Teleconferência
                 Resultados 4T06

                   António Martins da Costa
                      Direto...
Aviso Importante

Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados
futu...
Distribuição
Volume de Energia Distribuída (GWh)
                                   3,8%

                                ...
Geração
  Volume de Energia Produzida (GWh)
                                                                        UHE Pe...
Comercialização
Volume de Energia Comercializada (GWh)
                                       5,1%

                      ...
Desempenho Financeiro
                 Receita Líquida (R$ MM)                                                            ...
Gastos Operacionais
  Detalhamento dos Custos e                              Detalhamento dos Custos e
  Despesas1 – 2006 ...
Endividamento e Investimento
                                                                                             ...
Projeto Vanguarda
       PDV - Evolução da captura de poupanças                                                      Produ...
Prêmios e Reconhecimentos

           Melhor Cia.                    Menção                  #1 Gov. Corporativa          ...
Principais Realizações de 2006


Duplicação da capacidade instalada de geração e início de estudos de
viabilidade de novos...
Teleconferência
      Resultados 4T06


www.energiasdobrasil.com.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resultados 2006

344 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Resultados 2006

  1. 1. Teleconferência Resultados 4T06 António Martins da Costa Diretor Presidente Antonio José Sellare Diretor Vice-Presidente de Finanças e Relações com Investidores Vasco Barcellos Diretor de Relações com Investidores 01 de março de 2007
  2. 2. Aviso Importante Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas declarações estão baseadas em certas suposições e análises feitas pela Companhia de acordo com a sua experiência e o ambiente econômico e nas condições de mercado e nos eventos futuros esperados, muitos dos quais estão fora do controle da Companhia. Fatores importantes que podem levar a diferenças significativas entre os resultados reais e as declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros incluem a estratégia de negócios da Companhia, as condições econômicas brasileira e internacional, tecnologia, estratégia financeira, desenvolvimentos da indústria de serviços públicos, condições hidrológicas, condições do mercado financeiro, incerteza a respeito dos resultados de suas operações futuras, planos, objetivos, expectativas e intenções, entre outros. Em razão desses fatores, os resultados reais da Companhia podem diferir significativamente daqueles indicados ou implícitos nas declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros. As informações e opiniões aqui contidas não devem ser entendidas como recomendação a potenciais investidores e nenhuma decisão de investimento deve se basear na veracidade, atualidade ou completude dessas informações ou opiniões. Nenhum dos assessores da Companhia ou partes a eles relacionadas ou seus representantes terá qualquer responsabilidade por quaisquer perdas que possam decorrer da utilização ou do conteúdo desta apresentação. Este material inclui declarações sobre eventos futuros sujeitas a riscos e incertezas, as quais baseiam-se nas atuais expectativas e projeções sobre eventos futuros e tendências que podem afetar os negócios da Companhia. Essas declarações incluem projeções de crescimento econômico e demanda e fornecimento de energia, além de informações sobre posição competitiva, ambiente regulatório, potenciais oportunidades de crescimento e outros assuntos. Inúmeros fatores podem afetar adversamente as estimativas e suposições nas quais essas declarações se baseiam. 2
  3. 3. Distribuição Volume de Energia Distribuída (GWh) 3,8% 23.061 23.948 3.108 3.126 4,5% 7.639 8.060 5.779 6.038 772 814 12.315 12.763 1.949 2.014 3.058 3.210 4T05 4T06 2005 2006 Bandeirante Escelsa Enersul EBITDA (R$ MM) 3,5% 801 829 42,1% 242 170 • Volume distribuído: forte recuperação no 4T06 4T05 4T06 2005 2006 Perdas * • Maior participação de clientes livres 13,1% 13,2% 12,8% 13,1% 12,9% 3,8% 3,9% 3,8% 4,1% 4,0% • Efeitos não-recorrentes em 2006 e 2005 9,3% 9,3% 9,0% 9,0% 8,9% • Programas de eficiência em curso Dez Mar Jun Set Dez 2005 2006 2006 2006 2006 Técnicas Comerciais * Média dos últimos 12 meses 3
  4. 4. Geração Volume de Energia Produzida (GWh) UHE Peixe Angical UHE Mascarenhas 42,6% 3.929 126,6% 2.756 1.494 659 4T05 4T06 2005 2006 EBITDA (R$ MM) 170,3% 273 227,3% 88 101 27 • Peixe Angical e 4ª Máq. de Mascarenhas: plena 4T05 4T06 2005 2006 capacidade no 4T06 Capacidade Instalada de Geração (MW) 452 50 25 1.043 29 1.072 • Licença de operação da PCH São João em fev/07 2009 516 Expectativa de Operação • Estratégia de crescimento: repotenciação de usi- nas, leilões de energia nova, aquisições e estudos 2005 UHE Peixe 4º Máq. PCH PCH de viabilidade (AHEs e PCHs) Atual Total Angical Masc. S. João Sta.Fé Projetos Concluídos Projetos em Andamento 4
  5. 5. Comercialização Volume de Energia Comercializada (GWh) 5,1% 6.379 6.702 1.193 2.567 -7,1% 1.691 1.571 5.509 3.812 590 222 1.101 1.349 4T05 4T06 2005 2006 Outros Empresas do Grupo ENBR Número de Clientes 13,0% 52 46 • Menor self-dealing: compensado por crescimento no mercado livre 4T05 4T06 EBITDA (R$ MM) 54 -93,7% • Renovação de contratos: oportunidade para ampliação da base de clientes 8 3 • Efeito extraordinário de R$40,2 milhões no 4T06 4T05 4T06 2005 2006 -32 5
  6. 6. Desempenho Financeiro Receita Líquida (R$ MM) EBITDA (R$ MM) PRINCIPAS IMPACTOS 2006 5,5% 17,6% . PDV: - R$ 51,6 MM 4.561 1.074 4.323 . Prov. AMPLA: - R$ 40,2 913 0,3% 9% 10% 4% 9% 48,7% 6% 24,7% 10% 19,1% 290 1.041 1.240 -10% 87% 81% 195 84% 75% 10% 8% 29% 10% 4% 4% 13% 86% 82% 83% 81% 4T05 4T06 2005 2006 4T05 4T06 2005 2006 Distribuição Geração Comercialização Distribuição Geração Comercialização Lucro Líquido (R$ MM) Dívida Líquida/EBITDA * -10,3% PRINCIPAS IMPACTOS 2005 . Imparidade: + R$ 89,9 MM 3,0x . Câmbio: + R$ 60,4 MM 2,3x 1,9x 2,0x -0,4% 1,8x 439 394 155,3 154,8 Dez/04 Dez/05 Jun/06 Set/06 Dez/06 4T05 4T06 2005 2006 * EBITDA dos últimos 12 meses 6
  7. 7. Gastos Operacionais Detalhamento dos Custos e Detalhamento dos Custos e Despesas1 – 2006 Despesas Gerenciáveis R$ milhões 2006 2005 Var.% Pessoal 339 268 26,5% Custos não Material 37 36 1,1% gerenciáveis Custos gerenciáveis Serviços de Terceiros 297 239 24,0% R$2.613 milhões R$875 milhões Provisões 107 69 53,9% (75%) (25%) Outros 96 107 -10,7% Total 875 720 21,5% R$3.488 milhões PRINCIPAIS VARIAÇÕES (R$ MM) . PDV: R$ 51,6 . AMPLA: R$ 40,2 . Ações Gerenciais: R$ 28,6 Os Gastos Operacionais ajustados . Demandas Regulatórias: R$ 15,6 pelos itens extraordinários teriam aumentado em 8,8%. Nota: 1 Exclui depreciação e amortização 7
  8. 8. Endividamento e Investimento Dívida Bruta por Indexador (%) Dívida Líquida (R$ MM) Dez/06 3% (606) 32% (673) 60% 3.159 5% 1.879 1.997 US$ TJLP Pré-fixado Taxas Flutuantes* * Inclui Selic, CDI, IGP-M e INPC Dívida Bruta (-) Caixa e (-) Ativos Dívida Líquida Dívida Líquida Dez06 Valores Regulatórios Dez06 Set06 Mobiliários Investimentos* – não inclui LPT** (R$ MM) Programas de Universalização R$MM (inclui LPT **) Investimentos* 2007 (estimado) 177 592 160 577 Distribuição:R$ 466 milhões 212 217 Geração: R$ 192 milhões Universalização: R$ 105 milhões TOTAL: R$ 763 milhões 365 375 2006 (E) 2006 (R) 2006 (E) 2006 (R) Distribuição Geração * Não inclui capitalização de juros e/ou projetos novos **LPT: Luz Para Todos 8
  9. 9. Projeto Vanguarda PDV - Evolução da captura de poupanças Produtividade (Cliente/Colaborador) anualizadas acumuladas (R$MM/ano) * 68,4 182% 111% 1.287 104% 40,8 1.060 31,9 1.071 28,8 60,0 890 943 17,2 19,2 776 762 35,6 654 24,8 27,7 585 14,8 17,2 502 2,4 2,0 4,0 5,2 8,4 456 462 4,2 Jun/06 Realizado Dez/06 Realizado Jun/07 Dez/07 até Set/06 até Dez/06 Custo Indireto de Pessoal (Previsto) Custo Direto de Pessoal (Previsto) Bandeirante Escelsa Enersul Custo Indireto de Pessoal (Realizado) Custo Direto de Pessoal (Realizado) 1998 2001 2005 2006 * Valores de 2006 Projetos de Tecnologia de Informação Cronograma 2005 2006 2007 2008 SIT-Brasil Integração 9
  10. 10. Prêmios e Reconhecimentos Melhor Cia. Menção #1 Gov. Corporativa Inclusão em Finalista Aberta 2005 Honrosa de Cias. Abertas 2006 Volume Capitalização de Mercado: R$5,4 bilhões R$ Mil 190 70.000 180 +83% 60.000 170 +83% 160 50.000 150 +80% 40.000 140 +74% 30.000 130 120 20.000 110 10.000 100 90 0 12/7/2005 22/8/2005 3/10/2005 16/11/2005 27/12/2005 8/2/2006 23/3/2006 8/5/2006 19/6/2006 28/7/2006 8/9/2006 20/10/2006 5/12/2006 Volume R$ ENBR3 ENBR3 Ibovespa IEE IBX Atualizado até 31 de dezembro de 2006 10
  11. 11. Principais Realizações de 2006 Duplicação da capacidade instalada de geração e início de estudos de viabilidade de novos projetos Conclusão bem sucedida da 1ª fase do Projeto Vanguarda e ações de combate às perdas Endividamento: alongamento e redução do custo médio Adequação da rede de atendimento a clientes nas 3 distribuidoras, com unificação dos sistemas de geo-processamento Sustentabilidade: admissão no ISE e adesão ao Global Compact Governança: criação do Comitê de Governança Corporativa e Sustentabilidade e importantes reconhecimentos 11
  12. 12. Teleconferência Resultados 4T06 www.energiasdobrasil.com.br

×