SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
PSICOMOTRICIDADE NO CONTEXTO DA APRENDIZAGEM


                                                                 Elieuza Aparecida dos Santos



                                                    “Não é no silêncio que os homens se fazem
                                                mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão”
                                                                                  Paulo Freire



        A história da psicomotricidade nasce com a história do corpo. Um corpo que é
moldado e dividido numa concepção de corpo que se desenvolve a partir do biológico e
do emocional ou físico e psíquico, na qual, atualmente, o saber psicomotor focaliza seu
objeto de estudo.
        A psicomotricidade surgiu para responder as questões relacionadas ás
dificuldades e problemas que envolviam os aspectos motor e cognitivo, e não eram
solucionados pelos neurologistas. Daí então, a psicomotricidade tornou-se um
instrumento importante de reeducação do corpo, posteriormente, como terapia no
tratamento de patologias psicomotoras, afetivas, relacional e cognitivas, ou seja, tornou-
se indispensável no auxilio do tratamento de indivíduos que fosse portador de
disfunções que englobam as patologias citadas.
        Hoje, a psicomotricidade tem forte influência na educação tanto na questão
psicomotora funcional como relacional, por ser um meio pelo qual se trabalha as
potencialidades e habilidades da criança atendendo suas especificidades como sendo
única, respeitando suas limitações e promovendo seu desenvolvimento psicomotor,
cognitivo e social.
        Neste sentido, pode-se dizer que a psicomotricidades é inserida no contexto
escolar com a finalidade de propiciar o lúdico e a interação socioeducativa,
contemplando incialmente as crianças do ensino infantil, de acordo a proposta do
Referencial a Curricular Nacional (BRASIL, 1998). Este contempla a modalidade
infantil nos vários aspectos da criança, como físicos, emocionais, afetivos, cognitivos e
sociais, considerando que esta é um ser completo e indivisível, e as divergências estão
exatamente no que se entende sobre o que seja trabalhar com cada um desses aspectos
no contexto da aprendizagem escolar. O exercício da psicomotricidade neste sentido
dentro do espaço escolar tem favorecido satisfatoriamente o desenvolvimento da
criança.
        Atualmente, a psicomotricidade tem se estendido as demais modalidades de
ensino, pois é um instrumento de inclusão para portadores de necessidades especiais e
transtornos psicomotores, crianças com distúrbios de aprendizagem e, ainda, para
aqueles que sentem dificuldade de interagir com o outro no convívio social. Dentre
outros requisitos, a psicomotricidade também se preocupa com a prevenção e a saúde do
sujeito, além do desenvolvimento cognitivo, psicomotor e sócio-emocional.
        Como as demais ciências que se dedicam ao desenvolvimento do sujeito, a
psicomotricidade, em sua prática, se determina a seguir os estágios de desenvolvimento
e os níveis de aprendizagem do sujeito, ciente de que estes pressupostos são de suma
importância para a aplicabilidade das atividades que atendem as necessidades daqueles
que são submetidos ao trabalho de reeducação e educação do corpo.
Segundo Wallon, o corpo é uma totalidade e uma estrutura interna essencial para
o desenvolvimento mental, afetivo e motor da criança. Respeitar e considerar esses
pressupostos que implica no desenvolvimento do sujeito é um fator fundamental na
elaboração metodológica das atividades no contexto da aprendizagem.
        Vale ressalta que a psicomotricidade por atender as três dimensões da construção
do corpo: motora, emocional e cognitiva favorece e estimula o processo de constituição
do conhecimento pela internalização de construções sociais que são desenvolvidas a
partir dessa integração. O corpo quando atendido nessas três dimensões tende a evoluir
e desenvolver suas potencialidades e habilidades.
        Quando a criança tem suas habilidades e potencialidades desenvolvidas, ela é
capaz, através do espaço e das relações espaciais, se situar no meio em que vive e
estabelecer relações entre as coisas (re) construindo o seu conhecimento.
        Ainda seguindo essa mesma linha de pensamento, é importante frisar que no
contexto escolar, aprender a fazer essas relações espaço-tempo significa que a criança
tem acesso a um espaço orientado a partir de seu próprio corpo multiplicando suas
possibilidades de interagir e aprender. Entretanto, não podemos nos abster de que neste
mesmo contexto encontramos crianças com caraterísticas diversificadas em si mesmas e
entre as demais, unas são mais ágeis, mais ou menos expressivas e outros já trazem
consigo dificuldades de aprendizagem em terminadas áreas do conhecimento. Estas
dificuldades, muitas vezes, estão relacionadas à falta do desenvolvimento de habilidades
espaciais e temporais ou lentidão de aprendizagem, e ainda, um transtorno psicomotor,
que tem razões e características distintas, e são confundidas.
        As abordagens em relação à psicomotricidade nos alerta a estas questões, pois
tais casos podem estar relacionados com a coordenação psicomotora da criança, ou seja,
no início da vida escolar, a criança não teve a formação motora correta, por alguma
razão não desenvolveu a motricidade fina ocasionando déficits na aprendizagem. Em tal
situação, a psicomotricidade sugere que o trabalho desenvolvido com essa criança
contemple a coordenação motora inicial, onde ela poderá desenvolver as habilidades
que estavam retraídas e, certamente, lhe causando sofrimento e angústias. Pois, sabemos
que quando uma criança não consegue acompanhar as outras e/ou não realizar qualquer
tipo de atividade proposta no ambiente escolar, sempre é motivo para a baixa autoestima
afetando as dimensões de construção do corpo que está em desenvolvimento.
        Contudo, o trabalho da psicomotricidade no contexto escolar, além de auxiliar na
aprendizagem, também é um estimulo para a criança que se encontra em tal situação,
ajudando-a na sua adaptação e tornando-a apta a realizar aquilo que até então não tinha
habilidade e, ainda favorecer o afloramento de tudo aquilo que estava recuso dentro
dela.
        Além disso, acrescento que a motivação desenvolvida através psicomotricidade
exerce importante papel neste e em outros casos no contexto escolar. O lúdico e o
simbólico são recursos de motivação indispensáveis, pois a concretização da
aprendizagem e a superação das dificuldades estão diretamente ligadas aos estímulos.
        Vale apena ressaltar que a motivação propiciada pela psicomotricidade em casos
relacionados ao desenvolvimento da aprendizagem, pode atuar de forma individual e em
conjunta, uma vez que, mesmo sendo um problema individualizado, a criança não é
vista fora de seu contexto. Assim, o que se considera é o resultado de qualquer recurso
utilizado em prol das necessidades e intenções da criança para o seu autoconhecimento
e da reflexão da situação em que se encontra.
        Esse espaço de pensamento se constitui na medida em que o sujeito possa
conceber-se diferente do outro e sinta-se autorizado por esse outro a diferenciar-se
(Andrade, 2002, p.19). A práxis da psicomotricidade relacional concomitante a
abordagem psicopedagógica engloba todas essas questões e propõe uma série de
estratégias de intervenções e ações pedagógicas que são instrumentos que ajudam a
criança no processo de desenvolvimento da aprendizagem a superar suas limitações,
simultaneamente, dando-lhe condições para se evoluir no contexto da aprendizagem.
        Partindo desse pressuposto, ressalto que a psicopedagogia tem importante papel
no diagnóstico dos sintomas que levam a criança a esta situação de não aprender por
questões psicomotoras. Ainda saliento que o trabalho da psicopedagogia deve
direcionar- se também a “gestação de espaços subjetivos e objetivos” que possibilitem a
autoria de pensamento da criança em suas ações e nas tomadas de decisões. A autoria do
pensamento pressupõe espaços de liberdade que se constituem a partir da aceitação das
diferenças e do prazer de pensar sobre o agir. Essa autoria é determinada pelas
dimensões motora, emocional e cognitiva do corpo.
        Enfim, o trabalho da psicopedagogia e da psicomotricidade amparado pelas
demais ciências que se dedicam ao contexto da aprendizagem, torna-se um instrumento
eficaz no atendimento das necessidades da criança em todas as dimensões do seu
desenvolvimento frente à aprendizagem.

______________________________________________________________________


Referências Bibliográficas

ANDRADE, M. S. (org). A escrita inconsciente e a leitura invisível: uma contribuição
às bases teóricas da Psicopedagogia. Coleção Temas de Psicopedagogia. Livro 1. São
Paulo: Memnon, 2002.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretária de Educação Fundamental.
Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC/ SEF, 1998.

FONSECA, Vitor da. Psicomotricidade. 4 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

SBP. Sociedade Brasileira de Psicomotricidade. Disponível em:___________________
www.psicomotricidade.com.br. Acesso em outubro de 2011.

WALLON, H. A evolução psicológica da criança, Cap. X, São Paulo, Edições 70, 1981.
In.WEREBE, M. J. G. & BRULFERT, J. N. Henri Wallon. São Paulo, Ática, 1986.


______________________________________________________________________

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Psicologia Da EducaçãO Aula IntrodutóRia
Psicologia Da EducaçãO  Aula IntrodutóRiaPsicologia Da EducaçãO  Aula IntrodutóRia
Psicologia Da EducaçãO Aula IntrodutóRiaSilvia Marina Anaruma
 
Aula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de Aprendizagem
Aula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de AprendizagemAula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de Aprendizagem
Aula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de AprendizagemFernando S. S. Barbosa
 
IntroduçãO Psicomotricidade Unesp
IntroduçãO Psicomotricidade UnespIntroduçãO Psicomotricidade Unesp
IntroduçãO Psicomotricidade Unespmariosouzza
 
Deficiência intelectual
Deficiência intelectualDeficiência intelectual
Deficiência intelectualJoemille Leal
 
Introdução à Psicomotricidade e Neurociência
Introdução à Psicomotricidade e NeurociênciaIntrodução à Psicomotricidade e Neurociência
Introdução à Psicomotricidade e NeurociênciaFernando S. S. Barbosa
 
AVALIAÇÃO-E-INTERVENÇÃO-NEUROPSICOPEDAGÓGICA..pdf
AVALIAÇÃO-E-INTERVENÇÃO-NEUROPSICOPEDAGÓGICA..pdfAVALIAÇÃO-E-INTERVENÇÃO-NEUROPSICOPEDAGÓGICA..pdf
AVALIAÇÃO-E-INTERVENÇÃO-NEUROPSICOPEDAGÓGICA..pdfDeborah Kash
 
O cérebro e a função da linguagem
O cérebro e a função da linguagem O cérebro e a função da linguagem
O cérebro e a função da linguagem Gisele Cortoni Calia
 
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemPsicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemDébora Silveira
 

Mais procurados (20)

Psicomotricidade
PsicomotricidadePsicomotricidade
Psicomotricidade
 
Neuropsicologia
NeuropsicologiaNeuropsicologia
Neuropsicologia
 
Neurociências e aprendizagem
Neurociências e aprendizagem   Neurociências e aprendizagem
Neurociências e aprendizagem
 
O que é psicomotricidade
O que é psicomotricidadeO que é psicomotricidade
O que é psicomotricidade
 
Psicologia Da EducaçãO Aula IntrodutóRia
Psicologia Da EducaçãO  Aula IntrodutóRiaPsicologia Da EducaçãO  Aula IntrodutóRia
Psicologia Da EducaçãO Aula IntrodutóRia
 
Aula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de Aprendizagem
Aula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de AprendizagemAula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de Aprendizagem
Aula 1 - Introdução à Neurociência, Aprendizagem e Problemas de Aprendizagem
 
IntroduçãO Psicomotricidade Unesp
IntroduçãO Psicomotricidade UnespIntroduçãO Psicomotricidade Unesp
IntroduçãO Psicomotricidade Unesp
 
Neuropsicologia para Educadores
Neuropsicologia para EducadoresNeuropsicologia para Educadores
Neuropsicologia para Educadores
 
Como o cérebro aprende
Como o cérebro aprendeComo o cérebro aprende
Como o cérebro aprende
 
WEBQUEST PSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
WEBQUEST PSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTILWEBQUEST PSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
WEBQUEST PSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Neurociência e aprendizagem
Neurociência e aprendizagemNeurociência e aprendizagem
Neurociência e aprendizagem
 
Testes psicomotores
Testes psicomotoresTestes psicomotores
Testes psicomotores
 
Funções executivas e aprendizagem
Funções executivas e aprendizagemFunções executivas e aprendizagem
Funções executivas e aprendizagem
 
Coordenação motora
Coordenação motoraCoordenação motora
Coordenação motora
 
Deficiência intelectual
Deficiência intelectualDeficiência intelectual
Deficiência intelectual
 
Introdução à Psicomotricidade e Neurociência
Introdução à Psicomotricidade e NeurociênciaIntrodução à Psicomotricidade e Neurociência
Introdução à Psicomotricidade e Neurociência
 
AVALIAÇÃO-E-INTERVENÇÃO-NEUROPSICOPEDAGÓGICA..pdf
AVALIAÇÃO-E-INTERVENÇÃO-NEUROPSICOPEDAGÓGICA..pdfAVALIAÇÃO-E-INTERVENÇÃO-NEUROPSICOPEDAGÓGICA..pdf
AVALIAÇÃO-E-INTERVENÇÃO-NEUROPSICOPEDAGÓGICA..pdf
 
Neurociencia e educação
Neurociencia e educaçãoNeurociencia e educação
Neurociencia e educação
 
O cérebro e a função da linguagem
O cérebro e a função da linguagem O cérebro e a função da linguagem
O cérebro e a função da linguagem
 
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemPsicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
 

Destaque

Etapas do desenvolvimento psicomotor 5 e 6 anos
Etapas do desenvolvimento psicomotor 5 e 6 anosEtapas do desenvolvimento psicomotor 5 e 6 anos
Etapas do desenvolvimento psicomotor 5 e 6 anoslandreiafurtado
 
Psicomotricidade e Dificuldade de Aprendizagem
Psicomotricidade e Dificuldade de AprendizagemPsicomotricidade e Dificuldade de Aprendizagem
Psicomotricidade e Dificuldade de AprendizagemInstituto Consciência GO
 
Registro de avaliação psicomotora
Registro de avaliação psicomotoraRegistro de avaliação psicomotora
Registro de avaliação psicomotoraAnaí Peña
 
Desenvolvimento Psicomotor
Desenvolvimento PsicomotorDesenvolvimento Psicomotor
Desenvolvimento Psicomotorcrmartins
 
Introduçao à Apredizagem Motora
Introduçao à Apredizagem MotoraIntroduçao à Apredizagem Motora
Introduçao à Apredizagem MotoraHerbert Santana
 
Desenvolvimento psico motor
Desenvolvimento psico motorDesenvolvimento psico motor
Desenvolvimento psico motorbecresforte
 
Desenvolvimento físico e psicomotor na 1a infância
Desenvolvimento físico e psicomotor na 1a infânciaDesenvolvimento físico e psicomotor na 1a infância
Desenvolvimento físico e psicomotor na 1a infânciaUNICEP
 
Desenvolvimento motor
Desenvolvimento motor Desenvolvimento motor
Desenvolvimento motor Anita Queiroz
 
Desenvolvimento motor
Desenvolvimento motorDesenvolvimento motor
Desenvolvimento motormilton junior
 
Fases do desenvolvimento motor
Fases do desenvolvimento motorFases do desenvolvimento motor
Fases do desenvolvimento motorBBM07
 
Os estádios do desenvolvimento cognitivo segundo Jean Piaget
Os estádios do desenvolvimento cognitivo segundo  Jean PiagetOs estádios do desenvolvimento cognitivo segundo  Jean Piaget
Os estádios do desenvolvimento cognitivo segundo Jean PiagetTatati Semedo
 
Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança
Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criançaAcompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança
Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criançaEDSON ALAN QUEIROZ
 
77 planejamento de atividades de coordenação motora 1
77 planejamento de atividades de coordenação motora 177 planejamento de atividades de coordenação motora 1
77 planejamento de atividades de coordenação motora 1SimoneHelenDrumond
 
Fases do desenvolvimento - Piaget
Fases do desenvolvimento -  PiagetFases do desenvolvimento -  Piaget
Fases do desenvolvimento - PiagetElisms88
 
Fase do desenvolvimento
Fase do desenvolvimentoFase do desenvolvimento
Fase do desenvolvimentoGil Pereira
 
Sugestões de atividades psicomotoras 1
Sugestões de atividades psicomotoras 1Sugestões de atividades psicomotoras 1
Sugestões de atividades psicomotoras 1Leticia Miura
 

Destaque (20)

Etapas do desenvolvimento psicomotor 5 e 6 anos
Etapas do desenvolvimento psicomotor 5 e 6 anosEtapas do desenvolvimento psicomotor 5 e 6 anos
Etapas do desenvolvimento psicomotor 5 e 6 anos
 
Psicomotricidade e Dificuldade de Aprendizagem
Psicomotricidade e Dificuldade de AprendizagemPsicomotricidade e Dificuldade de Aprendizagem
Psicomotricidade e Dificuldade de Aprendizagem
 
Registro de avaliação psicomotora
Registro de avaliação psicomotoraRegistro de avaliação psicomotora
Registro de avaliação psicomotora
 
Desenvolvimento Psicomotor
Desenvolvimento PsicomotorDesenvolvimento Psicomotor
Desenvolvimento Psicomotor
 
Introduçao à Apredizagem Motora
Introduçao à Apredizagem MotoraIntroduçao à Apredizagem Motora
Introduçao à Apredizagem Motora
 
Desenvolvimento psico motor
Desenvolvimento psico motorDesenvolvimento psico motor
Desenvolvimento psico motor
 
Desenvolvimento físico e psicomotor na 1a infância
Desenvolvimento físico e psicomotor na 1a infânciaDesenvolvimento físico e psicomotor na 1a infância
Desenvolvimento físico e psicomotor na 1a infância
 
Desenvolvimento motor
Desenvolvimento motor Desenvolvimento motor
Desenvolvimento motor
 
Desenvolvimento Psicomotor
Desenvolvimento PsicomotorDesenvolvimento Psicomotor
Desenvolvimento Psicomotor
 
Desenvolvimento motor
Desenvolvimento motorDesenvolvimento motor
Desenvolvimento motor
 
01 conceitos fundamentais
01  conceitos fundamentais01  conceitos fundamentais
01 conceitos fundamentais
 
Jean piaget
Jean piagetJean piaget
Jean piaget
 
A teoria do desenvolvimento humano de henri wallon
A teoria do desenvolvimento humano de henri wallonA teoria do desenvolvimento humano de henri wallon
A teoria do desenvolvimento humano de henri wallon
 
Fases do desenvolvimento motor
Fases do desenvolvimento motorFases do desenvolvimento motor
Fases do desenvolvimento motor
 
Os estádios do desenvolvimento cognitivo segundo Jean Piaget
Os estádios do desenvolvimento cognitivo segundo  Jean PiagetOs estádios do desenvolvimento cognitivo segundo  Jean Piaget
Os estádios do desenvolvimento cognitivo segundo Jean Piaget
 
Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança
Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criançaAcompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança
Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança
 
77 planejamento de atividades de coordenação motora 1
77 planejamento de atividades de coordenação motora 177 planejamento de atividades de coordenação motora 1
77 planejamento de atividades de coordenação motora 1
 
Fases do desenvolvimento - Piaget
Fases do desenvolvimento -  PiagetFases do desenvolvimento -  Piaget
Fases do desenvolvimento - Piaget
 
Fase do desenvolvimento
Fase do desenvolvimentoFase do desenvolvimento
Fase do desenvolvimento
 
Sugestões de atividades psicomotoras 1
Sugestões de atividades psicomotoras 1Sugestões de atividades psicomotoras 1
Sugestões de atividades psicomotoras 1
 

Semelhante a Psicomotricidade no contexto da aprendizagem

Contribuições da psicologia
Contribuições da psicologiaContribuições da psicologia
Contribuições da psicologiamegainfoin
 
Psicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e EducacionalPsicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e Educacionalmluisavalente
 
Artigo psicomotricidade 2014
Artigo psicomotricidade 2014Artigo psicomotricidade 2014
Artigo psicomotricidade 2014Cristiane Nery
 
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdfARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdfARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdfARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdfSimoneHelenDrumond
 
Aula 2 - Psicologia da Educação.pdf
Aula 2 - Psicologia da Educação.pdfAula 2 - Psicologia da Educação.pdf
Aula 2 - Psicologia da Educação.pdfJoversinaMartinsdeSo
 
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogiaFundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogiaVanessa Casaro
 
Texto cuidado educação
Texto cuidado educaçãoTexto cuidado educação
Texto cuidado educaçãoAna Picanço
 
Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogia
Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogiaArtigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogia
Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogiaSimoneHelenDrumond
 
Texto 1 o reverso da aprendizagem
Texto 1   o reverso da aprendizagemTexto 1   o reverso da aprendizagem
Texto 1 o reverso da aprendizagemGigi Dantas
 
Psicologia educacional
Psicologia educacionalPsicologia educacional
Psicologia educacionalAna Pereira
 
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...Bene1979
 
Afetividade na educação infantil
Afetividade na educação infantilAfetividade na educação infantil
Afetividade na educação infantilPessoal
 
A importância do conhecimento em psicomotricidade artigo
A importância do conhecimento em psicomotricidade   artigoA importância do conhecimento em psicomotricidade   artigo
A importância do conhecimento em psicomotricidade artigoROBERTO FERREIRA
 

Semelhante a Psicomotricidade no contexto da aprendizagem (20)

Contribuições da psicologia
Contribuições da psicologiaContribuições da psicologia
Contribuições da psicologia
 
Psicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e EducacionalPsicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e Educacional
 
Artigo psicomotricidade 2014
Artigo psicomotricidade 2014Artigo psicomotricidade 2014
Artigo psicomotricidade 2014
 
13ARTIGO PSICOMOTRICIDADE.pdf
13ARTIGO PSICOMOTRICIDADE.pdf13ARTIGO PSICOMOTRICIDADE.pdf
13ARTIGO PSICOMOTRICIDADE.pdf
 
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdfARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
 
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdfARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
 
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdfARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
ARTIGO 4 PSICOMOTRICIDADE .pdf
 
Aula 2 - Psicologia da Educação.pdf
Aula 2 - Psicologia da Educação.pdfAula 2 - Psicologia da Educação.pdf
Aula 2 - Psicologia da Educação.pdf
 
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogiaFundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogia
 
Texto cuidado educação
Texto cuidado educaçãoTexto cuidado educação
Texto cuidado educação
 
Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogia
Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogiaArtigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogia
Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogia
 
3037 1643
3037 16433037 1643
3037 1643
 
Rev03 04
Rev03 04Rev03 04
Rev03 04
 
28022012094929 242
28022012094929 24228022012094929 242
28022012094929 242
 
Texto 1 o reverso da aprendizagem
Texto 1   o reverso da aprendizagemTexto 1   o reverso da aprendizagem
Texto 1 o reverso da aprendizagem
 
O pensamento lógico matemático e psicopedagogia
O pensamento lógico matemático e psicopedagogiaO pensamento lógico matemático e psicopedagogia
O pensamento lógico matemático e psicopedagogia
 
Psicologia educacional
Psicologia educacionalPsicologia educacional
Psicologia educacional
 
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
 
Afetividade na educação infantil
Afetividade na educação infantilAfetividade na educação infantil
Afetividade na educação infantil
 
A importância do conhecimento em psicomotricidade artigo
A importância do conhecimento em psicomotricidade   artigoA importância do conhecimento em psicomotricidade   artigo
A importância do conhecimento em psicomotricidade artigo
 

Último

Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 

Último (20)

Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 

Psicomotricidade no contexto da aprendizagem

  • 1. PSICOMOTRICIDADE NO CONTEXTO DA APRENDIZAGEM Elieuza Aparecida dos Santos “Não é no silêncio que os homens se fazem mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão” Paulo Freire A história da psicomotricidade nasce com a história do corpo. Um corpo que é moldado e dividido numa concepção de corpo que se desenvolve a partir do biológico e do emocional ou físico e psíquico, na qual, atualmente, o saber psicomotor focaliza seu objeto de estudo. A psicomotricidade surgiu para responder as questões relacionadas ás dificuldades e problemas que envolviam os aspectos motor e cognitivo, e não eram solucionados pelos neurologistas. Daí então, a psicomotricidade tornou-se um instrumento importante de reeducação do corpo, posteriormente, como terapia no tratamento de patologias psicomotoras, afetivas, relacional e cognitivas, ou seja, tornou- se indispensável no auxilio do tratamento de indivíduos que fosse portador de disfunções que englobam as patologias citadas. Hoje, a psicomotricidade tem forte influência na educação tanto na questão psicomotora funcional como relacional, por ser um meio pelo qual se trabalha as potencialidades e habilidades da criança atendendo suas especificidades como sendo única, respeitando suas limitações e promovendo seu desenvolvimento psicomotor, cognitivo e social. Neste sentido, pode-se dizer que a psicomotricidades é inserida no contexto escolar com a finalidade de propiciar o lúdico e a interação socioeducativa, contemplando incialmente as crianças do ensino infantil, de acordo a proposta do Referencial a Curricular Nacional (BRASIL, 1998). Este contempla a modalidade infantil nos vários aspectos da criança, como físicos, emocionais, afetivos, cognitivos e sociais, considerando que esta é um ser completo e indivisível, e as divergências estão exatamente no que se entende sobre o que seja trabalhar com cada um desses aspectos no contexto da aprendizagem escolar. O exercício da psicomotricidade neste sentido dentro do espaço escolar tem favorecido satisfatoriamente o desenvolvimento da criança. Atualmente, a psicomotricidade tem se estendido as demais modalidades de ensino, pois é um instrumento de inclusão para portadores de necessidades especiais e transtornos psicomotores, crianças com distúrbios de aprendizagem e, ainda, para aqueles que sentem dificuldade de interagir com o outro no convívio social. Dentre outros requisitos, a psicomotricidade também se preocupa com a prevenção e a saúde do sujeito, além do desenvolvimento cognitivo, psicomotor e sócio-emocional. Como as demais ciências que se dedicam ao desenvolvimento do sujeito, a psicomotricidade, em sua prática, se determina a seguir os estágios de desenvolvimento e os níveis de aprendizagem do sujeito, ciente de que estes pressupostos são de suma importância para a aplicabilidade das atividades que atendem as necessidades daqueles que são submetidos ao trabalho de reeducação e educação do corpo.
  • 2. Segundo Wallon, o corpo é uma totalidade e uma estrutura interna essencial para o desenvolvimento mental, afetivo e motor da criança. Respeitar e considerar esses pressupostos que implica no desenvolvimento do sujeito é um fator fundamental na elaboração metodológica das atividades no contexto da aprendizagem. Vale ressalta que a psicomotricidade por atender as três dimensões da construção do corpo: motora, emocional e cognitiva favorece e estimula o processo de constituição do conhecimento pela internalização de construções sociais que são desenvolvidas a partir dessa integração. O corpo quando atendido nessas três dimensões tende a evoluir e desenvolver suas potencialidades e habilidades. Quando a criança tem suas habilidades e potencialidades desenvolvidas, ela é capaz, através do espaço e das relações espaciais, se situar no meio em que vive e estabelecer relações entre as coisas (re) construindo o seu conhecimento. Ainda seguindo essa mesma linha de pensamento, é importante frisar que no contexto escolar, aprender a fazer essas relações espaço-tempo significa que a criança tem acesso a um espaço orientado a partir de seu próprio corpo multiplicando suas possibilidades de interagir e aprender. Entretanto, não podemos nos abster de que neste mesmo contexto encontramos crianças com caraterísticas diversificadas em si mesmas e entre as demais, unas são mais ágeis, mais ou menos expressivas e outros já trazem consigo dificuldades de aprendizagem em terminadas áreas do conhecimento. Estas dificuldades, muitas vezes, estão relacionadas à falta do desenvolvimento de habilidades espaciais e temporais ou lentidão de aprendizagem, e ainda, um transtorno psicomotor, que tem razões e características distintas, e são confundidas. As abordagens em relação à psicomotricidade nos alerta a estas questões, pois tais casos podem estar relacionados com a coordenação psicomotora da criança, ou seja, no início da vida escolar, a criança não teve a formação motora correta, por alguma razão não desenvolveu a motricidade fina ocasionando déficits na aprendizagem. Em tal situação, a psicomotricidade sugere que o trabalho desenvolvido com essa criança contemple a coordenação motora inicial, onde ela poderá desenvolver as habilidades que estavam retraídas e, certamente, lhe causando sofrimento e angústias. Pois, sabemos que quando uma criança não consegue acompanhar as outras e/ou não realizar qualquer tipo de atividade proposta no ambiente escolar, sempre é motivo para a baixa autoestima afetando as dimensões de construção do corpo que está em desenvolvimento. Contudo, o trabalho da psicomotricidade no contexto escolar, além de auxiliar na aprendizagem, também é um estimulo para a criança que se encontra em tal situação, ajudando-a na sua adaptação e tornando-a apta a realizar aquilo que até então não tinha habilidade e, ainda favorecer o afloramento de tudo aquilo que estava recuso dentro dela. Além disso, acrescento que a motivação desenvolvida através psicomotricidade exerce importante papel neste e em outros casos no contexto escolar. O lúdico e o simbólico são recursos de motivação indispensáveis, pois a concretização da aprendizagem e a superação das dificuldades estão diretamente ligadas aos estímulos. Vale apena ressaltar que a motivação propiciada pela psicomotricidade em casos relacionados ao desenvolvimento da aprendizagem, pode atuar de forma individual e em conjunta, uma vez que, mesmo sendo um problema individualizado, a criança não é vista fora de seu contexto. Assim, o que se considera é o resultado de qualquer recurso utilizado em prol das necessidades e intenções da criança para o seu autoconhecimento e da reflexão da situação em que se encontra. Esse espaço de pensamento se constitui na medida em que o sujeito possa conceber-se diferente do outro e sinta-se autorizado por esse outro a diferenciar-se
  • 3. (Andrade, 2002, p.19). A práxis da psicomotricidade relacional concomitante a abordagem psicopedagógica engloba todas essas questões e propõe uma série de estratégias de intervenções e ações pedagógicas que são instrumentos que ajudam a criança no processo de desenvolvimento da aprendizagem a superar suas limitações, simultaneamente, dando-lhe condições para se evoluir no contexto da aprendizagem. Partindo desse pressuposto, ressalto que a psicopedagogia tem importante papel no diagnóstico dos sintomas que levam a criança a esta situação de não aprender por questões psicomotoras. Ainda saliento que o trabalho da psicopedagogia deve direcionar- se também a “gestação de espaços subjetivos e objetivos” que possibilitem a autoria de pensamento da criança em suas ações e nas tomadas de decisões. A autoria do pensamento pressupõe espaços de liberdade que se constituem a partir da aceitação das diferenças e do prazer de pensar sobre o agir. Essa autoria é determinada pelas dimensões motora, emocional e cognitiva do corpo. Enfim, o trabalho da psicopedagogia e da psicomotricidade amparado pelas demais ciências que se dedicam ao contexto da aprendizagem, torna-se um instrumento eficaz no atendimento das necessidades da criança em todas as dimensões do seu desenvolvimento frente à aprendizagem. ______________________________________________________________________ Referências Bibliográficas ANDRADE, M. S. (org). A escrita inconsciente e a leitura invisível: uma contribuição às bases teóricas da Psicopedagogia. Coleção Temas de Psicopedagogia. Livro 1. São Paulo: Memnon, 2002. BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretária de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC/ SEF, 1998. FONSECA, Vitor da. Psicomotricidade. 4 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1996. SBP. Sociedade Brasileira de Psicomotricidade. Disponível em:___________________ www.psicomotricidade.com.br. Acesso em outubro de 2011. WALLON, H. A evolução psicológica da criança, Cap. X, São Paulo, Edições 70, 1981. In.WEREBE, M. J. G. & BRULFERT, J. N. Henri Wallon. São Paulo, Ática, 1986. ______________________________________________________________________