Fluido Hidráulico

3.093 visualizações

Publicada em

Mecânica dos Fluídos

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.093
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
442
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
217
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fluido Hidráulico

  1. 1. SISTEMA HIDRÁULICO Prof. Elton Ricardo
  2. 2. UNIDADE HIDRÁULICA
  3. 3. UNIDADE DE POTÊNCIA
  4. 4. UNIDADE HIDRÁULICA
  5. 5. FLUÍDO HIDRÁULICO É o elemento vital de um sistema hidráulico industrial, pois é um meio de transmissão de energia, um lubrificante, um vedador e um meio de transferência de calor. O fluido hidráulico, à base de petróleo, é o mais usado.
  6. 6. FLUÍDO HIDRÁULICO Um bom fluido hidráulico, com uma boa filtragem, contribuirá, muito, para o aumento na vida útil dos componentes dos sistemas hidráulicos. O mais usado é o óleo mineral à base de petróleo que recebe aditivos em sua composição para adequá-lo ao uso em sistemas hidráulicos.
  7. 7. FLUÍDO HIDRÁULICO
  8. 8. FLUÍDO HIDRÁULICO ▪ Nunca devemos misturar dois fluidos de fabricantes diferentes, pois os aditivos podem reagir entre si, deteriorando o óleo e envelhecendoo, precocemente; ▪ A limpeza do sistema deve ser bem feita, pois testes precisos revelaram que 10% do óleo “velho” deixado no interior do sistema reduz 70% das qualidades do óleo novo; ▪ Não utilizar método de somente completar o nível; ▪ Quando o fluido hidráulico ficar parado, pelo período aproximado de dois meses após ter sido usado, convém substituí-lo;
  9. 9. FLUÍDO HIDRÁULICO ▪ O tipo de óleo, bem como o período da troca, são recomendados pelo fabricante; ▪ Para determinar, precisamente, as condições de um fluido (grau de oxidação e quantidade de contaminantes) devem ser realizados testes de laboratório; ▪ Guarde o óleo, sempre, em recipientes limpos e protegidos contra as intempéries; ▪ Mantenha as tampas dos recipientes hermeticamente fechadas.
  10. 10. FLUÍDO HIDRÁULICO ADITIVOS: São produtos químicos que, adicionados ao óleo, melhoram suas características ou criam novas características. Ex.: antiespumante, inibidores de corrosão, antidesgaste, etc. Apesar de não existirem normas nem diretrizes legais que definam a compatibilidade de um fluido com o meio ambiente, já se verifica, na prática, a utilização dos fluidos não poluentes. Ex.: biodegradáveis.
  11. 11. FLUÍDO HIDRÁULICO VISCOSIDADE: É a resistência do fluido ao escoar, ou seja, se um fluido escoa facilmente, sua viscosidade é baixa, pode-se dizer que o fluido é fino ou pouco encorpado. Um fluido que escoa com dificuldade tem alta viscosidade, é grosso ou muito encorpado. Resumindo, viscosidade é uma medida inversa a de fluidez.
  12. 12. FLUÍDO HIDRÁULICO Viscosímetro de Saybolt:
  13. 13. FLUÍDO HIDRÁULICO Número SAE: Os números SAE foram estabelecidos pela Sociedade Americana dos Engenheiros Automotivos para especificar as faixas de viscosidade SUS do óleo, às temperaturas de testes SAE. Os números de inverno (5W, 10W, 20W) são determinados pelos testes a 0°F (-17°C). Os números para óleo de verão (20, 30, 40, 50 etc.) designam a faixa SUS a 212°F (100°C).
  14. 14. FLUÍDO HIDRÁULICO Viscosidade ISO VG: O sistema ISO estabelece o número médio para uma determinada faixa de viscosidade cinemática (cSt), a temperatura de 40°C. Existem, ainda, outras unidades, porém, não vemos como necessário estudarmos, no nosso contexto. Usando a tabela seguinte podemos converter um valor em centistokes para segundos Saybolt Universal.
  15. 15. FLUÍDO HIDRÁULICO
  16. 16. FLUÍDO HIDRÁULICO O índice de viscosidade é uma medida relativa da mudança de viscosidade de um fluido como consequência das variações de temperatura. Um fluido que tem uma viscosidade relativamente estável, a temperaturas extremas, tem um alto índice de viscosidade (IV). Um fluido que é espesso quando frio e fino quando quente, tem um baixo IV. A tabela abaixo mostra uma comparação entre um fluido de IV 50 e um de IV 90: Nota-se que o óleo de 90 IV é mais fino a -17°C e mais espesso a 100°C, porém, ambos têm a mesma viscosidade a 37°C.

×