Plano AnalíTico Ebad

3.442 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.442
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano AnalíTico Ebad

  1. 1. Plano Analítico MÓDULO: Práticas de Investigação em Educação de Adultos 1. Introdução A investigação/pesquisa é uma actividade a que os estudantes não se habituamdos, encaram com algum medo e fazem. Contudo, quando vista como uma actividade que Este módulo foi concebido para servir de espaço onde os estudantes vão partilhar as suas experiências, anseios, desafios e dificuldades na fase de investigação, servindo até de complemento aos conhecimentos adquiridos no módulo de Metodologia de Investigação 2. Objectivos Os principais objectivos deste módulo (a serem discutidos com os estudantes e revistos se necessário) são: Os estudantes devem: 1. Exteriorizar os seus pensamentos e experiências relativamente à definição do seu problema de investigação; 2. Habilitar-se a gerir informação específica de Educação de Adultos, o que se traduz na localização, selecção e apresentação de informação de uma forma útil; avaliação dessa informação, das fontes, dos métodos usados para a obter e armazená-la; 3. Partilhar as suas práticas de investigação na fase de redacção da sua dissertação; 4. Analisar as suas práticas de investigação e as de outros na fase de redacção da dissertação. Competências genéricas: 5. Desenvolver estratégias para a utilização da comunicação oral, visual e escrita; 6. Identificar, analisar e resolver problemas numa variedade de situações, independentemente ou em cooperação com outras pessoas 3. Programação do módulo 1ª e 2ª semanas Temas e conteúdos • Desafios na definição do tema de investigação em Educação de Adultos; 3ª e 4ª semanas Temas e conteúdos 1
  2. 2. • Localização, selecção, categorização e uso de literatura específica de Educação de Adultos; Métodos de Ensino-aprendizagem - Palestra introdutória seguida de diálogo - Apresentação e discussão pelos estudantes de casos ilustrativos - Discussão em grupo - Uso da internet para identificação/localização de literatura pertinente e para estudo independente 5ª e 6ª semanas: Temas e conteúdos • Partilha de experiências de investigação na área de Educação de Adultos; Métodos de Ensino-aprendizagem - Palestra/diálogo 7ª. Semana: Temas e conteúdos • Métodos de Ensino-aprendizagem - Palestra - Grupos de discussão - Uso da internet para identifcação da literatura pertinente e para o estudo independente 4. Avaliação 4.2. Produção de um ensaio subordinado ao tema funcionalidade da educação básica de adultos em especial para a mulher. O ensaio deve ser apresentado em 5 páginas o máximo, digitadas com espaçamento de uma linha e meia (15%). 4.3. Análise crítica de uma obra sobre alfabetização de Adultos (em Moçambique ou noutro país) O trabalho deve ser apresentado em 8 – 10 páginas, digitadas com espaçamento de uma linha e meia (peso: 40%). 4.4. Participação activa e sistemática durante o módulo (peso: 15%) 2
  3. 3. 4.5. Auto-avaliação (peso: 5%) 5. Literatura Básica Fuchs, E. (1996). Alfabetização: Desenvolvimento de potencialidades ou Reforço da Marginalidade? Alfabetização em Moçambique e em Cabo Verde na sua relação com formas de comunicação e necessidades de formação nas zonas rurais. Maputo: INDE. Lind, A. (1995) “Women and Literacy with particular reference to Southern Africa”. In Journal of AALAE, 1995, volume 9, No. 1. ----------------------------- (1990). Adult Literacy in the third World: a review of objectives and strategies. Estocolmo: SIDA. Lind, A. & Johnston, A. (1986). Objectivos e Estratégias de Alfabetização de Adultos. Estocolmo: SIDA. Linden, J. , Manhiça, C. & Rungo, R. (2004). A Alfabetização é importante para se ser alguém: Percepções de Programas de Alfabetização de Adultos em Moçambique. Maputo: UEM- Faculdade de Educação. MINED/DNAEA (2001). Plano Estratégico de AEA. Torres, R.M. (2006?). Alfabetización y aprendizaje a lo largo de toda la vida. Instituto Fronesis. Oxenham, J. et al. (2002). Skills and Literacy training for better Livelihoods: a review of approaches and experiences. World Bank. Veloso, M. T. (2000) Caderno de pesquisa no. 37. Maputo: INDE. Referências para mais pesquisa e opções Websites: www.uem.mz/faculdade/faced (Centro de Recursos/Documentação em Educação Não-Formal) www.unesco.org/education/litdeacde www.unesco.org/education www.worldbank.org.education/adult www.iiz_dvv.de www.web.net/icae 6. Avaliação do módulo A. Auto-avaliação: em 1-2 páginas o estudante faz uma reflexão do seu processo de aprendizagem durante o módulo B. Cada estudante preenche uma ficha de avaliação do módulo (conteúdo, literatura, métodos, facilitador, recomendações) 7. Docentes Agneta Lind (PhD) Domingos Buque (Mestre) 3
  4. 4. 4

×