PREVALÊNCIAS DE ÚLCERAS DE PRESSÃO -  Aplicação informática - PUP Enf.º João Dias Coordenador GPTF - ULSBA
Fundamentação <ul><li>FERREIRA,Pedro Lopes et al.(2007)  </li></ul><ul><li>(Instrumento adaptado do Estudo Europeu de prev...
Quanto ao estudo de prevalência: Tipo de estudo de prevalência:  Usa-se a Prevalência Pontual População:  São incluídos ne...
<ul><li>Características informáticas:   Trata-se de uma base de dados em SQLServer que corre no servidor web IS em asp.net...
<ul><li>Descrição dos formulários </li></ul><ul><li>A PUP é composta por quatro secções:  </li></ul><ul><li>Dados Biográfi...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Relatórios Serviços Prevalência N.º total de  utentes estudados N.º total de utentes com úlceras Nível de risco da escala ...
Considerações  <ul><li>Através da análise dos relatórios trimestrais constatámos que  as taxas de prevalência aumentaram s...
 
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Prevalências de Úlceras de Pressão - Aplicação informática - PUP

2.786 visualizações

Publicada em

Comunicação apresentada por João Dias no I Fórum Ibérico de Úlceras e Feridas - 12 e 13 de Março de 2010

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.786
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
153
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prevalências de Úlceras de Pressão - Aplicação informática - PUP

  1. 1. PREVALÊNCIAS DE ÚLCERAS DE PRESSÃO - Aplicação informática - PUP Enf.º João Dias Coordenador GPTF - ULSBA
  2. 2. Fundamentação <ul><li>FERREIRA,Pedro Lopes et al.(2007) </li></ul><ul><li>(Instrumento adaptado do Estudo Europeu de prevalência de úlceras de pressão da EPUAP ) </li></ul><ul><li>PRESSURE ULCER POINT PREVALENCE SURVEY TOOL ADULT 16 years & over (2003) </li></ul><ul><li>(SOUTH AUSTRALIAN DEPARTMENT OF HEALTH) </li></ul>
  3. 3. Quanto ao estudo de prevalência: Tipo de estudo de prevalência: Usa-se a Prevalência Pontual População: São incluídos nestes estudos todos os indivíduos internados no dia da sua realização , com ou sem úlceras de pressão activas e que as tenham desenvolvido antes ou durante o internamento Colheita de dados: É efectuada por 2 Enfermeiros , um como observador interno e outro externo ao serviço , por forma a garantir a qualidade e fiabilidade dos dados recolhidos . Estes enfermeiros foram devidamente treinados para o efeito, recorrem à entrevista e observação dos indivíduos internados assim como à consulta do respectivo processo clínico . PREVALÊNCIAS DE ÚLCERAS DE PRESSÃO - Aplicação informática - PUP
  4. 4. <ul><li>Características informáticas: Trata-se de uma base de dados em SQLServer que corre no servidor web IS em asp.net c# </li></ul><ul><li>Acesso: Apenas os elementos do GPTF podem aceder, o mesmo é feito através da activ directory usando grupos de segurança. </li></ul><ul><li>Toda a informação é inserida na PUP que posteriormente é alvo de tratamento estatístico , produzindo relatórios predefinidos e também uma folha de calculo Excel para produção de relatórios personalizados. </li></ul>PREVALÊNCIAS DE ÚLCERAS DE PRESSÃO - Aplicação informática - PUP
  5. 5. <ul><li>Descrição dos formulários </li></ul><ul><li>A PUP é composta por quatro secções: </li></ul><ul><li>Dados Biográficos </li></ul><ul><li>Avaliação da Escala de Braden </li></ul><ul><li>Medidas Preventivas </li></ul><ul><li>Caracterização das Úlceras de Pressão </li></ul>PREVALÊNCIAS DE ÚLCERAS DE PRESSÃO - Aplicação informática - PUP
  6. 18. Relatórios Serviços Prevalência N.º total de utentes estudados N.º total de utentes com úlceras Nível de risco da escala de Braden Incontinência Alto Baixo Não Urinária Intestinal Urinária e Intestinal Hospital José Joaquim Fernandes 16% 480 77 235 194 277 26 15 164 Medicina I 27,5% 69 19 47 12 25 2 1 41 U.AVC 15% 20 3 19 1 2 5 0 13 Unidade de Convalescença – Serpa 20,4% 49 10 25 13 21 1 0 27
  7. 19. Considerações <ul><li>Através da análise dos relatórios trimestrais constatámos que as taxas de prevalência aumentaram significativamente , isto poderá dever-se ao facto da PUP permitir uma maior fiabilidade e validade dos dados colhidos traduzindo um conhecimento efectivo da dimensão da problemática. </li></ul><ul><li>Entendemos tratar-se de um valioso instrumento de trabalho no que respeita à prevenção e tratamento de U.P por permitir um melhor planeamento dos recursos e serviços disponíveis , gerando assim ganhos nos cuidados de saúde. </li></ul>

×