Universidade do Estado da Bahia - UNEB Departamento de Educação – Campus I Curso: Pedagogia Disciplina: Educação Inclusiva...
Entendo que a diferença é basicamente a construção de sentido, ou seja, toda a carga de conhecimentos, cultura, vivência, ...
Em relação ao diferente, entendo por ser uma especificidade da pessoa, sendo que, é percebido externamente. É um modo de f...
Mas como discernir a diferença do diferente? Isso me pareceu inicialmente complicado, é o entender e não saber explicar. D...
A diferença e o diferente pertencem ao ser humano. Nasce com ele e segue com ele até o último dia de sua vida. Todos nós t...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Slide - Lorena

350 visualizações

Publicada em

Atividade 2 - Slide

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
350
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slide - Lorena

  1. 1. Universidade do Estado da Bahia - UNEB Departamento de Educação – Campus I Curso: Pedagogia Disciplina: Educação Inclusiva Docente: Patrícia Magris Discente: Lorena Silvia Teixeira Semestre: 7º Turno: Vespertino A diferença e o diferente
  2. 2. Entendo que a diferença é basicamente a construção de sentido, ou seja, toda a carga de conhecimentos, cultura, vivência, experiência, se refletindo para que o indivíduo demonstre sua perspectiva. A diferença vai além do ponto de vista e faz com que o outro consiga enxergar o que a pessoa quer expressar ou o que sente em relação a algo. Dessa forma, a diferença refere-se ao interior da pessoa Pensando na diferença em relação a professores em sala de aula, é possível fazer uma simples reflexão que ajuda na construção do conceito. A partir do que eu pude compreender, uso minha vivência como exemplo. Atualmente estou substituindo uma professora que atua com alunos de 5º ano, existe uma diferença enorme entre eu e a professora oficial. Esse caráter que distingue a professora estagiária envolvida pela ludicidade, da professora oficial que busca seguir a linha tradicional é justamente a diferença. A diferença
  3. 3. Em relação ao diferente, entendo por ser uma especificidade da pessoa, sendo que, é percebido externamente. É um modo de falar, um modo de vestir, uma falta de algo, excesso de outro. O que existe em uma pessoa que não é igual a outra. Basicamente vai desde as coisas mais simples como estilo de roupa até uma deficiência física ou mental. Na escola o diferente é aquele que está mais avançado que os demais, é aquele que é mais participativo, é aquele que falta, é o que não enxerga bem de longe, é o que procura sempre chamar a atenção. O diferente não se prende a coisas somente negativas ou positivas, basta ter algo que o outro não tem. O diferente
  4. 4. Mas como discernir a diferença do diferente? Isso me pareceu inicialmente complicado, é o entender e não saber explicar. De qualquer forma vou tentar esclarecer a minha visão geral sobre isso. Bem, a diferença é o que está interno, que vai refletir nas atitudes, é algo que é exclusivo da pessoa. Já o diferente, se dá pela relação entre duas ou mais pessoas em que pelo menos uma possui algo que as demais não possuem. A diferença está basicamente no caráter da pessoa, uma marca. O diferente pode ser mais de uma coisa, e não impede que esse indivíduo encontre outras pessoas que tenham esse diferencial. O caso é que em algum momento, esse indivíduo se sente diferente por naquele momento só ele possuir aquela particularidade, não que em nenhuma parte exista alguém assim. Diferença X Diferente
  5. 5. A diferença e o diferente pertencem ao ser humano. Nasce com ele e segue com ele até o último dia de sua vida. Todos nós temos uma diferença, que nos faz diferentes. Logo, todos somos diferentes. É por isso que não cabe a exclusão, a partir do momento que somos diferentes uns dos outros temos que respeitar e aceitar isso. Em algum momento podemos ser semelhantes, mas se somos diferentes não tem como sermos iguais. Ou se é uma coisa ou se é outra. Quem nunca ouviu falar da expressão: “O que seria do vermelho se todos gostassem do amarelo?” A linha de raciocínio é essa mesmo. É necessário existir idéias diferentes e pessoas diferentes para que haja sentido. Não podemos exigir que as pessoas sejam iguais a nós, que pensem iguais a nós. Cada pessoa é única. Precisamos buscar uma forma de acolher as diferenças e os diferentes. O nosso ambiente tem que estar suficientemente disposto e preparado para conviver com todo tipo de diferença e com todos os seres diferentes. Considerações Finais

×