EDP Energias do Brasil | 2010
DisclaimerEsta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futurosde ac...
Companhia de Destaque no Setor de Energia no Brasil                                         Geração                    Dis...
Setor de Energia Elétrica no Brasil Consumo de Energia - Mercado Total (GWh)                                              ...
Histórico                                                                                                       IPO da EDP...
Governança e Responsabilidade Socioambiental                              Comitê de                 Presidente            ...
Distribuidoras em Áreas Atraentes  Forte concentração nos segmentos residencial e industrial, abrangendo 98 municípios dos...
Distribuidoras com Base de Clientes Diversificada      Energia Vendida - Clientes Cativos(1) (GWh)                        ...
Participação Relevante em Geração     A EDP - Energias do Brasil mais que triplicou sua capacidade instalada desde o IPO, ...
Expansão das Atividades de Geração      Capacidade Instalada (MW)                                                         ...
Dificuldades, no curto prazo, para expansão em geração                                                       Tocantins    ...
EDP Energias do Brasil | 9M10Principais Realizações e Estratégia
Resultados e Iniciativas desde o IPO em 2005                                 1                                            ...
Aumento da Eficiência o estilo do título mestre Clique para editar  Produtividade – Distribuição                          ...
Desenvolvimento da Área estilo do título mestre Clique para editar o de Comercialização  Energia Comercializada (GWh)     ...
Track Record Consistente estilo do título mestre  Clique para editar o de Retorno aos AcionistasDesde o IPO, a EDP Energia...
EDP Energias do Brasil | 9M10        Resultados Financeiros
Indicadores Financeiroso Consolidado  Clique para editar - estilo do título mestreReceita Líquida (R$ milhões)            ...
Indicadores Financeiroso Consolidado  Clique para editar - estilo do título mestre EBITDA e Margem EBITDA (R$ milhões)    ...
Perfil de Endividamentoo estilo do título mestre  Clique para editar      A gestão financeira adequada da EDP - Energias d...
Clique para editar o estilo do título mestre  Departamento de RI    Maytê Souza Dantas de Albuquerque    Rogério Kovacevic...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Institucional

787 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
787
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Institucional

  1. 1. EDP Energias do Brasil | 2010
  2. 2. DisclaimerEsta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futurosde acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas declarações estãobaseadas em certas suposições e análises feitas pela Companhia de acordo com a sua experiência e oambiente econômico e nas condições de mercado e nos eventos futuros esperados, muitos dos quais estão forado controle da Companhia. Fatores importantes que podem levar a diferenças significativas entre os resultadosreais e as declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros incluem a estratégia de negócios daCompanhia, as condições econômicas brasileira e internacional, tecnologia, estratégia financeira,desenvolvimentos da indústria de serviços públicos, condições hidrológicas, condições do mercado financeiro,incerteza a respeito dos resultados de suas operações futuras, planos, objetivos, expectativas e intenções, entreoutros. Em razão desses fatores, os resultados reais da Companhia podem diferir significativamente daquelesindicados ou implícitos nas declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros.As informações e opiniões aqui contidas não devem ser entendidas como recomendação a potenciaisinvestidores e nenhuma decisão de investimento deve se basear na veracidade, atualidade ou completudedessas informações ou opiniões. Nenhum dos assessores da Companhia ou partes a eles relacionadas ou seusrepresentantes terá qualquer responsabilidade por quaisquer perdas que possam decorrer da utilização ou doconteúdo desta apresentação.Este material inclui declarações sobre eventos futuros sujeitas a riscos e incertezas, as quais baseiam-se nasatuais expectativas e projeções sobre eventos futuros e tendências que podem afetar os negócios da Companhia.Essas declarações incluem projeções de crescimento econômico e demanda e fornecimento de energia, além deinformações sobre posição competitiva, ambiente regulatório, potenciais oportunidades de crescimento e outrosassuntos. Inúmeros fatores podem afetar adversamente as estimativas e suposições nas quais essasdeclarações se baseiam. 1
  3. 3. Companhia de Destaque no Setor de Energia no Brasil Geração Distribuição Comercialização Consolidado Receita Líquida 9M20101 732 2.808 522 3.726 (R$ milhões) EBITDA Ajustado 9M20101 525 573 21 1.070 (R$ milhões) Participação no 47% 51% 2% 100% EBITDA 9M2010¹ 5ª maior geradora 4ª maior distribuidora 2ª maior privada em capacidade privada do setor comercializadora instalada elétrico brasileiro em privada do setor energia vendida elétrico Brasileiro em Importante parceria com energia EDP Renováveis – 3ª comercializada maior operadora de empreendimentos de geração de energia eólica no mundoFontes: Relatório da Emerging Energy Consulting e CCEENota: (1) Percentuais não consideram as eliminações intra-grupo 2
  4. 4. Setor de Energia Elétrica no Brasil Consumo de Energia - Mercado Total (GWh) Consumo de Energia - Mercado Livre (GWh) % Mercado 22% 21% 24% 24% 26% 24% Total: 378,4 392,8 388,2 102,1 334,6 348,3 92,5 93,1 320,8 85,6 69,8 69,5 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Capacidade Instalada de Geração(1) (GW) Capacidade Instalada por Fonte de Geração(1)CAGR: 89-99: 2,7% 99-09: 4,3% 09-19: 4,9% 167,1 2009 = 103,6 GW(2) 2019e = 167,1 GW(2) 1%2% 4% 2% 16% 103,6 20% 68,2 52,1 74% 81% (2) (2) 1989 1999 2009 Projeção 2019 Hidroelétrica Termoelétrica Eólica NuclearFontes: EPE e ANEELNota: (1) Capacidade do Sistema Interligado Nacional ; (2) Dados preliminares, ainda sujeitos a alteração 3
  5. 5. Histórico IPO da EDP Investimento Aquisição Energias do Brasil em Energia Investimento da Iven Aquisição da Peixe em Lajeado Angical (parceria na BOVESPA Eólica (Escelsa e com Furnas)Empresa Enersul) Permuta de Ativos (Enersul por Lajeado) Oferta Aquisição da Secundária Bandeirante Leilão A-5 da de Ações termoelétrica de Pecém Crise dos Moody’s Novo Modelo Crise Crise Racionamento Mercados classifica o Brasil Crise do Setor Asiática Russa de Energia Emergentes como Investment PIIGS EnergéticoMacro Grade Crise Desvalorização Bolha da Brasileiro Internet Eleição de Lula Crise Subprime Econômica do Real Global Crise 1º mandato Argentina 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Mais de 10 anos de experiência, passando por diversos cenários diferentes Nota: o gráfico ilustra o desempenho do risco-país - EMBI (JP Morgan) 4
  6. 6. Governança e Responsabilidade Socioambiental Comitê de Presidente Controlador Independente Auditoria Independente Comitê de Sustentabilidade e Presidente Controlador Independente Governança Corporativa Independente Conselho de Administração Presidente Comitê de Conselho de Controlador Independente 8 membros Remuneração Administração (4 independentes) Código de Ética Instituto EDP Atividades Social, Cultural e Ambiental Transparência Política de pagamento mínimo de 50% dos lucros como dividendos 5
  7. 7. Distribuidoras em Áreas Atraentes Forte concentração nos segmentos residencial e industrial, abrangendo 98 municípios dos Estados de São Paulo (28 municípios) e Espírito Santo (70 municípios) Atraente perfil de crescimento 2,7 milhões de clientes (área total de concessão com população de aproximadamente 8 milhões de habitantes) Área total de concessão de 50,9 mil km2 Energia Distribuída por Segmento 9M10 • Localizada em São Paulo, principal centro econômico do Brasil Clientes Residencial Livres 21% e grande concentração industrial 37% Industrial 1ª economia do país com cerca de 33% do PIB nacional 22% Outros 1,5 milhão de clientes em uma área total de 9,6 mil km2 7% Comercial 12% Prazo de concessão: 30 anos, até 2028 Residencial 20% • Localizada no Espírito Santo, Estado predominantemente Clientes Livres exportador e forte atividade econômica: 42% Industrial 12% 11ª maior economia do país com 2,3% do PIB nacional Comercial 13% Outros 1,2 milhão de clientes em uma área total de 41,2 mil km2 13% Prazo de concessão: 30 anos, até 2025 6
  8. 8. Distribuidoras com Base de Clientes Diversificada Energia Vendida - Clientes Cativos(1) (GWh) Energia Vendida - Clientes Cativos 9M10 (GWh) CAGR: +3% Outros 15% Residencial 13.226 13.426 +7% 34% 12.610 Outros(2) 2.024 2.034 10.604 1.939 9.912 Comercial 2.523 2.642 2.781 Comercial Industrial 4.156 3.906 20% 4.018Residencial 4.130 4.402 4.704 Industrial 2007 2008 2009 9M09 9M10 30% Perdas (média dos últimos 12 meses) Tarifas EDP BANDEIRANTE Meta ANEEL EDP ESCELSA 15,2% 14,8% EDP Bandeirante 2007(3) 2008 2009 2010 14,3% 13,3% 11,0% 11,3% 11,1% Reajuste Tarifário (%) -13,46 14,48 5,46 10,70 10,4% 6,7% 6,1% 6,3% 6,1% 5,9% 5,6% Próx. Revisão Tarifária Oct 11 5,7% 5,4% 7,2% 8,4% 8,2% 8,5% 5,3% 5,4% 5,5% 5,0% EDP Escelsa 2007(3) 2008 2009 2010(3) Reajuste Tarifário (%) -2,16 12,17 15,12 7,19 mar/10 jun/10 set/10 Bandeirante Escelsa mar/10 jun/10 set/10 Próx. Revisão Tarifária Ago 13 Técnica Comercial Notas: (1) Dados referentes apenas à EDP Bandeirante e EDP Escelsa; (2) Outros inclui: rural, poder público, iluminação pública, e serviço público; (3) Revisão Tarifária 7
  9. 9. Participação Relevante em Geração A EDP - Energias do Brasil mais que triplicou sua capacidade instalada desde o IPO, apresentando aumento de 530 MW para 1.741 MW em Setembro de 2010(1) UHE Lajeado UHE Peixe Angical 902,5 MW 452 MW Concessão : 2032 Concessão: 2036 Pantanal Energética CESA 52,2 MW 61,9 MW Concessão: 2029 Concessão : até 2025 Costa Rica PCH Santa Fé 16 MW 29,0 MW Concessão : até 2031 Concessão : 2031 CENAEEL Energest 6,2 MW(2) 212,1 MW Concessão : 2032 Concessão : até 2025Notas: (1) 100% das plantas suportadas por PPAs; (2) Representa a capacidade proporcional da participação da EDP – Energias do Brasil em cada ativo 8
  10. 10. Expansão das Atividades de Geração Capacidade Instalada (MW) 360 18(3) 50(4) 2.201 1.702 29 7(1) 1.738 2 1.741 32(2) 530 2005 2008 PCH Repotenciação 2009 Repotenciação 3T10 Tramandaí Pecém Repotenciação 02 PCHs 2013 Santa Fé Investimentos em Geração Energia Vendida (GWh) Pré-IPO (1997 - 2004) CAGR: +20% 7.985 +2% Investimento Acumulado: R$ 1,3 bilhão 6.411 Pós-IPO (2005 – Atual) 5.568 5.789 5.923 Investimento Acumulado: R$ 2,4 bilhões Swap de ativos: troca de participação na Enersul por aumento de participações diretas e indiretas na UHE Lajeado Investimento: R$ 753 milhões 2007 2008 2009 9M09 9M10Notas: (1) UHE Suíça e 2 turbinas da PCH Rio Bonito; (2) 45% da EDP Energias do Brasil na EDP Renováveis Brasil; (3) UHE Mascarenhas; (4) PCH’s Cabeça de Boi e Fazenda 9
  11. 11. Dificuldades, no curto prazo, para expansão em geração Tocantins UHE’s = 151MW Dificuldades para crescimento em geração Goiás PCH’s = 132MW •Atraso na obtenção de licenças e registros Minas Gerais Mato Grosso PCH’s = 168MW • Baixos preços nos UTE Biomassa = 30MW UHE’s = 673MW PCH’s = 80MW últimos leilões UHE’s = 550MW Espírito Santo • Falta de garantia de UTE gás = 500MW Mato Grosso do Sul PCH’s = 47MW suprimento do gás PCH’s = 81MW UTE Biomassa = 30MW • PDE não considera UHE = 81MW Rio de Janeiro Térmicas UTE Gás = 500MW Legenda Térmica à Gás (UTE Gás) P&D - Térmica à biomassa capim elefante (UTE Biomassa) Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) Usinas Hidrelétrica (UHE) 10
  12. 12. EDP Energias do Brasil | 9M10Principais Realizações e Estratégia
  13. 13. Resultados e Iniciativas desde o IPO em 2005 1 Capacidade Instalada 1 (MW) +228% 1.741 Expandir Atividades de Geração 530 − Aumentou em 228% a capacidade instalada 2004 9M10 2 Compromisso Assumidos no IPO 2 Produtividade nas Distribuidoras (clientes/colaborador)¹ +53% Resultados (2004 vs 2009) 1.415 Aumento da Eficiência Operacional 927 − Aumentou em 53% a produtividade 2004 9M10 3 3 Energia Comercializada em 12 meses (GWh) +73% Desenvolvimento da Área de Comercialização 8.382 − Aumentou em 73% a energia comercializada 4.849 2 4 2004 9M10 Consolidação da Posição no Setor Elétrico 4 Posição Atual em Rankings entre Privados Brasileiro Energia Comercializada 2° − Posição de destaque em diferentes rankings Energia Distribuída 4° Capacidade Instalada 5°Nota: (1) Dados referentes à EDP Bandeirante e EDP Escelsa (2) Valores anualizados: últimos 12 meses até setembro de 2010 12
  14. 14. Aumento da Eficiência o estilo do título mestre Clique para editar Produtividade – Distribuição Produtividade – Distribuição (Clientes mil /Colaborador) (GWh distribuído últimos 12 meses / Colaborador) 1,41 13,58 12,23 1,34 9,76 1,29 8,20 1,24 EDP Bandeirante EDP Escelsa EDP Bandeirante EDP Escelsa Set-09 Set-10 Set-09 Set-10 Evolução do PMSO(1) (R$ milhões) Custo e Prazo Médios da Dívida 45,9% 5,4 37,8% 3,8 4,3 34,5% 34,2% 35,2% 952 3,0 3,3 827 746 11,9 11,4 546 582 10,2 7,5 7,6 2007 2008 2009 9M09 9M10 2007 2008 2009 9M09 9M10 Geração Distribuição Outros % Margem bruta Custo Médio (%) Prazo Médio (anos)Nota: (1) PMSO inclui pessoal, material, serviços de terceiros e outras e exclui D&A; 13
  15. 15. Desenvolvimento da Área estilo do título mestre Clique para editar o de Comercialização Energia Comercializada (GWh) CAGR: +8% 8.586 -3% 6.702 7.188 7.282 6.379 6.243 6.039 2005 2006 2007 2008 2009 9M09 9M10 Intra-Grupo Terceiros Receita Operacional Líquida de Comercialização (R$ milhões) CAGR: +15% 763 -13% 708 618 598 495 522 431 2005 2006 2007 2008 2009 9M09 9M10 14
  16. 16. Track Record Consistente estilo do título mestre Clique para editar o de Retorno aos AcionistasDesde o IPO, a EDP Energias do Brasil: Realizou forte programa de investimentos (R$ 4,6 bilhões); Remunerou os acionistas em R$ 1,1 bilhão; Manteve a alavancagem em níveis confortáveis (1,5x Dívida Líquida / EBITDA(1) em set/10); Apresentou valorização de 115% da ação (R$ 38,71 ao final de 2010). Dividendos/JCP desde o IPO (R$ / Ação) Payout desde IPO (R$ milhões ou % do LL Ajustado) CAGR 2005-2009: +19% R$ 1,87 50% 50% (2) 50% R$ 1,66 46% 40% R$ 1,26 296 R$ 1,03 237 R$ 0,92 207 151 169 2005 2006 2007 2008 2009 2005 2006 2007 2008 2009 Política de Dividendos / JSCP: mínimo de 50% do lucro líquido ajustadoFontes: Companhia, BOVESPA e BloombergNotas: (1) EBITDA dos últimos 12 meses; (2) 67,5% do lucro líquido reportado; 15
  17. 17. EDP Energias do Brasil | 9M10 Resultados Financeiros
  18. 18. Indicadores Financeiroso Consolidado Clique para editar - estilo do título mestreReceita Líquida (R$ milhões) Composição da Receita Líquida * (9M10) CAGR: +1% Comercialização 13% Geração 18% 4.528 4.610 4.648 +9% 3.726 3.416 Distribuição 69% 2007 2008 2009 9M09 9M10 * Não considera eliminações intra-grupoCustos Operacionais ¹ (R$ milhões) Evolução Opex – Gerenciáveis (R$ milhões) Inflação: +16% CAGR: -3% 3.719 3.694 3.534 +12% CAGR: +0,3% 2.891 224 2.586 205 197 202 200 210 185 180 182 188 185 2007 2008 2009 9M09 9M10 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 2T10 3T10 Não-gerenciáveis Gerenciáveis D&ANota: (1) contemplam gastos gerenciáveis e não-gerenciáveis 17
  19. 19. Indicadores Financeiroso Consolidado Clique para editar - estilo do título mestre EBITDA e Margem EBITDA (R$ milhões) Composição do EBITDA * (9M10) Comercialização 29,6% 30,5% 30,7% 2% 28,7% 24,8% 1.363 1.419 Geração 1.123 1.049 1.070 47% Distribuição 51% 2007 2008 2009 9M09 9M10 * Não considera eliminações intra-grupoLucro Líquido e Margem Líquida¹ (R$ milhões e %) Investimento (R$ milhões) CAGR: +9% 11,3% 10,8% 9,9% 9,6% 1.076 9,2% 786 +20% 625 665 450 389 450 121 343 578 121 481 519 504 343 329 -130 2007 2008 2009 9M09 9M10 Lucro/ Prejuízo não-recorrente (2008: Amortização do Ágio da Enersul e 2009 venda da ESC 90) 2007 2008 2009 9M09 9M10Nota: (1) Margem calculada com base no Lucro Recorrente 18
  20. 20. Perfil de Endividamentoo estilo do título mestre Clique para editar A gestão financeira adequada da EDP - Energias do Brasil refletiu na elevação dos ratings pela Moody’s em 2009. Em escala global a holding possui Ba1 - estável, enquanto as controladas EDP Bandeirante e EDP Escelsa possuem Baa3 - estável Dívida Líquida e Dívida Líquida/ EBITDA (R$ milhões) Dívida Bruta por Indexador - set/10 (%) 1,7x 1,8x Pré-fixada 1,4x 1,5x 4% 2.442 1.957 1.985 2.104 Taxas flutuantes* 48% TJLP 48% dez-07 dez-08 dez-09 set-10 * Inclui CDI and IGPM Cronograma de Vencimento da Dívida(1) (R$ milhões) Linhas de Crédito Aprovadas (R$ milhões) Instituição Aprovado Utilizado Disponível Prazo 1.791 1.261 BNDES - CALC R$900 R$190 R$710 2014 BNDES – Porto do Pecém I(2) R$705 R$480 R$225 2011 563 475 367 BID – Porto do Pecém I(2) US$164 US$156 US$ 8 2011 189 BEI €90(3) - €90 2012 Disp. 2010 2011 2012 2013 Após 2013 set-10Nota: (1) Valores consideram principal + encargos + resultados de operações de hedge; (2) Refere-se à participação da EDP Brasil ; (3) Linha de crédito de €45 para cada distribuidora 19
  21. 21. Clique para editar o estilo do título mestre Departamento de RI Maytê Souza Dantas de Albuquerque Rogério Kovacevic Pacheco Leandro Salles Santos Marília Barbosa Nogueira E-mail: ri@edpbr.com.br Visite o site da EDP Energias do Brasil Telefone: +55 11 2185-5907 www.edpbr.com.br/ri

×