Projeto Interdisciplinar Educação infantil

7.684 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.684
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto Interdisciplinar Educação infantil

  1. 1. Projeto Interdisciplinar Graduação em Pedagogia 4º semestre Formação de redes de significação Educação para a cidadania Pesquisa de campo: observação direta e entrevista com um profissional da Educação Infantil
  2. 2. Tempo e Espaço na Educação Infantil <ul><li>As atividades que provocam questionamentos e reflexões, a partir da articulação de diferentes áreas do conhecimento, no interior de um tema, ajudam a ensinar que vivemos regidos pelos conceitos de espaço e tempo, e que eles mudam ao longo da história. </li></ul><ul><li>O homem é um ser situado no tempo e no espaço. Quanto mais ele reflete sobre a sua realidade, mas compromissado ele é com o seu mundo. </li></ul><ul><li>Projetos voltados às questões da Natureza e Sociedade devem permitir à criança relacionar os conhecimentos que já possui com os novos apresentados na escola, no sentido de mostrar uma realidade a ser transformada. Como consequência, em cada atividade, esses conhecimentos deverão ser trabalhados de forma significativa, favorecendo a formação de pessoas reflexivas, conscientemente críticas e que aprendam a viver e conviver mais justa e solidariamente mais comprometida. </li></ul><ul><li>Ser cidadão significa ser tratado como respeito devido e aprender a fazer o mesmo em relação as demais pessoas. Isso implica tomar consciência de problemas próprios e coletivos. As crianças podem conversar sobre esses aspectos ou refletir sobre eles com base em enredos criados no fazer de conta. </li></ul><ul><li>Caderno de Estudos, págs. 14 e 18 </li></ul>
  3. 3. Entrevista Realizada: Escola Municipal de Educação Infantil Cecília Meireles Professora : Ana Lúcia <ul><li>Em nossa escola desenvolvemos no dia a dia um trabalho voltado para preservação do meio ambiente. </li></ul><ul><li>Nessa primeira fase da escolaridade, as crianças buscam ativamente o conhecimento; para elas, brincar é mais importante que a ação mental. É pela brincadeira que ela aprende a conhecer a si própria e o mundo que a cerca. Essa fase deve priorizar vivências em que a criança amplie seus conhecimentos através da busca e da descoberta, de forma prazerosa, aprendendo a ser confiante e a participar de atividades em grupo. É de fundamental importância que as crianças travem contato com a natureza, despertando sentimentos e exercitando todos os sentidos, é importante que tenham contato com diferentes elementos, fenômenos e acontecimentos do mundo, sejam instigadas para observá-los e explicá-los e tenham acesso a modos variados de compreendê-los e representá-los. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Nos primeiros anos de vida, o contato com o mundo permite à criança construir conhecimentos práticos sobre seu entorno, relacionados à sua capacidade de perceber a existência de objetos, seres, formas, cores, sons, odores, de movimentar-se nos espaços e de manipular os objetos. Experimentar expressar e comunicar seus desejos e emoções, atribuindo as primeiras significações para os elementos do mundo e realizando ações cada vez mais coordenadas e intencionais, em constante interação com outras pessoas com quem compartilha novos conhecimentos. Ao lado de diversas conquistas, as crianças iniciam o reconhecimento de certas regularidades dos fenômenos sociais e naturais e identificam contextos nos quais ocorrem. Costumam repetir uma ação várias vezes para constatar se dela deriva sempre à mesma conseqüência. Inúmeras vezes colocam e retiram objetos de diferentes tamanhos e formas em baldes cheios de água, constatando que existem aqueles que afundam e aqueles que flutuam. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Movidas pelo interesse e pela curiosidade e confrontadas com as diversas respostas oferecidas pro adultos, outras crianças e/ou por fontes de informação, como livros, noticias e reportagens de rádio e TV etc., as crianças podem conhecer o mundo por meio da atividade física, afetiva e mental, construindo explicações subjetivas e individuais para os diferentes fenômenos e acontecimentos. Quanto menores forem as crianças, mais suas representações e noções sobre o mundo estão associadas diretamente aos objetos concretos da realidade conhecida, observada, sentida e vivenciada. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Os animais e as plantas provocam bastante interesse e curiosidade: &quot;por que a lagartixa não cai do teto&quot;? “Por que lagarta vira borboleta”? &quot;Por que algumas flores são cheirosas e outras não&quot;? São muitas as questões, hipóteses, relações e associações que as crianças fazem em torno deste tema. Em função disso, o trabalho com os seres vivos e suas intricadas relações com o meio oferece inúmeras oportunidades de aprendizagem e de ampliação da compreensão que a criança tem sobre o mundo social e natural. A construção desse conhecimento também é uma das condições necessárias para que as crianças possam, aos poucos, desenvolver atitudes de respeito e preservação à vida e ao meio ambiente. </li></ul>
  7. 7. Observações: <ul><li>As crianças são separadas por faixa etária, e as atividades são de acordo com a idade também. </li></ul><ul><li>Primeiro são aplicados atividades para os menores, pois precisam de mais estímulos para desenvolver o que já conhecem e aprender o que não conhecem. </li></ul><ul><li>Enquanto isso os maiores de 4 , 5 anos, ficam com recorte/colagem/leitura. </li></ul><ul><li>Também fazem atividades com jogos,desenho , massinha, ou manipulação de livros. </li></ul><ul><li>São aplicados até 3 atividades por dia, mas segundo a professora regente, se não conseguir, preferi aplicar 1 atividade, mas que seja com excelência. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>São estimuladas o tempo inteiro e interagem entre si e com a professora. </li></ul><ul><li>Há visível organização no espaço, as crianças já estão totalmente adaptadas a rotina e já sabem horários para cada ação. </li></ul><ul><li>Rotina aqui não como algo prejorativo, e sim em sintonia com a proposta para a Educação Infantil, estimulando a independência, emancipação da criança como cidadão. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Na sala de aula, há o cantinho das artes, o espaço para brinquedos, cantinho da leitura, e são utilizados pelos alunos com liberdade. </li></ul><ul><li>Na hora do lanche, é notória a independência, pois já comem sozinhos, aprendem princípios de solidariedade quando dividem com um amigo. Vários aspectos envolvendo a emancipação dessas crianças. </li></ul><ul><li>Após esse horário fazem diversas atividades no pátio da escola. </li></ul><ul><li>Sempre com a preocupação de estimular a solidariedade, o respeito, a autoconfiança. </li></ul>
  10. 10. Fundamentos da Educação Infantil Profª. Maria Aparecida Gialluisi Discentes: Edione Zelenka Lourenço Simoni Marinho Marcia Conceição Daniela Marques

×