FPB – P2 DE ENFERMAGEM –
NOITE
LESÕES MEDULAR
PATRÍCIA AMORIM
Hérnia Discal (Ruptura de Disco)
As vértebras da coluna vertebral são separadas por
discos cartilaginosos. Cada disco poss...
Sintomas
A localização da hérnia discal determinará se o
indivíduo sentirá dor, perderá a sensibilidade ou
apresentará fra...
HÉRNIA DE DISCO NA REGIÃO
LOMBARA maioria das hérnias discais
ocorrem na região lombar (coluna
vertebral lombar) e, normal...
As hérnias discais lombares também podem
causar fraqueza do membro inferior e, em
particular, o indivíduo pode apresentar
...
Uma hérnia discal muito grande e de localização central na coluna
vertebral pode afetar os nervos que controlam a função i...
Quando um disco da
coluna cervical tem
hérnia, o indivíduo
apresenta dor na
omoplata e na região
axilar ou na eminência
do...
Tratamento
A menos que a perda das funções nervosas seja progressiva
e grave, a maioria dos indivíduos com hérnia discal l...
A correção postural pode promover alterações benéficas
para a curvatura das costas. Por exemplo, quando um
indivíduo está ...
Se a hérnia discal estiver localizada
na coluna vertebral cervical, a tração e
o uso de um colar cervical de suporte
são m...
NÍVEIS DE
LESÕES NA
COLUNA
VERTEBRAL
E
PATOLOGIAS
CAUSADAS
POR TAL
LESÕES.
LESÕES MEDULARES
EQUIPE
EDRÍSIO
GIOVANA
DEMÉTRIA
JULIANA
LUCIENE
SISTEMA NERVOSO
PATRICIA AMORIM
P2 DE ENFERMAGEM - NOITE
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fpb – p2 de enfermagem – noite hérnia de disco ii finalizado

851 visualizações

Publicada em

LESÕES MEDULARES

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
851
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fpb – p2 de enfermagem – noite hérnia de disco ii finalizado

  1. 1. FPB – P2 DE ENFERMAGEM – NOITE LESÕES MEDULAR PATRÍCIA AMORIM
  2. 2. Hérnia Discal (Ruptura de Disco) As vértebras da coluna vertebral são separadas por discos cartilaginosos. Cada disco possui uma camada externa forte e uma parte interna mais mole, cuja função é absorver os choques para proteger as vértebras durante os movimentos. Se o disco degenerar (p.ex., após uma lesão ou durante o processo de envelhecimento), a parte interna do disco pode protruir ou romper através da parte externa (hérnia discal). A parte interna rota do disco pode comprimir ou irritar uma raiz nervosa, podendo inclusive lesá-la.
  3. 3. Sintomas A localização da hérnia discal determinará se o indivíduo sentirá dor, perderá a sensibilidade ou apresentará fraqueza. O grau de compressão ou lesão da raiz nervosa irá determinar a intensidade da dor ou dos outros sintomas.
  4. 4. HÉRNIA DE DISCO NA REGIÃO LOMBARA maioria das hérnias discais ocorrem na região lombar (coluna vertebral lombar) e, normalmente, afetam apenas um membro inferior. A hérnia discal pode causar dor não apenas na região lombar, mas também ao longo do trajeto do nervo isquiático, que vai da coluna vertebral à nádega, coxa, perna e calcanhar (a dor é denominada ciática). NERVO CIÁTICO
  5. 5. As hérnias discais lombares também podem causar fraqueza do membro inferior e, em particular, o indivíduo pode apresentar dificuldade para elevar a parte anterior do pé (pé em gota, pé caído).
  6. 6. Uma hérnia discal muito grande e de localização central na coluna vertebral pode afetar os nervos que controlam a função intestinal e da bexiga, comprometendo a defecação ou a micção, e exigindo uma assistência médica urgente. A dor de uma hérnia discal normalmente piora com os movimentos e pode ser agravada pela tosse, pelo riso, pela micção pelo esforço para evacuar. O indivíduo pode apresentar dormência e formigamento nas pernas, pés e dedos.
  7. 7. Quando um disco da coluna cervical tem hérnia, o indivíduo apresenta dor na omoplata e na região axilar ou na eminência do trapézio e no extremo do ombro, a qual irradia pelo membro superior até um ou dos dedos da mão. Os músculos do membro superior podem tornar-se fracos. Menos freqüentemente, os movimentos dos dedos são afetados.
  8. 8. Tratamento A menos que a perda das funções nervosas seja progressiva e grave, a maioria dos indivíduos com hérnia discal lombar recupera-se sem necessidade de cirurgia. Comumente, o desconforto desaparece com o relaxamento realizado em casa. Em raros casos, o indivíduo necessita de repouso ao leito durante alguns dias. As atividades que sobrecarregam a coluna vertebral e que provocam dor (p.ex., levantar objetos pesados, inclinar-se ou fazer esforço) devem ser evitadas.
  9. 9. A correção postural pode promover alterações benéficas para a curvatura das costas. Por exemplo, quando um indivíduo está sentado, a cadeira pode ser ajustada de modo que ela se incline para frente, ou um banquinho baixo pode ser utilizado para manter os joelhos flexionados e a coluna vertebral reta. A cirurgia pode ser aventada se os sintomas neurológicos piorarem (p.ex., se o indivíduo apresentar fraqueza e perda de sensibilidade ou uma dor intensa e constante). TRATAMENTO
  10. 10. Se a hérnia discal estiver localizada na coluna vertebral cervical, a tração e o uso de um colar cervical de suporte são medidas que podem ajudar o paciente. A tração é um procedimento que distende a coluna vertebral para aumentar o espaço intervertebral e reduzir a pressão. Geralmente, a tração é realizada em casa com o auxílio de um mecanismo que traciona o pescoço e a mandíbula para cima. Para assegurar o uso correto do equipamento, somente um médico ou um fisioterapeuta deve prescrever a tração. A maioria dos sintomas são aliviados através de medidas simples. APARELHO PARA CORREÇÃO DE POSTURA CONHECIDO COMO ‘’TRAÇÃO’’.
  11. 11. NÍVEIS DE LESÕES NA COLUNA VERTEBRAL E PATOLOGIAS CAUSADAS POR TAL LESÕES.
  12. 12. LESÕES MEDULARES EQUIPE EDRÍSIO GIOVANA DEMÉTRIA JULIANA LUCIENE SISTEMA NERVOSO PATRICIA AMORIM P2 DE ENFERMAGEM - NOITE

×