CONSULTORIA EMPRESARIAL - Cap. 1 e 2 introdução e tendências

21.508 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação

CONSULTORIA EMPRESARIAL - Cap. 1 e 2 introdução e tendências

  1. 1. Consultoria EmpresarialProf. Elvis Magno da SilvaCap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIAS DACONSULTORIA
  2. 2. 1.1 Conceitos de Consultoria Empresarial. Consultoria empresarial é um processo interativo (1) de um agentede mudanças externo (2) à empresa, o qual assume aresponsabilidade de auxiliar os executivos e profissionais (3) dareferida empresa nas tomadas de decisões (4), nãotendo, entretanto, o controle direto da situação (5).1) Processo interativo: conjunto estruturado de atividadessequenciais que desenvolvem ação recíproca, lógica eevolutiva, visando atender e, preferencialmente, suplantar asexpectativas e necessidades dos clientes internos e externos daempresa.Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA
  3. 3. Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA1.1 Conceitos de Consultoria Empresarial.2) Agente de mudanças externo: O agente de mudança é o profissional capaz de desenvolvercomportamentos, atitudes e processos que possibilitem à empresatransacionar, proativa e interativamente, com os diversos fatores doambiente empresarial. O agente de mudança também é denominado de agente dedesenvolvimento organizacional e pode ser interno ou externo àempresa. Interno, faz parte do quadro de profissionais da empresa (emboraesteja fora do sistema em estudo); externo é aquele que está fora dosistema da empresa, é o contratado por um períodopredeterminado, para consolidar um projeto ou auxiliar a empresa naresolução de um problema ou na mudança de uma situação.
  4. 4. Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA1.1 Conceitos de Consultoria Empresarial.3) Responsabilidade de auxiliar as pessoas: O consultor deve atuar como parceiro dos executivos e profissionaisda empresa-cliente. O consultor deve estar direcionado a proporcionarmetodologias, técnicas e processos que determinem a sustentaçãopara os executivos das empresas tomarem suas decisões comqualidade. Não se espera que o consultor conheça o negócio da empresa emsua plenitude, pois isto, espera-se é uma prerrogativa de seusexecutivos. Todo consultor que quiser conhecer o negócio daempresa-cliente de forma plena, não contribuirá commetodologias, técnicas e processos, que são a principalresponsabilidade do consultor. * diferencial do consultor é a capacidade de solucionar problemas.
  5. 5. Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA1.1 Conceitos de Consultoria Empresarial.4) Tomada de decisões: Decisão, é a escolha entre vários caminhos alternativos que levam adeterminado resultado. A decisão é uma parte do processo decisório, o qual tem asseguintes partes: o dado, o tratamento do processo, a informação ealternativas, os recursos, o resultado e o controle (após decidido). Dado: elemento bruto, não trabalhado, não diz nada sobre umfato ou situação; Tratamento do processo: (ou tratamento dos dados), é atransformação do dado (entrada) em resultado administrável. É atransformação dos dados em informações.
  6. 6. Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA1.1 Conceitos de Consultoria Empresarial.4) Tomada de decisões: Decisão, é a escolha entre vários caminhos alternativos que levam adeterminado resultado. A decisão é uma parte do processo decisório, o qual tem asseguintes partes: o dado, o tratamento do processo, a informação ealternativas, os recursos, o resultado e o controle (após decidido). informação: é o dado trabalhado que permite tomar uma decisão. Alternativa: caminho diferente que pode levar ao resultado. Recurso: equipamentos, dinheiro, pessoas, tecnologia, [...] Resultado: produto final do processo decisório.
  7. 7. Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA1.1 Conceitos de Consultoria Empresarial.4) Tomada de decisões: Decisão, é a escolha entre vários caminhos alternativos que levam adeterminado resultado. A decisão é uma parte do processo decisório, o qual tem asseguintes partes: o dado, o tratamento do processo, a informação ealternativas, os recursos, o resultado e o controle (após decidido). Controle e avaliação: procura mediar a avaliar o desempenho eo resultado das estratégias e ações, com a finalidade derealimentar os tomadores de decisão, de forma que possamcorrigir e/ou reforçar esse desempenho. Há ainda uma parte do processo decisório que está em todos osmomentos, a coordenação, que é a função do processoadministrativo.
  8. 8. Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA1.1 Conceitos de Consultoria Empresarial.5) Não tem controle direto da situação: Esta é uma premissa da atuação do consultor empresarial. Se o consultor tem o controle direto da situação, ele deixa de serconsultor e passa a ser executivo da empresa-cliente. Contudo, mesmo não tendo o controle direto da situação, o consultornão pode se eximir da responsabilidade de implementação do projetodesenvolvido, e nem tão pouco de seus resultados. * esta posição de alguns consultores que afirmam que não têmresponsabilidade pelos resultados de seus projetos, pelo simples fato denão os terem implementado, pode ser considerada como uma dasprincipais razões do distanciamento de algumas empresas para com osserviços de consultoria. Estes são considerados pseudoconsultores.
  9. 9. 1.1 Conceitos de Consultoria Empresarial.RECORDANDO: Consultoria empresarial é um processo interativo (1) de um agente demudanças externo (2) à empresa, o qual assume a responsabilidadede auxiliar os executivos e profissionais (3) da referida empresa nastomadas de decisões (4), não tendo, entretanto, o controle direto dasituação (5).Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA
  10. 10. 1.2 Evolução e Tendências de Consultoria. A consultoria empresarial é um dos segmentos de prestação deserviços que mais têm crescido no mundo. Pode-se afirmar que este crescimento da consultoria empresarial éum caminho sem volta. Contudo, muitos consultores e empresas de consultorias não dãocerto neste mercado promissor. As razões do não sucesso é diverso, contudo, é importante aidentificação de algumas tendências inquestionáveis da consultoriaempresarial. A saber:Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA
  11. 11. 1.2 Evolução e Tendências de Consultoria.1. Aumento da demanda de consultoria provocado pela busca denovos conhecimentos de inovações para enfrentar aglobalização da economia. As empresas devem estar atualizadas com as modernasmetodologias e técnicas administrativas que estão sendo utilizadasno mundo empresarial; e os consultores competentes podem auxiliarneste processo. De forma geral, pode-se dizer que as principais razões da existênciada consultoria estão relacionadas a: globalização, evoluçãotecnológica, necessidades de construir o futuro, responsabilidadesambientais, melhoria do conhecimento das pessoas.Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA
  12. 12. 1.2 Evolução e Tendências de Consultoria.2. Aumento da demanda de consultoria para as empresasconsolidarem suas vantagens competitivas. Vantagem competitiva é a característica dos produtos e serviçosque direcionam os clientes e o mercado a comprá-los, em detrimentoaos produtos e serviços dos concorrentes. A vantagem competitiva deve ser: real (conhecida pelo mercado eclientes), sustentada (elevada qualidade), e duradoura (perdurarpelo tempo). Pode-se considerar que a identificação e a consolidação da vantagemcompetitiva da empresa-cliente representa o mais importanteresultado de um serviço de consultoria.Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA
  13. 13. 1.2 Evolução e Tendências de Consultoria.3. Aumento da demanda de consultoria como consequência dosprocessos de terceirização. As empresas estão procurando direcionar todos os seus esforçospara o núcleo de seu negócio. Elas não querem gastarenergia, tempo e massa cinzenta no processo decisório de assuntosperiféricos a seu negócio e que não agregam valor aos produtos eserviços que oferecem ao mercado. Terceirização é o processo administrado de transferência, paraterceiros, de atividades que não constituem a essência tecnológicados produtos e serviços da empresa. Alguns dos serviços terceirizados pelas empresas podem ser realizadoscom melhor qualidade e custos menores, por empresas de consultoria.Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA
  14. 14. 1.2 Evolução e Tendências de Consultoria.4. Aumento da demanda de consultoria pela necessidade dequestionamento progressivo das realidades da empresa-clientevisando a um processo de melhoria contínua sustentada. Melhoria contínua sustentada é tornar o processoadministrativo/produtivo cada vez mais capaz e alavancadorprogressivo e acumulativo dos resultados da empresa, comotimização da utilização dos recursos disponíveis. Logo, os serviços de consultoria devem respeitar e considerar oscritérios básicos de excelência empresarial, a saber: consolidação daslideranças, interação com as questões estratégicas, foco no cliente e nomercado, contribuições com informações e para o processo de análise, decisão, operacionalização e avaliação das questões básicas da empresa-cliente, desenvolvimento e gestão de pessoas e processos, buscaoportunidades.Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA
  15. 15. 1.2 Evolução e Tendências de Consultoria.5. Fusões entre empresas de consultoria. As grandes fusões de empresas de consultoria, principalmente asque atuam no seguimento de auditoria, têm sofrido algumasrestrições e dúvidas de mercado quanto aos resultados efetivos paraos clientes. Portanto, essas megaempresas de consultoria e auditoriaterão de provar para o mercado as reais vantagens que poderão serusufruídas. Inclusive, existe a questão ética, ou não ética, de algumas empresasrealizarem serviços de consultoria em assuntos que elas própriasauditaram na empresa-cliente (naturalmente a ética é de cada um e oproblema da empresa-cliente que contratou).Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA
  16. 16. 1.2 Evolução e Tendências de Consultoria.6. Internacionalização dos serviços de consultoria. A atual globalização da economia estão consolidando uma novarealidade nos serviços de consultoria, em que se observa aumentocrescente de abertura de novos escritórios de empresas deconsultoria em diversos países. Essa possibilidade de maior troca de tecnologias entre equipestécnicas de diferentes países pode facilitar a alavancagemprofissional dos consultores.Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA
  17. 17. 1.2 Evolução e Tendências de Consultoria.7. Aumento do número de professores e de universidades querealizam serviços de consultoria. Pode-se considerar que a representatividade dos serviços deconsultoria para os professores das faculdades e universidadesdeverá ser cada vez maior, pela simples evolução natural dessenegócio no cenário nacional. Atualmente os principais serviços das faculdades e universidadespara as empresas-clientes são inerentes à pesquisa em suas váriasformas. O treinamento e consultoria ainda se apresentam em formaembrionária. Embora as faculdades e universidades estejam um pouco distantesda realidade empresarial, não resta dúvida de que sua participação éuma tendência importante.Cap. 1 – CONCEITOS E TENDÊNCIASDA CONSULTORIA
  18. 18. Cap. 2 – CONSOLIDAÇÃO DACONSULTORIA
  19. 19. 2.1 Definição do Produto da Consultoria. A definição do produto ou serviço que o consultor vai oferecer aomercado representa o principal assunto para sua consolidação nonegócio de consultoria. O produto ou serviço que um consultor oferece no mercadocontempla três componentes: A especialidade que está sendo oferecida, tias como planejamentoestratégica, estrutura organizacional, reengenharia, sistema deinformações gerenciais, pesquisa de mercado, etc.; A competência e o nível de conhecimento do consultor no assuntoconsiderado; e A amplitude e o estilo de atuação do consultor, tendo em vista a melhorinteração com a realidade da empresa-cliente.Cap. 2 – CONSOLIDAÇÃO DACONSULTORIA
  20. 20. 2.1 Definição do Produto da Consultoria. Com base neste tripé (especialidade, competência, estilo), é definidaa vantagem competitiva do consultor. Esta vantagem competitiva do consultor é que representa aquele‘algo mais’ que direciona a decisão da empresa-cliente em compraros serviços de determinado consultor em detrimento de outro.Cap. 2 – CONSOLIDAÇÃO DACONSULTORIA
  21. 21. 2.1 Definição do Produto da Consultoria. Com base neste tripé (especialidade, competência, estilo), é definidaa vantagem competitiva do consultor. Esta vantagem competitiva do consultor é que representa aquele‘algo mais’ que direciona a decisão da empresa-cliente em compraros serviços de determinado consultor em detrimento de outro. Quando o consultor está necessitando estabelecer a vantagemcompetitiva de seus serviços, ele deve considerar dois aspectosbásicos: Os critérios que determinam a qualidade do serviço de consultoria; e A manutenção desses critérios de forma diferenciada ao longo dotempo, pois, com isso, o consultor consegue disseminar um diferencialcompetitivo como sua personalidade profissional.Cap. 2 – CONSOLIDAÇÃO DACONSULTORIA
  22. 22. 2.1 Definição do Produto da Consultoria. Essa personalidade é muito importante, pois o consultor passa a sermais facilmente reconhecido pelo mercado em situações, tais como: “ele é um grande conhecedor de metodologias e técnicas inerentes àlogística a à qualidade...”; ou “este consultor é fortemente direcionado para soluções e pararesultados efetivos...”.Cap. 2 – CONSOLIDAÇÃO DACONSULTORIA
  23. 23. 2.2 Critérios que Determinam a Qualidade dos Serviços deConsultoria. Competência: conhecimento e habilidade para realizar o serviço. Velocidade: tempo de espera, real ou percebido. Velocidade efetivana realização dos trabalhos. Consistência: ausência de variabilidade nos processosimplementados. Empatia: atendimento personalizado e cortesia de atuação. Flexibilidade: capacidade de mudança e de adaptação (jogo decintura). Durabilidade: tempo em que o serviço continuará útil para aempresa-cliente.Cap. 2 – CONSOLIDAÇÃO DACONSULTORIA
  24. 24. 2.2 Critérios que Determinam a Qualidade dos Serviços deConsultoria. Funcionalidade: resolução adequada do problema identificado. Confiabilidade: capacidade de oferecer e realizar o serviçopretendido com garantia, segurança e exatidão. Acesso: facilidade de contato, negociação e realização dos serviços. Custo: fornecer serviços com ótima relação custos x benefícios.Cap. 2 – CONSOLIDAÇÃO DACONSULTORIA
  25. 25. 2.3 Divulgação dos Serviços de Consultoria. Os serviços de consultoria não devem ser vendidos, mas compradospela empresa-cliente. Esse é um princípio que deve ser bementendido. Um consultor não pode sair por aí oferecendo e vendendo seusserviços. O que ele pode (e deve) é tornar seu produto conhecido nomercado. Para tanto, ele pode utilizar algumas técnicas mercadológicas:Cap. 2 – CONSOLIDAÇÃO DACONSULTORIA
  26. 26. 2.3 Divulgação dos Serviços de Consultoria. Para tanto, ele pode utilizar algumas técnicas mercadológicas: Folhetos explicativos dos serviços; Palestras e conferências; Publicações; Apresentação por antigos clientes; Consolidação de marca própria (reconhecido pelo mercado); Participações em associações diversas; Atividades docentes; e Encontros informais.Cap. 2 – CONSOLIDAÇÃO DACONSULTORIA
  27. 27. Referências OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças. Manual de consultoria empresarial.9.ed. São Paulo: Atlas, 2010.

×