SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
SALMO 127 - TEMA: CÂNTICO DO TRABALHO E DA FAMÍLIA
TODO BEM PROCEDE DE DEUS. SALMO DE SALOMÃO
I- ESTABELECENDO O MODO CORRETO DE COMEÇAR
1. “Se o Senhor não edificar a casa” (v.1). Quando se propôs a edificar
uma casa ao Senhor, Salomão tinha a certeza de todo o esforço
empreendido seria vão, caso não viesse do próprio Deus a aprovação.
2. O mesmo ocorre conosco em qualquer tipo de empreendimento que
queiramos fazer. Seja o novo templo, sejam as nossas, ou até mesmo
a formação de um novo lar. É preciso que tenhamos à frente Aquele
que é o edificador capaz.
3. Muitas vezes queremos edificar a casa, que servirá como nosso
refúgio, ou até mesmo edificar o lar, sem colocarmos Deus no
negócio. É possível que tenhamos medo da resposta de Deus. O
jovem que edificar o seu lar sob orientação divina não sofrerá dores
(Pv 10.22).
4. “Em vão trabalham os que a edificam”. Se Deus não determinar a
bênção, ninguém mais a determinará. Edificar sem a bênção que vem
de Deus é certeza de ruína: “É como um homem que constrói sobre a
areia”.
5. O lar edificado à margem de Deus, sem os seus ricos conselhos, sem
a sua divina intervenção, é colocar em risco a felicidade pessoal e da
família que vai sendo constituída.
6. Não é incomum os jovens abrirem mão do direcionamento de Deus
para o seu namoro e futuro casamento. Talvez tenham medo de Deus
não aprovar aquele por quem está apaixonado. Por conta disso,
assumem o risco e o possível prejuízo de um relacionamento
conjugal natimorto.
1
II – CORRE-CORRE INÚTIL (v.2)
1. A vida moderna é caracterizada por um corre-corre desenfreado.
Quase não se tem tempo para nada. Ou, boa parte do tudo que
devemos fazer fica para o dia seguinte. O drama é que o dia seguinte
sempre será dia seguinte. Como a estória do ‘fiado só amanhã’.
2. A inutilidade desse corre-corre é ressaltada pelo salmista. O acordar
de madrugada, chegar tarde em casa, e descobrir que cansou à toa.
Que dureza que falta de propósito! O salmo está tratando daqueles
que correm demais, mas não têm tempo para Deus. Nem para Deus e
nem para si mesmos.
3. O cansaço é tanto que já não se sente o sabor do pão granjeado.
Alguns chegam até a dizer que têm ‘comido o pão que o diabo
amassou’.
4. A busca incessante por mais, pode nos levar ao estresse e às doenças
cardíacas e vasculares. Jesus mesmo nos adverte ao cuidado que
demos ter (Mt 6.19-21).
5. “Aos seus amados ele o dá enquanto dormem”. Jesus nos adverte a
respeito da ansiosa solicitude pela vida, nos aconselhando: “Não vos
inquieteis com o dia de amanhã” (Mt. 6.25-34).
6. Aqueles que não trocam Deus por outra coisa, qualquer que seja, são
abençoados. Não troca pelo marido, nem pela namorada e nem pelo
namorado.
7. O Senhor honra os seus fiéis. As portas são abertas pelo Senhor, e
outras fechadas por Ele. O crente infiel pode sofrer as conseqüências
da sua má postura. As janelas do céu, de escancaradas em forma de
bênçãos, podem ser lacradas por cima, pelo Senhor. Somente Ele
poderá abri-las, depois de nos rendermos humildes e sinceros.
2
III – UM LAR ABENÇOADO POR DEUS
1. A casa que começa bem edificada, com bases sólidas e bem
planejada, não tem como alguma coisa dar errada. Mesmo que
venham algumas dificuldades, a casa está sobre a rocha, e não se
temerá a força do vento e das águas. Assim deve ser o lar cristão.
2. A família sempre começa no pós-planejamento. O namoro, seja curto
ou longo, serve para planejar. Se pensar que namoro é só beijar,
beijar, não sobrará tempo para planejar. É natural que se queira
casar. Então, por que não fazer tudo de forma planejada? Escreva,
altere, incremente seus objetivos. O jovem, mesmo namorando, deve
pensar na profissão (faculdade, ou mesmo curso técnico). Deixar
para pensar depois de casados é muito arriscado; é possível que os
filhos já estejam à porta.
3. “Herança do Senhor são os filhos” (v.3). Na cultura hebraica, uma
família numerosa era uma família abençoada. Não só por representar
força de trabalho, mas também na defesa dos direitos e do
patrimônio.
4. Os filhos, como herança do Senhor, serão por Ele conduzidos. Os
bons filhos alegram o lar, a alegria dos pais. Filhos crentes serão
bons pais crentes. Os sacerdotes, Eli e Samuel tiveram o desprazer
de terem filhos desobedientes e incrédulos.
5. “Como flechas na mão do guerreiro, assim os filhos da mocidade”
(v.4). Os filhos da mocidade são os do pleno vigor do casal (óvulos e
espermatozóides) Por terem sido pais ainda jovens, podem em
tempos da velhice, ser por eles protegidos. Como flechas
arremessadas pela força do arqueiro, eles são ligeiros em proteger os
pais.
3
6. “Feliz o homem que enche deles a sua aljava” (v.5 a). Estamos nos
dias das aljavas vazias. Os casais querem poucos filhos; no máximo
dois. A vida está dura para que se encha a casa de filhos; há muita
violência no mundo; medo das más companhias. São estas as razões
alegadas para aljavas vazias.
7. “Não será envergonhado, quando pleitear com os inimigos à porta”
(v.5b). Os bons filhos defendem a causa dos pais, defendem a sua
honra; entram na briga por eles (Ver Rt 4.1-11).
CONCLUSÃO
Que possamos, na dependência de Deus, fazer do nosso lar o melhor lugar
para se estar.
Que todas as nossas inquietações em relação ao futuro sejam amenizadas
por Deus.
Que Ele possa edificar e nos guardar sempre.
Amém
Pr. Eli Rocha Silva
IBJH 04/05/2008
4

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O cuidado com aquilo que falamos
O cuidado com aquilo que falamosO cuidado com aquilo que falamos
O cuidado com aquilo que falamosMoisés Sampaio
 
Namoro Cristão. Palestra em slide
Namoro Cristão. Palestra em slideNamoro Cristão. Palestra em slide
Namoro Cristão. Palestra em slideSeduc MT
 
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRANamoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRASeduc MT
 
A familia cristã no século xxi
A familia cristã no século xxiA familia cristã no século xxi
A familia cristã no século xxiAndreson Soares
 
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David MerkhO Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David MerkhLuan Almeida
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblicovalmarques
 
Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)
Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)
Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)Ev Nelson Fernandes
 
Amigos e inimigos do casamento
Amigos e inimigos do casamentoAmigos e inimigos do casamento
Amigos e inimigos do casamentoPr Ismael Carvalho
 
As famílias e as modernidades
As famílias e as modernidadesAs famílias e as modernidades
As famílias e as modernidadescaselato
 
As doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamentoAs doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamentoPr Ismael Carvalho
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósÉder Tomé
 
Administrando conflitos conjugais
Administrando conflitos conjugaisAdministrando conflitos conjugais
Administrando conflitos conjugaisPr Ismael Carvalho
 
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualLição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualÉder Tomé
 
Palestra namoro
Palestra   namoroPalestra   namoro
Palestra namoroJoel Silva
 
O cristão e o dinheiro
O cristão e o dinheiroO cristão e o dinheiro
O cristão e o dinheiroIPB706Sul
 

Mais procurados (20)

O cuidado com aquilo que falamos
O cuidado com aquilo que falamosO cuidado com aquilo que falamos
O cuidado com aquilo que falamos
 
Palestra seminario de casais 2015
Palestra seminario de casais 2015Palestra seminario de casais 2015
Palestra seminario de casais 2015
 
Namoro Cristão. Palestra em slide
Namoro Cristão. Palestra em slideNamoro Cristão. Palestra em slide
Namoro Cristão. Palestra em slide
 
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRANamoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
 
A familia cristã no século xxi
A familia cristã no século xxiA familia cristã no século xxi
A familia cristã no século xxi
 
#2 o atleta de deus
#2 o atleta de deus#2 o atleta de deus
#2 o atleta de deus
 
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David MerkhO Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
O Propósito de Deus para a Família - Pr. David Merkh
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
 
Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)
Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)
Relacionamento uma questão de sobrevivência (powerpoint)
 
Amigos e inimigos do casamento
Amigos e inimigos do casamentoAmigos e inimigos do casamento
Amigos e inimigos do casamento
 
Conflitos na família
Conflitos na famíliaConflitos na família
Conflitos na família
 
As famílias e as modernidades
As famílias e as modernidadesAs famílias e as modernidades
As famílias e as modernidades
 
As doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamentoAs doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamento
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
 
Administrando conflitos conjugais
Administrando conflitos conjugaisAdministrando conflitos conjugais
Administrando conflitos conjugais
 
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualLição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
 
Palestra namoro
Palestra   namoroPalestra   namoro
Palestra namoro
 
A família sob ataque
A família sob ataqueA família sob ataque
A família sob ataque
 
O cristão e o dinheiro
O cristão e o dinheiroO cristão e o dinheiro
O cristão e o dinheiro
 
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTOCRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
 

Destaque

Maternidade e paternidade na Adolescência
Maternidade e paternidade na AdolescênciaMaternidade e paternidade na Adolescência
Maternidade e paternidade na Adolescênciagracielabtonin
 
Paternidade e Maternidade responsável
Paternidade  e Maternidade responsávelPaternidade  e Maternidade responsável
Paternidade e Maternidade responsávelfamiliaregsul4
 
Filho de Deus
Filho de DeusFilho de Deus
Filho de DeusIMQ
 
O relacionamento dos pais cristãos com os filhos
O relacionamento dos pais cristãos com os filhosO relacionamento dos pais cristãos com os filhos
O relacionamento dos pais cristãos com os filhosMaria Da Penha Pereira
 
Pais x filhos. educação sábia para os dias atuais.
Pais  x filhos. educação sábia para os dias atuais.Pais  x filhos. educação sábia para os dias atuais.
Pais x filhos. educação sábia para os dias atuais.Seduc MT
 
Apostila palestra para os pais
Apostila palestra para os pais  Apostila palestra para os pais
Apostila palestra para os pais Lucia Verissimo
 

Destaque (10)

Maternidade e paternidade na Adolescência
Maternidade e paternidade na AdolescênciaMaternidade e paternidade na Adolescência
Maternidade e paternidade na Adolescência
 
Paternidade e Maternidade responsável
Paternidade  e Maternidade responsávelPaternidade  e Maternidade responsável
Paternidade e Maternidade responsável
 
Filho de Deus
Filho de DeusFilho de Deus
Filho de Deus
 
Relacionamento Entre Pais E Filhos
Relacionamento Entre Pais E FilhosRelacionamento Entre Pais E Filhos
Relacionamento Entre Pais E Filhos
 
O relacionamento dos pais cristãos com os filhos
O relacionamento dos pais cristãos com os filhosO relacionamento dos pais cristãos com os filhos
O relacionamento dos pais cristãos com os filhos
 
Educação dos Filhos.pps
Educação dos Filhos.ppsEducação dos Filhos.pps
Educação dos Filhos.pps
 
Pais e filhos
Pais e filhosPais e filhos
Pais e filhos
 
Pais x filhos. educação sábia para os dias atuais.
Pais  x filhos. educação sábia para os dias atuais.Pais  x filhos. educação sábia para os dias atuais.
Pais x filhos. educação sábia para os dias atuais.
 
Apostila palestra para os pais
Apostila palestra para os pais  Apostila palestra para os pais
Apostila palestra para os pais
 
Gravidez na adolescencia
Gravidez na adolescenciaGravidez na adolescencia
Gravidez na adolescencia
 

Semelhante a Salmo 127

A prosperidade segundo a bíblia
A prosperidade segundo a bíbliaA prosperidade segundo a bíblia
A prosperidade segundo a bíbliaCarmen Motta Guerra
 
LBJ LIÇÃO 11 - A FAMÍLIA SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS
LBJ LIÇÃO 11 - A FAMÍLIA SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUSLBJ LIÇÃO 11 - A FAMÍLIA SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS
LBJ LIÇÃO 11 - A FAMÍLIA SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUSNatalino das Neves Neves
 
Watchman nee-a-família-cristã-normal
Watchman nee-a-família-cristã-normalWatchman nee-a-família-cristã-normal
Watchman nee-a-família-cristã-normalFrancisco Deuzilene
 
Lição 2 "Há algo errado com a família"?
Lição 2 "Há algo errado com a família"?Lição 2 "Há algo errado com a família"?
Lição 2 "Há algo errado com a família"?Marcus Wagner
 
Lição das boas aventuranças
Lição das boas aventurançasLição das boas aventuranças
Lição das boas aventurançasTia Pri Infantil
 
PROJETO DE DEUS PARA UM LAR CRISTÃO – SALMO 128.pdf
PROJETO DE DEUS PARA UM LAR CRISTÃO – SALMO 128.pdfPROJETO DE DEUS PARA UM LAR CRISTÃO – SALMO 128.pdf
PROJETO DE DEUS PARA UM LAR CRISTÃO – SALMO 128.pdfJorge Teixeira
 
5a. atitude: Confie em Deus.
5a. atitude: Confie em Deus.5a. atitude: Confie em Deus.
5a. atitude: Confie em Deus.Viva a Igreja
 
Jornal Salvação ao alcance de todos, edição 2
Jornal Salvação ao alcance de todos, edição 2Jornal Salvação ao alcance de todos, edição 2
Jornal Salvação ao alcance de todos, edição 2Richard Rossini Atanes
 
Deus, o Pai Perfeito
Deus, o  Pai PerfeitoDeus, o  Pai Perfeito
Deus, o Pai PerfeitoQuenia Damata
 
Propósito com a família.
Propósito com a família.Propósito com a família.
Propósito com a família.Quenia Damata
 
Lição 3 "Obediência e Adoração".
Lição 3 "Obediência e Adoração".Lição 3 "Obediência e Adoração".
Lição 3 "Obediência e Adoração".Marcus Wagner
 
1 fundamentos bíblicos da família - 1ª aula
1   fundamentos bíblicos da família - 1ª aula1   fundamentos bíblicos da família - 1ª aula
1 fundamentos bíblicos da família - 1ª aulaPib Penha
 

Semelhante a Salmo 127 (20)

A prosperidade segundo a bíblia
A prosperidade segundo a bíbliaA prosperidade segundo a bíblia
A prosperidade segundo a bíblia
 
80629 familia-e-relacionamentos
80629 familia-e-relacionamentos80629 familia-e-relacionamentos
80629 familia-e-relacionamentos
 
LBJ LIÇÃO 11 - A FAMÍLIA SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS
LBJ LIÇÃO 11 - A FAMÍLIA SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUSLBJ LIÇÃO 11 - A FAMÍLIA SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS
LBJ LIÇÃO 11 - A FAMÍLIA SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS
 
Watchman nee-a-família-cristã-normal
Watchman nee-a-família-cristã-normalWatchman nee-a-família-cristã-normal
Watchman nee-a-família-cristã-normal
 
Lição 2 "Há algo errado com a família"?
Lição 2 "Há algo errado com a família"?Lição 2 "Há algo errado com a família"?
Lição 2 "Há algo errado com a família"?
 
Lição das boas aventuranças
Lição das boas aventurançasLição das boas aventuranças
Lição das boas aventuranças
 
PROJETO DE DEUS PARA UM LAR CRISTÃO – SALMO 128.pdf
PROJETO DE DEUS PARA UM LAR CRISTÃO – SALMO 128.pdfPROJETO DE DEUS PARA UM LAR CRISTÃO – SALMO 128.pdf
PROJETO DE DEUS PARA UM LAR CRISTÃO – SALMO 128.pdf
 
5a. atitude: Confie em Deus.
5a. atitude: Confie em Deus.5a. atitude: Confie em Deus.
5a. atitude: Confie em Deus.
 
Edificando o casamento sobre a rocha
Edificando o casamento sobre a rochaEdificando o casamento sobre a rocha
Edificando o casamento sobre a rocha
 
A familia 2
A familia 2A familia 2
A familia 2
 
Família slides
Família slidesFamília slides
Família slides
 
Palestras finanças familiar
Palestras finanças familiarPalestras finanças familiar
Palestras finanças familiar
 
Jornal Salvação ao alcance de todos, edição 2
Jornal Salvação ao alcance de todos, edição 2Jornal Salvação ao alcance de todos, edição 2
Jornal Salvação ao alcance de todos, edição 2
 
A Casa sobre a Rocha Deus é Fiel
A Casa sobre a Rocha Deus é FielA Casa sobre a Rocha Deus é Fiel
A Casa sobre a Rocha Deus é Fiel
 
Deus, o Pai Perfeito
Deus, o  Pai PerfeitoDeus, o  Pai Perfeito
Deus, o Pai Perfeito
 
Família - igreja em miniatura
Família - igreja em miniaturaFamília - igreja em miniatura
Família - igreja em miniatura
 
Propósito com a família.
Propósito com a família.Propósito com a família.
Propósito com a família.
 
Lição 3 "Obediência e Adoração".
Lição 3 "Obediência e Adoração".Lição 3 "Obediência e Adoração".
Lição 3 "Obediência e Adoração".
 
Tudo tem seu tempo determinado por deus
Tudo tem seu tempo determinado por deusTudo tem seu tempo determinado por deus
Tudo tem seu tempo determinado por deus
 
1 fundamentos bíblicos da família - 1ª aula
1   fundamentos bíblicos da família - 1ª aula1   fundamentos bíblicos da família - 1ª aula
1 fundamentos bíblicos da família - 1ª aula
 

Mais de Eli Rocha Silva

Reflexões na primeira carta de joão cap. 1 a 3
Reflexões na primeira carta de joão cap. 1 a 3Reflexões na primeira carta de joão cap. 1 a 3
Reflexões na primeira carta de joão cap. 1 a 3Eli Rocha Silva
 
Quanto vale o seu casamento?
Quanto vale o seu casamento?Quanto vale o seu casamento?
Quanto vale o seu casamento?Eli Rocha Silva
 
Fatores que contribuem para que o casamento resista ao tempo
Fatores que contribuem para que o casamento resista ao tempoFatores que contribuem para que o casamento resista ao tempo
Fatores que contribuem para que o casamento resista ao tempoEli Rocha Silva
 
Deuteronômio 6.4 7 responsabilidade intransferível
Deuteronômio 6.4 7 responsabilidade intransferívelDeuteronômio 6.4 7 responsabilidade intransferível
Deuteronômio 6.4 7 responsabilidade intransferívelEli Rocha Silva
 
EBD - Curso para professores e oficiais
EBD - Curso para professores e oficiaisEBD - Curso para professores e oficiais
EBD - Curso para professores e oficiaisEli Rocha Silva
 
Homenagem ao dia da mulher 2012
Homenagem ao dia da mulher 2012Homenagem ao dia da mulher 2012
Homenagem ao dia da mulher 2012Eli Rocha Silva
 
Lucas 12.1-12- CUIDADOS ENQUANTO ESTAMOS NO MUNDO
Lucas 12.1-12- CUIDADOS ENQUANTO ESTAMOS NO MUNDOLucas 12.1-12- CUIDADOS ENQUANTO ESTAMOS NO MUNDO
Lucas 12.1-12- CUIDADOS ENQUANTO ESTAMOS NO MUNDOEli Rocha Silva
 
Mateus 7.1-5 sermao na montanha
Mateus 7.1-5 sermao na montanhaMateus 7.1-5 sermao na montanha
Mateus 7.1-5 sermao na montanhaEli Rocha Silva
 

Mais de Eli Rocha Silva (12)

Reflexões na primeira carta de joão cap. 1 a 3
Reflexões na primeira carta de joão cap. 1 a 3Reflexões na primeira carta de joão cap. 1 a 3
Reflexões na primeira carta de joão cap. 1 a 3
 
Quanto vale o seu casamento?
Quanto vale o seu casamento?Quanto vale o seu casamento?
Quanto vale o seu casamento?
 
Livro de tiago
Livro de tiagoLivro de tiago
Livro de tiago
 
Salmo 128
Salmo 128Salmo 128
Salmo 128
 
Fatores que contribuem para que o casamento resista ao tempo
Fatores que contribuem para que o casamento resista ao tempoFatores que contribuem para que o casamento resista ao tempo
Fatores que contribuem para que o casamento resista ao tempo
 
Deuteronômio 6.4 7 responsabilidade intransferível
Deuteronômio 6.4 7 responsabilidade intransferívelDeuteronômio 6.4 7 responsabilidade intransferível
Deuteronômio 6.4 7 responsabilidade intransferível
 
Salmo 71
Salmo 71Salmo 71
Salmo 71
 
EBD - Curso para professores e oficiais
EBD - Curso para professores e oficiaisEBD - Curso para professores e oficiais
EBD - Curso para professores e oficiais
 
Homenagem ao dia da mulher 2012
Homenagem ao dia da mulher 2012Homenagem ao dia da mulher 2012
Homenagem ao dia da mulher 2012
 
Lucas 12.1-12- CUIDADOS ENQUANTO ESTAMOS NO MUNDO
Lucas 12.1-12- CUIDADOS ENQUANTO ESTAMOS NO MUNDOLucas 12.1-12- CUIDADOS ENQUANTO ESTAMOS NO MUNDO
Lucas 12.1-12- CUIDADOS ENQUANTO ESTAMOS NO MUNDO
 
Palestra casais
Palestra casaisPalestra casais
Palestra casais
 
Mateus 7.1-5 sermao na montanha
Mateus 7.1-5 sermao na montanhaMateus 7.1-5 sermao na montanha
Mateus 7.1-5 sermao na montanha
 

Salmo 127

  • 1. SALMO 127 - TEMA: CÂNTICO DO TRABALHO E DA FAMÍLIA TODO BEM PROCEDE DE DEUS. SALMO DE SALOMÃO I- ESTABELECENDO O MODO CORRETO DE COMEÇAR 1. “Se o Senhor não edificar a casa” (v.1). Quando se propôs a edificar uma casa ao Senhor, Salomão tinha a certeza de todo o esforço empreendido seria vão, caso não viesse do próprio Deus a aprovação. 2. O mesmo ocorre conosco em qualquer tipo de empreendimento que queiramos fazer. Seja o novo templo, sejam as nossas, ou até mesmo a formação de um novo lar. É preciso que tenhamos à frente Aquele que é o edificador capaz. 3. Muitas vezes queremos edificar a casa, que servirá como nosso refúgio, ou até mesmo edificar o lar, sem colocarmos Deus no negócio. É possível que tenhamos medo da resposta de Deus. O jovem que edificar o seu lar sob orientação divina não sofrerá dores (Pv 10.22). 4. “Em vão trabalham os que a edificam”. Se Deus não determinar a bênção, ninguém mais a determinará. Edificar sem a bênção que vem de Deus é certeza de ruína: “É como um homem que constrói sobre a areia”. 5. O lar edificado à margem de Deus, sem os seus ricos conselhos, sem a sua divina intervenção, é colocar em risco a felicidade pessoal e da família que vai sendo constituída. 6. Não é incomum os jovens abrirem mão do direcionamento de Deus para o seu namoro e futuro casamento. Talvez tenham medo de Deus não aprovar aquele por quem está apaixonado. Por conta disso, assumem o risco e o possível prejuízo de um relacionamento conjugal natimorto. 1
  • 2. II – CORRE-CORRE INÚTIL (v.2) 1. A vida moderna é caracterizada por um corre-corre desenfreado. Quase não se tem tempo para nada. Ou, boa parte do tudo que devemos fazer fica para o dia seguinte. O drama é que o dia seguinte sempre será dia seguinte. Como a estória do ‘fiado só amanhã’. 2. A inutilidade desse corre-corre é ressaltada pelo salmista. O acordar de madrugada, chegar tarde em casa, e descobrir que cansou à toa. Que dureza que falta de propósito! O salmo está tratando daqueles que correm demais, mas não têm tempo para Deus. Nem para Deus e nem para si mesmos. 3. O cansaço é tanto que já não se sente o sabor do pão granjeado. Alguns chegam até a dizer que têm ‘comido o pão que o diabo amassou’. 4. A busca incessante por mais, pode nos levar ao estresse e às doenças cardíacas e vasculares. Jesus mesmo nos adverte ao cuidado que demos ter (Mt 6.19-21). 5. “Aos seus amados ele o dá enquanto dormem”. Jesus nos adverte a respeito da ansiosa solicitude pela vida, nos aconselhando: “Não vos inquieteis com o dia de amanhã” (Mt. 6.25-34). 6. Aqueles que não trocam Deus por outra coisa, qualquer que seja, são abençoados. Não troca pelo marido, nem pela namorada e nem pelo namorado. 7. O Senhor honra os seus fiéis. As portas são abertas pelo Senhor, e outras fechadas por Ele. O crente infiel pode sofrer as conseqüências da sua má postura. As janelas do céu, de escancaradas em forma de bênçãos, podem ser lacradas por cima, pelo Senhor. Somente Ele poderá abri-las, depois de nos rendermos humildes e sinceros. 2
  • 3. III – UM LAR ABENÇOADO POR DEUS 1. A casa que começa bem edificada, com bases sólidas e bem planejada, não tem como alguma coisa dar errada. Mesmo que venham algumas dificuldades, a casa está sobre a rocha, e não se temerá a força do vento e das águas. Assim deve ser o lar cristão. 2. A família sempre começa no pós-planejamento. O namoro, seja curto ou longo, serve para planejar. Se pensar que namoro é só beijar, beijar, não sobrará tempo para planejar. É natural que se queira casar. Então, por que não fazer tudo de forma planejada? Escreva, altere, incremente seus objetivos. O jovem, mesmo namorando, deve pensar na profissão (faculdade, ou mesmo curso técnico). Deixar para pensar depois de casados é muito arriscado; é possível que os filhos já estejam à porta. 3. “Herança do Senhor são os filhos” (v.3). Na cultura hebraica, uma família numerosa era uma família abençoada. Não só por representar força de trabalho, mas também na defesa dos direitos e do patrimônio. 4. Os filhos, como herança do Senhor, serão por Ele conduzidos. Os bons filhos alegram o lar, a alegria dos pais. Filhos crentes serão bons pais crentes. Os sacerdotes, Eli e Samuel tiveram o desprazer de terem filhos desobedientes e incrédulos. 5. “Como flechas na mão do guerreiro, assim os filhos da mocidade” (v.4). Os filhos da mocidade são os do pleno vigor do casal (óvulos e espermatozóides) Por terem sido pais ainda jovens, podem em tempos da velhice, ser por eles protegidos. Como flechas arremessadas pela força do arqueiro, eles são ligeiros em proteger os pais. 3
  • 4. 6. “Feliz o homem que enche deles a sua aljava” (v.5 a). Estamos nos dias das aljavas vazias. Os casais querem poucos filhos; no máximo dois. A vida está dura para que se encha a casa de filhos; há muita violência no mundo; medo das más companhias. São estas as razões alegadas para aljavas vazias. 7. “Não será envergonhado, quando pleitear com os inimigos à porta” (v.5b). Os bons filhos defendem a causa dos pais, defendem a sua honra; entram na briga por eles (Ver Rt 4.1-11). CONCLUSÃO Que possamos, na dependência de Deus, fazer do nosso lar o melhor lugar para se estar. Que todas as nossas inquietações em relação ao futuro sejam amenizadas por Deus. Que Ele possa edificar e nos guardar sempre. Amém Pr. Eli Rocha Silva IBJH 04/05/2008 4