Storytelling 
Narrativas para marcas de sucesso
Olá!
“Quem conta um conto aumenta um ponto.”
Como o storytelling está presente nas nossas vidas?
Qual foi a primeira história que você contou? 
Qual foi a primeira história que você ouviu?
O ser humano nasceu para contar histórias.
Elis Anjos 
elisanjos@elisanjos.com.br 
www.criamia.com 
www.ilhadesign.com.br
Meu primeiro cartão de visita
Transformando Sonhos em 
Experiências Inesquecíveis
“Se podemos sonhar, também podemos 
tornar nossos sonhos realidade.”
“Se podemos sonhar, também podemos 
tornar nossos sonhos realidade.” 
Walt Disney
www.benfeitoria.com/ilhadesign
Qual a sua história?
Contar uma história é uma forma natural de começar uma conversa. 
Boas histórias são virais.
“Para conectar pessoas no nível mais profundo, 
você precisa de histórias.” 
Robert Mckee’s
Histórias são elementos fundamentais de persuasão.
Por que você acessa o facebook? 
Para contar histórias. 
Para ouvir histórias. 
Para compartilhar histórias.
“Diferente das outras redes sociais, publicações no Facebook que possuem mais 
termos de auto-referência, como a palavra “...
Transferem conhecimento e inspiram.
Storytelling para potencializar negócios.
1. 
“Histórias são formas que, nós, seres humanos, 
usamos para organizar nossas mentes.” 
2. 
“Se queremos vender alguma ...
O que você vende? 
Um produto? NÃO. 
Você vende: 
Uma ideia, uma opinião, um estilo de vida, 
lealdade, aflições políticas...
Como você vende? 
Contando HISTÓRIAS.
“Quanto menor a história, mais paixão você deve 
inserir ao contá-la.” 
Richard Maxwell & Robert Dickman 
Do livro: “The E...
De onde você tira inspiração? 
De você. 
Das suas experiências, 
da experiência que o seu cliente tem, 
das experiências q...
Uma volta ao passado.
Essência = Emoção.
Contando uma BOA HISTÓRIA.
Todos nascemos 
contadores de histórias. 
1.Culturas são desenvolvidas 
em cima de histórias. 
2. Desde o nível celular fo...
Todos sabem contar histórias, então por que 
alguns de nós são melhores que outros em 
vender produtos e ideias?
Histórias devem vir do fundo do coração, da alma.
“Um história é um fato envolto em uma emoção que 
nos leva a uma ação que transforma o mundo.” 
Richard Maxwell & Robert D...
Antes de serem capazes de falar, as crianças 
comunicam-se com simples histórias.
Histórias tem a ver com como pensamos e 
como transmitimos nossas ideias. 
1. Histórias devem ser curtas. 
2. Não devem se...
Alguns elementos contribuem para 
histórias de sucesso: 
1. A Paixão. 
2. O Herói. 
3. O Antagonista. 
4. Conhecer a situa...
A paixão. 
É o fator essencial, é a paixão que atrai a audiência, 
que capta a atenção para a história.
O Herói. 
Toda a paixão do mundo precisa ser colocada em 
alguém, em algum lugar: é onde entra o Herói. 
O Herói é quem fo...
O Antagonista. 
Representa o obstáculo na história. 
Não precisa ser uma pessoa.
“Os seus inimigos são seus melhores professores.” 
Dalai Lama
“Uma empresa que não tem inimigos deve ir atrás de 
um, porque esse é o único jeito de ter uma guerra.” 
Roberto Goizeuta,...
Conhecer a situação. 
É o porque, a inspiração que fez o herói ver o 
problema e tomar a atitude correta. 
O Herói sabe qu...
A transformação. 
É o resultado natural de uma boa história.
Sobre o curso de Storytelling. 
Construção da Narrativa 
Transmídia 
Personas 
Cenários 
Arquétipos
Arquétipos.
“Os arquétipos são as divindades do inconsciente.” 
Carl Jung
1. Herói 
Quando o arquétipo do herói está ativo em uma pessoa, ela se 
fortalece com o desafio, se sente ultrajada pela i...
1. Herói
2. Criador 
Quando o arquétipo do Criador está ativo nos indivíduos, estes se 
sentem compelidos a criar ou inovar – caso ...
2. Criador
3. Explorador 
Quando o arquétipo do Explorador está ativo na pessoa, seu 
chamado é para explorar o mundo e, nesse proces...
3. Explorador
4. Fora da Lei 
O arquétipo do Fora-da-lei é conhecido também como 
Revolucionário. Ele tem a sedução do fruto proibido e ...
4. Fora da Lei
9_Apple Lançamento Mac
5. Bobo da Corte 
Quando o arquétipo do Bobo da Corte está ativo em uma pessoa, 
ela quer apenas se divertir. O desejo bás...
5. Bobo da Corte
6. Amante 
O Amante quer um tipo mais profundo de conexão: que seja 
íntima, genuína e pessoal. Tais formas de conexão – s...
6. Amante
7. Prestativo 
O Prestativo é um altruísta, movido pela compaixão, pela 
generosidade e pelo desejo de ajudar os outros. E...
7. Prestativo
8. Cara Comum 
Quando o arquétipo do Cara Comum está ativo em uma pessoa, 
ela usará roupas simples ou outros trajes comun...
8. Cara Comum
9.Inocente 
Quando o Inocente está ativo em uma pessoa, ela é atraída para a 
certeza, para idéias positivas e esperançosa...
9.Inocente
10.Governante 
O Governante está no comando e no controle sempre. É típico dele 
ser mostrado como indivíduo extremamente ...
10.Governante
11.Sábio 
Quando o Sábio está ativo na vida de uma pessoa, ela sente um 
agudo interesse em aprender por aprender. A parte...
11.Sábio
12.Mago 
O Mago representa o arquétipo daqueles que desejam buscar os 
princípios essenciais que regem o funcionamento das...
12.Mago
A paixão.
BIBLIOGRAFIA 
The back of the napkin | Dan Roam 
Nudge | Richard H. Thaler and Cass R. Sunstein 
The Design of Everyday Th...
;) 
Obrigada!
Elis Anjos 
elisanjos@elisanjos.com.br 
www.criamia.com 
www.ilhadesign.com.br
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014

667 visualizações

Publicada em

Palestra de Storytelling no Instituto Infnet, em setembro de 2014.
Breve introdução ao estudo do Storytelling para marcas.

Curso de Storytelling completo, mais informações:
elisanjos@elisanjos.com.br

Publicada em: Design
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
667
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014

  1. 1. Storytelling Narrativas para marcas de sucesso
  2. 2. Olá!
  3. 3. “Quem conta um conto aumenta um ponto.”
  4. 4. Como o storytelling está presente nas nossas vidas?
  5. 5. Qual foi a primeira história que você contou? Qual foi a primeira história que você ouviu?
  6. 6. O ser humano nasceu para contar histórias.
  7. 7. Elis Anjos elisanjos@elisanjos.com.br www.criamia.com www.ilhadesign.com.br
  8. 8. Meu primeiro cartão de visita
  9. 9. Transformando Sonhos em Experiências Inesquecíveis
  10. 10. “Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade.”
  11. 11. “Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade.” Walt Disney
  12. 12. www.benfeitoria.com/ilhadesign
  13. 13. Qual a sua história?
  14. 14. Contar uma história é uma forma natural de começar uma conversa. Boas histórias são virais.
  15. 15. “Para conectar pessoas no nível mais profundo, você precisa de histórias.” Robert Mckee’s
  16. 16. Histórias são elementos fundamentais de persuasão.
  17. 17. Por que você acessa o facebook? Para contar histórias. Para ouvir histórias. Para compartilhar histórias.
  18. 18. “Diferente das outras redes sociais, publicações no Facebook que possuem mais termos de auto-referência, como a palavra “eu”, ganham um maior número de likes em comparação com outras publicações sem os referidos termos.” Pesquisa realizada pelo especialista em mídias sociais Dan Zarella com mais de 1 milhão e 300 mil publicações nas 10 mil páginas mais curtidas do Facebook.
  19. 19. Transferem conhecimento e inspiram.
  20. 20. Storytelling para potencializar negócios.
  21. 21. 1. “Histórias são formas que, nós, seres humanos, usamos para organizar nossas mentes.” 2. “Se queremos vender alguma coisa, devemos persuadir alguém a comprar.” Richard Maxwell & Robert Dickman Do livro: “The Elements of Persuasion”
  22. 22. O que você vende? Um produto? NÃO. Você vende: Uma ideia, uma opinião, um estilo de vida, lealdade, aflições políticas, desejos.
  23. 23. Como você vende? Contando HISTÓRIAS.
  24. 24. “Quanto menor a história, mais paixão você deve inserir ao contá-la.” Richard Maxwell & Robert Dickman Do livro: “The Elements of Persuasion”
  25. 25. De onde você tira inspiração? De você. Das suas experiências, da experiência que o seu cliente tem, das experiências que o seu negócio carrega.
  26. 26. Uma volta ao passado.
  27. 27. Essência = Emoção.
  28. 28. Contando uma BOA HISTÓRIA.
  29. 29. Todos nascemos contadores de histórias. 1.Culturas são desenvolvidas em cima de histórias. 2. Desde o nível celular fomos criados para contar histórias. Gene: FOXP2 (descoberto pelo professor Anthony Monaco na Universidade de Oxford) torna possível o desenvolvimento físico e neurológico da fala rápida e precisa, e está provavelmente linkado com a formação de sintaxes mais complexas.
  30. 30. Todos sabem contar histórias, então por que alguns de nós são melhores que outros em vender produtos e ideias?
  31. 31. Histórias devem vir do fundo do coração, da alma.
  32. 32. “Um história é um fato envolto em uma emoção que nos leva a uma ação que transforma o mundo.” Richard Maxwell & Robert Dickman Do livro: “The Elements of Persuasion”
  33. 33. Antes de serem capazes de falar, as crianças comunicam-se com simples histórias.
  34. 34. Histórias tem a ver com como pensamos e como transmitimos nossas ideias. 1. Histórias devem ser curtas. 2. Não devem ser puramente verbais. 3. A história certa, na hora certa, ajuda a traçar e ter controle dos seus objetivos.
  35. 35. Alguns elementos contribuem para histórias de sucesso: 1. A Paixão. 2. O Herói. 3. O Antagonista. 4. Conhecer a situação. 5. A transformação.
  36. 36. A paixão. É o fator essencial, é a paixão que atrai a audiência, que capta a atenção para a história.
  37. 37. O Herói. Toda a paixão do mundo precisa ser colocada em alguém, em algum lugar: é onde entra o Herói. O Herói é quem fornece o ponto de vista da história.
  38. 38. O Antagonista. Representa o obstáculo na história. Não precisa ser uma pessoa.
  39. 39. “Os seus inimigos são seus melhores professores.” Dalai Lama
  40. 40. “Uma empresa que não tem inimigos deve ir atrás de um, porque esse é o único jeito de ter uma guerra.” Roberto Goizeuta, CEO da Coca-cola nos anos 1990.
  41. 41. Conhecer a situação. É o porque, a inspiração que fez o herói ver o problema e tomar a atitude correta. O Herói sabe quem é o vilão da história.
  42. 42. A transformação. É o resultado natural de uma boa história.
  43. 43. Sobre o curso de Storytelling. Construção da Narrativa Transmídia Personas Cenários Arquétipos
  44. 44. Arquétipos.
  45. 45. “Os arquétipos são as divindades do inconsciente.” Carl Jung
  46. 46. 1. Herói Quando o arquétipo do herói está ativo em uma pessoa, ela se fortalece com o desafio, se sente ultrajada pela injustiça e responde rápida e decisivamente à crise ou à oportunidade. Há uma semelhança, e até uma afinidade, entre os arquétipos do Explorador e do Herói. Mas enquanto o Explorador busca encontrar a si mesmo, o Herói quer se ratificar ou provar, tentando sempre superar os seus limites, além de constantemente tentar melhorar o mundo em diversos aspectos, fazendo dele um lugar melhor, mais encantador e agradável. “Onde há vontade, há um caminho”
  47. 47. 1. Herói
  48. 48. 2. Criador Quando o arquétipo do Criador está ativo nos indivíduos, estes se sentem compelidos a criar ou inovar – caso contrário, sufocam. Nos dias de hoje, em muitas ocasiões, as situações cotidianas fogem do controle dos indivíduos, que canalizam na criatividade seus problemas e dificuldades, usando-a como uma válvula de escape. Por exemplo, uma mulher que tenha tido um dia estressante no trabalho ou em alguma outra situação vai para casa e pinta uma tela ou desenha uma paisagem para relaxar e sentir-se melhor. Qualquer atividade de cunho artístico é útil na satisfação do desejo de harmonia e de estabilidade, além de elevar a auto-estima do indivíduo. “Se puder ser imaginado, poderá ser criado”
  49. 49. 2. Criador
  50. 50. 3. Explorador Quando o arquétipo do Explorador está ativo na pessoa, seu chamado é para explorar o mundo e, nesse processo, encontrar a si mesmo para poder saber quem ele é. Quando o sentimento de explorador é forte em uma pessoa, ela possivelmente faz, de modo consciente, algo que a diferencie dos outros indivíduos, como por exemplo os jovens que pintam os cabelos com cores chamativas, ou que colocam piercings em partes do corpo para conquistar ou afirmar sua individualidade. É como se mostrassem sua diferença como forma de resistência à resignação ou à conformidade. “Não levante cercas à minha volta”
  51. 51. 3. Explorador
  52. 52. 4. Fora da Lei O arquétipo do Fora-da-lei é conhecido também como Revolucionário. Ele tem a sedução do fruto proibido e contém em si as qualidades sombrias da cultura, ou seja, as qualidades que a sociedade desdenha. Este arquétipo libera as paixões reprimidas da sociedade. Quando a consciência do Fora-da-lei está presente, as pessoas têm uma percepção mais aguda dos limites que a civilização impõe à expressão humana. O Fora-da-lei ou o Revolucionário está fora de seu tempo. Tem valores discordantes que prometem a revolução, ou que acabam fazendo ameaças por intermédio dela. O arquétipo do Fora-da-lei fornece, ainda, uma maneira de dar continuidade às antigas qualidades, características e propriedades eventualmente existentes na cultura e fazê-las emergir novamente. “As regras foram feitas para serem quebradas”
  53. 53. 4. Fora da Lei
  54. 54. 9_Apple Lançamento Mac
  55. 55. 5. Bobo da Corte Quando o arquétipo do Bobo da Corte está ativo em uma pessoa, ela quer apenas se divertir. O desejo básico, aqui, é ser espontâneo e recuperar aquele espírito brincalhão que todos nós tínhamos quando éramos pequenos. O arquétipo do Bobo da Corte nos ajuda a viver a vida no presente e nos permite ser impulsivos e espontâneos. Enquanto o Cara Comum e o Amante fazem uso da autocensura para se adaptarem ou se acomodarem no grupo, ou para atrair os outros, o Bobo da Corte se solta completamente, demonstrando que a pessoa pode agir de forma espontânea e natural e ainda assim ser acolhida e admirada pelos demais. “Se eu não puder dançar, não quero tomar parte da sua Revolução”
  56. 56. 5. Bobo da Corte
  57. 57. 6. Amante O Amante quer um tipo mais profundo de conexão: que seja íntima, genuína e pessoal. Tais formas de conexão – seja com namorados, amigos ou membros da família – exigem muito mais conhecimento, honestidade, vulnerabilidade e paixão do que a ligação mais fria do Cara Comum. Este arquétipo é comum nas indústrias de cosméticos, jóias, moda e turismo. Pode-se ainda observar o arquétipo do Amante em certas categorias de alimentos ligadas à sensualidade e ao prazer, como vinhos e iguarias finas, em que tais atributos muitas vezes fazem parte da experiência de consumo. “Só tenho olhos para você”
  58. 58. 6. Amante
  59. 59. 7. Prestativo O Prestativo é um altruísta, movido pela compaixão, pela generosidade e pelo desejo de ajudar os outros. Ele teme a instabilidade e a dificuldade, não tanto por si mesmo, mas pelo impacto sobre as pessoas menos afortunadas ou menos resistentes aos choques. “Ama teu próximo como a ti mesmo”
  60. 60. 7. Prestativo
  61. 61. 8. Cara Comum Quando o arquétipo do Cara Comum está ativo em uma pessoa, ela usará roupas simples ou outros trajes comuns (mesmo que tenha bastante dinheiro), falará de um modo coloquial e detestará todo o tipo de elitismo. O objetivo dele é fazer parte do grupo e ser igual a todos. No marketing: este arquétipo não aprecia artificialismos, tendendo a valorizar o nivelamento entre as pessoas, independente de classe social, religião ou cultura. Por exemplo, em uma festa, pedir uma cerveja nacional em vez de um whisky importado; convidar o cliente para nadar ou jogar boliche em vez de lhe oferecer um jantar sofisticado; todas essas escolhas podem fornecer a indicação de que o arquétipo do Cara Comum é valorizado, apreciado e estimado. “Todos os homens e mulheres são criados iguais”
  62. 62. 8. Cara Comum
  63. 63. 9.Inocente Quando o Inocente está ativo em uma pessoa, ela é atraída para a certeza, para idéias positivas e esperançosas, para imagens simples e nostálgicas, para promessa de resgate e redenção. O Inocente é uma pessoa otimista que está sempre visando ao “paraíso”. Este arquétipo prefere coisas previsíveis e não gosta de mudanças. O Inocente luta pelo bem e busca encontrar o produto adequado, que compartilhe de valores como a bondade e os comportamentos morais. Por exemplo, as pessoas que abandonam uma cultura de alta pressão, focada no sucesso, para perseguir a alegria de uma vida simples, têm o arquétipo do Inocente presente em si. “Somos livres para ser você e eu”
  64. 64. 9.Inocente
  65. 65. 10.Governante O Governante está no comando e no controle sempre. É típico dele ser mostrado como indivíduo extremamente responsável, que joga com muitas responsabilidades importantes. Esse arquétipo quer liderança e poder! Ele pode ser resumido em termos de responsabilidade, competência e soberania e, sendo um tanto mais ambicioso, este seria um arquétipo preocupado com o bem-estar da sociedade e do planeta. “O poder não é tudo… é só o que importa”
  66. 66. 10.Governante
  67. 67. 11.Sábio Quando o Sábio está ativo na vida de uma pessoa, ela sente um agudo interesse em aprender por aprender. A parte do Sábio que existe dentro de uma pessoa concorda com a frase: Penso, logo existo. A partir desta definição, é possível concluir que, quando o arquétipo do Sábio predomina no caráter do indivíduo, há grande e constante motivação e interesse pelo aprendizado. Para o Sábio, o principal receio que pode ocorrer é o de ser enganado por informações irreais ou falsas, o que acarretaria uma má interpretação de informações, dados ou situações. Assim, os Sábios vêem uma compra como sendo uma transação lógica, racional. Eles demandam informações e conhecimento a respeito da qualidade do produto à venda e do custo a ele relacionado. Em seguida, tomam a decisão – lógica – com base nas informações de que dispõem. “A verdade libertará você”
  68. 68. 11.Sábio
  69. 69. 12.Mago O Mago representa o arquétipo daqueles que desejam buscar os princípios essenciais que regem o funcionamento das coisas e empregá-los para que estas aconteçam. Os empresários podem ser percebidos comumente como Magos, assim como os atletas. As pessoas “mágicas” geralmente possuem sonhos, ilusões e aspirações que muitos avaliam como impossíveis ou impraticáveis, mas o cerne da magia é ter uma visão na direção da qual se deva caminhar. Quando algo dá errado, os Magos analisam a si mesmos, a fim de perpetrar uma mudança interior. Os Magos são motivados pelo desejo de transformação pessoal e pela oportunidade de mudar as pessoas, as organizações e a época. Eles apreciarão se você lhes oferecer experiências transformadoras, mas o maior lucro surge quando você consegue ajudar um cliente a aperfeiçoar a si mesmo. “Pode acontecer!”
  70. 70. 12.Mago
  71. 71. A paixão.
  72. 72. BIBLIOGRAFIA The back of the napkin | Dan Roam Nudge | Richard H. Thaler and Cass R. Sunstein The Design of Everyday Things | Donald A. Norman The Elements of Persuation | Richard Maxwell e Robert Dickman Wired for Story | Lisa Cron Leader’s Guide for Storytelling | Stephen Denning Ilha Design, a Multiplicidade do Olhar | monografia | Elis dos Anjos O Herói e o Fora da Lei | Margaret Mark e Carol S. Pearson http://oarquetipo.wordpress.com/os-doze-arquetipos/ Algumas imagens retiradas de pesquisas na web.*
  73. 73. ;) Obrigada!
  74. 74. Elis Anjos elisanjos@elisanjos.com.br www.criamia.com www.ilhadesign.com.br

×