Introdução à Psicologia: Elementos e Ciência

262 visualizações

Publicada em

A apresentação faz parte da Aula 1 de Psicologia Aplicada. Conteúdo elaborado tendo como referência o livro: Psicologias - uma introdução ao estudo da psicologia, da professora Ana Bock.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
262
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução à Psicologia: Elementos e Ciência

  1. 1. PSICOLOGIA APLICADA I ADMINISTRAÇÃO 1
  2. 2. INTRODUÇÃO
  3. 3.   “aquela menina é neurótica”  “isso afeta o meu psicológico”  “o vendedor tem psicologia” Embora simplificado e amplamente utilizado no dia-a- dia, esses termos também são psicologia. O conceito adaptou- se ao senso comum através da apropriação de parte do conhecimento científico. PSICOLOGIA DO SENSO COMUM INTRODUÇÃO
  4. 4.  O cotidiano prático é a dimensão do senso comum Senso comum é uma visão do mundo (do real). Compreende o conhecimento acumulado do cotidiano. Produz hábitos e tradições, apropria-se de parte ínfima do conhecimento produzido por outros saberes.  A reflexão é a dimensão científica Ciência afasta-se da realidade concreta para compreendê-la e estudá-la, utilizando-se de análise sistêmica e contínua, fazendo da própria realidade seu objeto de estudo. CRÍTICA E IMPORTÂNCIA DE AMBOS INTRODUÇÃO
  5. 5. FILOSOFIA CIÊNCIA RELIGIÃOARTE SENSO COMUM INTRODUÇÃO
  6. 6. “a ciência distancia-se da realidade transformando-a em seu objeto de investigação, apreendendo além das aparências (...). É a articulação entre o lógico e o real” queda da maçã (fato cotidiano); lei da gravidade (fato científico); NOSSO ESTUDO: Foco no aspecto (fato) científico da psicologia. Isaac Newton INTRODUÇÃO
  7. 7. PSICOLOGIA: UMA CIÊNCIA
  8. 8.  “conjunto de conhecimentos sobre fatos ou aspectos da realidade (objeto de estudo), expresso por meio de uma linguagem precisa e rigorosa. Esses conhecimentos devem ser obtidos através do método científico, pautados pela objetividade.” “A ciência caracteriza-se como um processo: um novo conhecimento é produzido sempre a partir de algo anteriormente desenvolvido” – conhecimento cumulativo. PSICOLOGIA: UMA CIÊNCIA
  9. 9. PSICOLOGIA: UMA CIÊNCIA
  10. 10. fato(s) ou aspecto(s) da realidade que se pretende constatar e compreender cientificamente CIÊNCIAS NATURAIS CIÊNCIAS HUMANAS PSICOLOGIA: UMA CIÊNCIA
  11. 11. PSICOLOGIA: UMA CIÊNCIA
  12. 12. Por que essa dificuldade na definição do objeto psicológico?  Ciência relativamente recente (séc. XIX), sem maturidade e consolidação teórica.  Cientista confunde-se ao objeto, pois é humano. Inúmeras concepções humanas.  Diversidade de fenômenos psicológicos – mentais – e, assim, de métodos usados. O objeto poderia ser aquele que aglutina a vários deles: Comportamento; Inconsciente; Personalidade = CIÊNCIAS PSICOLÓGICAS? PSICOLOGIA: UMA CIÊNCIA
  13. 13. ... a síntese singular e individual que cada um de nós vai constituindo conforme vamos nos desenvolvendo e vivenciando experiências da vida social e cultural; é o que nos identifica. Logo, podemos transformá-la. ... o que constitui o nosso modo de ser, pensar, fazer e sonhar. Ou seja, é o que caracteriza nossa singularidade. Não é inata, é construída. ... portanto, o mundo das ideias, significados e emoções construídos internamente pelo sujeito a partir de suas vivências, relações sociais e constituição biológica. Assim, o homem é um ser biopsicossocial. PSICOLOGIA: UMA CIÊNCIA
  14. 14. EXPRESSÕES VISÍVEIS EXPRESSÕES INVISÍVEIS EXPRESSÕES SINGULARES EXPRESSÕES GENÉRICAS PSICOLOGIA: UMA CIÊNCIA COMPORTAMENTO PROCESSOS MENTAIS NOSSA INDIVIDUALIDADE NOSSA GENERALIDADE
  15. 15. PSICOLOGIA: UMA CIÊNCIA observação sistemática da realidade através de uma investigação organizada, orientados por conhecimentos teóricos, buscando explicar a causa desses fenômenos, suas correlações e aspectos não-revelados. EXPRESSÕES VISÍVEIS (Comportamento) EXPRESSÕES INVISÍVEIS (Processos Mentais) ATO OBSERVÁVEL (Método Experimental) FENÔMENO SUBJETIVO (Método Introspectivo)
  16. 16.  Psicologia é a ciência que estuda a Subjetividade.  Subjetividade é a síntese individual que nos identifica.  Método usado de acordo a expressão subjetiva escolhida PSICOLOGIA: UMA CIÊNCIA O que não é psicologia? MISTICISMO – ideias espiritualistas; lida com forças externas
  17. 17. EDGARD LOMBARDI GRADUADO EM ADMINISTRAÇÃO (PUC-SP) Apresentação elaborada por mim através da consolidação de elementos expostos em aula, pela professora, e de diferentes fontes científicas. Sendo sua base bibliográfica de referência: BOCK, Ana Maria Bahia et al. Psicologias: uma introdução ao estudo da psicologia. São Paulo: Saraiva, 1999 e 2008. – docente da mesma instituição.

×