Transportes pela membrana

701 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
701
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Transportes pela membrana

  1. 1. Transportes pela Membrana Prof. Eduardo
  2. 2. Estrutura e Funções das Membranas• Constituída por uma bicamada de fosfolípides, proteínas e um pouco de colesterol. (Lipoprotéica).• A bicamada forma uma bicamada fluida onde estão imersas proteínas globulares e glicoproteínas. O colesterol modera a fluidez• Esta estrutura permite a movimentação das moléculas (Modelo do Mosaico Fluido, Singer e Nicolson, 1972).
  3. 3. • Devido as suas características, as membranas facilitam a passagem de pequenas moléculas hidrofóbicas como O 2 CO2 e água e dificulta a passagem de grandes moléculas e íons.• Para estas, existem proteínas especiais que atravessam a membrana e funcionam como “portas” ou “canais”. (Proteínas Canais ou Transportadoras).• Dizemos portanto que as membranas possuem permeabilidade seletiva.
  4. 4. • Moléculas de açúares associadas a proteínas (glicoproteínas) ou a lipídios (glicolipídios) formam um emvoltório externo à M.P., o glicocálix ou glicocálice.• A função do glicocálix é de:• A) reconhecimento (cada tipo celular possui um glicocálix próprio, e que também varia de indivíduo para indivíduo).• B) proteção e adesão entre as células de um mesmo tecido.
  5. 5. Tipos de Transporte na Membrana• A) Transporte Passivo: sem gasto de energia, ocorre naturalmente, a favor do gradiente de concentração. Ex: Difusão (equilíbrio das substâncias em um meio), Osmose (difusão da água) e a difusão facilitada (feita por proteínas de canal).• B) Transporte Ativo: com gasto de energia, é “forçado” ou contra o gradiente de concentração. Ex.: Bomba de sódio e Potássio
  6. 6. • A) Difusão passagem de solutos pela membrana do meio de maior concentração para o de menor concentração (a favor do gradiente ou equilíbrio de concentração).
  7. 7. • A) Difusão facilitada: passagem de solutos pela membrana com a ajuda de proteínas canais ou transportadoras.
  8. 8. • A membrana é totalmente permeável a água e ao O2 e CO2 e impermeável a íons e mol. orgânicas
  9. 9. • Osmose (difusão da água) :passagem de solventes pela membrana semipermeável do meio de menor concentração para o de maior concentração (a favor do gradiente ou equilíbrio de concentração).
  10. 10. • Transporte Ativo: com gasto de energia, é “forçado” ou contra o gradiente de concentração. Ex.: Bomba de sódio e Potássio
  11. 11. • Transporte Ativo:
  12. 12. • Processos de Endocitose (entrada)• A) Fagocitose (grandes estruturas sólidas): Emissão de pseudópodes (prolongamentos da membrana) e posterior digestão intracelular.• B) Pinocitose (grandes estruturas líquidas): invaginação da membranae posterior digestão intracelular.• Pseudópode fagossomo vacúlo digestivo (união do fagossomo com o lisossomo) vacúolo residual (clasmocitose).• Processo de Exocitose (saída)• A) Clasmocitose ou excreção celular
  13. 13. Especializações da I- microvilosidades (aumentamembrana: área de absorção). II- Desmossomo: adesão celular. III- Interdigitação: adesão IV- nexus ou junções comunicantes (comunicação intercelular). V- zona de oclusão: vedação celular

×