para parecer mais natural.
Isso pode ajudar uma pessoa a lidar com os efeitos psicológicos da remoção das mamas.
13/19
O cirurgião pode reconstruir a mama ao mesmo tempo em que realiza uma mastectomia
ou posteriormente. Eles podem usar um implante mamário ou tecido de outra parte do
corpo.
Radioterapia
Uma pessoa pode sofrer radioterapia cerca de um mês após a cirurgia. A radiação envolve
direcionar o tumor com doses controladas de radiação que matam as células cancerígenas
restantes.
Quimioterapia
Um médico pode prescrever medicamentos quimioterápicos citotóxicos para matar
células cancerígenas se houver um alto risco de recorrência ou disseminação.
Quando uma pessoa faz quimioterapia após a cirurgia, os médicos chamam de
quimioterapia adjuvante.
Às vezes, um médico pode optar por administrar quimioterapia antes da cirurgia para
diminuir o tumor e facilitar sua remoção. Os médicos chamam isso de quimioterapia
neoadjuvante.
Terapia de bloqueio hormonal
Os médicos usam terapia de bloqueio hormonal para impedir que o câncer de mama
sensível ao hormônio retorne após o tratamento.
14/19
A terapia hormonal pode ser usada para tratar cânceres positivos para receptores de
estrogênio (ER) e positivos para receptores de progesterona (PR).
Eles geralmente administram terapia de bloqueio hormonal após a cirurgia,
mas às vezes podem usá-la antes para encolher o tumor.
A terapia de bloqueio hormonal pode ser a única opção para pessoas que não são
candidatas adequadas para cirurgia, quimioterapia ou radioterapia.
Os médicos podem recomendar que uma pessoa faça terapia hormonal por 5 a 10
anos após a cirurgia.
No entanto, o tratamento não afetará cânceres que não são sensíveis aos hormônios.
Exemplos de medicamentos para terapia de bloqueio hormonal podem
incluir:
Tamoxifeno
Inibidores da aromatase
Ablação ou supressão ovariana
Goserelina, uma droga agonista liberadora de hormônios luteinizantes que suprime
os ovários
O tratamento hormonal pode afetar a fertilidade.
Tratamento biológico
15/19
Os medicamentos direcionados podem destruir tipos específicos de câncer de mama.
Exemplos incluem:
Trastuzumabe (Herceptin)
Lapatinib (Tykerb)
Bevacizumabe (Avastin)
Os tratamentos para câncer de mama e outros podem ter efeitos adversos graves.
Ao decidir sobre um tratamento, as pessoas devem discutir os riscos potenciais com um
médico e procurar maneiras de minimizar os efeitos colaterais.
Triagem regular
16/19
Recomenda-se exames anuais para mulheres de risco médio com mais de 40 anos de
idade.
Existem várias diretrizes diferentes para a frequência com que as mulheres devem fazer o
rastreamento do câncer de mama.
Recomenda-se que mulheres entre 40 e 49 anos com risco médio de câncer de mama
discutam os benefícios e riscos de exames regulares com um médico.
Entre 50 e 74 anos de idade, as mulheres com risco médio devem realizar
exames a cada 2 anos.
Além dos 75 anos de idade, os médicos recomendam apenas exames para mulheres com
expectativa de vida de 10 anos ou mais.
17/19
É sugerido que as mulheres de risco médio podem optar por realizar exames
anuais a partir dos 40 anos.
Aqueles que não o fizeram devem começar a triagem anual aos 45 anos de idade. Eles
podem decidir mudar para exames a cada dois anos quando atingirem 55 anos de idade.
Recomenda exames todos os anos , a partir dos 40 anos de idade.
Apesar das recomendações diferentes, a maioria dos especialistas concorda que as
mulheres devem conversar com seus médicos sobre o rastreamento do câncer de mama a
partir dos 40 anos de idade.
Prevenção
18/19
Não há como prevenir o câncer de mama.
No entanto, certas decisões sobre o estilo de vida podem reduzir significativamente o risco
de câncer de mama, além de outros tipos.
Esses incluem:
Evitando o consumo excessivo de álcool
Seguindo uma dieta saudável que contém muitas frutas e legumes frescos
Fazendo exercício suficiente
Manutenção de um índice de massa corporal saudável ( IMC )
As mulheres devem considerar suas opções para amamentar e usar a TRH após a
menopausa, pois elas também podem aumentar o risco.
A cirurgia preventiva também é uma opção para mulheres com alto risco de câncer
de mama.
Quais outros tipos de câncer são comuns em mulheres?
Além do câncer de pele, os cânceres que mais frequentemente afetam as mulheres
incluem:
Câncer de pulmão
Colorretal
Iterino
De tireoide
Do endométrio
Cervical
19/19
Do ovário
Fontes
Entre em contato

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

eBook - Câncer de mama
eBook - Câncer de mamaeBook - Câncer de mama
eBook - Câncer de mamaGnTech
 
Câncer de mama, aspectos anatômicos e fisiológicos.
Câncer de mama, aspectos anatômicos e fisiológicos.Câncer de mama, aspectos anatômicos e fisiológicos.
Câncer de mama, aspectos anatômicos e fisiológicos.Harriane Rangel
 
Se cuidar está na moda
Se cuidar está na modaSe cuidar está na moda
Se cuidar está na modaluisadettoni
 
Palestra Amigas do Peito - Outubro Rosa
Palestra Amigas do Peito - Outubro RosaPalestra Amigas do Peito - Outubro Rosa
Palestra Amigas do Peito - Outubro RosaPsicologia Conexão
 
PALESTRA SOBRE O CÂNCER DE MAMA - ESCOLAS DE ITAMBÉ-PE (25-10-2013)
PALESTRA SOBRE O CÂNCER DE MAMA - ESCOLAS DE ITAMBÉ-PE (25-10-2013)PALESTRA SOBRE O CÂNCER DE MAMA - ESCOLAS DE ITAMBÉ-PE (25-10-2013)
PALESTRA SOBRE O CÂNCER DE MAMA - ESCOLAS DE ITAMBÉ-PE (25-10-2013)educacaodetodos
 
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...Eno Filho
 
Apresentação t cc final
Apresentação t cc finalApresentação t cc final
Apresentação t cc finalPedro Antonio
 
Saúde da Mulher em Câncer de Mama
Saúde da Mulher em Câncer de MamaSaúde da Mulher em Câncer de Mama
Saúde da Mulher em Câncer de MamaBruna Oliveira
 
Câncer de cólo de útero
Câncer de cólo de úteroCâncer de cólo de útero
Câncer de cólo de úteroRoberta Araujo
 

Mais procurados (20)

eBook - Câncer de mama
eBook - Câncer de mamaeBook - Câncer de mama
eBook - Câncer de mama
 
Tudo sobre a Saúde da Mama
Tudo sobre a Saúde da MamaTudo sobre a Saúde da Mama
Tudo sobre a Saúde da Mama
 
Câncer de mama, aspectos anatômicos e fisiológicos.
Câncer de mama, aspectos anatômicos e fisiológicos.Câncer de mama, aspectos anatômicos e fisiológicos.
Câncer de mama, aspectos anatômicos e fisiológicos.
 
Cancro da Mama
Cancro da MamaCancro da Mama
Cancro da Mama
 
Câncer de mama
Câncer de mamaCâncer de mama
Câncer de mama
 
Se cuidar está na moda
Se cuidar está na modaSe cuidar está na moda
Se cuidar está na moda
 
ApresentaçãO Do SemináRio Sobre CâNcer De Mama
ApresentaçãO Do SemináRio Sobre CâNcer De MamaApresentaçãO Do SemináRio Sobre CâNcer De Mama
ApresentaçãO Do SemináRio Sobre CâNcer De Mama
 
Cancer de colo do utero
Cancer de colo do utero Cancer de colo do utero
Cancer de colo do utero
 
Discurso Outubro Rosa
Discurso Outubro RosaDiscurso Outubro Rosa
Discurso Outubro Rosa
 
Palestra Amigas do Peito - Outubro Rosa
Palestra Amigas do Peito - Outubro RosaPalestra Amigas do Peito - Outubro Rosa
Palestra Amigas do Peito - Outubro Rosa
 
Folder Campanha Outubro Rosa - 2019
Folder Campanha Outubro Rosa - 2019Folder Campanha Outubro Rosa - 2019
Folder Campanha Outubro Rosa - 2019
 
Câncer de mama
Câncer de mama Câncer de mama
Câncer de mama
 
Montenegro ca mama
Montenegro ca mamaMontenegro ca mama
Montenegro ca mama
 
PALESTRA SOBRE O CÂNCER DE MAMA - ESCOLAS DE ITAMBÉ-PE (25-10-2013)
PALESTRA SOBRE O CÂNCER DE MAMA - ESCOLAS DE ITAMBÉ-PE (25-10-2013)PALESTRA SOBRE O CÂNCER DE MAMA - ESCOLAS DE ITAMBÉ-PE (25-10-2013)
PALESTRA SOBRE O CÂNCER DE MAMA - ESCOLAS DE ITAMBÉ-PE (25-10-2013)
 
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
 
Apresentação t cc final
Apresentação t cc finalApresentação t cc final
Apresentação t cc final
 
Outubro Rosa. É Preciso Falar Disso!
Outubro Rosa. É Preciso Falar Disso!Outubro Rosa. É Preciso Falar Disso!
Outubro Rosa. É Preciso Falar Disso!
 
Saúde da Mulher em Câncer de Mama
Saúde da Mulher em Câncer de MamaSaúde da Mulher em Câncer de Mama
Saúde da Mulher em Câncer de Mama
 
Câncer de cólo de útero
Câncer de cólo de úteroCâncer de cólo de útero
Câncer de cólo de útero
 
Cancer de mama 2012
Cancer de mama 2012 Cancer de mama 2012
Cancer de mama 2012
 

Semelhante a O que saber sobre o câncer de mama

Seminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mamaSeminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mamaMathielly Samara
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de MamaOncoguia
 
O que é câncer de mama
O que é câncer de mamaO que é câncer de mama
O que é câncer de mamaAnderson Lucas
 
importancia do conhecimento do Cancro da mama.ppt
importancia do conhecimento do Cancro da mama.pptimportancia do conhecimento do Cancro da mama.ppt
importancia do conhecimento do Cancro da mama.pptvalentimamuge
 
TCF sobre "Entendendo o cancer de mama"
TCF sobre "Entendendo o cancer de mama"TCF sobre "Entendendo o cancer de mama"
TCF sobre "Entendendo o cancer de mama"Marcia Oliveira
 
Câncer de Ovário
Câncer de OvárioCâncer de Ovário
Câncer de OvárioOncoguia
 
aula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdf
aula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdfaula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdf
aula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdfAndreiaCosta151227
 
Folder salvar-vidas-cancer-mama-2014
Folder salvar-vidas-cancer-mama-2014Folder salvar-vidas-cancer-mama-2014
Folder salvar-vidas-cancer-mama-2014Farmacêutico Digital
 
Cartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdf
Cartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdfCartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdf
Cartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdfmaxion03
 
AULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptx
AULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptxAULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptx
AULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptxVanessaAlvesDeSouza4
 
Apresentação Outubro Rosa.pptx.pptx
Apresentação Outubro Rosa.pptx.pptxApresentação Outubro Rosa.pptx.pptx
Apresentação Outubro Rosa.pptx.pptxWatchFaceFree
 
Câncer Útero / Próstata / Mama
Câncer Útero / Próstata / MamaCâncer Útero / Próstata / Mama
Câncer Útero / Próstata / MamaAndressa Macena
 
Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018
Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018
Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018Simone Amucc
 
Slide saude da mulher (1).pptx
Slide saude da mulher (1).pptxSlide saude da mulher (1).pptx
Slide saude da mulher (1).pptxMicaelMota2
 

Semelhante a O que saber sobre o câncer de mama (20)

Seminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mamaSeminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mama
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de Mama
 
O que é câncer de mama
O que é câncer de mamaO que é câncer de mama
O que é câncer de mama
 
cartilha_cancer_de_mama_2022.pdf
cartilha_cancer_de_mama_2022.pdfcartilha_cancer_de_mama_2022.pdf
cartilha_cancer_de_mama_2022.pdf
 
importancia do conhecimento do Cancro da mama.ppt
importancia do conhecimento do Cancro da mama.pptimportancia do conhecimento do Cancro da mama.ppt
importancia do conhecimento do Cancro da mama.ppt
 
TCF sobre "Entendendo o cancer de mama"
TCF sobre "Entendendo o cancer de mama"TCF sobre "Entendendo o cancer de mama"
TCF sobre "Entendendo o cancer de mama"
 
Campanha Outubro Rosa
Campanha Outubro RosaCampanha Outubro Rosa
Campanha Outubro Rosa
 
Câncer de Ovário
Câncer de OvárioCâncer de Ovário
Câncer de Ovário
 
aula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdf
aula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdfaula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdf
aula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdf
 
Folder salvar-vidas-cancer-mama-2014
Folder salvar-vidas-cancer-mama-2014Folder salvar-vidas-cancer-mama-2014
Folder salvar-vidas-cancer-mama-2014
 
Cartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdf
Cartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdfCartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdf
Cartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdf
 
CÂNCER DE MAMA PALESTRA.pptx
CÂNCER DE MAMA PALESTRA.pptxCÂNCER DE MAMA PALESTRA.pptx
CÂNCER DE MAMA PALESTRA.pptx
 
cancer de mama
cancer de mamacancer de mama
cancer de mama
 
Outubro Rosa
Outubro RosaOutubro Rosa
Outubro Rosa
 
AULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptx
AULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptxAULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptx
AULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptx
 
Apresentação Outubro Rosa.pptx.pptx
Apresentação Outubro Rosa.pptx.pptxApresentação Outubro Rosa.pptx.pptx
Apresentação Outubro Rosa.pptx.pptx
 
Slide cancer 2.0
Slide cancer 2.0Slide cancer 2.0
Slide cancer 2.0
 
Câncer Útero / Próstata / Mama
Câncer Útero / Próstata / MamaCâncer Útero / Próstata / Mama
Câncer Útero / Próstata / Mama
 
Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018
Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018
Aula 1 entendendo o cancer de mama 2018
 
Slide saude da mulher (1).pptx
Slide saude da mulher (1).pptxSlide saude da mulher (1).pptx
Slide saude da mulher (1).pptx
 

Mais de Tookmed

20 Melhores alimentos para perda de peso da história
20 Melhores alimentos para perda de peso da história20 Melhores alimentos para perda de peso da história
20 Melhores alimentos para perda de peso da históriaTookmed
 
Como fazer lanche saudável e delicioso para crianças: 24 Receitas que eles ir...
Como fazer lanche saudável e delicioso para crianças: 24 Receitas que eles ir...Como fazer lanche saudável e delicioso para crianças: 24 Receitas que eles ir...
Como fazer lanche saudável e delicioso para crianças: 24 Receitas que eles ir...Tookmed
 
7 Poderosos impulsionadores do sistema imunológico
7 Poderosos impulsionadores do sistema imunológico7 Poderosos impulsionadores do sistema imunológico
7 Poderosos impulsionadores do sistema imunológicoTookmed
 
Os 44 Alimentos com menor teor de carboidratos
Os 44 Alimentos com menor teor de carboidratosOs 44 Alimentos com menor teor de carboidratos
Os 44 Alimentos com menor teor de carboidratosTookmed
 
17 Alimentos para controlar o Colesterol Naturalmente
17 Alimentos para controlar o Colesterol Naturalmente17 Alimentos para controlar o Colesterol Naturalmente
17 Alimentos para controlar o Colesterol NaturalmenteTookmed
 
10 benefícios baseados em evidências do chá verde
10 benefícios baseados em evidências do chá verde10 benefícios baseados em evidências do chá verde
10 benefícios baseados em evidências do chá verdeTookmed
 
49 Opções de suco detox para desintoxicar o corpo
49 Opções de suco detox para desintoxicar o corpo49 Opções de suco detox para desintoxicar o corpo
49 Opções de suco detox para desintoxicar o corpoTookmed
 
Vegetais congelados são saudáveis?
Vegetais congelados são saudáveis?Vegetais congelados são saudáveis?
Vegetais congelados são saudáveis?Tookmed
 
20 Mitos sobre saúde desmascarados
20 Mitos sobre saúde desmascarados20 Mitos sobre saúde desmascarados
20 Mitos sobre saúde desmascaradosTookmed
 
As 15 Melhores formas de controla o Diabetes
As 15 Melhores formas de controla o DiabetesAs 15 Melhores formas de controla o Diabetes
As 15 Melhores formas de controla o DiabetesTookmed
 
13 alimentos que causam inchaço e o que comer em vez disso
13 alimentos que causam inchaço e o que comer em vez disso13 alimentos que causam inchaço e o que comer em vez disso
13 alimentos que causam inchaço e o que comer em vez dissoTookmed
 
Como ter uma boa vida sexual após os 50 anos?
Como ter uma boa vida sexual após os 50 anos?Como ter uma boa vida sexual após os 50 anos?
Como ter uma boa vida sexual após os 50 anos?Tookmed
 
O que é tratamento com luz pulsada intensa?
O que é tratamento com luz pulsada intensa?O que é tratamento com luz pulsada intensa?
O que é tratamento com luz pulsada intensa?Tookmed
 
Doenças e infecções sexualmente transmissíveis: 12 DST evitáveis
Doenças e infecções sexualmente transmissíveis: 12 DST evitáveisDoenças e infecções sexualmente transmissíveis: 12 DST evitáveis
Doenças e infecções sexualmente transmissíveis: 12 DST evitáveisTookmed
 
5 principais benefícios da dieta mediterrânea
5 principais benefícios da dieta mediterrânea 5 principais benefícios da dieta mediterrânea
5 principais benefícios da dieta mediterrânea Tookmed
 
Como eliminar o inchaço na barriga e no corpo
Como eliminar o inchaço na barriga e no corpoComo eliminar o inchaço na barriga e no corpo
Como eliminar o inchaço na barriga e no corpoTookmed
 
Vinagre de maça para cuidar da pele funciona?
Vinagre de maça para cuidar da pele funciona?Vinagre de maça para cuidar da pele funciona?
Vinagre de maça para cuidar da pele funciona?Tookmed
 
Porque eu ganho peso? Conheça As Razões mais surpreendentes
Porque eu ganho peso? Conheça As Razões mais surpreendentesPorque eu ganho peso? Conheça As Razões mais surpreendentes
Porque eu ganho peso? Conheça As Razões mais surpreendentesTookmed
 
Quais os 12 principais benefícios do Vinagre de maçã?
Quais os 12 principais benefícios do Vinagre de maçã?Quais os 12 principais benefícios do Vinagre de maçã?
Quais os 12 principais benefícios do Vinagre de maçã?Tookmed
 
O que posso fazer para acabar com rugas?
O que posso fazer para acabar com rugas?O que posso fazer para acabar com rugas?
O que posso fazer para acabar com rugas?Tookmed
 

Mais de Tookmed (20)

20 Melhores alimentos para perda de peso da história
20 Melhores alimentos para perda de peso da história20 Melhores alimentos para perda de peso da história
20 Melhores alimentos para perda de peso da história
 
Como fazer lanche saudável e delicioso para crianças: 24 Receitas que eles ir...
Como fazer lanche saudável e delicioso para crianças: 24 Receitas que eles ir...Como fazer lanche saudável e delicioso para crianças: 24 Receitas que eles ir...
Como fazer lanche saudável e delicioso para crianças: 24 Receitas que eles ir...
 
7 Poderosos impulsionadores do sistema imunológico
7 Poderosos impulsionadores do sistema imunológico7 Poderosos impulsionadores do sistema imunológico
7 Poderosos impulsionadores do sistema imunológico
 
Os 44 Alimentos com menor teor de carboidratos
Os 44 Alimentos com menor teor de carboidratosOs 44 Alimentos com menor teor de carboidratos
Os 44 Alimentos com menor teor de carboidratos
 
17 Alimentos para controlar o Colesterol Naturalmente
17 Alimentos para controlar o Colesterol Naturalmente17 Alimentos para controlar o Colesterol Naturalmente
17 Alimentos para controlar o Colesterol Naturalmente
 
10 benefícios baseados em evidências do chá verde
10 benefícios baseados em evidências do chá verde10 benefícios baseados em evidências do chá verde
10 benefícios baseados em evidências do chá verde
 
49 Opções de suco detox para desintoxicar o corpo
49 Opções de suco detox para desintoxicar o corpo49 Opções de suco detox para desintoxicar o corpo
49 Opções de suco detox para desintoxicar o corpo
 
Vegetais congelados são saudáveis?
Vegetais congelados são saudáveis?Vegetais congelados são saudáveis?
Vegetais congelados são saudáveis?
 
20 Mitos sobre saúde desmascarados
20 Mitos sobre saúde desmascarados20 Mitos sobre saúde desmascarados
20 Mitos sobre saúde desmascarados
 
As 15 Melhores formas de controla o Diabetes
As 15 Melhores formas de controla o DiabetesAs 15 Melhores formas de controla o Diabetes
As 15 Melhores formas de controla o Diabetes
 
13 alimentos que causam inchaço e o que comer em vez disso
13 alimentos que causam inchaço e o que comer em vez disso13 alimentos que causam inchaço e o que comer em vez disso
13 alimentos que causam inchaço e o que comer em vez disso
 
Como ter uma boa vida sexual após os 50 anos?
Como ter uma boa vida sexual após os 50 anos?Como ter uma boa vida sexual após os 50 anos?
Como ter uma boa vida sexual após os 50 anos?
 
O que é tratamento com luz pulsada intensa?
O que é tratamento com luz pulsada intensa?O que é tratamento com luz pulsada intensa?
O que é tratamento com luz pulsada intensa?
 
Doenças e infecções sexualmente transmissíveis: 12 DST evitáveis
Doenças e infecções sexualmente transmissíveis: 12 DST evitáveisDoenças e infecções sexualmente transmissíveis: 12 DST evitáveis
Doenças e infecções sexualmente transmissíveis: 12 DST evitáveis
 
5 principais benefícios da dieta mediterrânea
5 principais benefícios da dieta mediterrânea 5 principais benefícios da dieta mediterrânea
5 principais benefícios da dieta mediterrânea
 
Como eliminar o inchaço na barriga e no corpo
Como eliminar o inchaço na barriga e no corpoComo eliminar o inchaço na barriga e no corpo
Como eliminar o inchaço na barriga e no corpo
 
Vinagre de maça para cuidar da pele funciona?
Vinagre de maça para cuidar da pele funciona?Vinagre de maça para cuidar da pele funciona?
Vinagre de maça para cuidar da pele funciona?
 
Porque eu ganho peso? Conheça As Razões mais surpreendentes
Porque eu ganho peso? Conheça As Razões mais surpreendentesPorque eu ganho peso? Conheça As Razões mais surpreendentes
Porque eu ganho peso? Conheça As Razões mais surpreendentes
 
Quais os 12 principais benefícios do Vinagre de maçã?
Quais os 12 principais benefícios do Vinagre de maçã?Quais os 12 principais benefícios do Vinagre de maçã?
Quais os 12 principais benefícios do Vinagre de maçã?
 
O que posso fazer para acabar com rugas?
O que posso fazer para acabar com rugas?O que posso fazer para acabar com rugas?
O que posso fazer para acabar com rugas?
 

O que saber sobre o câncer de mama

  • 1. 1/19 Tookmed Doctor's - Equipe O que saber sobre o câncer de mama: e os 9 Maiores Fatores de risco tookmed.com/o-que-saber-sobre-o-cancer-de-mama/ O que saber sobre o câncer de mama O câncer de mama é o câncer invasivo mais comum em mulheres e a segunda principal causa de morte por câncer em mulheres após câncer de pulmão. Os avanços na triagem e no tratamento do câncer de mama melhoraram dramaticamente as taxas de sobrevivência desde 1989. A chance de qualquer mulher morrer de câncer de mama é de cerca de 1 em 38 (2,6%). A conscientização dos sintomas e a necessidade de triagem são formas importantes de reduzir o risco. Em casos raros, o câncer de mama também pode afetar homens, mas este artigo se concentrará no câncer de mama em mulheres. Aprenda sobre o câncer de mama em homens aqui. Sintomas câncer de mama
  • 2. 2/19 Exames regulares são importantes para reduzir os riscos de câncer de mama. Os primeiros sintomas do câncer de mama geralmente aparecem como uma área de tecido espessado na mama ou um nódulo na mama ou axila. Outros sintomas incluem: Dor nas axilas ou mama que não muda com o ciclo mensal Picada ou vermelhidão da pele da mama, semelhante à superfície de uma laranja Uma erupção cutânea ao redor ou em um dos mamilos Secreção de um mamilo, possivelmente contendo sangue Um mamilo afundado ou invertido Uma alteração no tamanho ou formato da mama Descamação, descamação ou descamação da pele no peito ou no mamilo A maioria dos nódulos mamários não é cancerígena. No entanto, as mulheres devem consultar um médico para um exame se perceberem um nódulo na mama. Estágios
  • 3. 3/19 Um médico monta o câncer de acordo com o tamanho do tumor e se ele se espalhou para os linfonodos ou outras partes do corpo. Existem diferentes estágios do câncer de mama. Uma maneira é do estágio 0–4, com categorias subdivididas em cada estágio numerado. As descrições dos quatro estágios principais estão listadas abaixo, embora o subestágio específico de um câncer também possa depender de outras características específicas do tumor, como o status do receptor HER2. Estágio 0: Conhecidas como carcinoma ductal in situ (DCIS), as células são limitadas aos ductos e não invadiram os tecidos circundantes. Estágio 1: Nesta fase, o tumor mede até 2 centímetros (cm) de diâmetro. Não afetou nenhum linfonodo ou existem pequenos grupos de células cancerígenas nos linfonodos. Estágio 2: O tumor mede 2 cm de diâmetro e começou a se espalhar para os linfonodos próximos, ou tem 2 a 5 cm de diâmetro e não se espalhou para os linfonodos. Estágio 3:
  • 4. 4/19 O tumor tem até 5 cm de diâmetro e se espalhou para vários linfonodos ou o tumor é maior que 5 cm e se espalhou para alguns linfonodos. Estágio 4: O câncer se espalhou para órgãos distantes, geralmente ossos, fígado, cérebro ou pulmões. Causas do cancêr de mama Após a puberdade , o peito de uma mulher consiste em gordura, tecido conjuntivo e milhares de lóbulos. São pequenas glândulas que produzem leite para amamentar. Pequenos tubos ou dutos transportam o leite em direção ao mamilo. O câncer faz com que as células se multipliquem incontrolavelmente. Eles não morrem no ponto habitual do seu ciclo de vida. Esse crescimento excessivo de células causa câncer porque o tumor utiliza nutrientes e energia e priva as células ao seu redor. O câncer de mama geralmente começa no revestimento interno dos dutos de leite ou nos lóbulos que os fornecem leite. A partir daí, ele pode se espalhar para outras partes do corpo. Fatores de risco
  • 5. 5/19 A causa exata do câncer de mama permanece incerta, mas alguns fatores de risco aumentam a probabilidade. É possível evitar alguns desses fatores de risco. 1. Idade O risco de câncer de mama aumenta com a idade. Aos 20 anos, a chance de desenvolver câncer de mama na próxima década é de 0,06% . Aos 70 anos, esse número sobe para 3,84%. 2. Genética Mulheres que carregam certas mutações nos genes BRCA1 e BRCA2 têm maior chance de desenvolver câncer de mama, câncer de ovário ou ambos. As pessoas herdam esses genes de seus pais. Mutações no gene TP53 também têm ligação para o aumento do risco de câncer de mama. Se um parente próximo tem ou teve câncer de mama, a chance de uma pessoa desenvolver câncer de mama aumenta. As diretrizes atuais recomendam que as pessoas dos seguintes grupos busquem testes genéticos: Pessoas com histórico familiar de câncer de mama, ovário, trompa de Falópio ou câncer peritoneal Aqueles cuja ascendência existe um histórico de câncer de mama relacionado a mutações nos genes BRCA1 ou BRCA2 , por exemplo, pessoas com ascendência judaica Ashkenazi 3. História de câncer de mama ou nódulos mamários
  • 6. 6/19 Mulheres que já tiveram câncer de mama são mais propensas a tê-lo novamente do que aquelas que não têm histórico da doença. Ter alguns tipos de nódulo mamário não canceroso aumenta a chance de desenvolver câncer mais tarde. Exemplos incluem hiperplasia ductal atípica ou carcinoma lobular in situ. Indivíduos com histórico de câncer de mama, ovário, trompa de Falópio ou peritoneal devem perguntar a seus médicos sobre testes genéticos. 4. Tecido mamário denso Mulheres com seios mais densos têm maior probabilidade de receber um diagnóstico de câncer de mama. 5. Exposição ao estrogênio e amamentação Amamentar por mais de 1 ano parece reduzir o risco de câncer de mama. A exposição prolongada ao estrogênio parece aumentar o risco de câncer de mama. Isso pode ser devido a uma pessoa que inicia seus períodos mais cedo ou entra na menopausa com idade posterior à média. Entre esses tempos, os níveis de estrogênio são mais altos. A amamentação, especialmente por mais de um ano, parece reduzir a chance de desenvolver câncer de mama. Isto é possivelmente devido à queda na exposição ao estrogênio que se segue à gravidez e à amamentação. 6. Peso corporal Mulheres que se tornam obesas ou desenvolvem obesidade após a menopausa também podem ter uma chance maior de desenvolver câncer de mama, possivelmente devido ao aumento dos níveis de estrogênio. A alta ingestão de açúcar também pode ser um fator. 7. Consumo de álcool Uma taxa mais alta de consumo regular de álcool parece desempenhar um papel no desenvolvimento do câncer de mama. Os estudos constataram consistentemente que as mulheres que consomem álcool têm um risco maior de câncer de mama do que aquelas que não. Aqueles que bebem níveis moderados a pesados de álcool têm um risco maior do que os que bebem menos. 8. Exposição à radiação Submeter-se ao tratamento com radiação para um câncer diferente pode aumentar o risco de desenvolver câncer de mama mais tarde na vida.
  • 7. 7/19 9. Tratamentos hormonais Estudos mostraram que os contraceptivos orais podem aumentar levemente o risco de câncer de mama Estudos descobriram que a terapia de reposição hormonal (TRH), especificamente a terapia com estrogênio e progesterona (EPT), está relacionada a um risco aumentado de câncer de mama. Implantes cosméticos e sobrevivência ao câncer de mama Uma revisão de 2013 constatou que mulheres com implantes cosméticos de mama que receberam um diagnóstico de câncer de mama também tiveram um risco maior de morrer da doença. Isso pode ser devido aos implantes que mascaram o câncer durante a triagem ou porque os implantes provocam alterações no tecido mamário. No entanto, uma pesquisa descobriu que fazer uma cirurgia estética de implantes mamários não aumentao risco de câncer de mama. Os cientistas precisam realizar mais pesquisas para confirmar a ligação. Existem vários tipos diferentes de câncer de mama, incluindo:
  • 8. 8/19 Carcinoma ductal:começa no ducto de leite e é o tipo mais comum. Carcinoma lobular: começa nos lóbulos. O câncer de mama invasivo ocorre quando as células cancerígenas eclodem de dentro dos lóbulos ou ductos e invadem os tecidos próximos. Isso aumenta a chance de o câncer se espalhar para outras partes do corpo. O câncer de mama não invasivo se desenvolve quando o câncer permanece em seu local de origem e ainda não se espalhou. No entanto, essas células às vezes podem progredir para câncer de mama invasivo. Diagnóstico
  • 9. 9/19 Um médico costuma diagnosticar câncer de mama como resultado de uma triagem de rotina ou quando uma mulher se aproxima do médico após detectar os sintomas. Vários testes e procedimentos de diagnóstico ajudam a confirmar um diagnóstico. Exame de mama O médico verificará os seios em busca de caroços e outros sintomas. Durante o exame, a pessoa pode precisar se sentar ou ficar em pé com os braços em diferentes posições, como acima da cabeça ou ao lado do corpo. Testes de imagem Vários testes podem ajudar a detectar o câncer de mama. Mamografia: Este é um tipo de raio-X que os médicos geralmente usam durante uma triagem inicial do câncer de mama. Produz imagens que podem ajudar o médico a detectar nódulos ou anormalidades. Um médico geralmente segue todos os resultados suspeitos com mais testes. No entanto, a mamografia às vezes mostra uma área suspeita que acaba não sendo câncer. onoras para ajudar o médico a diferenciar entre uma massa sólida e um cisto cheio de líquido . A ressonância magnética ( RM ): Combina diferentes imagens da mama para ajudar o médico a identificar câncer ou outras anormalidades. Um médico pode recomendar uma ressonância magnética como acompanhamento de uma mamografia ou ultra-som. Os médicos às vezes os usam como uma ferramenta de triagem para aqueles com maior risco de câncer de mama.
  • 10. 10/19 Biópsia Em uma biópsia, o médico extrai uma amostra de tecido e a envia para análise laboratorial. Isso mostra se as células são cancerígenas. Se estiverem, uma biópsia indica que tipo de câncer se desenvolveu, incluindo se o câncer é ou não sensível a hormônios. O diagnóstico também envolve o estadiamento do câncer para estabelecer: O tamanho de um tumor Quão longe se espalhou Seja invasivo ou não invasivo O estadiamento fornece uma imagem das chances de recuperação de uma pessoa e seu curso ideal de tratamento. O tratamento dependerá de vários fatores, incluindo:
  • 11. 11/19 O tipo e estágio do câncer A sensibilidade da pessoa aos hormônios Idade, saúde geral e preferências do indivíduo As principais opções de tratamento incluem: 1. Radioterapia 2. Cirurgia 3. Terapia biológica ou terapia medicamentosa direcionada 4. Terapia hormonal 5. Quimioterapia Os fatores que afetam o tipo de tratamento de uma pessoa incluem o estágio do câncer, outras condições médicas e sua preferência individual. Cirurgia Se a cirurgia for necessária, o tipo dependerá do diagnóstico e da preferência individual. Os tipos de cirurgia incluem: Lumpectomia: Envolve a remoção do tumor e uma pequena quantidade de tecido saudável ao seu redor. Uma mastectomia pode ajudar a prevenir a propagação do câncer. Esta pode ser uma opção se o tumor for pequeno e fácil de separar do tecido circundante. Mastectomia:
  • 12. 12/19 Uma simples mastectomia envolve a remoção de lóbulos, ductos, tecido adiposo, mamilo, aréola e alguma pele. Em alguns tipos, o cirurgião também remove os linfonodos e os músculos da parede torácica. Biópsia do linfonodo sentinela: Se o câncer de mama atinge os linfonodos sentinela, que são os primeiros para os quais um câncer pode se espalhar, ele pode se espalhar para outras partes do corpo através do sistema linfático. Se o médico não encontrar câncer nos nós sentinelas, geralmente não é necessário remover os nós restantes. Dissecção dos linfonodos axilares: Se um médico encontrar células cancerígenas nos linfonodos sentinela, ele poderá recomendar a remoção de vários linfonodos na axila. Isso pode impedir que o câncer se espalhe. Reconstrução: Após a mastectomia, um cirurgião pode reconstruir a mama para parecer mais natural. Isso pode ajudar uma pessoa a lidar com os efeitos psicológicos da remoção das mamas.
  • 13. 13/19 O cirurgião pode reconstruir a mama ao mesmo tempo em que realiza uma mastectomia ou posteriormente. Eles podem usar um implante mamário ou tecido de outra parte do corpo. Radioterapia Uma pessoa pode sofrer radioterapia cerca de um mês após a cirurgia. A radiação envolve direcionar o tumor com doses controladas de radiação que matam as células cancerígenas restantes. Quimioterapia Um médico pode prescrever medicamentos quimioterápicos citotóxicos para matar células cancerígenas se houver um alto risco de recorrência ou disseminação. Quando uma pessoa faz quimioterapia após a cirurgia, os médicos chamam de quimioterapia adjuvante. Às vezes, um médico pode optar por administrar quimioterapia antes da cirurgia para diminuir o tumor e facilitar sua remoção. Os médicos chamam isso de quimioterapia neoadjuvante. Terapia de bloqueio hormonal Os médicos usam terapia de bloqueio hormonal para impedir que o câncer de mama sensível ao hormônio retorne após o tratamento.
  • 14. 14/19 A terapia hormonal pode ser usada para tratar cânceres positivos para receptores de estrogênio (ER) e positivos para receptores de progesterona (PR). Eles geralmente administram terapia de bloqueio hormonal após a cirurgia, mas às vezes podem usá-la antes para encolher o tumor. A terapia de bloqueio hormonal pode ser a única opção para pessoas que não são candidatas adequadas para cirurgia, quimioterapia ou radioterapia. Os médicos podem recomendar que uma pessoa faça terapia hormonal por 5 a 10 anos após a cirurgia. No entanto, o tratamento não afetará cânceres que não são sensíveis aos hormônios. Exemplos de medicamentos para terapia de bloqueio hormonal podem incluir: Tamoxifeno Inibidores da aromatase Ablação ou supressão ovariana Goserelina, uma droga agonista liberadora de hormônios luteinizantes que suprime os ovários O tratamento hormonal pode afetar a fertilidade. Tratamento biológico
  • 15. 15/19 Os medicamentos direcionados podem destruir tipos específicos de câncer de mama. Exemplos incluem: Trastuzumabe (Herceptin) Lapatinib (Tykerb) Bevacizumabe (Avastin) Os tratamentos para câncer de mama e outros podem ter efeitos adversos graves. Ao decidir sobre um tratamento, as pessoas devem discutir os riscos potenciais com um médico e procurar maneiras de minimizar os efeitos colaterais. Triagem regular
  • 16. 16/19 Recomenda-se exames anuais para mulheres de risco médio com mais de 40 anos de idade. Existem várias diretrizes diferentes para a frequência com que as mulheres devem fazer o rastreamento do câncer de mama. Recomenda-se que mulheres entre 40 e 49 anos com risco médio de câncer de mama discutam os benefícios e riscos de exames regulares com um médico. Entre 50 e 74 anos de idade, as mulheres com risco médio devem realizar exames a cada 2 anos. Além dos 75 anos de idade, os médicos recomendam apenas exames para mulheres com expectativa de vida de 10 anos ou mais.
  • 17. 17/19 É sugerido que as mulheres de risco médio podem optar por realizar exames anuais a partir dos 40 anos. Aqueles que não o fizeram devem começar a triagem anual aos 45 anos de idade. Eles podem decidir mudar para exames a cada dois anos quando atingirem 55 anos de idade. Recomenda exames todos os anos , a partir dos 40 anos de idade. Apesar das recomendações diferentes, a maioria dos especialistas concorda que as mulheres devem conversar com seus médicos sobre o rastreamento do câncer de mama a partir dos 40 anos de idade. Prevenção
  • 18. 18/19 Não há como prevenir o câncer de mama. No entanto, certas decisões sobre o estilo de vida podem reduzir significativamente o risco de câncer de mama, além de outros tipos. Esses incluem: Evitando o consumo excessivo de álcool Seguindo uma dieta saudável que contém muitas frutas e legumes frescos Fazendo exercício suficiente Manutenção de um índice de massa corporal saudável ( IMC ) As mulheres devem considerar suas opções para amamentar e usar a TRH após a menopausa, pois elas também podem aumentar o risco. A cirurgia preventiva também é uma opção para mulheres com alto risco de câncer de mama. Quais outros tipos de câncer são comuns em mulheres? Além do câncer de pele, os cânceres que mais frequentemente afetam as mulheres incluem: Câncer de pulmão Colorretal Iterino De tireoide Do endométrio Cervical