Rflp

20.569 visualizações

Publicada em

3 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • obrigada!:)
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Olá Ana Caroline, obrigado pelo elogio e que bom que tenha ajudado!
    WT significa 'wild type' que traduzindo é 'tipo selvagem', sempre que aparecer essa sigla indica normalidade, no caso do slide, a pessoa é normal, sem fibrose cística.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Olá Eduardo!Primeiro gostaria de parabenizá-lo pelo trabalho, achei bem interessante e na verdade acabou respondendo algumas dúvidas que eu tinha sobre a PCR-RFLP. Tenho uma dúvida sobre o slide 16. O que significa a sigla WT??
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
20.569
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
481
Comentários
3
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rflp

  1. 1. UNIVERSIDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS RFLPRestriction Fragment Lenght Polymorphism Juiz de Fora, 09 de dezembro de 2011.
  2. 2. Grupo• Bárbara Tuâne;• Carlos Eduardo Cardoso;• Marina Cognalato;• Poliane Lopes.
  3. 3. Introdução• A técnica de RFLP foi descrita inicialmete por Botstein em 1980; RFLP é um dos muitos tipos de marcadores moleculares, e são capazes de detectar variações em sequências de DNA de 4 a 8 pares de base, reconhecidas por enzimas de restrição, capazes de clivar DNA por reconhecimento de sequências.
  4. 4. Marcadores Genéticos• Qualquer característica morfológica ou molecular que diferencia indivíduos, e que seja facilmente detectável é um potencial marcador genético.
  5. 5. Marcadores Genéticos Marcadores molecularesMorfológicos Bioquímicos DNA
  6. 6. Marcadores Dominantes
  7. 7. Marcadores Codominantes
  8. 8. RFLP• São fragmentos de DNA obtidos de enzimas de restrição, separados por eletroforese e visualizados por meio de hibridizações com sondas marcadas com radioatividade ou fluorescência.
  9. 9. Etapas para aquisição de RFLP’s• Extração do DNA;• Digestão com endonucleases de restrição (cortam a molécula de DNA através do reconhecimento de sequências nucleotídicas específicas);• Eletroforese;• Transferência dos fragmentos para uma membrana de nitrocelulose;• Hibridização dos fragmentos com sondas marcadas;• Visualização dos polimorfismos através de auto- radiografia.
  10. 10. Base Genéticas dos Marcadores RFLP’s • O polimorfismo observado na técnica de RFLP ocorre porque o DNA de indivíduos geneticamente distintos difere na sequência de nucleotídeos ao longo da fita.
  11. 11. Interpretação
  12. 12. Autoradiografia de umamembrana dehibridização revelandomarcadores RFLP.Indivíduos homozigotospara o aleloA1(3,5,6,7,8,9) ehomozigotos para osalelos A2(1,2,4).
  13. 13. Vantagens e Desvantagens• Reprodutível;• Marcadores co-dominantes;• Simples.• Trabalhoso;• Caro;• Uso de sondas radioativa.
  14. 14. Aplicações• Mapeamento do Genoma;• Genotipagem;• Ciência forense;• Teste de paternidade;• Detecção de doenças hereditárias, etc.
  15. 15. Análise do RFLP para a Fibrose Cística
  16. 16. PCR-RFLP (AFLP- Amplified Fragment Length Polymorphisms)• Isolamento de DNA suficiente para a análise RFLP é demorado e trabalhoso. No entanto, a PCR pode ser usado para amplificar pequenas quantidades de DNA, geralmente em 2-3 horas, para os níveis exigidos para a análise de RFLP. Portanto,mais amostras podem ser analisadas em um curto tempo.
  17. 17. Artigo: Identification of a criminal by DNAtyping in a rape case in Rio de Janeiro,Brazil. A identificação humana por DNA é uma ferramenta poderosa para casos de paternidade, assim como investigação criminal pela tipagem de evidências biológicas coletadas em cenas de crime e identificação de restos mortais.
  18. 18. OBJETIVO: Identificação de criminoso em caso de estuprocom quatro suspeitos.PARTICIPANTES: Sangue de quatro suspeitos e vítima epele do feto.PROCEDIMENTOS: Reação em cadeia da polimerase(PCR) e polimorfismo de tamanho de fragmentos derestrição (RFLP).
  19. 19. RESULTADOS: Três suspeitos foram excluídos e umsuspeito foi incluído como pai biológico do feto.Um teste complementar com 3 loci VNTR também foirealizado.O suspeito foi incluído como pai biológico apresentandoÍndice de Paternidade de 412.860 (probabilidade depaternidade: 99,9997%).
  20. 20. Conclusão O desenvolvimento de técnicas baseadasna hibridização de sequências de DNA abriunovas opções para o estudo de variações . Adescoberta de enzimas de restrição, apossibilidade de transferência de fragmentos deDNA para membranas e o desenvolvimento denovos métodos de marcação radioativa eluminescente para fins de hibridização defragmentos de DNA determinaram o empregoeficiente de RFLP em análise genética.
  21. 21. Bibliografia• Artigo: GOES, Andréa Carla de Souza et al . Identification of a criminal by DNA typing in a rape case in Rio de Janeiro, Brazil. Sao Paulo Med. J., São Paulo, v. 120, n. 3, maio 2002 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo>• Livro: “Marcadores Genéticos Moleculares” – Fábio Gelape Faleiro (2007);• Livro: “Introdução ao Uso de Marcadores Moleculares em Análise Genética” – Márcio Elias Ferreira & Dário Grattapaglia (1996);• Livro: “Marcadores Moleculares em Plantas” – Sandra Milach (1998);• Site: http://www.e-escola.pt/biologia;• Site: http://www.ncbi.nlm.nih.gov;• Site: http://www.sciencedirect.com/
  22. 22. Obrigado!

×