Ppt bibliografianotada ppel_elizabeth_batista

229 visualizações

Publicada em

A presente apresentação tem como objetivo auxiliar estudantes e demais pessoas interessadas na temática Pedagogia do E-learning na seleção de leituras relevantes sobre o tema.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
229
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ppt bibliografianotada ppel_elizabeth_batista

  1. 1. BIBLIOGRAFIA ANOTADA Elizabeth Batista – #ppel8 Unidade Curricular: Processos de Pedagogia do E-learning
  2. 2. Anderson, T. Dron, J. (2011). Three generations of distance education pedagogy. IRRODL – International Review of Research in Open and Distance Learning, v 12, n. 3. – Connectivism: Design and Delivery of Social Networked Learning, pp 80-97, Athabasca. Recuperado em 29 março, 2015, de http://www.irrodl.org/index.php/irrodl/article/view/890 O artigo Three generations of distance education pedagogy, de Anderson e Dron, propõem uma reflexão e análise crítica sobre as três gerações de pedagogia de educação a distância: cognitivo- behaviorista, socioconstrutivista e conectivista. Ao ressaltar a importância de uma pedagogia que fundamente o design instrucional da aprendizagem a distância, fazem uma crítica ao determinismo tecnológico, que muitas vezes prejudica a efetividade do processo de aprendizagem no ambiente virtual. Os autores discutem os pontos fortes e os limites de cada uma das teorias apresentadas e reforçam que a escolha de uma ou outra para fundamentação de um curso deve sempre permitir a presença cognitiva e social e as atividades de ensino que propiciam a aprendizagem. Os autores ainda concluem que, nenhuma destas pedagogias se sobrepõe ou substitui umas as outras, mas que convivem e se entrelaçam, podendo estar, em maior e menor evidência, conforme o objetivo traçado no design do curso. Assim sendo, o artigo é relevante, pois permite ao leitor refletir sobre a evolução da pedagogia da educação a distância e sobre as atuais práticas educativas, sugerindo uma projeção de futuro, que certamente, considerando os avanços tecnológicos, exigirá novas formas de pensar o processo de ensino e aprendizagem a distância.
  3. 3. Almeida, C.T. (2011). O Papel do Professor na Educação a Distância. Porto Alegre. Revista Virtual Ágora, Ano 2, jul/dez. 2011, pp 36-46. Recuperado em 29 março, 2015, de http://websmed.portoalegre.rs.gov.br/escolas/revistavirtualagora/professor_ed_dis tancia.pdf Este artigo propõe um debate acerca do papel do professor na educação a distância. Como ponto de partida, a autora busca apresentar os possíveis modelos para organização de um curso a distância, considerando aspectos como a maior ou menor interação com o professor e possibilidade de haver ou não encontros presenciais. Ao longo do texto, procura demonstrar qual o papel do professor em cada um dos modelos apresentados e responder ao questionamento o seguinte questionamento: todo docente poderia se adequar ao trabalho nas diferentes modalidades? Destaca ainda a importância da colaboração para a aprendizagem efetiva em ambientes virtuais e resgata o conceito de Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP), de Vygotsky e a Teoria da Aprendizagem Significativa, de Ausubel, de modo a embasar a sua argumentação. Pelo exposto, conclui-se que o artigo trata de uma temática muito relevante e atual, que permeia todo o processo de ensino e aprendizagem a distância, pois a autora busca descrever os requisitos essenciais para uma atuação efetiva por parte dos professores que atuam nesta modalidade.

×