Teorias do Jornalismo

27.554 visualizações

Publicada em

Teorias Estruturalista, Construcionista e Interacionista

  • Seja o primeiro a comentar

Teorias do Jornalismo

  1. 1. Teorias do Jornalismo Estruturalista, construcionista e interacionista
  2. 2. *Teoria estruturalista • Notícias são produtos socialmente construídos que reproduzem a ideologia dominante e a legitima. • Diferentemente da teoria da ação política, vê nos jornalistas uma “autonomia relativa” • Principal estudo é de Stuart Hall (1973) : a mídia, “embora involuntariamente e através dos seus próprios ´caminhos autônomos`, tem-se transformado efetivamente num aparelho do próprio processo de controle – um ´aparelho ideológico de Estado `. ”
  3. 4. Teoria estruturalista • Notícias são produtos resultantes de vários fatores: - organização burocrática da mídia - estrutura dos valores notícia - momento da construção (valores) - sujeitos às classes dominantes (donos da mídia)
  4. 5. Teoria estruturalista • Notícias ajudam a construir uma sociedade consensual e normalizada, em função da ideologia dominante-hegemônica. (será que é realmente assim?)
  5. 7. *Teoria construcionista Esses estudos vêm as notícias como construção social • Totalmente opostos à visão segundo a qual as notícias são uma distorção • Também “põem em causa a ideologia jornalística e sua teoria das notícias como espelho da realidade”
  6. 8. Teoria construcionista Oposição à Teoria do Espelho • Por diversos motivos: – “ é impossível estabelecer uma distinção radical entre realidade e a mídia noticiosa q ue deve ´refletir` essa realidade, porque as notícias ajudam a construir a própria realidade” (TRAQUINA)
  7. 10. Teoria construcionista Oposição à Teoria do Espelho - a própria linguagem não pode funcionar como transmissora direta do significado inerente aos acontecimentos porque a linguagem neutral é impossível - lugar: a mídia noticiosa estrutura inevitavelmente “a sua representação dos acontecimentos” devido a vários fatores (aspectos organizativos, limitações orçamentárias, etc.)
  8. 11. *Teoria interacionista • Notícias resultam de um processo de percepção, seleção e transformação de acontecimentos em notícias, sob a pressão do tempo, por profissionais relativamente autônomos, que partilha de uma cultura comum.
  9. 12. Teoria interacionista • Jornalistas não são passivos e sim ativos na construção da realidade. - Notícias revelam todo o processo: rotinas, valores, negociações, fatores organizacionais, narrativas culturais do jornalismo, etc. - Revelam a interação não só entre jornalistas e fontes mas entre os próprios jornalistas. http://www.youtube.com/watch?v=6cagJUsK21s Danilo Gentili
  10. 13. Teoria interacionista • Jornalistas não são passivos e sim ativos na construção da realidade. - Jornalismo tem seu próprio ritmo - tempo - Notícias revelam todo o processo: rotinas, valores, negociações, fatores organizacionais, narrativas culturais do jornalismo, etc.
  11. 14. Teoria interacionista • Traquina: A s teorias estruturalista e interacionista chegam a conclusões semelhantes em relação ao papel político do jornalismo. Para as duas, a conexão entre fontes e jornalistas faz das notícias uma ferramenta importante do governo e das autoridades estabelecidas e as notícias, em geral, tendem a apoiar as interpretações oficiosas dos acontecimentos controversos. A diferença, no entanto, está no fato de os interacionistas defenderem que “o papel dominante das fontes oficiais não é automático".
  12. 15. Tendência divisionista para explicação das notícias: - Teorias do Espelho - Teoria da ação pessoal ou gatekeeper - Teoria Organizacional - Teoria da Ação Política - Teoria Estruturalista - Teoria Construcionista - Teoria Interacionista

×