Modal rodoviário

730 visualizações

Publicada em

trabalho modal rodoviário, curso tecnico em Logística.
fernando batista

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
730
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modal rodoviário

  1. 1. Transporte Rodoviário
  2. 2. Índice • Conceito • Origem e evolução • Agência regulamentadora • Vantagens • Desvantagens • Características (principais rodovia, piores rodovias) • Infraestrutura • Característica do Veiculo • Contribuição
  3. 3. *É aquele feito através de ruas, estradas, e rodovias , sejam elas pavimentadas ou não, com a intenção de transportar de um ponto ao outro, produtos, animais, ou pessoas. (Lima Mauricio Pimenta) • Concei to
  4. 4. Instituição que controla Modal Rodoviário: ANTT - Agência Nacional de Transporte Terrestre. A responsabilidade da ANTT: Concessão de rodovia, Regulamentação das concessionárias e também pela cobrança de pedágio. • Regulamentação e Fiscalização
  5. 5. • Vantage ns Agilidade e rapidez na entrega da mercadoria em curtos espaços a percorrer; A unidade de carga chega até a mercadoria, enquanto nos outros modais a mercadoria deve ir ao encontro da unidade de carga; Vendas que possibilitam a entrega na porta do comprador;
  6. 6.  A mercadoria pode ser entregue diretamente ao cliente sem que este tenha que ir buscá-la; Uma movimentação menor da mercadoria, reduzindo assim, os riscos de avarias; Embarques e partidas mais rápidas; Exigência de embalagens a um custo bem menor; • Vantage ns
  7. 7. Sua capacidade de tração de carga é bastante reduzida; Os veículos utilizados para tração possuem um elevado grau de poluição ao meio ambiente; Nas épocas de safras provoca congestionamento nas estradas; Desgasta prematuramente a infraestrutura da malha rodoviária; O maior grau de poluição ao meio ambiente; • Desvanta gens
  8. 8.  A malha rodoviária deve estar constantemente em manutenção ou em construção, gerando custos ao erário ou a contribuinte, visto que, existem estradas privatizadas que cobram pedágio. • Desvanta gens
  9. 9. Transporte rodoviário e o transporte feito por estradas rodovias.. 95% do movimento de passageiro e 60% de transporte de carga. Veículos automotores como carros, ônibus e caminhão; existem cerca de 130 mil empresas de transporte de cargas no Brasil com mais 1,6 milhões de veículos que oferece trabalho diretamente a pelo menos 5 milhões de pessoas. • Algumas características
  10. 10. Recomendado para o transporte de mercadorias de alto valor agregados ou perecível; O modal rodoviário trabalha junto com toda os outros modais pois e necessário o transporte rodoviário para que cheguem no seu local de embarque. O modal rodoviário trabalha junto com todos os outros modais, pois é necessário o transporte rodoviário para que as mercadorias cheguem no seu lugar de embarque;
  11. 11. • Malha Rodoviária Radiais – começam em Brasília e são numeradas de 1 a 100; Longitudinais – sentido Norte-Sul, numeradas de 101 a 200; Transversais – sentido Leste-Oeste, numeradas de 201 a 300; Diagonais – sentido diagonal, numeradas de 301 a 400; De ligação – unem as anteriores, numeradas de 401 a 500.
  12. 12. • Malha Rodoviária Rodovia que liga Polo Petroquímico de Camaçari ao Porto de Aratu-BA MT 208, maquinários e caminhões que deveriam dar socorro atolam. Veículos do estado, prefeitura e de populares atolados na MT 208 são rebocados por trator de particulares, Um ônibus já tombou devido a atoleiros. Empresários e agropecuaristas tentam irem para a área rural de Nova Bandeirantes. Antes porem, e por diversas vezes, descarregam uma maquina de esteira para desatolar veículos e liberar a passagem ao longo da 208.
  13. 13. • PRINCIPAIS RODOVIAS BRASILEIRAS
  14. 14. O Transporte Rodoviário é dividido em: Pessoas e Cargas O transporte de cargas é dividido em: gerais; vivas; perigosas; Internacionais. • Tipos de transporte
  15. 15. A GRANEL: cargas transportadas em grandes quantidades, sem nenhum tipo de embalagem. EMBALADAS: podem ser embaladas em fardos, feixes, sacarias, etc. ESPECIAIS: são transportadas em caminhões dimensionados especialmente para esse fim. • TIPOS DE CARGAS
  16. 16. Produtos embalados, ensacados e envasados - 48,3% Cereais, areia, minérios e outros granéis - 18,4% Fertilizantes, explosivos e perigosos - 05,5% Combustíveis e gás - 05,1% Veículos – 05,5% Produtos em palhetes e caixas - 05,7% Outras cargas (máquinas, líquidos, mudanças, malotes) - 11,5%
  17. 17. • Classificação de veículos de cargas Bitrem Composto por três unidades, sendo um cavalo mecânico que traciona dois semirreboques. O primeiro deles é acoplado à quinta roda do cavalo e o segundo a uma segunda quinta roda que se localiza no prolongamento do primeiro reboque.
  18. 18. ROMEU E JULIETA: caminhão e dois reboques. O segundo semirreboque é engatado no primeiro por meio de um sistema de cremalheira.
  19. 19. RODOTREM: é formado por três unidades do bitrem e mais uma que é o dolly, uma unidade de articulação posicionada entre os dois semirreboques.
  20. 20. Dolly
  21. 21. TREMINHÃO: é composto por um conjunto de Romeu e Julieta, no qual se acopla um reboque, ou Julieta, como é chamado.
  22. 22. TRITREM: deriva do bitrem, no qual se acopla mais uma quinta roda e outro semirreboque.
  23. 23. TERMOS: Eixo: é onde vão as rodas; Eixo simples: apenas 2 rodas de tração; Cavalo mecânico: formado pela cabine, motor e rodas de tração do caminhão. Pode ser engatado em carretas e semirreboques para o transporte. Semi reboque: equipamento que transporta cargas, tracionado por um caminhão-trator do tipo cavalo mecânico.
  24. 24. TRANSPORTE DE PESSOASO transporte rodoviário de pessoas também é regulamentado pela ANTT, e realiza 95% do deslocamento de pessoas no país.
  25. 25. TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS PERIGOSAS Compete à ANTT regulamentar o transporte de cargas e produtos perigosos em rodovias e ferrovias.
  26. 26. Todo aquele que representa risco à saúde das pessoas, ao meio ambiente ou à segurança pública, seja ele encontrado na natureza ou produzido por qualquer processo. O QUE É UM PRODUTO PERIGOSO ?
  27. 27. RÓTULOS DE RISCO Afixados na unidade de transporte para indicar o risco apresentado pelo produto perigoso transportado: PAINÉIS DE SEGURANÇA Afixados na unidade de transporte para indicar o número de risco e o número ONU do produto perigoso transportado:
  28. 28. • ALGUMAS DAS CARACTERÍSTICAS QUE FAVORECE O RODOVIÁRISMO NO BRASIL
  29. 29. • Este trabalho buscou colocar as características, as vantagens e desvantagens desse modal e seus gargalos que certamente ainda serão uma difícil missão quanto às más estradas nesse Brasil, além de contribuírem de forma negativa para o desenvolvimento econômico desse país. •CONCLUSÃO

×