Slideshareelisangelafleite

495 visualizações

Publicada em

Aprendizagem, autoria e avaliação

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
495
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slideshareelisangelafleite

  1. 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO E POLÍTICAS EDUCACIONAIS DIVISÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL ATIVIDADE: APRENDIZAGEM, AUTORIA E AVALIAÇÃO MEDIADOR PEDAGÓGICO: HELOISA BAROLI CURSISTA: ELISÂNGELA FERREIRA LEITE  
  2. 2. Há um conflito entre o que é e para que serve a  avaliação no atual sistema de ensino, é hora de refletirmos sobre esta questão. Vamos lá?
  3. 3. Por que será que existe uma grande distância entre a escola e a realidade?
  4. 4. Uma distância entre o que se faz e aquilo que o mundo exige para além dos muros da escola?
  5. 5. Por que vivemos as contradições do mundo moderno? As inquietações entre discutir, polemizar...
  6. 6. A Avaliação se destina ao diagnóstico e, por isso mesmo, à inclusão; destina-se à melhoria do ciclo de vida. Deste modo, por si, é um ato amoroso."   (Luckesi)
  7. 8. Para Libâneo (2004, p.253), a avaliação sempre deve ter caráter de diagnóstico e processual, pois ela precisa ajudar os professores a identificarem os aspectos em que os alunos apresentam dificuldades. A partir daí, os professores poderão refletir sobre sua prática e buscar formas de solucionar problemas de aprendizagem ainda durante o processo e não apenas no final da unidade ou no final do ano...
  8. 9. Dentro do processo de aprendizagem precisa-se ter um bom relacionamento entre todos que dele participam. Atitudes impositivas, autoritárias e verticalizadas não favorecem a criação de um clima propício à construção do conhecimento. Do mesmo modo, descompromisso, indiferença, falta de liderança e desrespeito recíproco também não são favoráveis.
  9. 10. Devemos valorizar as individualidades, respeitar as dificuldades, além de atentar para todo o desenrolar do processo de desenvolvimento dos alunos. A avaliação pode assumir uma outra dimensão e se tornar um instrumento fundamental.
  10. 11. A avaliação vista como elemento integrante da prática pedagógica, precisa ser considerada como um meio e não como um fim em si mesma. Um meio de verificar se o processo de ensino-aprendizagem está ocorrendo de acordo com os objetivos definidos e as práticas pedagógicas desenvolvidas.
  11. 12. A dicotomia entre atitude inovadora e conservadora é apenas um recurso para ajudar a reflexão. Mostramos que, quando estamos comprometidos com a busca da qualidade da escola, esse compromisso se reflete nos processos de ensino-aprendizagem que empreendemos e, nos processos e procedimentos de avaliação que escolhemos.
  12. 13.          Para Ausubel, a aprendizagem significativa é o mecanismo humano, por excelência, para adquirir e armazenar a vasta quantidade de idéias e informações representadas em qualquer campo de conhecimento.
  13. 14. Hoje é necessário considerar o aluno como construtor do seu próprio conhecimento.
  14. 15. E o professor como mediador e orientador desse processo.

×