SlideShare uma empresa Scribd logo
EDP Energias do Brasil

    Resultados 1T09




    07 de maio de 2009

                         1
Disclaimer
Aviso Importante


Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de
acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas declarações estão baseadas em
certas suposições e análises feitas pela Companhia de acordo com a sua experiência e o ambiente econômico e nas
condições de mercado e nos eventos futuros esperados, muitos dos quais estão fora do controle da Companhia. Fatores
importantes que podem levar a diferenças significativas entre os resultados reais e as declarações de expectativas
sobre eventos ou resultados futuros incluem a estratégia de negócios da Companhia, as condições econômicas
brasileira e internacional, tecnologia, estratégia financeira, desenvolvimentos da indústria de serviços públicos,
condições hidrológicas, condições do mercado financeiro, incerteza a respeito dos resultados de suas operações futuras,
planos, objetivos, expectativas e intenções, entre outros. Em razão desses fatores, os resultados reais da Companhia
podem diferir significativamente daqueles indicados ou implícitos nas declarações de expectativas sobre eventos ou
resultados futuros.

As informações e opiniões aqui contidas não devem ser entendidas como recomendação a potenciais investidores e
nenhuma decisão de investimento deve se basear na veracidade, atualidade ou completude dessas informações ou
opiniões. Nenhum dos assessores da Companhia ou partes a eles relacionadas ou seus representantes terá qualquer
responsabilidade por quaisquer perdas que possam decorrer da utilização ou do conteúdo desta apresentação.

Este material inclui declarações sobre eventos futuros sujeitas a riscos e incertezas, as quais baseiam-se nas atuais
expectativas e projeções sobre eventos futuros e tendências que podem afetar os negócios da Companhia. Essas
declarações incluem projeções de crescimento econômico e demanda e fornecimento de energia, além de informações
sobre posição competitiva, ambiente regulatório, potenciais oportunidades de crescimento e outros assuntos. Inúmeros
fatores podem afetar adversamente as estimativas e suposições nas quais essas declarações se baseiam.



                                                                                                                          2
1T09: Destaques do período

      EBITDA atinge R$ 340 MM e Lucro Líquido: R$ 117 MM
  • Geração vendeu 1.890 GWh de Energia, 23% acima do 1T08 devido ao SWAP de
   ativos;
  • ROL cai 7.6% devida a ganhos no 1T08 com os preços do mercado spot e saída da
   Enersul;

  • Gastos gerenciáveis reduziram 17,4%, sendo o 5º trimestre consecutivo de redução

  • Volume de energia distribuída a clientes finais, excluindo Enersul, aumentou 0,5%
   totalizando 3.266 GWh;

  • Aprovação de 03 linhas de crédito: (i) BEI: R$270 mm, (ii) BID: Pecém I e (iii) BNDES:
   R$ 76 milhões para Santa Fé;

  • Elevação dos ratings do Grupo e de suas distribuidoras pela Moody’s;

  • Início do Programa de Transformação “VENCER”.

                                                                                             3
Performance Consolidada




                          4
1T09: Destaques financeiros

     (R$ milhões)                   1T09      1T08    Var.%

     Receita Líquida              1.116,3   1.208,4   - 7,6%

     Gastos Gerenciáveis           184,9     223,8    - 17,4%

     EBITDA                        340,1     383,4    -11,3%
     EBITDA ajustado               353,3     327,4    + 7,9%

     Lucro Líquido                 117,3     166,4    - 29,5%

     Capex                         120,1     155,8    - 23,0%

     EBITDA – Capex                220,1     227,6    - 3,3%
     EBITDA (ajustado) – Capex     233,3     171,6    + 35,9%



         Foco na Eficiência e na Geração de Cash-Flow

                                                                5
1T09 Abertura do EBITDA
                            EBITDA Ajustado
                                                        EBITDA Ajustado exclui:
                                  +8%
                                                        • 1T09: R$ 13,2 MM do Projeto Vencer
                    327,4                     353,3     • 1T08: R$ 56 MM de maior disponibilidade de
                                                          energia da geração
                                 -11%

                    383,4                             %Variação YoY
                                              340,1
                    17,4
          Enersul                              2,8
                     57,3
                                               85,2
         Escelsa    73,5         +16%

      Bandeirante   70,5         +34%          94,2



                    176,0                     176,6                  Comercialização

                                                                     Distribuição

                                                                    Geração
                    1T08                      1T09


    SWAP Mantem EBITDA na Geração; Distribuição cresce double-digit

                                                                                                       6
Opex: Quinto trimestre consecutivo de redução

                                                                             ∆ 1T08 / CAGR
 (R$ milhões)                4T07    1T08    2T08    3T08    4T08    1T09     1T09      1T08-1T09


 Pessoal                             74,5                            75,9      1,8%       -

 Material                             8,4                             6,6    -21,5%       -

 Serviços                            87,1                            60,5    -30,5%       -

 Outros                              53,9                            41,9    -22,2%       -

 Total ( - ) Depreciação     248,9   223,8   206,3   198,5   203,9   184,9   -17,4%    - 7,2%

 Depreciação e Amortização           79,3                            72,1     -9,1%       -

 Total Gastos Gerenciáveis   326,2   303,2   289,4   277,7   278,9   257,0   -15,2%     - 5,8%




          Entre o quarto trimestre de 2007 e o primeiro trimestre de 2009,
             houve redução média dos Gastos Gerenciáveis de 7,2%.

                                                                                                    7
Geração




          8
Desempenho da Geração reflete SWAP de ativos e menor
disponibilidade de energia
Volume de Energia Vendida (GWh)            Receita Líquida (R$ mm)

                       +23%                                    +7%                        Lajeado Total
                                                                                          Energest
            1.538                 1.891             219                    233
                                                                                          Enerpeixe
                                                              +285%
                       +180%       795               26
             284                                                          100
                                                     74        -28%
             561       -3%         542                                    53
             693                                    119        -33%       80
                       -20%        553


            1T08                  1T09              1T08                  1T09
Ebitda (R$ mm)                             Lucro Líquido (R$ mm)

                        +0,3%                                      -14%
                                                                                      Participação de
             176,0                 176,6              106                             Minoritários
                                                                                91
                 16     +394%                          6        +367%
                 55                  79
                                                      39                        28
                        -40%                                       -13%
                                     33                                         34
                 105    -39%         64               60           -52%
                                                                                29

             1T08                  1T09              1T08                      1T09
                                                                                                      9
Distribuição




               10
Queda do industrial cativo compensada pelos segmentos
residencial/comercial e menor consumo dos livres

 Abertura de volumes (GWh)

                                                             Principais acontecimentos no 1T09:

                        -9%                                  • Rural: Crescimento provocado pelas altas
                                                               temperaturas e baixo nível de precipitações
                                                               (Escelsa)
           5.456                4.964
  + 13%       94                                             • Clientes Livres: As distribuidoras também
                                106                            recolhem as parcelas referentes aos encargos
            2,113                                              setoriais que são repassados e calculados com
                               1,592     Outros
  - 25%                                                        base no consumo de energia (MWh)
                                         Clientes Livres
                                                             • Aumento de 3,7% no número dos consumidores
                                          Clientes Cativos
  +0,5 %                                                     • A distribuidora dispõe de um período de seis
            3,250              3,266                           meses para concessão da redução de demanda

                                                             • Grande cliente da Escelsa que estava
                                                               negociando redução de demanda, cancelou o
            1T08                1T09                           processo


                   Apesar da queda no consumo dos clientes livres, o menor volume
                                 não refletiu na potência contratada

                                                                                                               11
O EBITDA da Distribuição, aumentou 25% devido ao
aumento da tarifa média
Receita Líquida (R$ mm)                              Gastos Gerenciáveis (R$ mm)

                          + 10%                                            + 6%                              Enersul
                      Excluíndo Enersul                               Excluíndo Enersul
           760                              838            131                              140              Escelsa
                           -14%
                                                                            -27%                             Bandeirante
              978                                             190
              218                         838
                                                                                          140        Programa “Vencer”
                                                              59
              310
                           +8%            334
                                                              53            +8%            57            R$ 3,7M


              450         +12%            504                 78                           83            R$ 4,5M
                                                                            +6%


              1T08                    1T09                   1T08                         1T09
EBITDA (R$ mm)                                       Lucro Líquido (R$ mm)

                           + 25%                                             + 30%
                      Excluíndo Enersul                               Excluíndo Enersul
           144                                 180          63                                  82
                           -11%                                              -3%

              201                         180                    85
                                                                                            82
                 57                                              22
                           +15%           85                                                37
                 74                                              33          +12%

                 71        +32%           94                     30          +50%           45


              1T08                        1T09                   1T08                      1T09
                                                                                                                         12
Perdas Totais sobem 0,5 p.p. resultado da queda do volume
de energia distribuída
                                                 Perdas Comerciais (%)

Bandeirante                                    Escelsa                            ENBR - Consolidado




                                                  6,0%                  5,8%          5,8%                  5,8%
  5,7%          5,5%            5,8%                       5,2%                                  5,4%


 dez 07       dez 08          mar 09            dez 07   dez 08       mar 09        dez 07     dez 08     mar 09
Perdas Totais (%)
                                                                   Opex e Capex: ~ R$ 9,1 mm investidos em
  11,9%       12,1%    12,2%           12,0%     12,5%
                                                                  combate às perdas

   5,5        5,7       5,6            5,4       5,8                quarenta e duas mil inspeções; retirada de
                                                                  vinte e três mil ligações clandestinas
   6,6        6,4       6,6            6,6       6,7
                                                                   Recuperação de Receitas: ~ R$ 5,5 MM
  mar 08   jun 08      set 08      dez 08       mar 09            devido a legalização de fraudes
           Técnicas               Comerciais

                                                                                                                   13
Comercialização




                  14
Redução de volume pela flexibilização dos contratos e
menor preço no curto prazo na base da queda do EBITDA
Volume de Energia Vendida (GWh)                              Receita Líquida (R$ mm)

                               Redução pela flexibilidade                                     Menor preço de venda
           - 3,5%              prevista em contratos, para                                    praticado no 1T09, devido
                               acomodar diferenças de                                         aos altos preços praticados
                               consumo                                     - 10%              no curto prazo do 1T08
   1.788
                      1.726
    218                177

   1.570              1.550          Outros                          194               175
                                     Empresas do
                                     Grupo
   1T08               1T09                                          1T08               1T09

Ebitda (R$ mm)                                               Lucro Líquido (R$ mm)

                      -84%
                                                                               - 77%




                 17                                                     12
                               3                                                         3
             1T08             1T09                                     1T08            1T09
                                                                                                                            15
Investimento e Dívida
    Consolidados




                        16
Abertura de Capex

                                                         + R$ 3,0
                                                         bilhões

Investimentos (R$mm)   1T08    1T09   ∆%
Distribuição                                   R$ 1,1m    R$ 1,1m
                       107,6    66,8 -37,9
Bandeirante                                       6%         4%
                        25,8    27,2 -4,8
Escelsa                 41,0    47,6 -13,9
                                                 30%         33%
                                                                    R$ 0,84m
Enersul                 32,8      -   -100                                     Repotenciações
Geração                 52,0   48,0   8,3%                            24%      Distribuição
                                                 18%
Enerpeixe                0,9    3,0   -70,2                                    Outros
                                                             34%
Energest                21,4   29,3   -26,8       4%
                                                                      34%
Lajeado/Investco         1,4    0,8   -79,2                                    Santa Fé
Santa Fé                14,6   14,9    -2,4      41%                           Pecém
Pecém                   13,7     -      n.d.                 28%
                                                                      18%
Outros                   1,2    0,3 377,0
                                               2009e       2010e     2011e




          O Plano de Capex prevê aprox. R$ 3,0 bilhões entre 2009 a 2011

                                                                                              17
Baixa exposição cambial e nível de Dívida Estável

                               Dívida Líquida/EBITDA (x)                                                Cronograma de Vencimentos da Dívida

                                                                                                                923
                                                          2.390                2.348
                                 2.131                                                         5                                                                729
       1.963                                                                                   5     806
                                                1.680                                          4
                                                                                               4
2 .0
  00




                                                                                               3
                                                                                               3     383*                   481         471
                                                                                               2
1 .0
  00


                                                          1,8                                  2                                                    334
                                 1,8                                            1,8            1
        1,7                                     1,4                                            1
                                                                                               0
                                                                                               -1
  0
                                                                                               -1    423
       Mar/08                   Jun/08          Set/08    Dez/08               Mar/09

                        Dívida Líquida/EBITDA             Dívida Líquida                             Disp.       2009       2010         2011       2012        Após
                                                                                                    (Mar/09)                                                    2012
                                                                                                    (*) Ações em tesouraria ao preço de mercado de 31 de março de 2009


                              Evolução da Dívida Líquida                                                       Dívida Bruta por Indexador

       2.937                               (R$ MM)                                                                           (Mar/09)
                                (423)           (165)
         797
                                                                                                                                                 Tx. Flutuantes *

                                                                                                                                    49%
                                                                                                               US$ 8%
       2.140                                             2.348                2.390
                                                                                                      Pré-Fixada 5%

                                                                                                                               38%
        Dívida
          Di i a Br t
           v d ua


                                 Disp.
                                   Ca a
                                      i
                                      x


                                                 At.
                                                  At g
                                                   Re
                                                   .


                                                          Dívida
                                                           Dí i a L í u i a
                                                            vd q d


                                                                               Dívida
                                                                                 Di . i . z8
                                                                                  v L q De /
                                                                                           0




        Bruta                                   Reg.       Líq.                 Líq.                              TJLP
       (Mar/09)                                          (Mar/09)             (Dez/08)                                                             * Inclui CDI e IGP-M

                                                                                                                                                                          18
Composição da Dívida de Curto Prazo (R$ Milhões)


                 806
                                                                                 212

                383 *                                               174
                                                                                          923
                                                   257
                 423
                                  280

              Caixa e         Bridge Loan          Linha
             Aplicações        Porto do             de           Distribuição   Geração   Total
              (Mar/09)           Pecém            Crédito                                 2009

  (*) Ações em tesouraria ao preço de mercado de 31 de março de 2009.




 - Prorrogação da data de vencimento do Bridge Loan de Porto do Pecém de 30 de abril
  para 29 de julho de 2009
 - Amortização de R$ 83 milhões das debêntures da Bandeirante



                                                                                                  19
EDP Energias do Brasil – Linhas de Crédito


 (R$ milhões)                               Linhas de crédito aprovadas (Abr-09)

                                                                                                            Data limite para
         Instrumento                             Total aprovado        Utilizado          Disponível
                                                                                                            uso do recurso

         BNDES - CALC                                  900                  0                 900                 2014

         BNDES / IDB (Porto do Pecém)                 2.000                 0                2.000                2009

         BEI                                          270*                  0                 270                 2012
         BNDES (PCH Santa Fé)                          76                   0                 76                  2009


         Total de linhas de Crédito                   3.246                                  3.246


* Linha de crédito de EUR90 milhões (EUR 45 milhões para cada uma das Distribuidoras).

Além destas linhas de crédito a EDP Energias do Brasil possui outras linhas pré-aprovadas de menor valor,




                                                                                                                               20
Departamento de RI

Mayte S. D. de Albuquerque
Cleverson Murakawa
Rogério Pacheco


E-mail: ri@enbr.com.br
Phone: +5511 2185-5907




Visite Website da EDP Energias do Brasil
Site: www.enbr.com.br




                                           21

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Resultados 3T08
Resultados 3T08Resultados 3T08
Resultados 3T08
EDP - Energias do Brasil
 
Vivo Apresentacao 4 T09
Vivo Apresentacao 4 T09Vivo Apresentacao 4 T09
Vivo Apresentacao 4 T09
Denisson de Sousa
 
110212 divulgação de resultados 4 t10
110212   divulgação de resultados 4 t10110212   divulgação de resultados 4 t10
110212 divulgação de resultados 4 t10
Multiplus
 
Multiplus - Apresentação APIMEC 4T10
Multiplus - Apresentação APIMEC 4T10Multiplus - Apresentação APIMEC 4T10
Multiplus - Apresentação APIMEC 4T10
Multiplus
 
Apresentação de resultados 1 t10
Apresentação de resultados 1 t10Apresentação de resultados 1 t10
Apresentação de resultados 1 t10
Equatorial
 
Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2008
Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2008Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2008
Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2008
Banco ABC Brasil
 
Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 3 t07
Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 3 t07Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 3 t07
Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 3 t07
Equatorial
 
Apresentação de Resultados 1T10
Apresentação de Resultados 1T10Apresentação de Resultados 1T10
Apresentação de Resultados 1T10
Gafisa RI !
 
ApresentaçãO De Resultados 1 T09
ApresentaçãO De Resultados 1 T09ApresentaçãO De Resultados 1 T09
ApresentaçãO De Resultados 1 T09
Profarma
 
Apresentação de resultados 1 t09
Apresentação de resultados 1 t09Apresentação de resultados 1 t09
Apresentação de resultados 1 t09
Equatorial
 
Apresentação 2T11
Apresentação 2T11Apresentação 2T11
Apresentação 2T11
TIM RI
 
Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 1 t08
Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 1 t08Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 1 t08
Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 1 t08
Equatorial
 
Profarma apresentação 1 t10 final
Profarma apresentação 1 t10 finalProfarma apresentação 1 t10 final
Profarma apresentação 1 t10 final
Profarma
 
4 q10 audited financial statements
4 q10 audited financial statements4 q10 audited financial statements
4 q10 audited financial statements
Profarma
 

Mais procurados (14)

Resultados 3T08
Resultados 3T08Resultados 3T08
Resultados 3T08
 
Vivo Apresentacao 4 T09
Vivo Apresentacao 4 T09Vivo Apresentacao 4 T09
Vivo Apresentacao 4 T09
 
110212 divulgação de resultados 4 t10
110212   divulgação de resultados 4 t10110212   divulgação de resultados 4 t10
110212 divulgação de resultados 4 t10
 
Multiplus - Apresentação APIMEC 4T10
Multiplus - Apresentação APIMEC 4T10Multiplus - Apresentação APIMEC 4T10
Multiplus - Apresentação APIMEC 4T10
 
Apresentação de resultados 1 t10
Apresentação de resultados 1 t10Apresentação de resultados 1 t10
Apresentação de resultados 1 t10
 
Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2008
Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2008Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2008
Banco ABC - Apresentação dos Resultados do 4º Trimestre de 2008
 
Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 3 t07
Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 3 t07Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 3 t07
Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 3 t07
 
Apresentação de Resultados 1T10
Apresentação de Resultados 1T10Apresentação de Resultados 1T10
Apresentação de Resultados 1T10
 
ApresentaçãO De Resultados 1 T09
ApresentaçãO De Resultados 1 T09ApresentaçãO De Resultados 1 T09
ApresentaçãO De Resultados 1 T09
 
Apresentação de resultados 1 t09
Apresentação de resultados 1 t09Apresentação de resultados 1 t09
Apresentação de resultados 1 t09
 
Apresentação 2T11
Apresentação 2T11Apresentação 2T11
Apresentação 2T11
 
Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 1 t08
Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 1 t08Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 1 t08
Apresentação de resultados financeiros e operacionais do 1 t08
 
Profarma apresentação 1 t10 final
Profarma apresentação 1 t10 finalProfarma apresentação 1 t10 final
Profarma apresentação 1 t10 final
 
4 q10 audited financial statements
4 q10 audited financial statements4 q10 audited financial statements
4 q10 audited financial statements
 

Destaque

Resultados 4T08
Resultados 4T08Resultados 4T08
Resultados 4T08
EDP - Energias do Brasil
 
Digital Marketing Survey 2015 (QLD)
Digital Marketing Survey 2015 (QLD)Digital Marketing Survey 2015 (QLD)
Digital Marketing Survey 2015 (QLD)
SalmatMarketing
 
empresa
empresaempresa
empresa
clayaris13
 
BUENOS AIRES BESUCH
BUENOS AIRES BESUCHBUENOS AIRES BESUCH
BUENOS AIRES BESUCH
mirtangel
 
B&IT-Prozessablauf: Mobile Instandhaltung auf Tablet PC / iPad - Rückmeldung
B&IT-Prozessablauf: Mobile Instandhaltung auf Tablet PC / iPad - RückmeldungB&IT-Prozessablauf: Mobile Instandhaltung auf Tablet PC / iPad - Rückmeldung
B&IT-Prozessablauf: Mobile Instandhaltung auf Tablet PC / iPad - Rückmeldung
Wolfgang Hornung
 
Unternehmensanleihen im Entry Standard, Edda Vogt, Stefan Leisner, Deutsche B...
Unternehmensanleihen im Entry Standard, Edda Vogt, Stefan Leisner, Deutsche B...Unternehmensanleihen im Entry Standard, Edda Vogt, Stefan Leisner, Deutsche B...
Unternehmensanleihen im Entry Standard, Edda Vogt, Stefan Leisner, Deutsche B...
Deutsche Börse AG
 
Corvina Fest
Corvina FestCorvina Fest
Corvina Fest
mirtangel
 
Perifé
PeriféPerifé
Perifé
ianellyiveth
 
Mis vacaciones 2015
Mis vacaciones 2015Mis vacaciones 2015
Mis vacaciones 2015
sliderosa
 
Iconografia Da RepúBlica Hugo
Iconografia Da RepúBlica   HugoIconografia Da RepúBlica   Hugo
Iconografia Da RepúBlica Hugo
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
A carochi..
A carochi..A carochi..
A carochi..
tejinha
 
Der J&Beyond e.V.
Der J&Beyond e.V.Der J&Beyond e.V.
Der J&Beyond e.V.
David Jardin
 
CORVINA FEST
CORVINA FESTCORVINA FEST
CORVINA FEST
mirtangel
 
Los animales de alimentos
Los animales de alimentosLos animales de alimentos
Los animales de alimentos
sliderosa
 
Presentación pw c
Presentación  pw cPresentación  pw c
Presentación pw c
puchi286
 
Stop Motion
Stop Motion Stop Motion
Stop Motion
Mai Espindola
 
21 de març
21 de març21 de març
21 de març
finabg
 

Destaque (19)

Resultados 4T08
Resultados 4T08Resultados 4T08
Resultados 4T08
 
Digital Marketing Survey 2015 (QLD)
Digital Marketing Survey 2015 (QLD)Digital Marketing Survey 2015 (QLD)
Digital Marketing Survey 2015 (QLD)
 
empresa
empresaempresa
empresa
 
BUENOS AIRES BESUCH
BUENOS AIRES BESUCHBUENOS AIRES BESUCH
BUENOS AIRES BESUCH
 
B&IT-Prozessablauf: Mobile Instandhaltung auf Tablet PC / iPad - Rückmeldung
B&IT-Prozessablauf: Mobile Instandhaltung auf Tablet PC / iPad - RückmeldungB&IT-Prozessablauf: Mobile Instandhaltung auf Tablet PC / iPad - Rückmeldung
B&IT-Prozessablauf: Mobile Instandhaltung auf Tablet PC / iPad - Rückmeldung
 
Unternehmensanleihen im Entry Standard, Edda Vogt, Stefan Leisner, Deutsche B...
Unternehmensanleihen im Entry Standard, Edda Vogt, Stefan Leisner, Deutsche B...Unternehmensanleihen im Entry Standard, Edda Vogt, Stefan Leisner, Deutsche B...
Unternehmensanleihen im Entry Standard, Edda Vogt, Stefan Leisner, Deutsche B...
 
Osteictes
OsteictesOsteictes
Osteictes
 
Corvina Fest
Corvina FestCorvina Fest
Corvina Fest
 
Perifé
PeriféPerifé
Perifé
 
T folge6 target2_securities
T folge6 target2_securitiesT folge6 target2_securities
T folge6 target2_securities
 
Mis vacaciones 2015
Mis vacaciones 2015Mis vacaciones 2015
Mis vacaciones 2015
 
Iconografia Da RepúBlica Hugo
Iconografia Da RepúBlica   HugoIconografia Da RepúBlica   Hugo
Iconografia Da RepúBlica Hugo
 
A carochi..
A carochi..A carochi..
A carochi..
 
Der J&Beyond e.V.
Der J&Beyond e.V.Der J&Beyond e.V.
Der J&Beyond e.V.
 
CORVINA FEST
CORVINA FESTCORVINA FEST
CORVINA FEST
 
Los animales de alimentos
Los animales de alimentosLos animales de alimentos
Los animales de alimentos
 
Presentación pw c
Presentación  pw cPresentación  pw c
Presentación pw c
 
Stop Motion
Stop Motion Stop Motion
Stop Motion
 
21 de març
21 de març21 de març
21 de març
 

Semelhante a Resultados 1T09

Resultados 3T09
Resultados 3T09Resultados 3T09
Resultados 3T09
EDP - Energias do Brasil
 
Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 1T08
Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 1T08Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 1T08
Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 1T08
CCR Relações com Investidores
 
Apresentação reunião pública – resultados do 4 t09 2010
Apresentação reunião pública – resultados do 4 t09 2010Apresentação reunião pública – resultados do 4 t09 2010
Apresentação reunião pública – resultados do 4 t09 2010
CCR Relações com Investidores
 
Reunião pública com investidores e analistas resultados do 2 t09
Reunião pública com investidores e analistas   resultados do 2 t09Reunião pública com investidores e analistas   resultados do 2 t09
Reunião pública com investidores e analistas resultados do 2 t09
CCR Relações com Investidores
 
Reunião pública com investidores e analistas – resultados do 2 t09
Reunião pública com investidores e analistas – resultados do 2 t09Reunião pública com investidores e analistas – resultados do 2 t09
Reunião pública com investidores e analistas – resultados do 2 t09
CCR Relações com Investidores
 
Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 2T09
 	Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 2T09 	Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 2T09
Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 2T09
CCR Relações com Investidores
 
30 04 2009 I ApresentaçãO Dos Resultado 1 T09 Ls Gaap
30 04 2009 I ApresentaçãO Dos Resultado 1 T09   Ls Gaap30 04 2009 I ApresentaçãO Dos Resultado 1 T09   Ls Gaap
30 04 2009 I ApresentaçãO Dos Resultado 1 T09 Ls Gaap
Embraer RI
 
Mrfg release 2 t12
Mrfg release 2 t12Mrfg release 2 t12
Mrfg release 2 t12
cleberson.souza
 
Apresentação 4T09
Apresentação 4T09Apresentação 4T09
Apresentação 4T09
Tempo
 
2008 - ApresentaçãO De Resultados 2° Trimestre De 2008
2008 - ApresentaçãO De Resultados   2° Trimestre De 20082008 - ApresentaçãO De Resultados   2° Trimestre De 2008
2008 - ApresentaçãO De Resultados 2° Trimestre De 2008
Embraer RI
 
Apresentacao CCR - 3T09
Apresentacao CCR - 3T09Apresentacao CCR - 3T09
Apresentacao CCR - 3T09
CCR Relações com Investidores
 
Apresentação 3T09
Apresentação 3T09Apresentação 3T09
Apresentação 3T09
Gafisa RI !
 
Apresentação de Resultados 3T09
Apresentação de Resultados 3T09Apresentação de Resultados 3T09
Apresentação de Resultados 3T09
Gafisa RI !
 
07 05 2009 I ApresentaçãO Realizada Nas Apime Cs SãO Paulo Rio De Janeiro E...
07 05 2009 I ApresentaçãO Realizada Nas Apime Cs SãO Paulo   Rio De Janeiro E...07 05 2009 I ApresentaçãO Realizada Nas Apime Cs SãO Paulo   Rio De Janeiro E...
07 05 2009 I ApresentaçãO Realizada Nas Apime Cs SãO Paulo Rio De Janeiro E...
Embraer RI
 
Apresentação teleconferência de resultados 4 t08
Apresentação   teleconferência de resultados 4 t08Apresentação   teleconferência de resultados 4 t08
Apresentação teleconferência de resultados 4 t08
Braskem_RI
 
Apresentação 4T08
Apresentação 4T08Apresentação 4T08
Apresentação 4T08
AES Eletropaulo
 
Apresentação 4 t08
Apresentação 4 t08Apresentação 4 t08
Apresentação 4 t08
AES Eletropaulo
 
Apimec resultados do 2 t05
Apimec   resultados do 2 t05Apimec   resultados do 2 t05
Apimec resultados do 2 t05
CCR Relações com Investidores
 
Apresentação 4 T11
Apresentação 4 T11Apresentação 4 T11
Apresentação 4 T11
CCR Relações com Investidores
 
Apresentacao Call Result 1 T08 Port Final
Apresentacao Call Result 1 T08 Port FinalApresentacao Call Result 1 T08 Port Final
Apresentacao Call Result 1 T08 Port Final
Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário (CCDI)
 

Semelhante a Resultados 1T09 (20)

Resultados 3T09
Resultados 3T09Resultados 3T09
Resultados 3T09
 
Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 1T08
Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 1T08Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 1T08
Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 1T08
 
Apresentação reunião pública – resultados do 4 t09 2010
Apresentação reunião pública – resultados do 4 t09 2010Apresentação reunião pública – resultados do 4 t09 2010
Apresentação reunião pública – resultados do 4 t09 2010
 
Reunião pública com investidores e analistas resultados do 2 t09
Reunião pública com investidores e analistas   resultados do 2 t09Reunião pública com investidores e analistas   resultados do 2 t09
Reunião pública com investidores e analistas resultados do 2 t09
 
Reunião pública com investidores e analistas – resultados do 2 t09
Reunião pública com investidores e analistas – resultados do 2 t09Reunião pública com investidores e analistas – resultados do 2 t09
Reunião pública com investidores e analistas – resultados do 2 t09
 
Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 2T09
 	Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 2T09 	Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 2T09
Reunião Pública com Investidores e Analistas – Resultados do 2T09
 
30 04 2009 I ApresentaçãO Dos Resultado 1 T09 Ls Gaap
30 04 2009 I ApresentaçãO Dos Resultado 1 T09   Ls Gaap30 04 2009 I ApresentaçãO Dos Resultado 1 T09   Ls Gaap
30 04 2009 I ApresentaçãO Dos Resultado 1 T09 Ls Gaap
 
Mrfg release 2 t12
Mrfg release 2 t12Mrfg release 2 t12
Mrfg release 2 t12
 
Apresentação 4T09
Apresentação 4T09Apresentação 4T09
Apresentação 4T09
 
2008 - ApresentaçãO De Resultados 2° Trimestre De 2008
2008 - ApresentaçãO De Resultados   2° Trimestre De 20082008 - ApresentaçãO De Resultados   2° Trimestre De 2008
2008 - ApresentaçãO De Resultados 2° Trimestre De 2008
 
Apresentacao CCR - 3T09
Apresentacao CCR - 3T09Apresentacao CCR - 3T09
Apresentacao CCR - 3T09
 
Apresentação 3T09
Apresentação 3T09Apresentação 3T09
Apresentação 3T09
 
Apresentação de Resultados 3T09
Apresentação de Resultados 3T09Apresentação de Resultados 3T09
Apresentação de Resultados 3T09
 
07 05 2009 I ApresentaçãO Realizada Nas Apime Cs SãO Paulo Rio De Janeiro E...
07 05 2009 I ApresentaçãO Realizada Nas Apime Cs SãO Paulo   Rio De Janeiro E...07 05 2009 I ApresentaçãO Realizada Nas Apime Cs SãO Paulo   Rio De Janeiro E...
07 05 2009 I ApresentaçãO Realizada Nas Apime Cs SãO Paulo Rio De Janeiro E...
 
Apresentação teleconferência de resultados 4 t08
Apresentação   teleconferência de resultados 4 t08Apresentação   teleconferência de resultados 4 t08
Apresentação teleconferência de resultados 4 t08
 
Apresentação 4T08
Apresentação 4T08Apresentação 4T08
Apresentação 4T08
 
Apresentação 4 t08
Apresentação 4 t08Apresentação 4 t08
Apresentação 4 t08
 
Apimec resultados do 2 t05
Apimec   resultados do 2 t05Apimec   resultados do 2 t05
Apimec resultados do 2 t05
 
Apresentação 4 T11
Apresentação 4 T11Apresentação 4 T11
Apresentação 4 T11
 
Apresentacao Call Result 1 T08 Port Final
Apresentacao Call Result 1 T08 Port FinalApresentacao Call Result 1 T08 Port Final
Apresentacao Call Result 1 T08 Port Final
 

Mais de EDP - Energias do Brasil

Apresentação Institucional
Apresentação InstitucionalApresentação Institucional
Apresentação Institucional
EDP - Energias do Brasil
 
Evento IFRS: adaptation of international accounting standards in EDP Energias...
Evento IFRS: adaptation of international accounting standards in EDP Energias...Evento IFRS: adaptation of international accounting standards in EDP Energias...
Evento IFRS: adaptation of international accounting standards in EDP Energias...
EDP - Energias do Brasil
 
Evento IFRS: adequação às normas internacionais de contabilidade no Grupo EDP...
Evento IFRS: adequação às normas internacionais de contabilidade no Grupo EDP...Evento IFRS: adequação às normas internacionais de contabilidade no Grupo EDP...
Evento IFRS: adequação às normas internacionais de contabilidade no Grupo EDP...
EDP - Energias do Brasil
 
G:\Ri\Website\Arquivos Para Site\ApresentaçõEs\ApresentaçõEs\2010\100308 Ap...
G:\Ri\Website\Arquivos Para Site\ApresentaçõEs\ApresentaçõEs\2010\100308   Ap...G:\Ri\Website\Arquivos Para Site\ApresentaçõEs\ApresentaçõEs\2010\100308   Ap...
G:\Ri\Website\Arquivos Para Site\ApresentaçõEs\ApresentaçõEs\2010\100308 Ap...
EDP - Energias do Brasil
 
Dia da EDP no Brasil - Primeiro ano de Novo Mercado
Dia da EDP no Brasil - Primeiro ano de Novo MercadoDia da EDP no Brasil - Primeiro ano de Novo Mercado
Dia da EDP no Brasil - Primeiro ano de Novo Mercado
EDP - Energias do Brasil
 
EDP Energias do Brasil Presentation
EDP Energias do Brasil PresentationEDP Energias do Brasil Presentation
EDP Energias do Brasil Presentation
EDP - Energias do Brasil
 
Apresentação EDP Energias do Brasil
Apresentação EDP Energias do BrasilApresentação EDP Energias do Brasil
Apresentação EDP Energias do Brasil
EDP - Energias do Brasil
 
3Q09 Results
3Q09 Results3Q09 Results
2Q09 Results
2Q09 Results2Q09 Results
1Q09 Results
1Q09 Results1Q09 Results
1Q08 Results
1Q08 Results1Q08 Results
4Q08 Results
4Q08 Results4Q08 Results
3Q08 Results
3Q08 Results3Q08 Results
2Q08 Results
2Q08 Results2Q08 Results
Resultados 2T08
Resultados 2T08Resultados 2T08
Resultados 2T08
EDP - Energias do Brasil
 
2007 Results
2007 Results2007 Results
3Q07 Results
3Q07 Results3Q07 Results
2nd Annual Brazil Conference – Itaú Securities
2nd Annual Brazil Conference – Itaú Securities2nd Annual Brazil Conference – Itaú Securities
2nd Annual Brazil Conference – Itaú Securities
EDP - Energias do Brasil
 
Apimec - 2007 Results
Apimec - 2007 ResultsApimec - 2007 Results
Apimec - 2007 Results
EDP - Energias do Brasil
 
1Q07 Results
1Q07 Results1Q07 Results

Mais de EDP - Energias do Brasil (20)

Apresentação Institucional
Apresentação InstitucionalApresentação Institucional
Apresentação Institucional
 
Evento IFRS: adaptation of international accounting standards in EDP Energias...
Evento IFRS: adaptation of international accounting standards in EDP Energias...Evento IFRS: adaptation of international accounting standards in EDP Energias...
Evento IFRS: adaptation of international accounting standards in EDP Energias...
 
Evento IFRS: adequação às normas internacionais de contabilidade no Grupo EDP...
Evento IFRS: adequação às normas internacionais de contabilidade no Grupo EDP...Evento IFRS: adequação às normas internacionais de contabilidade no Grupo EDP...
Evento IFRS: adequação às normas internacionais de contabilidade no Grupo EDP...
 
G:\Ri\Website\Arquivos Para Site\ApresentaçõEs\ApresentaçõEs\2010\100308 Ap...
G:\Ri\Website\Arquivos Para Site\ApresentaçõEs\ApresentaçõEs\2010\100308   Ap...G:\Ri\Website\Arquivos Para Site\ApresentaçõEs\ApresentaçõEs\2010\100308   Ap...
G:\Ri\Website\Arquivos Para Site\ApresentaçõEs\ApresentaçõEs\2010\100308 Ap...
 
Dia da EDP no Brasil - Primeiro ano de Novo Mercado
Dia da EDP no Brasil - Primeiro ano de Novo MercadoDia da EDP no Brasil - Primeiro ano de Novo Mercado
Dia da EDP no Brasil - Primeiro ano de Novo Mercado
 
EDP Energias do Brasil Presentation
EDP Energias do Brasil PresentationEDP Energias do Brasil Presentation
EDP Energias do Brasil Presentation
 
Apresentação EDP Energias do Brasil
Apresentação EDP Energias do BrasilApresentação EDP Energias do Brasil
Apresentação EDP Energias do Brasil
 
3Q09 Results
3Q09 Results3Q09 Results
3Q09 Results
 
2Q09 Results
2Q09 Results2Q09 Results
2Q09 Results
 
1Q09 Results
1Q09 Results1Q09 Results
1Q09 Results
 
1Q08 Results
1Q08 Results1Q08 Results
1Q08 Results
 
4Q08 Results
4Q08 Results4Q08 Results
4Q08 Results
 
3Q08 Results
3Q08 Results3Q08 Results
3Q08 Results
 
2Q08 Results
2Q08 Results2Q08 Results
2Q08 Results
 
Resultados 2T08
Resultados 2T08Resultados 2T08
Resultados 2T08
 
2007 Results
2007 Results2007 Results
2007 Results
 
3Q07 Results
3Q07 Results3Q07 Results
3Q07 Results
 
2nd Annual Brazil Conference – Itaú Securities
2nd Annual Brazil Conference – Itaú Securities2nd Annual Brazil Conference – Itaú Securities
2nd Annual Brazil Conference – Itaú Securities
 
Apimec - 2007 Results
Apimec - 2007 ResultsApimec - 2007 Results
Apimec - 2007 Results
 
1Q07 Results
1Q07 Results1Q07 Results
1Q07 Results
 

Resultados 1T09

  • 1. EDP Energias do Brasil Resultados 1T09 07 de maio de 2009 1
  • 2. Disclaimer Aviso Importante Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas declarações estão baseadas em certas suposições e análises feitas pela Companhia de acordo com a sua experiência e o ambiente econômico e nas condições de mercado e nos eventos futuros esperados, muitos dos quais estão fora do controle da Companhia. Fatores importantes que podem levar a diferenças significativas entre os resultados reais e as declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros incluem a estratégia de negócios da Companhia, as condições econômicas brasileira e internacional, tecnologia, estratégia financeira, desenvolvimentos da indústria de serviços públicos, condições hidrológicas, condições do mercado financeiro, incerteza a respeito dos resultados de suas operações futuras, planos, objetivos, expectativas e intenções, entre outros. Em razão desses fatores, os resultados reais da Companhia podem diferir significativamente daqueles indicados ou implícitos nas declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros. As informações e opiniões aqui contidas não devem ser entendidas como recomendação a potenciais investidores e nenhuma decisão de investimento deve se basear na veracidade, atualidade ou completude dessas informações ou opiniões. Nenhum dos assessores da Companhia ou partes a eles relacionadas ou seus representantes terá qualquer responsabilidade por quaisquer perdas que possam decorrer da utilização ou do conteúdo desta apresentação. Este material inclui declarações sobre eventos futuros sujeitas a riscos e incertezas, as quais baseiam-se nas atuais expectativas e projeções sobre eventos futuros e tendências que podem afetar os negócios da Companhia. Essas declarações incluem projeções de crescimento econômico e demanda e fornecimento de energia, além de informações sobre posição competitiva, ambiente regulatório, potenciais oportunidades de crescimento e outros assuntos. Inúmeros fatores podem afetar adversamente as estimativas e suposições nas quais essas declarações se baseiam. 2
  • 3. 1T09: Destaques do período EBITDA atinge R$ 340 MM e Lucro Líquido: R$ 117 MM • Geração vendeu 1.890 GWh de Energia, 23% acima do 1T08 devido ao SWAP de ativos; • ROL cai 7.6% devida a ganhos no 1T08 com os preços do mercado spot e saída da Enersul; • Gastos gerenciáveis reduziram 17,4%, sendo o 5º trimestre consecutivo de redução • Volume de energia distribuída a clientes finais, excluindo Enersul, aumentou 0,5% totalizando 3.266 GWh; • Aprovação de 03 linhas de crédito: (i) BEI: R$270 mm, (ii) BID: Pecém I e (iii) BNDES: R$ 76 milhões para Santa Fé; • Elevação dos ratings do Grupo e de suas distribuidoras pela Moody’s; • Início do Programa de Transformação “VENCER”. 3
  • 5. 1T09: Destaques financeiros (R$ milhões) 1T09 1T08 Var.% Receita Líquida 1.116,3 1.208,4 - 7,6% Gastos Gerenciáveis 184,9 223,8 - 17,4% EBITDA 340,1 383,4 -11,3% EBITDA ajustado 353,3 327,4 + 7,9% Lucro Líquido 117,3 166,4 - 29,5% Capex 120,1 155,8 - 23,0% EBITDA – Capex 220,1 227,6 - 3,3% EBITDA (ajustado) – Capex 233,3 171,6 + 35,9% Foco na Eficiência e na Geração de Cash-Flow 5
  • 6. 1T09 Abertura do EBITDA EBITDA Ajustado EBITDA Ajustado exclui: +8% • 1T09: R$ 13,2 MM do Projeto Vencer 327,4 353,3 • 1T08: R$ 56 MM de maior disponibilidade de energia da geração -11% 383,4 %Variação YoY 340,1 17,4 Enersul 2,8 57,3 85,2 Escelsa 73,5 +16% Bandeirante 70,5 +34% 94,2 176,0 176,6 Comercialização Distribuição Geração 1T08 1T09 SWAP Mantem EBITDA na Geração; Distribuição cresce double-digit 6
  • 7. Opex: Quinto trimestre consecutivo de redução ∆ 1T08 / CAGR (R$ milhões) 4T07 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09 1T09 1T08-1T09 Pessoal 74,5 75,9 1,8% - Material 8,4 6,6 -21,5% - Serviços 87,1 60,5 -30,5% - Outros 53,9 41,9 -22,2% - Total ( - ) Depreciação 248,9 223,8 206,3 198,5 203,9 184,9 -17,4% - 7,2% Depreciação e Amortização 79,3 72,1 -9,1% - Total Gastos Gerenciáveis 326,2 303,2 289,4 277,7 278,9 257,0 -15,2% - 5,8% Entre o quarto trimestre de 2007 e o primeiro trimestre de 2009, houve redução média dos Gastos Gerenciáveis de 7,2%. 7
  • 9. Desempenho da Geração reflete SWAP de ativos e menor disponibilidade de energia Volume de Energia Vendida (GWh) Receita Líquida (R$ mm) +23% +7% Lajeado Total Energest 1.538 1.891 219 233 Enerpeixe +285% +180% 795 26 284 100 74 -28% 561 -3% 542 53 693 119 -33% 80 -20% 553 1T08 1T09 1T08 1T09 Ebitda (R$ mm) Lucro Líquido (R$ mm) +0,3% -14% Participação de 176,0 176,6 106 Minoritários 91 16 +394% 6 +367% 55 79 39 28 -40% -13% 33 34 105 -39% 64 60 -52% 29 1T08 1T09 1T08 1T09 9
  • 11. Queda do industrial cativo compensada pelos segmentos residencial/comercial e menor consumo dos livres Abertura de volumes (GWh) Principais acontecimentos no 1T09: -9% • Rural: Crescimento provocado pelas altas temperaturas e baixo nível de precipitações (Escelsa) 5.456 4.964 + 13% 94 • Clientes Livres: As distribuidoras também 106 recolhem as parcelas referentes aos encargos 2,113 setoriais que são repassados e calculados com 1,592 Outros - 25% base no consumo de energia (MWh) Clientes Livres • Aumento de 3,7% no número dos consumidores Clientes Cativos +0,5 % • A distribuidora dispõe de um período de seis 3,250 3,266 meses para concessão da redução de demanda • Grande cliente da Escelsa que estava negociando redução de demanda, cancelou o 1T08 1T09 processo Apesar da queda no consumo dos clientes livres, o menor volume não refletiu na potência contratada 11
  • 12. O EBITDA da Distribuição, aumentou 25% devido ao aumento da tarifa média Receita Líquida (R$ mm) Gastos Gerenciáveis (R$ mm) + 10% + 6% Enersul Excluíndo Enersul Excluíndo Enersul 760 838 131 140 Escelsa -14% -27% Bandeirante 978 190 218 838 140 Programa “Vencer” 59 310 +8% 334 53 +8% 57 R$ 3,7M 450 +12% 504 78 83 R$ 4,5M +6% 1T08 1T09 1T08 1T09 EBITDA (R$ mm) Lucro Líquido (R$ mm) + 25% + 30% Excluíndo Enersul Excluíndo Enersul 144 180 63 82 -11% -3% 201 180 85 82 57 22 +15% 85 37 74 33 +12% 71 +32% 94 30 +50% 45 1T08 1T09 1T08 1T09 12
  • 13. Perdas Totais sobem 0,5 p.p. resultado da queda do volume de energia distribuída Perdas Comerciais (%) Bandeirante Escelsa ENBR - Consolidado 6,0% 5,8% 5,8% 5,8% 5,7% 5,5% 5,8% 5,2% 5,4% dez 07 dez 08 mar 09 dez 07 dez 08 mar 09 dez 07 dez 08 mar 09 Perdas Totais (%) Opex e Capex: ~ R$ 9,1 mm investidos em 11,9% 12,1% 12,2% 12,0% 12,5% combate às perdas 5,5 5,7 5,6 5,4 5,8 quarenta e duas mil inspeções; retirada de vinte e três mil ligações clandestinas 6,6 6,4 6,6 6,6 6,7 Recuperação de Receitas: ~ R$ 5,5 MM mar 08 jun 08 set 08 dez 08 mar 09 devido a legalização de fraudes Técnicas Comerciais 13
  • 15. Redução de volume pela flexibilização dos contratos e menor preço no curto prazo na base da queda do EBITDA Volume de Energia Vendida (GWh) Receita Líquida (R$ mm) Redução pela flexibilidade Menor preço de venda - 3,5% prevista em contratos, para praticado no 1T09, devido acomodar diferenças de aos altos preços praticados consumo - 10% no curto prazo do 1T08 1.788 1.726 218 177 1.570 1.550 Outros 194 175 Empresas do Grupo 1T08 1T09 1T08 1T09 Ebitda (R$ mm) Lucro Líquido (R$ mm) -84% - 77% 17 12 3 3 1T08 1T09 1T08 1T09 15
  • 16. Investimento e Dívida Consolidados 16
  • 17. Abertura de Capex + R$ 3,0 bilhões Investimentos (R$mm) 1T08 1T09 ∆% Distribuição R$ 1,1m R$ 1,1m 107,6 66,8 -37,9 Bandeirante 6% 4% 25,8 27,2 -4,8 Escelsa 41,0 47,6 -13,9 30% 33% R$ 0,84m Enersul 32,8 - -100 Repotenciações Geração 52,0 48,0 8,3% 24% Distribuição 18% Enerpeixe 0,9 3,0 -70,2 Outros 34% Energest 21,4 29,3 -26,8 4% 34% Lajeado/Investco 1,4 0,8 -79,2 Santa Fé Santa Fé 14,6 14,9 -2,4 41% Pecém Pecém 13,7 - n.d. 28% 18% Outros 1,2 0,3 377,0 2009e 2010e 2011e O Plano de Capex prevê aprox. R$ 3,0 bilhões entre 2009 a 2011 17
  • 18. Baixa exposição cambial e nível de Dívida Estável Dívida Líquida/EBITDA (x) Cronograma de Vencimentos da Dívida 923 2.390 2.348 2.131 5 729 1.963 5 806 1.680 4 4 2 .0 00 3 3 383* 481 471 2 1 .0 00 1,8 2 334 1,8 1,8 1 1,7 1,4 1 0 -1 0 -1 423 Mar/08 Jun/08 Set/08 Dez/08 Mar/09 Dívida Líquida/EBITDA Dívida Líquida Disp. 2009 2010 2011 2012 Após (Mar/09) 2012 (*) Ações em tesouraria ao preço de mercado de 31 de março de 2009 Evolução da Dívida Líquida Dívida Bruta por Indexador 2.937 (R$ MM) (Mar/09) (423) (165) 797 Tx. Flutuantes * 49% US$ 8% 2.140 2.348 2.390 Pré-Fixada 5% 38% Dívida Di i a Br t v d ua Disp. Ca a i x At. At g Re . Dívida Dí i a L í u i a vd q d Dívida Di . i . z8 v L q De / 0 Bruta Reg. Líq. Líq. TJLP (Mar/09) (Mar/09) (Dez/08) * Inclui CDI e IGP-M 18
  • 19. Composição da Dívida de Curto Prazo (R$ Milhões) 806 212 383 * 174 923 257 423 280 Caixa e Bridge Loan Linha Aplicações Porto do de Distribuição Geração Total (Mar/09) Pecém Crédito 2009 (*) Ações em tesouraria ao preço de mercado de 31 de março de 2009. - Prorrogação da data de vencimento do Bridge Loan de Porto do Pecém de 30 de abril para 29 de julho de 2009 - Amortização de R$ 83 milhões das debêntures da Bandeirante 19
  • 20. EDP Energias do Brasil – Linhas de Crédito (R$ milhões) Linhas de crédito aprovadas (Abr-09) Data limite para Instrumento Total aprovado Utilizado Disponível uso do recurso BNDES - CALC 900 0 900 2014 BNDES / IDB (Porto do Pecém) 2.000 0 2.000 2009 BEI 270* 0 270 2012 BNDES (PCH Santa Fé) 76 0 76 2009 Total de linhas de Crédito 3.246 3.246 * Linha de crédito de EUR90 milhões (EUR 45 milhões para cada uma das Distribuidoras). Além destas linhas de crédito a EDP Energias do Brasil possui outras linhas pré-aprovadas de menor valor, 20
  • 21. Departamento de RI Mayte S. D. de Albuquerque Cleverson Murakawa Rogério Pacheco E-mail: ri@enbr.com.br Phone: +5511 2185-5907 Visite Website da EDP Energias do Brasil Site: www.enbr.com.br 21