Resultados 2T09

340 visualizações

Publicada em

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resultados 2T09

  1. 1. EDP Energias do Brasil Resultados 2T09 30 de julho de 2009 1
  2. 2. Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas declarações estão baseadas em certas suposições e análises feitas pela Companhia de acordo com a sua experiência e o ambiente econômico e nas condições de mercado e nos eventos futuros esperados, muitos dos quais estão fora do controle da Companhia. Fatores importantes que podem levar a diferenças significativas entre os resultados reais e as declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros incluem a estratégia de negócios da Companhia, as condições econômicas brasileira e internacional, tecnologia, estratégia financeira, desenvolvimentos da indústria de serviços públicos, condições hidrológicas, condições do mercado financeiro, incerteza a respeito dos resultados de suas operações futuras, planos, objetivos, expectativas e intenções, entre outros. Em razão desses fatores, os resultados reais da Companhia podem diferir significativamente daqueles indicados ou implícitos nas declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros. As informações e opiniões aqui contidas não devem ser entendidas como recomendação a potenciais investidores e nenhuma decisão de investimento deve se basear na veracidade, atualidade ou completude dessas informações ou opiniões. Nenhum dos assessores da Companhia ou partes a eles relacionadas ou seus representantes terá qualquer responsabilidade por quaisquer perdas que possam decorrer da utilização ou do conteúdo desta apresentação. Este material inclui declarações sobre eventos futuros sujeitas a riscos e incertezas, as quais baseiam-se nas atuais expectativas e projeções sobre eventos futuros e tendências que podem afetar os negócios da Companhia. Essas declarações incluem projeções de crescimento econômico e demanda e fornecimento de energia, além de informações sobre posição competitiva, ambiente regulatório, potenciais oportunidades de crescimento e outros assuntos. Inúmeros fatores podem afetar adversamente as estimativas e suposições nas quais essas declarações se baseiam. 2
  3. 3. Destaques EBITDA de R$ 344 milhões e Lucro Líquido R$ 213 milhões no 2T09 Geração vendeu 1.846 GWh, 29% acima do 2T08 devido ao SWAP de Ativos; Início de suprimento da PCH Santa Fé; Recorde de energia comercializada: volume + 15% no 2T09 vs. 2T08; ROL cai 1% explicada pela saída da Enersul; Gastos gerenciáveis caem 12%: 6º trimestre consecutivo de redução; Alienação da ESC 90: + R$ 121 milhões no resultado do 2T09; Assinatura do financiamento pelo BNDES e BID para Pecém I; Emissão de R$ 230 milhões em notas promissórias da Bandeirante; Lançamento da campanha “Uma boa Energia”; Entrada em operação do novo sistema comercial na Escelsa. 3
  4. 4. Desempenho Econômico-Financeiro Consolidado 4
  5. 5. Desempenho Econômico-Financeiro Consolidado Receita Líquida (R$ milhões) Composição da Receita Líquida (2T09) -4% 18% 2.337 2.233 Geração -1% 16% Distribuição 1.128 1.116 Comercialização 66% 2T08 2T09 1S08 1S09 Geração ↑29,3% no volume de energia vendida; ↑4,2% no preço médio Distribuição Saída da Enersul; ↑0,6% no volume de energia vendida a clientes finais; ↑ das tarifas médias Comercialização ↑14,5% no volume de energia comercializada; ↑14,1% no preço médio 5
  6. 6. Desempenho Econômico-Financeiro Consolidado Opex (R$ milhões) Composição do Opex (2T09) -5% -4% 1.630 1.548 428 Despesas Não 364 Gerenciáveis 805 772 70% 205 180 1.201 1.184 600 593 Despesas 2T08 2T09 1S08 1S09 Gerenciáveis 30% Não-Gerenciáveis Gerenciáveis* * Excluindo D&A; 1S09 inclui R$15,3 do Projeto Vencer R$ mil 2T09 2T08 Var.% Evolução Opex – Gerenciáveis (R$ milhões) Pessoal 64.715 79.679 -18,8 Material 6.164 11.090 -44,4 Serviços de Terceiros 72.417 82.095 -11,8 Provisões 20.598 19.570 +5,3 249 224 205 199 204 Outros 15.670 12.128 +29,3 185 180 Total 179.564 204.562 -12,2 Depreciação & Amort. 74.704 212.091 -64,8 4T07 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09 2T09 Total 254.268 416.653 -39,0 6
  7. 7. Desempenho Econômico-Financeiro Consolidado EBITDA (R$ milhões) e Margem (%) Composição do EBITDA (2T09) 30,8% 30,7% 46% 30,2% 3% Geração 28,7% 707 684 Distribuição 323 344 Comercialização 51% 2T08 2T09 1S08 1S09 Lucro Líquido (R$ milhões) e Margem (%) Lucro Líquido Ajustado (R$ milhões) e Margem (%) 14,8% 19,0% 14,8% 12,7% 11,5% 7,1% 330 296 330 213 213 167 130 0,5 2T08 2T09 1S08 1S09 2T08 2T09 1S08 1S09 7
  8. 8. Capex O Plano de Capex prevê aproximadamente R$ 3,0 bilhões entre 2009 a 2011 R$ milhões 2T09 2T08 Var.% Distribuição 98,1 129,1 -24,0 R$ 1,1 mm R$ 1,1 mm 4% 4% Bandeirante 29,7 39,3 -24,3 6% Escelsa 68,3 48,5 +40,9 R$ 0,84 mm 33% 30% Enersul - 41,3 n.d. 31% Geração 89,6 66,2 +35,3 18% Enerpeixe 3,4 3,5 -0,8 34% 44% Energest 12,0 21,1 -43,2 41% Lajeado / Investco 0,5 1,1 -58,2 28% 24% Santa Fé 38,3 40,6 -5,6 Pecém 35,4 - n.d. 2009e 2010e 2011e Outros 0,5 1,6 -65,6 TOTAL 188,2 196,9 -4,4 Pecém Outros Distribuição Repotenciações Santa Fé 8
  9. 9. Endividamento Evolução da Dívida (R$ milhões) Dívida Bruta por Indexador (Jun/09) 52% Taxas Flutuantes* 3.026 4% 2.402 6% TJLP 2.348 1.741 (476) (147) US$ Pré-Fixada 1.285 * Inclui CDI e IGP-M 38% Dívida Bruta Disp. Ativo Reg. Dívida Líquida Dívida Líquida Jun/09 Jun/09 Mar/09 Curto Prazo Longo Prazo Dívida Líquida (R$ milhões) e Dívida Cronograma de Vencimento da Dívida* (R$ milhões) Líquida/EBITDA* (x) 903 2.390 2.402 2.348 737 754 2.131 724 427 1.680 477 335 476 1,8x 1,8x 1,8x 1,8x 1,4x Disp.(jun/09)** 2009 2010 2011 2012 Após 2012 jun/08 set/08 dez/08 mar/09 jun/09 (*) Valores consideram principal + encargos + resultados de operações de hedge (*) EBITDA dos últimos 12 meses 9 (**) Também considera ações em tesouraria ao preço de mercado de 30 de junho de 2009
  10. 10. Endividamento Assinatura do financiamento de longo prazo pelo BNDES e BID para Pecém I Amortização de R$ 86 milhões das debêntures da Escelsa Composição da Dívida de Curto Prazo (R$ milhões) 903 170 737 427* 60 255 251 476 Caixa e Bridge Loan Linha de Distribuição Geração Total 2009 Aplicações Pecém Crédito (Jun/09) 10 (*) Ações em tesouraria ao preço de mercado de 30 de junho de 2009.
  11. 11. Linhas de Crédito Além destas linhas de crédito, a EDP Energias do Brasil possui outras linhas pré- aprovadas de menor valor (R$ milhões) Linhas de crédito aprovadas (jun-09) Data limite para Instrumento Total aprovado Utilizado Disponível uso do recurso BNDES - CALC 900 0 900 2014 BNDES – BID (Porto do Pecém) 2.000 0 2.000 2009 BEI 270* 0 270 2012 BNDES (PCH Santa Fé) 76 64 12 2009 Total de Linhas de Crédito 3.246 64 3.246 - (*) Linha de crédito de EUR90 milhões (EUR 45 milhões para cada uma das Distribuidoras) 11
  12. 12. Geração 12
  13. 13. Desempenho Econômico-Financeiro Geração Volume de Energia Vendida (GWh) Receita Líquida (R$ milhões) +26% 3.737 +13% 2.966 459 406 +29% +21% 1.846 1.428 226 187 2T08 2T09 1S08 1S09 2T08 2T09 1S08 1S09 EBITDA (R$ milhões) e Margem (%) Lucro Líquido (R$ milhões) e Margem (%) 72,4% 74,5% 40,5% 73,4% 62,9% 342 294 31,2% 28,6% 164 166 132 118 17,7% 58 40 2T08 2T09 1S08 1S09 13 2T08 2T09 1S08 1S09
  14. 14. Capacidade Instalada (MW) Com a entrada em operação da PCH Santa Fé, a capacidade instalada do Grupo atingiu 1.731 MW. 2.116 360 385 25** 29 6* 2011 2009 2009 2009 e 2010 653 653 25 50 2008 Expectativa de Entrada em Operação 1.731 1.731 1.702 452 452 1.043 516 516 2005 UHE Peixe 4a Máq. PCH 2007 Capac. Cenaee l PCH 2009 Repotenciações UTE 2011 Angical Mascarenhas São adicional Santa Pecém João Lajeado Fé Projetos concluídos desde o IPO Projetos em curso * Correspondente à participação de 45% da Enbr na EDP Renováveis Brasil 14 ** Mascarenhas, Suíça, Rio Bonito
  15. 15. Distribuição 15
  16. 16. Desempenho Operacional Distribuição (Bandeirante + Escelsa) Volume de Energia Distribuída (GWh) Distribuição do Consumo por Classe (2T09) Residencial -9% 23% 11.080 Outros* Comercial 10.072 2% 14% -9% 5.624 5.108 Clientes Industrial Livres 19% 32% Rural Outros 3% (cativo) 2T08 2T09 1S08 1S09 7% * Suprimento + Consumo Próprio Volume Vendido a Clientes Finais (GWh) Volume Clientes Livres (GWh) +1% -25% 6.548 6.585 4.332 +1% -25% 3.258 3.298 3.319 2.219 1.667 16 2T08 2T09 1S08 1S09 2T08 2T09 1S08 1S09
  17. 17. Desempenho Econômico-Financeiro Distribuição (Bandeirante + Escelsa) Receita Líquida (R$ milhões) Gastos Gerenciáveis (R$ milhões) +9% +13% 1.667 279 1.533 248 +7% +20% 773 829 139 116 2T08 2T09 1S08 1S09 2T08 2T09 1S08 1S09 EBITDA (R$ milhões) e Margem (%) Lucro Líquido (R$ milhões) e Margem (%) 21,7% 22,6% 22,0% 20,3% 9,7% 10,1% 10,0% 9,0% 367 311 166 139 167 187 75 84 2T08 2T09 1S08 1S09 2T08 2T09 1S08 1S09 17
  18. 18. Perdas Perdas Totais (%) 12,1% 12,2% 12,0% 12,5% 12,4% Opex e Capex: R$ 8,5 milhões investidos em combate às perdas 5,7% 5,6% 5,4% 5,8% 5,7% 37.000 inspeções; retirada de 33.000 ligações clandestinas 6,6% 6,6% 6,7% 6,7% Recuperação de Receitas: R$ 4,3 milhões 6,4% devido a legalização de fraudes jun/08 set/08 dez/08 mar/09 jun/09 Técnicas Comerciais Perdas Comerciais Bandeirante Escelsa ENBR - Consolidado 5,8% 6,0% 5,8% 5,9% 5,8% 5,8% 5,7% 5,5% 5,5% 5,7% 5,2% 5,4% 18 dez/07 dez/08 mar/09 jun/09 dez/07 dez/08 mar/09 jun/09 dez/07 dez/08 mar/09 jun/09
  19. 19. Comercialização 19
  20. 20. Desempenho Econômico-Financeiro Comercialização Volume de Energia Vendida (GWh) Receita Líquida (R$ milhões) +6% 3.579 3.810 +5% +15% 352 457 +23% 356 375 2.050 1.790 175 200 239 3.122 3.459 163 1.551 1.875 2T08 2T09 1S08 1S09 2T08 2T09 1S08 1S09 Outros Empresas do Grupo EBITDA (R$ milhões) e Margem (%) Lucro Líquido (R$ milhões) e Margem (%) 8,0% 6,8% 5,6% 4,7% 5,1% 3,3% 29 3,3% 20 2,5% 11 12 9 8 9 7 20 2T08 2T09 1S08 1S09 2T08 2T09 1S08 1S09
  21. 21. Departamento de RI Maytê de Albuquerque Cleverson Murakawa Rogério Pacheco Michelle Corda E-mail: ri@edpbr.com.br Telefone: +55 11 2185-5907 Visite Website da EDP Energias do Brasil Site: www.edpbr.com.br 21

×