Programa de PÓS-GRADUAÇÃO 
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU MINISTÉRIO ECLESIÁSTICO DA 
IECLB 
Ano/Semestre: 2014/2 
Doc...
sacramentos, e por isso se torna atuante no amor. 
A terceira parte do livro, trata dos exercícios sobre posicionamentos é...
libertação, pois vai ao encontro do agir que transforma. Este livro é muito rico em 
informações e análises reflexivas sob...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resumo de uma das leituras complementares

183 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
183
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo de uma das leituras complementares

  1. 1. Programa de PÓS-GRADUAÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU MINISTÉRIO ECLESIÁSTICO DA IECLB Ano/Semestre: 2014/2 Docente: Rudolf Von Sinner Estudante: Eliane Caponi Trabalho final: Resumo e avaliação da bibliografia complementar Livro escolhido: ALTMANN, Walter. Lutero e Libertação: releitura de Lutero em perspectiva latino-americana. São Paulo: Ática, 1993. Resumo: Walter Altmann desenvolve o seu livro “Lutero e libertação: releitura de Lutero em perspectiva latino- americana” em quatro partes. A primeira parte trata de forma breve o contexto em que viveu Lutero e que por causa deste contexto, viveu uma infinidade de desafios e problemas, sendo em muitos momentos uma figura contraditória, desenvolvedor de uma teologia muito mais desenvolvida para responder do que uma teologia sistemática. Nesta primeira parte, Altmann expõe, primeiramente, a relevância de Lutero em seu tempo, para então chegar, posteriormente à questão de sua relevância ou precariedade atuais. A partir desta primeira parte chega-se a conclusão de que é difícil definir se Lutero foi ou não representante de uma nova época histórica. Contudo em meio a eventos dramáticos, como Igreja e espiritualidade; fé e mundo; sociedade, política e economia, encontramos Lutero dando contribuições significativas que se movem em direção ao novo que estava emergindo. Na segunda parte, o autor trabalha a teologia como chave de interpretação do mundo moderno.Iniciando para isso, a descrição do problema da questão de Deus na realidade latino-americana, que é, conforme Altmann, precária, pois a sociedade moderna, organiza-se sem contar com a existência ou, pelo menos, a interferência de Deus. As questões que este capítulo apresenta estão relacionadas, a pergunta por Deus no contexto vida e morte, e por quais as forças Deus se faz representar em nossa realidade, isto é, no contexto latino-americano, a questão é sobre qual deus nomeamos ao falarmos de “Deus”? E é a partir destas questões, que Altmann, conduz seus leitores e leitoras a encontrar Lutero em sua Doutrina de Deus, em sua temática cristológica, conversão, libertação e justificação pela graça. Nesta segunda parte, também é tratado a atualidade do enfoque hermenêutico de Lutero e da sua descoberta da relevância da Bíblia, relevância da fé que recebe em confiança a graça de Deus, nos
  2. 2. sacramentos, e por isso se torna atuante no amor. A terceira parte do livro, trata dos exercícios sobre posicionamentos éticos de Lutero. Esta parte inicia tratando do ofício político e a igreja e da forma como Lutero desenvolveu sua doutrina do sacerdócio universal de todos os crentes e quais as consequências disto.Depois passa a tratar dos assuntos relacionados à educação e sua relevância, que para Lutero era simultaneamente uma tarefa secular e religiosa, e por isso Lutero faz um chamamento às autoridades municipais e à nova burguesia, no sentido de que assumissem a responsabilidade da educação. Para Walter, isto foi um passo progressista que ainda hoje deve nos levar a perguntar sobre a nossa responsabilidade educacional. Seguindo nesta perspectiva dos exercícios sobre os posicionamentos éticos de Lutero, Altmann passa a tratar da economia e a comunidade, da guerra e da autoridade, revelando que Lutero podia reconciliar o conceito de autoridade com o princípio da desobediência do soldado, no caso da guerra não ser justa, mostrando que seu conceito de autoridade não é absoluto, mas aberto a novas perspectivas. Seguindo como temas, a resistência e violência; Lutero- defensor dos judeus ou antissemita. A quarta e última parte deste livro de Altmann trata do legado de Lutero e a teologia da libertação.O autor reforça a visão de quanto Lutero foi revolucionário em sua época, pois produziu uma inversão completa de valores, mas relembrar estes feitos não é suficiente, os feitos de Lutero, de acordo com Altmann necessitam ser vivenciados em termos novos. Por isso para compreender “a nova santidade” de Lutero hoje precisamos inseri-la no contexto da identificação pela cruz, e entender a justificação pela fé como libertação para assumi-la, e isso significa passar o lugar de “vocação” e “santidade” para o contexto dos movimentos e organizações populares. Avaliação do livro: Walter Altmann ao escrever “Lutero e libertação: releitura de Lutero em perspectiva latino- americana”, expõe as perspectivas principais da teologia de Lutero, de uma forma atenta as demandas da realidade social. Apresenta com domínio os textos fundadores da teologia de Lutero sem deixar de apresentar o alcance dos mesmos e suas limitações. A forma como o autor dispôs as quatro partes do livro, contribui para dar sentido aos assuntos desenvolvidos, bem como o desenrolar da própria história e da teologia, assim como as influências que tiveram sobre Lutero e sua forma de viver. O autor também questiona e confronta a teologia do reformador com questionamentos atuais. Com isso resgata a permanente atualidade, no sentido de fazer da fé uma disposição que se coloca a serviço da
  3. 3. libertação, pois vai ao encontro do agir que transforma. Este livro é muito rico em informações e análises reflexivas sobre a relevância da teologia desenvolvida por Lutero. É claro que para se ter um melhor proveito desta leitura é necessário e aconselhável que a leitora ou leitor sejam familiarizados com os temas desenvolvidos por Lutero, a fim de compreender as análises e reflexões propostas pelo autor. Particularmente recomendo esta leitura para todos estudantes de teologia, teólogos, bem como pessoas ligadas ao ministério eclesiástico de confissão luterana, pois Altmann apresenta perguntas pertinentes ao fazer teologia luterana nos dias de hoje.

×