Resultados 1T09

349 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
349
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resultados 1T09

  1. 1. EDP Energias do Brasil Resultados 1T09 07 de maio de 2009 1
  2. 2. Disclaimer Aviso Importante Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas declarações estão baseadas em certas suposições e análises feitas pela Companhia de acordo com a sua experiência e o ambiente econômico e nas condições de mercado e nos eventos futuros esperados, muitos dos quais estão fora do controle da Companhia. Fatores importantes que podem levar a diferenças significativas entre os resultados reais e as declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros incluem a estratégia de negócios da Companhia, as condições econômicas brasileira e internacional, tecnologia, estratégia financeira, desenvolvimentos da indústria de serviços públicos, condições hidrológicas, condições do mercado financeiro, incerteza a respeito dos resultados de suas operações futuras, planos, objetivos, expectativas e intenções, entre outros. Em razão desses fatores, os resultados reais da Companhia podem diferir significativamente daqueles indicados ou implícitos nas declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros. As informações e opiniões aqui contidas não devem ser entendidas como recomendação a potenciais investidores e nenhuma decisão de investimento deve se basear na veracidade, atualidade ou completude dessas informações ou opiniões. Nenhum dos assessores da Companhia ou partes a eles relacionadas ou seus representantes terá qualquer responsabilidade por quaisquer perdas que possam decorrer da utilização ou do conteúdo desta apresentação. Este material inclui declarações sobre eventos futuros sujeitas a riscos e incertezas, as quais baseiam-se nas atuais expectativas e projeções sobre eventos futuros e tendências que podem afetar os negócios da Companhia. Essas declarações incluem projeções de crescimento econômico e demanda e fornecimento de energia, além de informações sobre posição competitiva, ambiente regulatório, potenciais oportunidades de crescimento e outros assuntos. Inúmeros fatores podem afetar adversamente as estimativas e suposições nas quais essas declarações se baseiam. 2
  3. 3. 1T09: Destaques do período EBITDA atinge R$ 340 MM e Lucro Líquido: R$ 117 MM • Geração vendeu 1.890 GWh de Energia, 23% acima do 1T08 devido ao SWAP de ativos; • ROL cai 7.6% devida a ganhos no 1T08 com os preços do mercado spot e saída da Enersul; • Gastos gerenciáveis reduziram 17,4%, sendo o 5º trimestre consecutivo de redução • Volume de energia distribuída a clientes finais, excluindo Enersul, aumentou 0,5% totalizando 3.266 GWh; • Aprovação de 03 linhas de crédito: (i) BEI: R$270 mm, (ii) BID: Pecém I e (iii) BNDES: R$ 76 milhões para Santa Fé; • Elevação dos ratings do Grupo e de suas distribuidoras pela Moody’s; • Início do Programa de Transformação “VENCER”. 3
  4. 4. Performance Consolidada 4
  5. 5. 1T09: Destaques financeiros (R$ milhões) 1T09 1T08 Var.% Receita Líquida 1.116,3 1.208,4 - 7,6% Gastos Gerenciáveis 184,9 223,8 - 17,4% EBITDA 340,1 383,4 -11,3% EBITDA ajustado 353,3 327,4 + 7,9% Lucro Líquido 117,3 166,4 - 29,5% Capex 120,1 155,8 - 23,0% EBITDA – Capex 220,1 227,6 - 3,3% EBITDA (ajustado) – Capex 233,3 171,6 + 35,9% Foco na Eficiência e na Geração de Cash-Flow 5
  6. 6. 1T09 Abertura do EBITDA EBITDA Ajustado EBITDA Ajustado exclui: +8% • 1T09: R$ 13,2 MM do Projeto Vencer 327,4 353,3 • 1T08: R$ 56 MM de maior disponibilidade de energia da geração -11% 383,4 %Variação YoY 340,1 17,4 Enersul 2,8 57,3 85,2 Escelsa 73,5 +16% Bandeirante 70,5 +34% 94,2 176,0 176,6 Comercialização Distribuição Geração 1T08 1T09 SWAP Mantem EBITDA na Geração; Distribuição cresce double-digit 6
  7. 7. Opex: Quinto trimestre consecutivo de redução ∆ 1T08 / CAGR (R$ milhões) 4T07 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09 1T09 1T08-1T09 Pessoal 74,5 75,9 1,8% - Material 8,4 6,6 -21,5% - Serviços 87,1 60,5 -30,5% - Outros 53,9 41,9 -22,2% - Total ( - ) Depreciação 248,9 223,8 206,3 198,5 203,9 184,9 -17,4% - 7,2% Depreciação e Amortização 79,3 72,1 -9,1% - Total Gastos Gerenciáveis 326,2 303,2 289,4 277,7 278,9 257,0 -15,2% - 5,8% Entre o quarto trimestre de 2007 e o primeiro trimestre de 2009, houve redução média dos Gastos Gerenciáveis de 7,2%. 7
  8. 8. Geração 8
  9. 9. Desempenho da Geração reflete SWAP de ativos e menor disponibilidade de energia Volume de Energia Vendida (GWh) Receita Líquida (R$ mm) +23% +7% Lajeado Total Energest 1.538 1.891 219 233 Enerpeixe +285% +180% 795 26 284 100 74 -28% 561 -3% 542 53 693 119 -33% 80 -20% 553 1T08 1T09 1T08 1T09 Ebitda (R$ mm) Lucro Líquido (R$ mm) +0,3% -14% Participação de 176,0 176,6 106 Minoritários 91 16 +394% 6 +367% 55 79 39 28 -40% -13% 33 34 105 -39% 64 60 -52% 29 1T08 1T09 1T08 1T09 9
  10. 10. Distribuição 10
  11. 11. Queda do industrial cativo compensada pelos segmentos residencial/comercial e menor consumo dos livres Abertura de volumes (GWh) Principais acontecimentos no 1T09: -9% • Rural: Crescimento provocado pelas altas temperaturas e baixo nível de precipitações (Escelsa) 5.456 4.964 + 13% 94 • Clientes Livres: As distribuidoras também 106 recolhem as parcelas referentes aos encargos 2,113 setoriais que são repassados e calculados com 1,592 Outros - 25% base no consumo de energia (MWh) Clientes Livres • Aumento de 3,7% no número dos consumidores Clientes Cativos +0,5 % • A distribuidora dispõe de um período de seis 3,250 3,266 meses para concessão da redução de demanda • Grande cliente da Escelsa que estava negociando redução de demanda, cancelou o 1T08 1T09 processo Apesar da queda no consumo dos clientes livres, o menor volume não refletiu na potência contratada 11
  12. 12. O EBITDA da Distribuição, aumentou 25% devido ao aumento da tarifa média Receita Líquida (R$ mm) Gastos Gerenciáveis (R$ mm) + 10% + 6% Enersul Excluíndo Enersul Excluíndo Enersul 760 838 131 140 Escelsa -14% -27% Bandeirante 978 190 218 838 140 Programa “Vencer” 59 310 +8% 334 53 +8% 57 R$ 3,7M 450 +12% 504 78 83 R$ 4,5M +6% 1T08 1T09 1T08 1T09 EBITDA (R$ mm) Lucro Líquido (R$ mm) + 25% + 30% Excluíndo Enersul Excluíndo Enersul 144 180 63 82 -11% -3% 201 180 85 82 57 22 +15% 85 37 74 33 +12% 71 +32% 94 30 +50% 45 1T08 1T09 1T08 1T09 12
  13. 13. Perdas Totais sobem 0,5 p.p. resultado da queda do volume de energia distribuída Perdas Comerciais (%) Bandeirante Escelsa ENBR - Consolidado 6,0% 5,8% 5,8% 5,8% 5,7% 5,5% 5,8% 5,2% 5,4% dez 07 dez 08 mar 09 dez 07 dez 08 mar 09 dez 07 dez 08 mar 09 Perdas Totais (%) Opex e Capex: ~ R$ 9,1 mm investidos em 11,9% 12,1% 12,2% 12,0% 12,5% combate às perdas 5,5 5,7 5,6 5,4 5,8 quarenta e duas mil inspeções; retirada de vinte e três mil ligações clandestinas 6,6 6,4 6,6 6,6 6,7 Recuperação de Receitas: ~ R$ 5,5 MM mar 08 jun 08 set 08 dez 08 mar 09 devido a legalização de fraudes Técnicas Comerciais 13
  14. 14. Comercialização 14
  15. 15. Redução de volume pela flexibilização dos contratos e menor preço no curto prazo na base da queda do EBITDA Volume de Energia Vendida (GWh) Receita Líquida (R$ mm) Redução pela flexibilidade Menor preço de venda - 3,5% prevista em contratos, para praticado no 1T09, devido acomodar diferenças de aos altos preços praticados consumo - 10% no curto prazo do 1T08 1.788 1.726 218 177 1.570 1.550 Outros 194 175 Empresas do Grupo 1T08 1T09 1T08 1T09 Ebitda (R$ mm) Lucro Líquido (R$ mm) -84% - 77% 17 12 3 3 1T08 1T09 1T08 1T09 15
  16. 16. Investimento e Dívida Consolidados 16
  17. 17. Abertura de Capex + R$ 3,0 bilhões Investimentos (R$mm) 1T08 1T09 ∆% Distribuição R$ 1,1m R$ 1,1m 107,6 66,8 -37,9 Bandeirante 6% 4% 25,8 27,2 -4,8 Escelsa 41,0 47,6 -13,9 30% 33% R$ 0,84m Enersul 32,8 - -100 Repotenciações Geração 52,0 48,0 8,3% 24% Distribuição 18% Enerpeixe 0,9 3,0 -70,2 Outros 34% Energest 21,4 29,3 -26,8 4% 34% Lajeado/Investco 1,4 0,8 -79,2 Santa Fé Santa Fé 14,6 14,9 -2,4 41% Pecém Pecém 13,7 - n.d. 28% 18% Outros 1,2 0,3 377,0 2009e 2010e 2011e O Plano de Capex prevê aprox. R$ 3,0 bilhões entre 2009 a 2011 17
  18. 18. Baixa exposição cambial e nível de Dívida Estável Dívida Líquida/EBITDA (x) Cronograma de Vencimentos da Dívida 923 2.390 2.348 2.131 5 729 1.963 5 806 1.680 4 4 2 .0 00 3 3 383* 481 471 2 1 .0 00 1,8 2 334 1,8 1,8 1 1,7 1,4 1 0 -1 0 -1 423 Mar/08 Jun/08 Set/08 Dez/08 Mar/09 Dívida Líquida/EBITDA Dívida Líquida Disp. 2009 2010 2011 2012 Após (Mar/09) 2012 (*) Ações em tesouraria ao preço de mercado de 31 de março de 2009 Evolução da Dívida Líquida Dívida Bruta por Indexador 2.937 (R$ MM) (Mar/09) (423) (165) 797 Tx. Flutuantes * 49% US$ 8% 2.140 2.348 2.390 Pré-Fixada 5% 38% Dívida Di i a Br t v d ua Disp. Ca a i x At. At g Re . Dívida Dí i a L í u i a vd q d Dívida Di . i . z8 v L q De / 0 Bruta Reg. Líq. Líq. TJLP (Mar/09) (Mar/09) (Dez/08) * Inclui CDI e IGP-M 18
  19. 19. Composição da Dívida de Curto Prazo (R$ Milhões) 806 212 383 * 174 923 257 423 280 Caixa e Bridge Loan Linha Aplicações Porto do de Distribuição Geração Total (Mar/09) Pecém Crédito 2009 (*) Ações em tesouraria ao preço de mercado de 31 de março de 2009. - Prorrogação da data de vencimento do Bridge Loan de Porto do Pecém de 30 de abril para 29 de julho de 2009 - Amortização de R$ 83 milhões das debêntures da Bandeirante 19
  20. 20. EDP Energias do Brasil – Linhas de Crédito (R$ milhões) Linhas de crédito aprovadas (Abr-09) Data limite para Instrumento Total aprovado Utilizado Disponível uso do recurso BNDES - CALC 900 0 900 2014 BNDES / IDB (Porto do Pecém) 2.000 0 2.000 2009 BEI 270* 0 270 2012 BNDES (PCH Santa Fé) 76 0 76 2009 Total de linhas de Crédito 3.246 3.246 * Linha de crédito de EUR90 milhões (EUR 45 milhões para cada uma das Distribuidoras). Além destas linhas de crédito a EDP Energias do Brasil possui outras linhas pré-aprovadas de menor valor, 20
  21. 21. Departamento de RI Mayte S. D. de Albuquerque Cleverson Murakawa Rogério Pacheco E-mail: ri@enbr.com.br Phone: +5511 2185-5907 Visite Website da EDP Energias do Brasil Site: www.enbr.com.br 21

×