Ética Geral e Profissional Prof. Elvis Magno
Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.1 Campanella: A família deve ser abolida. Problema: A Instituição da família é...
Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.1 Campanella: A família deve ser abolida. Proposições:    A cidade deve ser f...
Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.2 Hobbes: O homem não é um animal social. Problema: Os homens agregam-se em so...
Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.2 Hobbes: O homem não é um animal social. Proposições:    O homem não é natur...
Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.3 Locke: A primeira sociedade foi entre marido  e mulher. Problema: Como nasce...
Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.3 Locke: A primeira sociedade foi entre marido  e mulher. Proposições:    A s...
Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.4 Rousseau: A superioridade do homem  selvagem. Problema: Como nasceu a civili...
Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.4 Rousseau: A superioridade do homem  selvagem. Proposições:    A propriedade...
Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.4 Rousseau: A superioridade do homem  selvagem. Proposições:    Da agricultur...
Cap. 5 – Ética e o Nascimento da SociedadePropriedade privadaPropriedade privada                 A formação de uma   dever...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ÉTICA GERAL E PROFISSIONAL - Cap. 5 – Ética e o Nascimento da Sociedade

890 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
890
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ÉTICA GERAL E PROFISSIONAL - Cap. 5 – Ética e o Nascimento da Sociedade

  1. 1. Ética Geral e Profissional Prof. Elvis Magno
  2. 2. Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.1 Campanella: A família deve ser abolida. Problema: A Instituição da família é natural e insubstituível?Existem modos alternativos à família para educar os jovens? Tese: Apoiado em Platão, Campanella sustenta que tanto a família quanto a propriedade privada deveriam ser abolidas e substituídas por um ambiente de vida totalmente comunitário. Para ele somente essas reformas radicais podem gerar um novo tipo de homem, sem egoísmo e sem o individualismo.
  3. 3. Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.1 Campanella: A família deve ser abolida. Proposições:  A cidade deve ser fundada sobre uma filosofia comunitária, de todos os bens, inclusive de mulheres.  Os vícios sociais nascem da propriedade privada e da instituição da família.  Abolição da propriedade privada produz um homem melhor.  Mesmo uma sociedade comunitária, não fundada na família, pode desenvolver valores éticos.
  4. 4. Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.2 Hobbes: O homem não é um animal social. Problema: Os homens agregam-se em sociedade instintivamente ou por necessidade? Pode-se comparar a sociedade humana com as sociedades criadas pelos animais políticos (abelhas e formigas)? Tese: Entre os indivíduos não existe um amor natural, mas somente uma explosiva mistura de temor e necessidade recíprocos que, se não fosse disciplinada pelo Estado, originaria uma incontrolável sucessão de violências e excessos.
  5. 5. Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.2 Hobbes: O homem não é um animal social. Proposições:  O homem não é naturalmente social;  Somente a sociedade humana conhece a guerra e distingue interesse público de interesse privado;  A razão implica avaliações e críticas;  Somente a linguagem humana torna a mentira possível;  Agressividade humana não depende de condições materiais;  O pacto (Teoria do Contrato Social, sec.XVII) em que se baseia a sociedade humana é artificial (quero os direitos mas não aceito os deveres).
  6. 6. Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.3 Locke: A primeira sociedade foi entre marido e mulher. Problema: Como nasce a sociedade? Qual é a natureza do Estado? Tese: A formação de uma sociedade não deve ser pensada como um evento artificial, em oposição a um instinto solitário e natural do indivíduo, mas como o aperfeiçoamento de uma exigência fundamental de socialização presente mesmo nas civilizações mais atrasadas.
  7. 7. Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.3 Locke: A primeira sociedade foi entre marido e mulher. Proposições:  A sociabilidade é um instinto natural;  Existe continuidade entre família e Estado;  Tanto a família quanto o Estado se fundam em um pacto contratual;  Teoria do Liberalismo: quem faz as leis não deve ser encarregado de fazer com que sejam respeitadas. Deve haver separação entre poder legislativo do poder executivo e do poder judiciário. Essa é a única maneira exequível de fazer com que os legisladores também se submetam às leis deles mesmo emanadas.
  8. 8. Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.4 Rousseau: A superioridade do homem selvagem. Problema: Como nasceu a civilização? Que relação existe entre progresso moral e progresso tecnológico? Tese: O homem não nasce cativo, mas torna-se prisioneiro ao viver em sociedade. Foi o nascimento da propriedade privada a causa do egoísmo, da inveja e dos piores vícios do homem moderno.
  9. 9. Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.4 Rousseau: A superioridade do homem selvagem. Proposições:  A propriedade privada é a origem da civilização e a causa primeira da degeneração do homem;  A defesa do prestígio social produziu o nascimento da etiqueta, das leis, da vingança;  O selvagem natural era superior ao homem moderno do ponto de vista ético;  O desenvolvimento da sociedade determinou o nascimento do sistema jurídico;
  10. 10. Cap. 5 – Ética e oNascimento da Sociedade5.4 Rousseau: A superioridade do homem selvagem. Proposições:  Da agricultura resulta o desenvolvimento da propriedade privada;  Somente o trabalho dá direito à propriedade;  A propriedade privada desenvolveu o individualismo e a ostentação pessoal;  O sistema produtivo dificulta as relações sociais sinceras;  As leis que regulam as sociedades criam um homem artificial, distante da simplicidade natural;  A degeneração produzida pela civilização estendeu-se a todo o planeta.
  11. 11. Cap. 5 – Ética e o Nascimento da SociedadePropriedade privadaPropriedade privada A formação de uma deveriam ser deveriam ser sociedade não deve ser abolidas e abolidas e pensada como um eventosubstituídas por um substituídas por um artificial, mas como o ambiente de vida ambiente de vida aperfeiçoamento de uma totalmente totalmente exigência fundamental de comunitário. comunitário. socialização. O homem não nasce O homem não nasce Entre os indivíduos não Entre os indivíduos não cativo, mas torna-se cativo, mas torna-se existe um amor natural, existe um amor natural, prisioneiro ao viver em prisioneiro ao viver em mas somente uma mas somente uma sociedade. sociedade. explosiva mistura de explosiva mistura de temor e necessidade temor e necessidade recíprocos. recíprocos.

×