SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
Jesus, o Missionário Excelente
Tarefa primordial da igreja
3º Trimestre
Ano 2017
20
Agosto
Evangelismo,
Missões e Discipulado
Lição 01 – A tarefa de testemunhar de Cristo
Lição 02 – O comunicador e a mensagem
de salvação
Lição 03 – A evangelização urbana
Lição 04 – O perfil dos enviados de Cristo
Lição 05 – A evangelização de grupos
específicos
Lição 06 – Deus, o Autor de Missões
Lição 07 – Missões no Antigo Testamento
Lição 08 – Jesus, o Missionário Excelente
Lição 09 – O legado missionário da
igreja primitiva
Lição 10 – O discípulo e o discipulado
Lição 11 – O processo de formação do
discípulo I
Lição 12 – O processo de formação do
discípulo II
Lição 13 – A perseverança do discípulo
de Jesus Cristo
“Eu sou a luz que vim ao
mundo, para que todo aquele
que crê em mim não permaneça
nas trevas.”
(João 12:46)
Para nos resgatar das trevas,
Cristo se fez homem e morreu por
nós, demonstrando um amor
incondicional.
1 - No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com
Deus, e o Verbo era Deus.
2 - Ele estava no princípio com Deus.
3 - Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele
nada do que foi feito se fez.
4 - Nele, estava a vida e a vida era a luz dos homens;
5 - E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a
compreenderam.
12 - Mas, a todos quantos o receberam, aos que
creem no seu nome, deu-lhes o poder de serem
feitos filhos de Deus.
João 1:1-5; 12
Ore para que a
Palavra de Deus
alcance as pessoas
mais solitárias e
distantes da Síria.
Apresentar a identidade de
Jesus como missionário do Pai;
Mostrar a natureza excelente
da missão de Jesus;
Demonstrar os principais
aspectos da missão de Jesus.
❶
❷
❸
Jesus Cristo veio dos céus em obediência ao Pai e também por
um imensurável amor à Sua criatura. Como Cordeiro
Imaculado, Ele veio salvar o mundo dos seus pecados.
1.1 – Jesus, a Palavra Eterna
1.2 – Jesus, a Vida
1.3 – Jesus, a Luz do Mundo
Não encontramos o título de “missionário” no Novo Testamento. Mas o
escritor aos Hebreus nomeia a Cristo como “apóstolo” (Hb 3.1).
Um apóstolo é um “enviado”, isto é, alguém com a missão de revelar a
vontade de Deus aos que se encontram na escuridão.
A identidade de Jesus é revelada de duas maneiras em
relação à Sua missão.
❶ como Verbo ❷ como Homem
aponta para a sua natureza
divina
revelando a
glória divina
JESUS é a PALAVRA e os
mundos foram criados pela
PALAVRA, ou seja, por ELE
MESMO (Hb 11.3).
VERBO é uma palavra com
origem no termo em Latim
`verbum`, que significa
`PALAVRA`.
João, o evangelista, registrou que através de Jesus Cristo
todas as coisas vieram a existir desde a eternidade (Jo 1.3).
• VIDA
GERANDO
VIDA ... Os
céus e a terra
são obras de
Suas mãos.
Sl 102:25
• “Eu sou o
caminho, e a
verdade e a
VIDA.
Ninguém
vem ao Pai,
senão por
mim”
Jo 14.6
• Jesus Cristo é
a Palavra da
VIDA
1 Jo 1:1
Por causa do pecado, a humanidade caminhava em trevas.
Jesus é o sol da justiça que trouxe esperança, cura e salvação.
O Senhor Jesus veio para trazer luz à humanidade (Jo 1.9).
Dissipando as trevas do pecado, da opressão, das
enfermidades e da possessão demoníaca (Mt 4.16-17).
Luz e trevas se opõem, mas não se nivelam em poder. A luz é
superior. Quando alguém caminha na luz, as trevas não
dominam (Jo 12.35).
Se vidas estão ainda em trevas, não é por causa da limitação
da luz, mas porque não querem a luz (Jo 3.19-20).
Jesus fez diversas declarações importantes acerca da salvação. Uma
delas foi: “Ninguém vem ao Pai senão por mim” (Jo 14.6b).
Eis o propósito de Sua excelente missão.
2.1 – Jesus, o Verbo que se fez carne
2.2 – A personificação do amor divino
2.3 – A restituição do que foi perdido
Todos aqueles que desejam encontrar-se com o Pai, devem
primeiro conhecer o Filho, para receber a salvação.
Aquele que “estava com
Deus” e “era Deus
foi ENVIADO ao mundo para
estar com a humanidade.
Eis o Missionário por
excelência!
Em Cristo temos o modelo de como comunicar o Evangelho:
a mensagem sempre será a mesma, mas os métodos
acompanham o contexto da atividade evangelística.
A Bíblia nos
ensina que
Deus provou o
Seu AMOR
para conosco
enviando a
Cristo para
morrer por
nós, mesmo
sendo
pecadores
(Rm 5.8).
Jesus veio a esse mundo para revelar o amor de Deus pela
humanidade (Jo 3.16). Essa qualidade do amor divino e tão
indestrutível que não há como explicar tremenda graça.
Durante o Seu ministério terreno, Jesus Cristo demonstrou a
compaixão de Deus pela humanidade.
Apesar das oposições, calúnias, rejeição, incredulidade, nosso Senhor
Jesus Cristo continuou: “tendo”; “possuído de”; “movido de” compaixão
(Mt 9.36; 14.14; 18.27).
Jesus Cristo foi enviado para restituir-nos à comunhão e amizade com
Deus. Fez isto pela Sua morte (Rm 5.10-11).
3.1 – O Agente Revelador
3.2 – O Cordeiro de Deus
3.3 – O direito de filiação divina
Três expressões resumem a excelência do propósito missionário
de Jesus. (Antes de entrar nos subtópicos), são elas:
❶ “deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus (Jo 1:12)
❷ “O Filho unigênito, que está no seio do pai, este o fez conhecer (Jo 1:18)
❸ “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (Jo 1:29)
A Igreja conhece a Deus-Pai através de Jesus (Jo 1.18).
Embora os judeus sejam herdeiros da Lei, dos concertos
e promessas de Deus, nunca experimentaram um contato
com o Pai tão maravilhoso igual ao que se deu através de
Jesus, o Messias.
Jesus nos deixou uma herança eterna.
Pela fé em Sua Palavra, não nos tornamos apenas herdeiros da
missão, mas também do mesmo poder que exercia em seu tempo.
A epístola aos Hebreus, nos
capítulos 9 e 10, nos ensina
que os sacrifícios oferecidos
no tempo do Antigo
Concerto
(vide o livro de Levítico)
eram tipos do sacrifício que
Jesus Cristo ofereceu por
nossos pecados na Cruz. Jesus
é o cordeiro de Deus, o
sacrifício único e insubstituível
por toda eternidade (Jo 1:29)
É impossível chegarmos ao Pai, senão pelo Cordeiro. Seu
sangue tira o pecado do mundo. Jesus é o sacrifício aceitável
e perfeito a Deus, e substitutivo das nossas vidas.
O Cordeiro de Deus, por
Seu próprio sangue,
efetuou “eterna
redenção” (Hb 9,12). Não
há necessidade de repetir
o sacrifício, foi “um
único” (Hb 10.12).
Portanto, a missão de Jesus
resulta na formação de uma
grande família na terra,
quando então entregará o
Reino ao Pai e entraremos no
perfeito estado eterno
(1Co 15.24).
Outro propósito dentro da obra
missionária de Jesus é garantir
a filiação divina aos que creem.
Para no tornarmos filhos de
Deus precisamos receber Jesus
Cristo, crendo em Seu nome
(Jo 1.12).
Igreja
Ele foi um
missionário
excelente. Não é à
toa que o escritor
aos Hebreus o
chamou de
“apóstolo e sumo
sacerdote da nossa
confissão”
(Hb 3.1)..
Jesus não veio a terra por conta própria. Ele veio cumprir a
vontade do nosso Pai Celestial e, nesta vontade, Ele se
deleitava em fazê-la (Jo 4.34; 6.38).
Lição 9 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente.
Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Evangelismo e missões capitulo 1
Evangelismo e missões  capitulo 1Evangelismo e missões  capitulo 1
Evangelismo e missões capitulo 1
Daniel Vicente
 

Mais procurados (20)

Cristologia aula01
Cristologia aula01Cristologia aula01
Cristologia aula01
 
9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios9. epístola de paulo 1' coríntios
9. epístola de paulo 1' coríntios
 
Doutrinas Bíblicas - Soteriologia
Doutrinas Bíblicas - SoteriologiaDoutrinas Bíblicas - Soteriologia
Doutrinas Bíblicas - Soteriologia
 
4 antropologia missionária
4 antropologia missionária4 antropologia missionária
4 antropologia missionária
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
 
Apostila missiologia
Apostila missiologiaApostila missiologia
Apostila missiologia
 
Evangelismo Criativo
Evangelismo CriativoEvangelismo Criativo
Evangelismo Criativo
 
10º Aula de História da Igreja
10º Aula de História da Igreja10º Aula de História da Igreja
10º Aula de História da Igreja
 
01 - Hermeneutica bíblica
01 - Hermeneutica bíblica01 - Hermeneutica bíblica
01 - Hermeneutica bíblica
 
Apostila missiologia
Apostila missiologiaApostila missiologia
Apostila missiologia
 
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
Evangelismo   conteúdo, método e motivação.Evangelismo   conteúdo, método e motivação.
Evangelismo conteúdo, método e motivação.
 
Lição 18 Apostasia da Fé
Lição 18   Apostasia da FéLição 18   Apostasia da Fé
Lição 18 Apostasia da Fé
 
Evangelismo e missões capitulo 1
Evangelismo e missões  capitulo 1Evangelismo e missões  capitulo 1
Evangelismo e missões capitulo 1
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
 
Historia da igreja i aula 1
Historia da igreja i  aula 1Historia da igreja i  aula 1
Historia da igreja i aula 1
 
Aula 01 evangelismo (etcam)
Aula 01 evangelismo (etcam)Aula 01 evangelismo (etcam)
Aula 01 evangelismo (etcam)
 
Teologia sistematica - Cristologia
Teologia sistematica - CristologiaTeologia sistematica - Cristologia
Teologia sistematica - Cristologia
 
9 missão urbana
9 missão urbana9 missão urbana
9 missão urbana
 
Carta aos efesios
Carta aos efesiosCarta aos efesios
Carta aos efesios
 
Introdução ao estudo da teologia
Introdução ao estudo da teologiaIntrodução ao estudo da teologia
Introdução ao estudo da teologia
 

Destaque

Destaque (19)

Lição 4 - O perfil dos enviados de Cristo
Lição 4 - O perfil dos enviados de CristoLição 4 - O perfil dos enviados de Cristo
Lição 4 - O perfil dos enviados de Cristo
 
Lição 3 - A Evangelização Urbana
Lição 3 - A Evangelização UrbanaLição 3 - A Evangelização Urbana
Lição 3 - A Evangelização Urbana
 
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de SalvaçãoLição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
Lição 2 - O comunicador e a mensagem de Salvação
 
Lição 11 - O processo de formação do discípulo I
Lição 11 - O processo de formação do discípulo ILição 11 - O processo de formação do discípulo I
Lição 11 - O processo de formação do discípulo I
 
Lição 05 - A evangelização de grupos específicos
Lição 05 - A evangelização de grupos específicosLição 05 - A evangelização de grupos específicos
Lição 05 - A evangelização de grupos específicos
 
Lição 6 - Deus, o Autor de Missões
Lição 6 - Deus, o Autor de MissõesLição 6 - Deus, o Autor de Missões
Lição 6 - Deus, o Autor de Missões
 
Lição 12 - O processo de formação do discípulo II
Lição 12 - O processo de formação do discípulo IILição 12 - O processo de formação do discípulo II
Lição 12 - O processo de formação do discípulo II
 
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo TestamentoLição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
 
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus CristoLição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
Lição 13 - A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
 
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipuladoLição 10 - O discípulo e o discipulado
Lição 10 - O discípulo e o discipulado
 
Lição 1 - A tarefa de testemunhar de Cristo
Lição 1 - A tarefa de testemunhar de CristoLição 1 - A tarefa de testemunhar de Cristo
Lição 1 - A tarefa de testemunhar de Cristo
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelouLição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do SenhorLição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
 
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
 

Semelhante a Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente.

Semelhante a Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente. (20)

Lição 8 - Jesus o missionário excelente
Lição 8 - Jesus o missionário excelenteLição 8 - Jesus o missionário excelente
Lição 8 - Jesus o missionário excelente
 
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do SalvadorLição 3 - A salvação e o advento do Salvador
Lição 3 - A salvação e o advento do Salvador
 
O senhor e salvador jesus cristo
O senhor e salvador jesus cristoO senhor e salvador jesus cristo
O senhor e salvador jesus cristo
 
Lição 4 – Missões Transculturais no Novo Testamento.pptx
Lição 4 – Missões Transculturais no Novo Testamento.pptxLição 4 – Missões Transculturais no Novo Testamento.pptx
Lição 4 – Missões Transculturais no Novo Testamento.pptx
 
Lição 3 – a salvação e o advento do salvador
Lição 3 – a salvação e o advento do salvadorLição 3 – a salvação e o advento do salvador
Lição 3 – a salvação e o advento do salvador
 
LIÇÃO 13 - Jesus cristo, o modelo supremo de caráter
LIÇÃO 13 - Jesus cristo, o modelo supremo de caráterLIÇÃO 13 - Jesus cristo, o modelo supremo de caráter
LIÇÃO 13 - Jesus cristo, o modelo supremo de caráter
 
Apostila evangelismo
Apostila evangelismoApostila evangelismo
Apostila evangelismo
 
A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.
 
Apostila de Evangelismo das igrejas.docx
Apostila de Evangelismo das igrejas.docxApostila de Evangelismo das igrejas.docx
Apostila de Evangelismo das igrejas.docx
 
Lição 3 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 3 - A Salvação e o Advento do SalvadorLição 3 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 3 - A Salvação e o Advento do Salvador
 
Lição 5 Hebreus
Lição 5   Hebreus Lição 5   Hebreus
Lição 5 Hebreus
 
Lição 1 Hebreus
Lição 1   HebreusLição 1   Hebreus
Lição 1 Hebreus
 
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de CaráterJesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
Jesus Cristo, o Modelo Supremo de Caráter
 
O senhor e salvador jesus cristo
O senhor e salvador jesus cristoO senhor e salvador jesus cristo
O senhor e salvador jesus cristo
 
LIÇÃO_04 Jesus cristo
LIÇÃO_04 Jesus cristoLIÇÃO_04 Jesus cristo
LIÇÃO_04 Jesus cristo
 
CADEIRA DA DOUTRINA DE CRISTO.pptx
CADEIRA DA DOUTRINA DE CRISTO.pptxCADEIRA DA DOUTRINA DE CRISTO.pptx
CADEIRA DA DOUTRINA DE CRISTO.pptx
 
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua DeidadeLição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
 
Exaltacao da cruz de cristo ano a - 2014
Exaltacao da cruz de cristo   ano a - 2014Exaltacao da cruz de cristo   ano a - 2014
Exaltacao da cruz de cristo ano a - 2014
 
Lição 01
Lição 01Lição 01
Lição 01
 
Lição 04 - O senhor e salvador Jesus Cristo
Lição 04 - O senhor e salvador Jesus CristoLição 04 - O senhor e salvador Jesus Cristo
Lição 04 - O senhor e salvador Jesus Cristo
 

Mais de Éder Tomé

Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Éder Tomé
 

Mais de Éder Tomé (20)

Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
Lição 4 - Dons de Poder (Windscreen)
 
Lição 4 - Dons de Poder
Lição 4 - Dons de Poder Lição 4 - Dons de Poder
Lição 4 - Dons de Poder
 
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
 
Lição 3 - O Deus Criador
Lição 3 - O Deus CriadorLição 3 - O Deus Criador
Lição 3 - O Deus Criador
 
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
 

Último

Último (7)

Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 

Lição 8 - Jesus, o Missionário Excelente.

  • 2. Tarefa primordial da igreja 3º Trimestre Ano 2017 20 Agosto Evangelismo, Missões e Discipulado
  • 3. Lição 01 – A tarefa de testemunhar de Cristo Lição 02 – O comunicador e a mensagem de salvação Lição 03 – A evangelização urbana Lição 04 – O perfil dos enviados de Cristo Lição 05 – A evangelização de grupos específicos Lição 06 – Deus, o Autor de Missões Lição 07 – Missões no Antigo Testamento Lição 08 – Jesus, o Missionário Excelente Lição 09 – O legado missionário da igreja primitiva Lição 10 – O discípulo e o discipulado Lição 11 – O processo de formação do discípulo I Lição 12 – O processo de formação do discípulo II Lição 13 – A perseverança do discípulo de Jesus Cristo
  • 4. “Eu sou a luz que vim ao mundo, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas.” (João 12:46)
  • 5. Para nos resgatar das trevas, Cristo se fez homem e morreu por nós, demonstrando um amor incondicional.
  • 6. 1 - No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. 2 - Ele estava no princípio com Deus. 3 - Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. 4 - Nele, estava a vida e a vida era a luz dos homens; 5 - E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam. 12 - Mas, a todos quantos o receberam, aos que creem no seu nome, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus. João 1:1-5; 12
  • 7. Ore para que a Palavra de Deus alcance as pessoas mais solitárias e distantes da Síria.
  • 8. Apresentar a identidade de Jesus como missionário do Pai; Mostrar a natureza excelente da missão de Jesus; Demonstrar os principais aspectos da missão de Jesus. ❶ ❷ ❸
  • 9. Jesus Cristo veio dos céus em obediência ao Pai e também por um imensurável amor à Sua criatura. Como Cordeiro Imaculado, Ele veio salvar o mundo dos seus pecados.
  • 10.
  • 11. 1.1 – Jesus, a Palavra Eterna 1.2 – Jesus, a Vida 1.3 – Jesus, a Luz do Mundo Não encontramos o título de “missionário” no Novo Testamento. Mas o escritor aos Hebreus nomeia a Cristo como “apóstolo” (Hb 3.1). Um apóstolo é um “enviado”, isto é, alguém com a missão de revelar a vontade de Deus aos que se encontram na escuridão.
  • 12. A identidade de Jesus é revelada de duas maneiras em relação à Sua missão. ❶ como Verbo ❷ como Homem aponta para a sua natureza divina revelando a glória divina JESUS é a PALAVRA e os mundos foram criados pela PALAVRA, ou seja, por ELE MESMO (Hb 11.3). VERBO é uma palavra com origem no termo em Latim `verbum`, que significa `PALAVRA`.
  • 13. João, o evangelista, registrou que através de Jesus Cristo todas as coisas vieram a existir desde a eternidade (Jo 1.3). • VIDA GERANDO VIDA ... Os céus e a terra são obras de Suas mãos. Sl 102:25 • “Eu sou o caminho, e a verdade e a VIDA. Ninguém vem ao Pai, senão por mim” Jo 14.6 • Jesus Cristo é a Palavra da VIDA 1 Jo 1:1
  • 14. Por causa do pecado, a humanidade caminhava em trevas. Jesus é o sol da justiça que trouxe esperança, cura e salvação.
  • 15. O Senhor Jesus veio para trazer luz à humanidade (Jo 1.9). Dissipando as trevas do pecado, da opressão, das enfermidades e da possessão demoníaca (Mt 4.16-17).
  • 16. Luz e trevas se opõem, mas não se nivelam em poder. A luz é superior. Quando alguém caminha na luz, as trevas não dominam (Jo 12.35). Se vidas estão ainda em trevas, não é por causa da limitação da luz, mas porque não querem a luz (Jo 3.19-20).
  • 17.
  • 18. Jesus fez diversas declarações importantes acerca da salvação. Uma delas foi: “Ninguém vem ao Pai senão por mim” (Jo 14.6b). Eis o propósito de Sua excelente missão. 2.1 – Jesus, o Verbo que se fez carne 2.2 – A personificação do amor divino 2.3 – A restituição do que foi perdido Todos aqueles que desejam encontrar-se com o Pai, devem primeiro conhecer o Filho, para receber a salvação.
  • 19. Aquele que “estava com Deus” e “era Deus foi ENVIADO ao mundo para estar com a humanidade. Eis o Missionário por excelência!
  • 20. Em Cristo temos o modelo de como comunicar o Evangelho: a mensagem sempre será a mesma, mas os métodos acompanham o contexto da atividade evangelística.
  • 21. A Bíblia nos ensina que Deus provou o Seu AMOR para conosco enviando a Cristo para morrer por nós, mesmo sendo pecadores (Rm 5.8). Jesus veio a esse mundo para revelar o amor de Deus pela humanidade (Jo 3.16). Essa qualidade do amor divino e tão indestrutível que não há como explicar tremenda graça.
  • 22. Durante o Seu ministério terreno, Jesus Cristo demonstrou a compaixão de Deus pela humanidade. Apesar das oposições, calúnias, rejeição, incredulidade, nosso Senhor Jesus Cristo continuou: “tendo”; “possuído de”; “movido de” compaixão (Mt 9.36; 14.14; 18.27).
  • 23. Jesus Cristo foi enviado para restituir-nos à comunhão e amizade com Deus. Fez isto pela Sua morte (Rm 5.10-11).
  • 24.
  • 25. 3.1 – O Agente Revelador 3.2 – O Cordeiro de Deus 3.3 – O direito de filiação divina Três expressões resumem a excelência do propósito missionário de Jesus. (Antes de entrar nos subtópicos), são elas: ❶ “deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus (Jo 1:12) ❷ “O Filho unigênito, que está no seio do pai, este o fez conhecer (Jo 1:18) ❸ “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (Jo 1:29)
  • 26. A Igreja conhece a Deus-Pai através de Jesus (Jo 1.18). Embora os judeus sejam herdeiros da Lei, dos concertos e promessas de Deus, nunca experimentaram um contato com o Pai tão maravilhoso igual ao que se deu através de Jesus, o Messias.
  • 27. Jesus nos deixou uma herança eterna. Pela fé em Sua Palavra, não nos tornamos apenas herdeiros da missão, mas também do mesmo poder que exercia em seu tempo.
  • 28. A epístola aos Hebreus, nos capítulos 9 e 10, nos ensina que os sacrifícios oferecidos no tempo do Antigo Concerto (vide o livro de Levítico) eram tipos do sacrifício que Jesus Cristo ofereceu por nossos pecados na Cruz. Jesus é o cordeiro de Deus, o sacrifício único e insubstituível por toda eternidade (Jo 1:29)
  • 29. É impossível chegarmos ao Pai, senão pelo Cordeiro. Seu sangue tira o pecado do mundo. Jesus é o sacrifício aceitável e perfeito a Deus, e substitutivo das nossas vidas. O Cordeiro de Deus, por Seu próprio sangue, efetuou “eterna redenção” (Hb 9,12). Não há necessidade de repetir o sacrifício, foi “um único” (Hb 10.12).
  • 30. Portanto, a missão de Jesus resulta na formação de uma grande família na terra, quando então entregará o Reino ao Pai e entraremos no perfeito estado eterno (1Co 15.24). Outro propósito dentro da obra missionária de Jesus é garantir a filiação divina aos que creem. Para no tornarmos filhos de Deus precisamos receber Jesus Cristo, crendo em Seu nome (Jo 1.12). Igreja
  • 31. Ele foi um missionário excelente. Não é à toa que o escritor aos Hebreus o chamou de “apóstolo e sumo sacerdote da nossa confissão” (Hb 3.1).. Jesus não veio a terra por conta própria. Ele veio cumprir a vontade do nosso Pai Celestial e, nesta vontade, Ele se deleitava em fazê-la (Jo 4.34; 6.38).
  • 32. Lição 9 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva